O seu cãozinho está com problemas comportamentais?
Pergunte para o Alexandre Rossi e Cão Cidadão
Destruir panos
15 set 2017
Comportamento:
Tutor(a): Marley Guimarães, | O cachorro: Shoel
Destruidora de panos

“Não sei mais o que fazer. Minha cadela destroça e come qualquer tipo de pano. Hoje mesmo ela destroçou um tapete trançado, comeu tira por tira. Só achei os nylons que ligavam os fios. Tenho o maior cuidado esse tapete, tanto que ele estava no alto, pois sei que ela engole pano. Um transtorno! Varal de roupas é daquele de apartamento, mas mesmo assim tenho que ficar esperto porque ela pula, arranca as roupas, rasga e come em questão de segundos. Outro dia deixei a porta da cozinha aberta para pegar alguma coisa e quando virei ela tinha engolido o pano de esfregão da pia da cozinha inteiro. O que é isso? Já bati com jornal, já bati com o pano que ela estava comendo, já tranquei ela no canil e nada. Ela sabe que é errado, olha para mim e se esconde. Não sei o que fazer. Ah, a raça dela é Fila Brasileiro, porte grande. E a tigrada também está aprendendo a comer panos. Elas são irmãs e têm a mesma idade.”

Por Marina Marinho, adestradora e franqueada da Cão Cidadão

Oi Marley,

Primeiramente, estamos falando de um filhote. E filhotes tendem a ter um comportamento mais instável principalmente pelo fato de não se conhecerem ainda e por não saberem o que é certo e o que é errado.

É preciso ajudar a Shoel a acertar, restringindo o varal e as roupas penduradas quando ela estiver sozinha, até que ela aprenda. Uma solução interessante para que ela cesse o comportamento quando não estiver sob supervisão dos donos é preparar um inibidor despersonalizado, ou seja, algo que diminua o comportamento de pegar roupas do varal, sem que a Sheol associe à presença de vocês.

Você pode tentar deixar uma lata de alumínio com algumas moedinhas dentro sobre a roupa no varal como um exemplo de inibidor despersonalizado, assim, quando ela tentar investir na roupa, a lata cairá no chão fazendo um barulho que a assuste.

Para que isto ocorra com mais precisão, o recomendado é consultar um profissional da área comportamental para treinar sua cadelinha o quanto antes, já que ela está numa idade de fácil aprendizagem. Cabe a nós, tutores, através de ajuda profissional, educá-los e ensinar regras através de liderança, e o adestramento é um bom caminho para isso.

Há uma síndrome chamada PICA, ou Alotriofagia, que caracteriza um apetite por substâncias não nutritivas e, em tese, estranhas para o organismo.

A PICA pode ser uma compulsão por comer objetos diversos, ou uma compulsão direcionada, ou seja, o cão pode ter preferência por um único objeto.

Portanto, para que haja um diagnóstico mais assertivo, se faz necessária a consulta com um especialista, lembrando que o quanto antes melhor, para que se evite uma possível obstrução gástrica que costuma ocorrer em cães que ingerem corpos estranhos, danificando assim o organismo deles.

Boa sorte com a Shoel!