O seu cãozinho está com problemas comportamentais?
Pergunte para o Alexandre Rossi e Cão Cidadão
NECESSIDADES NO LUGAR ERRADO
20 dez 2015
Comportamento: NECESSIDADES NO LUGAR ERRADO
Tutor(a): Carolina, Rubia Leme e Giovana Cardoso, | O cachorro: Gandalf, Preta e Theo
Como mostrar ao cão o local correto do banheirinho

“Olá! Adotei um daschund, o Gandalf, há 4 meses. Eu e meu marido somos apaixonados por ele, trouxe alegria à nossa casa depois que nosso primeiro cachorro morreu, há um ano e meio. Já tenho uma fêmea da mesma raça de 12 anos, que adotei quando já tinha 3 anos. Porém, estamos tendo muita dificuldade de educá-lo a fazer xixi e cocô no lugar e a não destruir os móveis. Moramos em apartamento. Ele chegou a ficar em uma área forrada com jornais, que fui tirando aos poucos até ficarem apenas no lugar determinado. Hoje ele fica solto, mas quando volto do trabalho é sempre uma surpresa: xixi ou cocô fora do lugar, sofá que ele cavou, até as caminhas dele e da cadela ele destruiu. Já comprei sprays antimordida, spray pode -não pode, pipi-dog, saio com ele todos os dias… Gostaria de saber o que eu poderia fazer para resolver esse problema. Obs: Gandalf foi castrado há quase 3 meses. Muito obrigada pela orientação!” – Carolina, dona do Gandalf, de um ano e oito meses.

“Olá! Morava no Japão lá minha poodle toy fazia xixi naqueles tapetes próprios! Agora viemos p o Brasil aqui ensinei ela a fazer só no quintal de casa no chão, ela aprendeu não fazia dentro de casa! Recentemente, ela começou a fazer xixi dentro de casa, um dia ate fez no colo do meu pai! Eu acho q deve ser pq tem uma criança em casa de 2 anos em casa e ela deve estar com ciúmes! Ela e muito apegada a mim gosta muito de ficar no meu colo! ela não gosta dele! Pq ele fica correndo atrás dela com o carrinho dele! quando ela faz dentro ela sabe q não pode pq faz e fica com medo fica de longe tremendo! oque devo fazer para ensina-la a fazer no quintal novamente?? muito obrigada! admiro muito seu trabalho e adoro a estopinha?” – Rubia Leme, dona da Preta, de cinco anos.

O Théo é um Golden retriever de 2 anos que adotamos no início de 2014. Já éramos sua 3ª família. Ele veio bem maltratado e vivia preso onde morava. Estava infestado de carrapato e bem abatido. Ele só fazia xixi e cocô na grama, mas passou a urinar no quintal inteiro, inclusive na calçada e no pneu da moto. Meu quintal é pequeno (20m², incluindo entrada da garagem) e o levo para passear próximo de casa todos os dias, porém tem dias que não dá tempo e ele fica sem passear. Minha rua é cheia de cachorros, então ele acaba mijando no portão de casa também. Gostaria de separar um pedacinho do quintal para ele fazer suas necessidades, mas não sei como ensiná-lo. Ele é inteligente e mesmo já sendo adulto acho que aprenderia. Por causa do pouco espaço, já até pensei em doá-lo para alguém que tivesse um espaço maior para ele, mas fico com dó porque ele adora as crianças e vice-versa, ele é apegado comigo (eu que cuido, dou banho, comida, escovo) então tem horas que fico dividida entre querer o melhor pra ele e o sentimento de carinho e apego que já temos. Por favor, nos ajude! Realmente tem horas que não sei o que fazer! – Giovana Cardoso, dona do Theo, de dois anos e quatro meses.

Por Carol Fraga, adestradora da equipe da Cão Cidadão.

Olá Carolina, Rubia e Giovana! Hoje, vamos falar sobre problemas de necessidades no local errado. Antes de tudo, é sempre importante salientar que todo o problema tem uma causa e é nela que devemos trabalhar. Geralmente, quando um animal faz xixi ou cocô, ele está buscando se aliviar. Portanto, é nosso papel, como tutores, ensiná-los onde é o local correto, e esse processo envolve paciência, muito carinho e, sempre que possível, recompensa.

Para exigir que eles façam as necessidades deles no local correto, o primeiro passo é ter certeza de que o nosso amigo, de fato, sabe onde é esse lugar. Devemos descartar também problemas clínicos, levando o nosso peludo ao veterinário para nos certificar de que ele não está com nenhum problema de saúde que possa resultar nesse comportamento.

Porém, além do alívio, é possível que seu melhor amigo esteja “utilizando” as necessidades para se comunicar com o mundo ou com você, expressar algo que ele está sentindo. É comum, por exemplo, que cães machos não castrados comecem a usar a urina para demarcação de território ao atingir a idade adulta. Nesse caso, é fácil notar a diferença, pois o xixi por necessidade costuma ser grande, mas, para demarcação de território, a quantidade é menor e o cão geralmente busca lugares verticais, como postes e árvores nas ruas e outros objetos, como pés dos móveis, cortinas e paredes dentro de casa.

Por isso, a castração costuma ter um bom efeito na redução desse problema, pois, quando o cão é castrado, a testosterona é bastante reduzida dos sistemas dos machos, minimizando a necessidade de marcação territorial. Além da castração, podemos limpar os locais indesejados com produtos enzimáticos e supervisionar esse comportamento para dar uma bronca no momento exato da demarcação, para que o cão associe esse ato a algo ruim. E, é claro, é indispensável recompensar quando ele demarcar no local correto, aquele que você designou para ele ou que você não se incomoda.

Contudo, além dessa motivação, que é a mais conhecida, o cão também pode urinar por insegurança ou ansiedade, causada pela chegada de um novo integrante à família, por não se sentir confortável sozinho, por alguma mudança na rotina ou simplesmente para chamar a atenção. Procure analisar o cenário com sensibilidade e, além de aplicar as dicas dadas acima, trate a causa da insegurança do cão, ensinando-o a ficar sozinho ou fazendo um trabalho de socialização. A atividade física também costuma ajudar, especialmente os cães mais ansiosos. Se precisar, não hesite em contratar a ajuda de um profissional.

Siga o Portal do Dog