O seu cãozinho está com problemas comportamentais?
Pergunte para o Alexandre Rossi e Cão Cidadão
Reforço positivo
18 maio 2018
Comportamento:
Tutor(a): Ivonete Assunpção, | O cachorro: Diana
Xixi fora do lugar

Por Samantha Melo, adestradora e franqueada da Cão Cidadão

Olá, Ivonete. Tudo bem?

Primeiramente, parabéns pela nova filhote! Os cães são excelentes companheiros e tenho certeza que a Diana trará muita alegria para a sua família. Agora, voltando ao seu problema, é completamente normal os cachorros novinhos errarem o local do xixi, afinal, eles vieram de um ambiente cujo espaço geralmente é mais restrito, como ONGs e canis, e ficam confusos quando chegam em nossa casa. Mas fique calma! Existem várias estratégias para educá-la e resolver o problema.

Para começar, é preciso entender qual é o instinto natural dos cachorros. Na natureza, eles sempre procuram locais absorventes para fazer xixi (como grama, que não os deixa sujar as patas), além de preferirem se afastar do local onde comem, dormem e bebem água para fazerem as necessidades.

Contudo, os filhotes precisam da proteção da mãe e não conseguem se afastar muito do ninho. Então, você deve estar se perguntando, como trazer essa situação para a nossa realidade? Usando tais informações para montar banheirinhos atrativos e que sejam fáceis para o animal. Vamos lá?

Passo a passo

Escolha um local arejado para ser o banheiro principal, como a lavanderia ou varanda. Na hora de decidir o material, dê preferência ao tapete higiênico, jornal ou grama sintética – que são bastante absorventes –, e monte um “banheirão” para o pet, juntando uns quatro tapetes (um no outro).

Ah, é importante prender tudo com fita adesiva, para dar estabilidade e o cão não patinar. Por fim, deixe a caminha e os comedouros o mais longe possível dos tapetes, mas ainda assim no mesmo ambiente.

Se a sua casa é grande e a Diana tem acesso liberado em todos os momentos, esse pode ser um dos problemas. Não é natural para os filhotes pararem o que estão fazendo e se afastarem até a lavanderia, por exemplo. Sem falar que eles não conseguem segurar a vontade por muito tempo, por isso, os acidentes acabam acontecendo.

A solução para ajudar o peludo a acertar é ter mais banheirinhos pela casa, principalmente nos locais onde a família se reúne, como na sala. Se for ficar no quarto com ele, leve um tapete para lá também. Já quando for precisar deixá-la sozinha em casa, o ideal é que ela fique em um espaço menor, como a cozinha e/ou lavanderia. Grades e portõezinhos podem ajudar.

No início, a gente deve facilitar e valorizar ao máximo os acertos. Para isso, leve-a ao banheiro com certa frequência e em momentos estratégicos, como após uma soneca, 20 minutos após ela se hidratar ou quando ela apresentar comportamentos que indiquem que vem xixi por aí, como cheirar o chão e dar algumas voltinhas.

Fique um tempo com a mascote por lá, sem excitá-la, só dizendo “muito bem”. Aguarde o momento do xixi, espere terminar e recompense com carinho, festa e um petisco gostoso! Essa dica é muito importante, pois quanto mais vezes sua pet for recompensada na hora certa, mais ela vai procurar acertar.

Finalmente vamos falar sobre locais em que os cachorros insistem em errar, como é o caso da caminha da Diana. Os produtos comuns de limpeza não limpam profundamente e alguns deles, por terem amônia na fórmula, deixam ainda mais rastros de xixi. A solução é usar removedores enzimáticos (à venda em pet shops) e seguir à risca as recomendações de uso do produto, além de não realizar a limpeza na frente do pet.

Além disso, cubra locais que estejam competindo com os banheirinhos, como tapetes e carpetes.

Por fim, é importante saber que os erros vão acontecer por um tempo e que isso é comum para os filhotes, que ainda estão aprendendo. Siga as nossas dicas, tenha paciência e lembre-se de verificar se os acertos estão aumentando. E conte com a nossa equipe de adestradores para ajudar, não deixe de nos contatar. Boa sorte!