O seu cãozinho está com problemas comportamentais?
Pergunte para o Alexandre Rossi e Cão Cidadão
lambedura em excesso
30 nov 2018
Comportamento:
Tutor(a): Andréa Trevisan, | O cachorro: Toddy
Compulsão: lambedura em excesso

“Toddy é um Yorkshire Terrier muito querido. Ele é companheiro e paciente com os meus filhos. Mas ele tem lambido/mordido as patas excessivamente, chegando a se machucar. Ele também “mordisca” o corpo todo. Já tentamos diversos tratamentos: pomadas, sprays, remédio orais e compramos ração especial para pele, as de primeira linha.  Gostaria de saber se existe alguma coisa que podemos fazer para melhorar esse hábito dele. Quando saímos de casa, deixamos petiscos escondidos pela casa, aqueles brinquedos que tem os compartimentos para colocar petiscos, ossinhos e brinquedos, mas nada parece melhorar. Precisamos de ajuda. Desde já, agradeço!”

Por Cintia Tomoe Suzuki, franqueada e adestradora da Cão Cidadão.

Olá, Andréa. Tudo bem?

O Toddy apresenta um comportamento compulsivo. Primeiramente, devemos descartar qualquer possibilidade relacionado à saúde dele. Verifique se o pet não tem dor causada por algum trauma ou coceira ocasionada por alguma alergia ou parasita.

Descartada essas possibilidades, é preciso entender a motivação que leva o Toddy a apresentar tal atitude.

Comportamentos compulsivos são comuns em cães ociosos ou sem atividades regulares.

O mais importante em casos de compulsividade é interromper o comportamento “quebrando” esse ciclo vicioso.

Atividades físicas regulares são essenciais para diminuir a ansiedade e o tempo ocioso. Passeios, brincadeiras ou creches para cães são boas oportunidades de gasto de energia. Outra possibilidade é o enriquecimento ambiental, que auxilia no redirecionamento da energia.

Podemos também combinar medicamentos que promovam a redução da ansiedade. Fale com um veterinário!