Os cachorros de Charlize Theron

por Samantha Kelly — publicado 3 set 2012 - 7:52

Em entrevista para a apresentadora Ellen Degeneres, Charlize Theron, atriz sul-africana vencedora do Oscar de melhor atriz pelo filme “Monster- Desejo Assassino”, abriu um pouco de sua intimidade ao falar de seu filho Jackson, o processo adotivo e a ajuda que seus cachorros (das raças Terrier Mudd e um Pitbull) dão na criação de Jackson:

 

 

Abaixo você confere parte da entrevista traduzida:

 

Ellen: Da última vez que você esteve aqui, o que não foi a tanto tempo, você tinha acabado de adotar dois filhotes.

Charlize: Sim, dois garotinhos.

Ellen: Dois filhotinhos. E agora você tem um garoto humano.

Charlize: Agora eu tenho um garoto humano.

Ellen: Eu ia te perguntar, essa era a  minha próxima pergunta, porque é muito difícil,  esses cachorros passaram por muita coisa, eles eram de um abrigo, e então trazer um bebê para o grupo e muitas pessoas ficam nervosas com isso. E parece que eles estão…

Charlize: Sabe, você tem que sentir, e eu já conhecia os cachorros antes do bebê chegar na casa. Eu fui criada com cachorros, então eu acho que eu já tinha um sentimento natural quanto a isso. A coisa mais incrível que aconteceu, cachorros levam um tempo para se apaixonar perdidamente por alguém. Eles conhecem o dono, e eles são amigáveis, mas eles não vão se apaixonar perdidamente por qualquer estranho instantaneamente, e isso foi a coisa mais linda que eu já presenciei, a partir do momento que o bebê entrou em nossa casa…os dois cachorros nunca estiveram tão apaixonados. É a coisa mais linda de se presenciar. As pessoas ficam dizendo “você é mãe solteira” e eu digo que não. Eu tenho dois garotos (os cachorros) me ajudando.

Ellen: É incrível!

Charlize: É incrível. Esse é o Berkly. Ele é um Terrier Mudd. Ele é o ladão da chupeta. Ele está de olho na chupeta. E ele chupa chupeta igual ao bebê. Ele simplesmente fica lá com a chupeta na boca. E o Pit é além. De fato além. O Pit acordou comigo todas as vezes que tive que alimentar, trocar a fralda, e toda vez que o bebê chorava, o Pit começava a chorar.

Ellen: Esse Pit passou por, é uma história horrível, e é incrível que você salvou a vida dele. E claramente ele sabe disso e está ajudando da maneira que sabe.

Charlize: Ele faria qualquer coisa por esse bebê.

Ellen: Jackson é o nome do seu filho. Todo mundo pensa que porque você é da África do Sul, ele é da África do Sul. Ele não é, ele é americano, e qual idade ele tinha quando você o trouxe para casa?

Charlize: 9 dias.

Ellen: Como é, de repente, ter um bebê de nove dias em sua vida?

Charlize: O processo durou por volta de 2 anos. Minha mãe disse a coisa mais linda. Eu vou chorar. Ela disse “Eu levei nove meses para me apaixonar por você crescendo dentro de mim. Você levou dois anos para se apaixonar por esse bebezinho.” Realmente, foram dois anos de espera e um dia finalmente ele chega. É exatamente como deveria ser. Eu não ser como descrever.

deixe seu comentário: