Sarah Palin compartilha foto com filho pisando em cachorro e gera controvérsia

As fotos foram compartilhadas no facebook da ex-governadora do Alasca

por Samantha Kelly — publicado 4 jan 2015 - 1:42

No primeiro dia do ano, a ex-governadora do estado do Alasca, nos Estados Unidos, Sarah Palin, compartilhou uma foto em sua conta oficial no facebook de seu filho, Trig, pisando em cima do cachorro da família e usando-o como uma espécie de banquinho para alcançar a pia e ajudar a lavar a louça.

É óbvio que a criança não deveria estar pisando no cachorro, em nenhuma circunstância. Primeiro porque esse ato pode machucar seriamente o cachorro e no mínimo causar desconforto, segundo que o cachorro pode reagir e por sua vez machucar a criança, por se sentir em uma posição vulnerável ou devido a alguma dor.

A internet, como era de se esperar, reagiu fortemente as imagens, incluindo uma declaração para o site POLITICO da presidente da PETA, Ingrid Newkirk.

 

É estranho que alguém – principalmente uma mãe – acredite que seja apropriado postar esse tipo de coisa, sem nenhuma simpatia aparente pele cachorro na foto.

 

Foto: Reprodução/Facebook

Foto: Reprodução/Facebook

 

Em resposta a PETA, Sarah publicou uma carta aberta a instituição, questionando principalmente a diferença em tratamento que a sua foto recebeu em comparação com a da apresentadora Ellen Degeneres, que em 2009 foi eleita mulher do ano pela PETA, e em julho de 2014, publicou na rede social de seu programa uma imagem semelhante, porém sem repercussão negativa.

O fato do presidente estadunidense Barack Obama admitir já ter provado carne de cachorro também foi mencionado.

 

ellen-degeneres-peta-sarah-palin-cachorro

Foto: Reprodução/Facebook

 

O que o talvez as pessoas não saibam é que essas situações são mais comuns do que parecem. Como as crianças ainda estão descobrindo o mundo, ainda sem jeito e de maneira desengonçada, a interação correta com o cachorro deve ser ensinada. O problema é que muitos pais também não compreendem e até mesmo incentivam determinados comportamentos, achando “engraçado”. Pisar, puxar o pelo, morder, invadir o espaço do cão e deixá-lo desconfortável, não só é ruim para o cachorro, mas pode eventualmente ter consequências seríssimas para a criança.

Com o auxílio de nosso comportamentalista especialista em cachorros, Olivier Soulier, reunimos as 10 situações alarmantes nas interações entre criança e cachorro (confira aqui).

A melhor arma para que isso não aconteça, não é o xingamento aleatório, mas o conhecimento e a conscientização.

Cães são peça chave na investigação do caso de Vitória Gabrielly

por Samantha Kelly — publicado 21 jun 2018 - 9:52

O auxílio canino no caso da morte de Vitória Gabrielly tem sido fundamental. Ate agora, tanto um pet quanto uma equipe de cães especializados, foram peças chaves na investigação do crime.

Em um primeiro momento, enquanto a polícia ainda tentava encontrá-la e havia a esperança da menina ainda estar viva, a pista da localização exata do paradeiro de Vitória veio de um catador de latinhas que estava passeando com seu cachorro.

O pet ficou intrigado com o cheiro forte que vinha da mata e começou a latir sem parar.

 » Read more about: Cães são peça chave na investigação do caso de Vitória Gabrielly  »

Além da rampinha: Escada em espiral é opção chique e compacta para seu cachorro subir na cama

por Samantha Kelly — publicado 15 jun 2018 - 9:30

Ficamos apaixonadas pela escada em espiral da Sophipet com um ar super sofisticado. Ela é totalmente personalizável, com várias opções de cores e estilos para combinar com diferentes tipos de decoração.

Muitos não sabem, mas rampas e escadinhas dessa forma ajudam bastante os pets a não forçarem as costas com os vários pulos acrobáticos que eles dão quando sobem e descem da cama, sofá e afins.

Ela chega até 100 cm de altura para as camas mais altas e possui apenas 45 cm de raio,

 » Read more about: Além da rampinha: Escada em espiral é opção chique e compacta para seu cachorro subir na cama  »

Operários indianos constroem estrada em cima de cachorro que dormia na rua

por Samantha Kelly — publicado 15 jun 2018 - 7:02

O incidente é tão absurdo que é difícil acreditar como alguém pode ser tão insensível em relação a vida do próximo.

Operários em uma estrada de Agra, na Índia, não se deram o trabalho de mover um cachorro que dormia no local enquanto eles recapeavam a rua e seguiram com o dia como se não houvesse ninguém ali. Sim, eles construíram a rua em cima do cachorro e ele morreu após ter sido esmagado pelo rolo compressor enquanto os trabalhadores nivelavam a rua.

 » Read more about: Operários indianos constroem estrada em cima de cachorro que dormia na rua  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Cães são peça chave na investigação do caso de Vitória Gabrielly

por Samantha Kelly — publicado 21 jun 2018 - 9:52

O auxílio canino no caso da morte de Vitória Gabrielly tem sido fundamental. Ate agora, tanto um pet quanto uma equipe de cães especializados, foram peças chaves na investigação do crime.

Em um primeiro momento, enquanto a polícia ainda tentava encontrá-la e havia a esperança da menina ainda estar viva, a pista da localização exata do paradeiro de Vitória veio de um catador de latinhas que estava passeando com seu cachorro.

O pet ficou intrigado com o cheiro forte que vinha da mata e começou a latir sem parar. Foi graças a reação estranha do cachorro que o tutor foi verificar se havia de fato algo errado. Foi então que ele acabou se deparando com o corpo da menina, que se encontrava no mesmo local há 4 dias.

Após a confirmação da morte e localização do corpo, a próxima fase da investigação contou com a ajuda de Bazuka, Adaga e Duke, cães farejadores do grupo GBR. Através de odores de suspeitos fornecidos pela polícia, os cães vasculharam a área delimitada e verificaram se os cheiros poderiam ser encontrados no local.

Apesar da equipe envolvida não poder contar muito sobre o resultado para não atrapalhar o trabalho investigativo, o treinador dos cães afirma que os animais confirmaram a presença de alguns dos odores no local.

 

Foto: Reprodução/Record

 

Além da rampinha: Escada em espiral é opção chique e compacta para seu cachorro subir na cama

por Samantha Kelly — publicado 15 jun 2018 - 9:30

Ficamos apaixonadas pela escada em espiral da Sophipet com um ar super sofisticado. Ela é totalmente personalizável, com várias opções de cores e estilos para combinar com diferentes tipos de decoração.

Muitos não sabem, mas rampas e escadinhas dessa forma ajudam bastante os pets a não forçarem as costas com os vários pulos acrobáticos que eles dão quando sobem e descem da cama, sofá e afins.

Ela chega até 100 cm de altura para as camas mais altas e possui apenas 45 cm de raio, o que salva bastante espaço. Dá até para adicionar uma proteção na escada para evitar acidentes.

Elas são feitas com excelente qualidade e o preço, apesar de ser salgado (começa em US $ 420 e, para a opção mais cara, você precisa desembolsar mais de US $ 1.500), ainda são uma ótima ideia e opção para quem pode pagar.

Queremos opções mais acessíveis para ontem!