Como entreter seu cão enquanto ele está sozinho em casa

Descubra algumas dicas para tornar o dia do seu cão que fica sozinho em casa mais produtivo.

por Samantha Kelly — publicado 11 ago 2015 - 12:26

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Para muitas famílias que trabalham fora e amam seus cães, há uma preocupação genuína em conhecer maneiras novas e dicas que ajudarão os animais a terem uma experiência mais produtiva durante as horas solitárias do dia.

Como já sabemos, cães precisam de estímulos físicos, emocionais e mentais para que tenham uma vida equilibrada. Se pensarmos nos trabalhadores que um dia eles foram (a maioria hoje é exclusivamente um animal de companhia), deixar esses seres inteligentes, ativos e sociais sem nenhum tipo de estímulo é uma receita certa para frustração, e por consequência, para vários outros problemas comportamentais e físicos.

Por isso, separamos algumas dicas para que tutores possam tornar os momentos que seus cachorros ficam sozinhos em casa mais ativos.

 

Exercícios logo cedo de manhã. Antes de sair de casa, separe um período de tempo todos os dias para passear com seu cão. Utilize esse tempo para cansar seu cão e gastar toda essa energia. Brinquedos e atividades podem auxiliar e deixar o momento mais divertido e diferente;

Prepare um lugar especial para o seu cão na casa. Separe um lugar especial e seguro para que o seu cão fique em casa, com alimentação e água suficiente, acesso para que ele possa fazer suas necessidades, com uma caminha confortável e com objetos e brinquedos para que ele possa se entreter. O local precisa ser grande o suficiente para que o seu pet possa se locomover com tranquilidade;

Dog Walker. Para os que não têm tempo, há profissionais especializados que passeiam com cães de tutores que não podem levar seus cães. Os motivos vão desde falta de tempo á incapacidade física e de saúde. E se você pensa que é um trabalho fácil, pense novamento. Há uma forma correta de levar os cães para passear, de uma maneira saudável e assertiva que trabalha o animal em diversos níveis;

Pet Sitter: Algumas pessoas preferem contratar Pet Sitters, para que seus animais fiquem em um ambiente familiar, com odores e ambientes conhecidos e recebendo atenção redobrada;

Day Care. Day Cares para cães estão ficando cada vez mais comuns entre tutores caninos. Além do seu cão trabalhar seu aspecto social, que em muitos animais não é explorado, ele não ficará sozinho em casa e utilizará esse tempo para gastar energia, em companhia. Muitas Day Cares oferecem serviços de adestramento, que são uma ótima pedida;

Enriquecimento ambiental. É possível enriquecer o ambiente que o seu cachorro fica através de objetos, utilizando brinquedos como o Kong, quebra-cabeças e comedouros lentos, diferenciando a forma como o alimento é oferecido ao pet e fazendo com que ele trabalhe e descubra mentalmente como conseguir chegar na comida. Com o tempo, você pode tornar a o jogo ainda mais desafiador, escondendo os brinquedos e deixando que o seu cão trabalhe o olfato para descobrir onde está o objeto;

Fique de olho no mercado pet. Há diversas opções que estão sendo lançadas e são maravilhosas para trabalhar seu cachorro enquanto ele fica sozinho. Infelizmente, nem todas estão disponíveis no Brasil, mas com a demanda que temos e a vontade de oferecer o que há de melhor, nossa previsão é que seja questão de tempo para que essas  novidades cheguem para o público. Desde a Dog Tv, um canal especialmente desenvolvido para cães à objetos que permitem que o tutor interaja com o animal através de uma câmera e microfone;

Câmera para checar como está o seu cão. Há muitas opções de câmeras pet no mercado que possibilitam ao tutor saber se as medidas estão fazendo efeito e como o animal passa o seu tempo. É uma boa opção para diversificar e descobrir o que está funcionando e o que precisa ser mudado;

Adote um novo pet. Muitas pessoas adotam um novo cão para que um possa ser companheiro do outro. É bom falar que, antes que isso ocorra, mesmo assim é importante enriquecer o ambiente, caso contrário, você terá dois cães frustrados;

Aproveite o tempo que estão juntos. E essa é uma dica importantíssima. Quando estiverem juntos, realmente torne esse momento algo de qualidade tanto para você, quando para o seu cachorro. Se responsabilize pelo bem estar do seu animal. Apesar de muitos auxílios de profissionais e objetos especialmente desenvolvido para o pet, não terceirize 100% o cuidado com o seu cão. Dessa maneira, o tempo que estiverem separados não vai ser tão ruim.

 

ldp-post

Cadelinha mantida presa por usuários de droga é resgatada por agentes da Polícia Federal

por Andrezza Oestreicher — publicado 9 dez 2017 - 18:38

As drogas podem ser as causadoras de graves problemas, como furtos, roubos, podem causar ainda a destruição de famílias e até morte, principalmente dos seus usuários.

No Paraná, mais um grave problema que tem as drogas como causa foi descoberto pela Polícia Federal. Usuários de drogas, mais especificamente de crack, estavam prendendo cachorros para que eles fossem abatidos e comidos, como churrasco.

Mãezinha é um dos animais que teve a sua vida salva pelos policiais.

 » Read more about: Cadelinha mantida presa por usuários de droga é resgatada por agentes da Polícia Federal  »

Policiais salvam filhotes de cachorro que estavam trancados dentro de mala abandonada na estrada

por Andrezza Oestreicher — publicado 9 dez 2017 - 9:32

Os seres humanos, ditos racionais, são capazes de crueldades contra animais a que custamos acreditar terem sido feitas de propósito, mas são.

Na madrugada do último domingo, dia 3 de dezembro, três pequenos filhotes de cachorro foram encontrados dentro de uma mala fechada que estava abandonada na beira de uma estrada em Navegantes, no Litoral Norte de Santa Catarina.

Os animais, que têm cerca de dois meses, foram resgatados por policiais do pelotão de patrulhamento tático da PM.

 » Read more about: Policiais salvam filhotes de cachorro que estavam trancados dentro de mala abandonada na estrada  »

Comerciante toma cachorro de mulher que não pagou dívida em sua loja

por Andrezza Oestreicher — publicado 8 dez 2017 - 9:33

Em Curitiba, policiais foram chamados para resgatar um cachorro depois que o animal foi levado da própria casa e feito de refém por um comerciante local.

De acordo com o delegado que está no comando das investigações do caso, o acusado afirmou que a dona do animal comprou flores e vasos em sua floricultura e ficou devendo cerca de R$ 1,2 mil.

Na noite da última terça-feira, dia 5 de dezembro, o dono da floricultura,

 » Read more about: Comerciante toma cachorro de mulher que não pagou dívida em sua loja  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Cadelinha mantida presa por usuários de droga é resgatada por agentes da Polícia Federal

por Andrezza Oestreicher — publicado 9 dez 2017 - 18:38

As drogas podem ser as causadoras de graves problemas, como furtos, roubos, podem causar ainda a destruição de famílias e até morte, principalmente dos seus usuários.

No Paraná, mais um grave problema que tem as drogas como causa foi descoberto pela Polícia Federal. Usuários de drogas, mais especificamente de crack, estavam prendendo cachorros para que eles fossem abatidos e comidos, como churrasco.

Mãezinha é um dos animais que teve a sua vida salva pelos policiais.

A fofa cadelinha vivia junto com outros cachorros às margens do rio Paraná, próximo à Ponte da Amizade, entre Brasil e Paraguai. Apesar de abandonados, os animais poderiam ser considerados bem, na medida do possível.

Cadela prestes a virar churrasco de usuários de crack foi salva por agentes da PF. (Foto: Reprodução / Folha Press / Bruno Santos)

Até o dia em que usuários de drogas passam a viver no mesmo espaço que esses cães e a prender os animais para o consumo próprio. Isso mesmo, os cachorros que vivam por ali antes dos novos moradores passam a ser mortos para serem feitos de churrasco.

Felizmente, a Polícia Federal descobriu o local a tempo de salvar a cadela Mãezinha. Agentes da PF foram até a região para verem um antigo estaleiro e estudarem as mudanças necessárias para abrigar ali uma base naval da corporação.

Ao ser encontrada, a cadela estava bastante abatida e tremendo de medo em meio a restos de ossos e carne de cachorro em espetos improvisados espalhados pelo chão. Além disso, de acordo com os policiais, Mãezinha estava com uma aparência de quem não estava sendo alimentada já há alguns dias.

Além de darem água, comida e um nome para a cadela, os agentes adotaram o animal e decidiram ficar com a Mãezinha de vez.

“Hoje ela faz parte do nosso efetivo”, afirmou Celso Calori, subchefe do Nepom (Núcleo Especial de Polícia marítima), da PF.

Depois de inaugurada, a nova base do Nepom fez com que todo o entorno do local, que antes era tomado por usuários de drogas e até contrabandistas paraguaios, fosse modificado e transformado em um lugar diferente e novo.

Mãezinha vive muito feliz com sua nova e grande família e nenhum animal voltou a aparecer morto pelo local.

Fonte: Stúdio.fm / Folha Press

Policiais salvam filhotes de cachorro que estavam trancados dentro de mala abandonada na estrada

por Andrezza Oestreicher — publicado 9 dez 2017 - 9:32

Os seres humanos, ditos racionais, são capazes de crueldades contra animais a que custamos acreditar terem sido feitas de propósito, mas são.

Na madrugada do último domingo, dia 3 de dezembro, três pequenos filhotes de cachorro foram encontrados dentro de uma mala fechada que estava abandonada na beira de uma estrada em Navegantes, no Litoral Norte de Santa Catarina.

Os pequenos cães estavam dentro de uma bolsa de viagem fechada e abandonada na estrada. (Foto: Reprodução / PM / Divulgação)

Os animais, que têm cerca de dois meses, foram resgatados por policiais do pelotão de patrulhamento tático da PM. “Estávamos fazendo patrulhamento de rotina e vimos a mala no cantinho da estrada, era grande, verde, destoava. Paramos e abrimos para ver”, contou o comandante do tático em Navegantes, o tenente Bruno Monteiro, ao site G1.

Ainda de acordo com o tenente, os pequenos cãezinhos estavam muito desesperados. Em seguida, os animais foram levados para o batalhão, onde beberam bastante água, receberam alimento e finalmente puderam descansar. “Tinha minha marmita da janta, piquei o frango e dei para eles. Depois dormiram no meu colo”, disse o tenente Bruno Monteiro.

Felizmente, os três cachorros, todos sem raça definida, rapidamente ganharam novas famílias depois que os policiais divulgaram o caso nas redes sociais. Dois cães foram adotados por um policial e o terceiro animal foi adotado por um morador de Balneário Piçarras.

Os animais foram salvos por policiais, que resgataram e cuidaram dos filhotes. (Foto: Reprodução / PM / Divulgação)

“Apesar de estar acostumado com situações em que há animais vítimas de maus tratos, sempre surpreende a maldade do ser humano, em deixá-los ali. Nos primeiros raios de sol eles iriam morrer sufocados”, desabafou o tenente.

Fonte: G1