O seu cãozinho está com problemas comportamentais?
Pergunte para o Alexandre Rossi e Cão Cidadão
Problemas comportamentais e surdez
2 abr 2018
Comportamento:
Tutor(a): Jeniffer, | O cachorro: Nikita
Como lidar com um filhote surdo?

“Ganhei uma cadela da raça Labrador, em novembro, que é surda. Estou com muita dificuldade em me adaptar, pois já tenho uma cadela de 8 anos (mistura de Pitbull com Labrador), mas que já é bem mais calma, devido à idade.  Essa que ganhei é bem levada: morde tudo! Já mordeu fios de eletrodomésticos, eletro portáteis, sandálias, sapatos, roupas (ela pula na gente e sai puxando e rasgando a roupa, ou encontra algo que esteja ao seu alcance em cima de móveis e puxa). Além disso, ela derruba o pote água e molha todo o chão e derruba a comida.  A Nikita já arranhou a porta da sala e comeu fio do rádio e uma bomba de água. Meu marido está furioso e quer se desfazer dela, disse até que se eu não arrumar alguém para doar vai largá-la na rua. Óbvio que eu não deixaria, mas infelizmente não sei como lidar com ela, ela está muito levada, eu a prendi na área de serviço e ela mordeu o sifão todo. Por favor, me ajude, não gostaria de me desfazer dela. Desde já agradeço!”

Por Marina Marinho, adestradora e franqueada da Cão Cidadão

Olá, Jeniffer. Tudo bem?

Temos vários pontos que, independentemente da deficiência dela, demonstram problemas comportamentais bastante comuns em filhotes.

Como a Nikita tem somente sete meses, toda a sua energia precisa ser gasta ao longo do dia. Para isso, direcione essa energia para atividades permitidas, como enriquecer o ambiente com brinquedos que dispensem comida, passeios mais frequentes e, talvez, até passar alguns dias em uma creche.

Com essa rotina, muito provavelmente a euforia dela diminuirá.

Quanto ao pote de água e comida, é aconselhável trocar por aqueles que tenham a base de areia e são de alumínio. Por serem muito mais pesados, ela terá dificuldade de derrubar.

Pelo seu relato, me parece que realmente a Nikita é bem agitada. Nestes casos em que ela destrói quase tudo, talvez seja interessante utilizar alguns aversivos, ou seja, reprender da forma correta. Para isso, conte com a ajuda de um adestrador profissional, pois a ação de forma errada por causar ainda mais problemas comportamentais aos pets.

Inclusive, é sempre bom lembrarmos da lei 9605/98, que prevê punição para os crimes de maus-tratos e abandono.

É importante ressaltar também que um cãozinho surdo vive normalmente nos dias de hoje. É possível se comunicar com ele por meio de sinais gestuais, principalmente para ensiná-la alguns comandos para que você possa exercer seu papel de líder na “matilha”.

Espero ter ajudado. Boa sorte com a Nikita!