O seu cãozinho está com problemas comportamentais?
Pergunte para o Alexandre Rossi e Cão Cidadão
BURACOS NO JARDIM
9 dez 2015
Comportamento: BURACOS NO JARDIM
Tutor(a): Marta Lucila de Castro e Andressa, | O cachorro: Rek e Rocambole
Como lidar com os buracos no jardim

“Ele fura muito buraco e ainda carrega as coisas.” – Marta Lucila de Castro, dona do Rek, de um ano.

“Oi! Bom dia, eu tenho dois cachorros: uma tem dois anos e pouco e, o outro, é o filho dela de nove meses. Dois cocker spainel inglês. Eu estava tentando montar um jardim, mas ele cavuca tudo e também come todas as plantas, come até a grama e o vermífugo deles. As vacinas estão todas em dia, e mesmo assim ele come todas as plantas que vê!!! O que eu faço para ele parar de comer as plantas??? – Andressa, dona do Rocambole, de nove meses.

Por Ana Paula Ribeiro, adestradora da equipe Cão Cidadão.

Olá Marta e Andressa! Cavar buracos no jardim pode ter diversos motivos. Primeiro, é preciso entender o motivo, o porquê de o cão cavar o jardim. Assim, poderemos saber qual será a melhor atitude a se tomar. Para cada um desses casos, é necessário encontrar modos de adaptar à realidade do seu cão, mas, em geral, algumas ações podem ajudar a resolver a situação.

Existem algumas respostas a essa pergunta. A primeira que vamos tratar é que o seu cão pode cavar porque está imitando você. Por exemplo, você cuidou das plantas e ele resolveu fazer o mesmo, só que do jeito dele. Para minimizar esse comportamento, você deve evitar cuidar do jardim com o cãozinho observando. Retire-o do local enquanto trabalha no jardim, desse modo, ele não irá imitá-lo.

Seu cão também pode fazer isso para chamar a sua atenção, ou seja, você está, por exemplo, trabalhando e ele sabe que, se destruir o chinelo ou o jardim, você deixará de trabalhar para tentar salvar alguma planta. O que acontece nessas situações é que, em geral, nós donos  damos muita atenção para o cão quando ele está fazendo coisas erradas e, dessa forma, o cão aprende a chamar a nossa atenção pulando, latindo, roendo o chinelo, ou ainda cavando o jardim.

Por isso, podemos observar se estamos recompensando os momentos de calma e alegria, ou se estamos sempre correndo atrás do nosso cãozinho, que acabou de aprontar. Se você está sempre correndo atrás dele, precisa redirecionar sua energia para os comportamentos corretos, assim o cão não vai destruir para chamar a sua atenção.

Se o seu cão está destruindo o jardim quando você sai, ele cava por ansiedade ou para fazer um buraco e ir atrás de você. Nesse caso, é necessário tratar a ansiedade de separação, com um treinamento específico. Entre outras coisas, ensinando, por exemplo, o comando “fica”.

Seu cãozinho pode também estar cavando porque está muito quente e ele quer se aconchegar em um ambiente refrescante. Ou mesmo porque está muito frio e ele está em busca de um local mais quente para dormir. Para tal comportamento, procure observar o quão quente ou frio está o ambiente e proporcionar condições mais adequadas. Por exemplo, em épocas muito quentes, aumente os banhos, ofereça uma “piscininha” para o cão brincar, dê gelo nos períodos mais quentes e, ainda, proporcione a ele um local fresco e sombreado. Em dias frios, uma caminha e um cobertor podem ajudar a manter a temperatura agradável.

Ele também pode estar cavando o jardim porque está sem atividade e entediado, e com a atividade ele gasta as energias acumuladas. Nessa situação, é importante aumentar as atividades do cão, ampliando a quantidade de passeios e o tempo. Ou ainda, insira na rotina do cão outra ação divertida. Um excelente exemplo é utilizar os brinquedos de enriquecimento ambiental, ou seja, as refeições do seu cãozinho podem ser realizadas em brinquedos específicos, que liberam a ração durante a brincadeira. Esses brinquedos podem ser comprados em lojas especializadas ou ainda serem adaptados de garrafa pet ou caixas de papelão.

Além disso, outro exemplo de atividade é ensinar comandos. Adestrar pode ser uma excelente atividade para você e o seu cãozinho. Assim, os dois aumentam a interação, seu cão presta mais atenção em você e vocês ainda aprendem a se comunicar melhor diminuindo os riscos de problemas devido à desobediência.

Você pode também deixar o local pouco agradável para a destruição. Inicialmente, você pode colocar pedras no local onde o cão costuma cavar mais, e afastar roedores ou outros animais que o estão estimulando a cavar para caçar. Retire os ossos e os brinquedos que já foram enterrados, assim, o cão não volta a cavar para desenterrá-los.

Em relação às plantas que o cão está destruindo e comendo, é importante observar se elas não são tóxicas ao seu cão, porque algumas podem intoxicar seriamente os nossos pet. Nesse caso, é interessante conversar com o seu veterinário. Além disso, se o cão tem muitas atividades, brinquedos e interação com o seu dono, uma opção para evitar a destruição são os repelentes específicos para o jardim, que podem ser adquiridos em pet shops. Esses produtos deixam as plantas desagradáveis para o cãozinho, mas não causam nenhum prejuízo às plantas e podem ser utilizados diariamente.

Para finalizar, se precisar, conte com um especialista em comportamento animal, que use técnicas baseadas no reforço positivo. Boa sorte e bons treinos!