As melhores carnes a serem oferecidas aos cães

Descubra quais carnes são permitidas para o seu cão e como elas devem ser administradas

por George Augusto — publicado 14 out 2014 - 20:34

É comum ouvirmos falar nas rodas de conversa se podemos ou não oferecer carne ao cão . Isso é uma dúvida bastante comum entre os tutores e especialistas, sendo um marco para muitas discussões e pesquisas. Existem profissionais médicos veterinários que não indicam ao tutor dar carne crua ao animal, devido à probabilidade do cão adquirir uma doença, ou parasitas, no momento da ingestão. Em contrapartida, existem profissionais que apoiam o uso rotineiro de carne na alimentação dos pets.

Antes de mais nada, é importante ressaltar que todo alimento, independentemente de ser carne ou não, deve ter uma origem de procedência e, nos casos de verduras, legumes e frutas, devem ser bem lavados antes do consumo.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

É sabido por todos, que toda carne, independente da espécie, tem características típicas que fazem ela estar apta para o consumo ou inapta, quando corre o risco de haver algum prejuízo à saúde do animal. Uma carne indicada para o consumo, não deve apresentar as seguintes características: Cheiro desagradável; Cor anormal (Muito clara, muito escura ou amarelada comparada ao padrão da espécie, é claro); Apresentar muco pela superfície; Presença de manchas ou caroços; Consistência da carne (muito dura ou se desmanchando); entre outras coisas.

Os cães domésticos estão livres para se alimentarem de qualquer tipo de carne, sendo ela: Carne de bovino, caprino, ovino, bubalino, suíno, peixe e carnes de caça em geral. A escolha do tipo de carne a ser ofertado ao animal, vai depender da preferência do paladar de cada animal, da saúde do pet e também do que o tutor está preparado para gastar.

Outro ponto que é bastante perguntando pelos tutores para os médicos veterinários, é a forma de como oferecer a carne ao animal. Na verdade, não há uma maneira certa ou errada de administrar a carne, isso vai variar de acordo com o porte do animal e a situação odontológica do pet. Existem animais que têm bastante perda dentária, fazendo com que o uso de carnes em cubos ou bifes fique sendo inviável. Quando um cão tem boa saúde oral, é indicado que as carnes sejam ofertadas em cubos, do tamanho proporcional para cada porte canino. Animais com perdas significantes de elementos dentários devem receber carne moída para que se proporcione uma boa digestão do alimento e não cause um possível engasgo no animal, pelo fato de não haver a mastigação do alimento da forma correta.

Um ponto muito importante a ser ressaltado é a administração de carnes de peixe. Existem muito tutores que oferecem ao animal peixes inteiros ou em grandes pedaços, fazendo com que o animal entre em contato direto com as espinhas . Isso é uma prática errônea, pois assim o animal pode traumatizar sua boca ou fazer com que a espinha perfure órgãos internos dando grandes danos à saúde do animal.
A carne pode ser uma grande fonte de nutrientes para seu animal, porém tudo deve ser feito com cautela, e claro, com a opinião do médico veterinário de sua confiança.

 

Por: George Augusto von Schmalz Portella de Macedo

Ocupação: Acadêmico de Medicina Veterinária

Contato: [email protected]

Após forte terremoto que deixou muitos mortos, México comemora resgate de cachorro

por Andrezza Oestreicher — publicado 21 set 2017 - 18:23

Infelizmente, novos desastres naturais aconteceram e trouxeram muita dor e transtornos. Dessa vez, um forte terremoto de magnitude de 7.1abalou o México no dia 19 de agosto, última terça-feira.

Essa magnitude de terremoto é muito forte e os danos que ela pode causar são incontáveis. Muitas pessoas perderam suas casas e muitas pessoas morreram. De terça-feira para cá as buscas por pessoas com vida em meio aos escombros não param. Não só por pessoas,

 » Read more about: Após forte terremoto que deixou muitos mortos, México comemora resgate de cachorro  »

Patrick Stewart não poderá ficar com cadelinha que pretendia adotar após dar lar temporário

por Andrezza Oestreicher — publicado 21 set 2017 - 9:38

Há cerca de seis meses, o ator Patrick Stewart, que participou de vários filmes, mas é mais conhecido por seu papel como Professor Charles Xavier em X-Men, encantou ainda mais seus fãs ao abrir as portas de sua casa nos Estados Unidos para dar lar temporário para uma cadelinha resgatada.

Ginger, que é da raça Pit Bull, logo ganhou o coração de Patrick e o de sua esposa com toda a sua doçura, apesar do passado difícil que teve antes de ser resgatada.

 » Read more about: Patrick Stewart não poderá ficar com cadelinha que pretendia adotar após dar lar temporário  »

Homem salva cão de redemoinho no interior de São Paulo

por Andrezza Oestreicher — publicado 20 set 2017 - 9:10

Uma forte ventania que tomou formas de redemoinho assustou a todos que estavam na rua e próximos do local onde a corrente de ventos se deu no município de Cerqueira César, em São Paulo. O fato aconteceu na última segunda-feira, dia 18 de agosto.

Apesar de não causar grandes estragos, o redemoinho deixou muita gente preocupada, incluindo Antônio Ferreira, que arriscou sua vida para resgatar um cachorro que estava muito perto da forte ventania.

 » Read more about: Homem salva cão de redemoinho no interior de São Paulo  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Após forte terremoto que deixou muitos mortos, México comemora resgate de cachorro

por Andrezza Oestreicher — publicado 21 set 2017 - 18:23

Infelizmente, novos desastres naturais aconteceram e trouxeram muita dor e transtornos. Dessa vez, um forte terremoto de magnitude de 7.1abalou o México no dia 19 de agosto, última terça-feira.

Essa magnitude de terremoto é muito forte e os danos que ela pode causar são incontáveis. Muitas pessoas perderam suas casas e muitas pessoas morreram. De terça-feira para cá as buscas por pessoas com vida em meio aos escombros não param. Não só por pessoas, mas também animais.

Todos estão ajudando nas buscas. As equipes de resgate estão trabalhando desde o primeiro momento, mas todas as pessoas estão ajudando e não perdem tempo, vão logo retirando escombros e procurando sobreviventes.

Toda vida salva é muito comemorada pela população. Todos que são encontrados vivos em meios aos escombros recebem a mesma rapidez de resgate e os mesmos cuidados, como pôde ser visto durante o emocionante resgate de um cãozinho.

Durante as buscas, um momento tocou a todos que estavam presente, foi quando vários homens trabalharam juntos para resgatar um cachorro que estava preso nos escombros do que antes do terremoto era um prédio.

Além de surpreendente e emocionante, o resgate do cãozinho mostrou o melhor lado do ser humano, a solidariedade, cuidado e preocupação com todos os seres após um desastre natural que abalou todo um país, e até o mundo.

Ao perceberem que o animal estava bem, a multidão que estava acompanhando os resgates em meio a toda aquela poeira vinda das ruínas do prédio aplaudiu e comemorou a vida do cachorrinho.

Um conforto no meio de tanta tristeza e destruição.

Fonte: I Heart Dogs

Patrick Stewart não poderá ficar com cadelinha que pretendia adotar após dar lar temporário

por Andrezza Oestreicher — publicado 21 set 2017 - 9:38

Há cerca de seis meses, o ator Patrick Stewart, que participou de vários filmes, mas é mais conhecido por seu papel como Professor Charles Xavier em X-Men, encantou ainda mais seus fãs ao abrir as portas de sua casa nos Estados Unidos para dar lar temporário para uma cadelinha resgatada.

Ginger, que é da raça Pit Bull, logo ganhou o coração de Patrick e o de sua esposa com toda a sua doçura, apesar do passado difícil que teve antes de ser resgatada. Logo o casal percebeu que seria difícil ser apenas um lar temporário para Ginger e a vontade de ficar com ela para sempre foi grande.

‪Fostering #GingerGurl is one of the best things I've ever done. @ASPCA @WagsandWalks #AdoptDontShop #fosteringsaveslives #pibbles ‬#pitbullsofinstagram

A post shared by Patrick Stewart 💩 (@sirpatstew) on

O ator publicou diversos momentos de diversão e carinho que teve com a cadela enquanto estava nos Estados Unidos e começou a ver o que seria necessário para levar Ginger com ele para o Reino Unido, local onde Patrick nasceu e vive.

Ao chegar nessa fase, o casal percebeu que uma legislação britânica de raças não iria permitir que eles continuassem com aquela fofa cadelinha. A tal legislação, que foi chamada de antiquada e trágica por Sunny Ozell, esposa de Patrick, proíbe certas raças específicas, e uma delas é a Pit Bull.

Patrick e sua esposa ficaram completamente arrasados ao saberem que não poderiam continuar com Ginger, porém, mesmo de longe, seguem cuidando da cadelinha da forma que podem.

Dias depois de saberem que não poderiam levar a cadela para o Reino Unido, o casal foi informado pelo treinador de Ginger que tinha algo errado com suas patinhas e ela foi imediatamente levada para um veterinário, que descobriu que ela estava com uma grave lesão nos ligamentos das patas dianteiras.

“Patrick e eu não hesitamos; com apenas dois anos, Ginger foi uma excelente candidata para a cirurgia, e decidimos arrumar nossa garota. Nós não queríamos passar esse fardo para a próxima família … queríamos dar-lhe a melhor chance de um futuro mais brilhante possível”, escreveu Sunny Ozell em uma publicação no Facebook.

The swimming lesson that wasn't. Our foster pibble Ginger is perfect afternoon company. @ASPCA @WagsandWalks #AdoptDontShop #pitbullsofinstagram #pitbull

A post shared by Patrick Stewart 💩 (@sirpatstew) on

A cadelinha segue em recuperação, fazendo fisioterapia após a cirurgia, e está com o treinador, com quem ela sempre se deu muito bem e teve uma ótima relação. Assim que estiver completamente recuperada, Patrick e Sunny, que estão sempre por dentro de tudo o que acontece com a cadela e já fizeram uma visita para ela, irão ajudar a encontrar um lar para sempre para Ginger.

An update on Ginger Gurl from Sunny and me…

Posted by Patrick Stewart on Monday, September 11, 2017

Apesar de saberem que a cadela está sendo muito bem cuidada e que certamente terá um futuro brilhante com toda a sua doçura, o casal está bastante triste que uma lei que proíbe certas raças tenha impedido de que eles formassem uma linda família.

Em um evento, Patrick falou sobre o caso e disse que os cuidados que se devem ter são com os tutores de animais e disse que: “Na maioria dos casos, e certamente no caso de Pit Bulls, não é o cão que é o problema, é sempre o dono”.

Fonte: I Heart Dogs