Mara Póvoa “Onde consigo informações sobre como lidar com um filhote de boxer que só sabe morder? Já deve ter uns 3 meses, está grandinho, mas a brincadeira dele é só morder! Se puderem me ajudar ficarei grata! Até logo!”

por Olivier Soulier — publicado 7 out 2012 - 2:33

Mara bom dia.

 

Para evitar essas mordidas tem provavelmente varias soluções, todas elas passando pelo fato de não se esquivar dele quando ele tente mordê-la, mas pelo contrário enfrentá-lo.
Reprimir com atitude calma e assertiva, eventualmente, se não conseguir ser bastante assertiva por si mesma então pode tentar usar um artificio para criar um desconforto ou um incomodo, no máximo um sustinho, para fazê-lo desistir (Spray com agua ou agua misturada com um pouquinho de essência de citronela, ou eventualmente perfume (diluído) se ele não apresentar alergia, pode sacudir um chacoalho de plástico ou uma latinha com algo sonoro dentro, ou ainda sacudindo uma sacola de plástico rígida enchendo a, rapidamente, de ar (de cima para baixo)…
Assim que desistir ou cada vez que tiver interações lúdicas com ele, ensiná-lo que não pode mordê-la senão é reprimido ou ignorado (deixado só) sem mais brincadeiras.
Também, varias vezes, ensine o a morder um objeto de interação: objeto específico de cachorro, evitando os que rasgam e podem ser engolido, mesmo que parcialmente (para não arriscar uma obstrução, oclusão ou outro problema digestivo, às vezes grave) que você pode segurar do seu lado e ele pode morder do outro lado.
Assim quando ele morde o objeto de interação brinque com ele, controlando o inicio, a excitação ou intensidade e o final da brincadeira.
Também, durante as interações lúdicas através dos objetos de interações, oferecidos em rodizio e guardados quando não usados, é interessante acariciar ou massagear tranquilamente seu filhote no objetivo de acalmá-lo, se ficar um pouco agressivo, mesmo que somente aparentemente, acaba com a brincadeira, retirando o objeto e ignorando o filhote.

Sem mais por enquanto, espero ter ajudado a melhorar o convívio com seu Boxer.

PS: Meus textos são usados em seminários, palestras e cursos e juntados para confecção de livros sobre o assunto. Agradeço para não repassar sem minha autorização expressa e escrita.

Atenciosamente,
Olivier Soulier.

Homem irrita Pit Bull que está preso na coleira e recebe o troco

por Andrezza Oestreicher — publicado 24 jun 2017 - 9:26

Muito se fala que algumas raças em específico são agressivas e violentas e, com isso, o preconceito contra elas também é muito grande.

Antes de colocar a culpa de certas situações em um cachorro falando que ele é violento e agressivo, é necessário entender o que foi que aconteceu de fato, e até como aquele animal vive e foi criado.

 

Um vídeo que está circulando na internet mostra um homem que foi atacado por um Pit Bull onde o animal não teve culpa e estava apenas respondendo ao que ele recebeu primeiro.

 » Read more about: Homem irrita Pit Bull que está preso na coleira e recebe o troco  »

Cadelinha continua deixando metade de sua comida para seu amigo canino que morreu

por Andrezza Oestreicher — publicado 23 jun 2017 - 9:33

Os cães Stitch e Cookie, ambos da raça Labrador, sempre foram melhores amigos e faziam tudo juntos e até dividiam o potinho de comida.

Desde que chegou na casa de sua família, a cadelinha Cookie aprendeu a deixar metade da ração que tinha no pote para que Stitch, o outro cão que já vivia na casa, comesse depois dela.

O tutor dos animais sempre colocava uma quantidade de ração suficiente para os dois e Stitch sempre se certificava de que sua amiga Cookie estava deixando a parte dele.

 » Read more about: Cadelinha continua deixando metade de sua comida para seu amigo canino que morreu  »

Kim Kardashian apresenta o novo cachorrinho de sua filha

por Andrezza Oestreicher — publicado 22 jun 2017 - 18:50

Para comemorar o aniversário de quatro anos de sua filha com kanye West, Kim Kardashian deu para a pequena North West um filhote de cachorro como presente.

Kim apresentou o pequeno cachorro em suas redes sociais, mas não deu grandes detalhes.

O filhote parece ser da raça Lulu da Pomerânia, também conhecida por Spitz Alemão. Alguns sites internacionais especulam que o cão seja um Teacup Lulu Da Pomeranian, tamanho maior e que apresentaria menos problemas de saúde do que o micro.

 » Read more about: Kim Kardashian apresenta o novo cachorrinho de sua filha  »

deixe seu comentário:

Homem irrita Pit Bull que está preso na coleira e recebe o troco

por Andrezza Oestreicher — publicado 24 jun 2017 - 9:26

Muito se fala que algumas raças em específico são agressivas e violentas e, com isso, o preconceito contra elas também é muito grande.

Antes de colocar a culpa de certas situações em um cachorro falando que ele é violento e agressivo, é necessário entender o que foi que aconteceu de fato, e até como aquele animal vive e foi criado.

Homem ficou irritando cachorro de propósito, só por saber que ele estava preso na coleira. (Foto: Reprodução / YouTube UniqueVids)

 

Um vídeo que está circulando na internet mostra um homem que foi atacado por um Pit Bull onde o animal não teve culpa e estava apenas respondendo ao que ele recebeu primeiro.

A situação foi a seguinte, um homem viu um cachorro da raça Pit Bull preso em uma coleira e, se achando muito engraçado, começou a correr de um lado para o outro mexendo os braços, chegando bem perto do cão.

O homem faz tudo isso de propósito e com uma única e estúpida intenção: provocar o cachorro que está preso, além de querer deixar o animal cada vez mais irritado. O homem ainda ri bastante quando vê que o cão tenta, mas não consegue lhe pegar. Porém, ele não esperava que pudesse receber o troco.

O cão conseguiu se soltar e atacou o homem que estava lhe provocando. (Foto: Reprodução / YouTube UniqueVids)

Acontece que de tanto correr, latir e forçar a coleira, o cachorro conseguiu se soltar quando o homem ainda estava pertinho lhe provocando.

É claro que o cachorro correu em direção ao homem, afinal, ele quem começou fazendo provocações para o animal. O homem, que claramente ficou bastante assustado quando o cão conseguiu se soltar, ainda tentou correr, mas o Pit Bull o alcançou e abocanhou sua perna.

(Vídeo: Reprodução / YouTube UniqueVids)

Segundo informações, o homem sofreu uma ferida profunda por conta da mordida do cachorro e precisou levar vários pontos no hospital.

Fonte: Doggies Care

Cadelinha continua deixando metade de sua comida para seu amigo canino que morreu

por Andrezza Oestreicher — publicado 23 jun 2017 - 9:33

Os cães Stitch e Cookie, ambos da raça Labrador, sempre foram melhores amigos e faziam tudo juntos e até dividiam o potinho de comida.

Desde que chegou na casa de sua família, a cadelinha Cookie aprendeu a deixar metade da ração que tinha no pote para que Stitch, o outro cão que já vivia na casa, comesse depois dela.

Stitch e Cookie eram melhores amigos e sempre dividiam o mesmo pote de comida. (Foto: Reprodução / Twitter @_EasyBreasy_)

O tutor dos animais sempre colocava uma quantidade de ração suficiente para os dois e Stitch sempre se certificava de que sua amiga Cookie estava deixando a parte dele. Dessa forma, cada um comia o tanto certo.

Porém, infelizmente, o cachorro Stitch faleceu no início deste mês de junho, e Cookie perdeu o seu melhor amigo.

Como agora só tinham um cão em casa, o tutore passou a colocar uma quantidade menor de comida no pote que os cães dividiam, pois agora a ração seria apenas para a cadela.

Acontece que o tutor reparou que, mesmo se passando vários dias após a morte de Stitch, a cadela Cookie não se esquece de seu melhor amigo e continua deixando metade da ração para ele comer depois dela.

Mesmo após a morte do amigo Stitch, a cadela Cookie continuou deixando metade de sua comida para ele. (Foto: Reprodução / Twitter @_EasyBreasy_)

“Nós peguamos Stitch quando eu estava no jardim de infância. Na terceira série, pegamos Cookie. Eu sentia que o Stitch precisava de companhia. Mas eles eram como Batman e Robin, estavam sempre juntos, sempre um ao lado do outro, brincando ou tomando conta um do outro”, contou o tutor dos animais sobre a amizade dos cães.

É, os cães sempre nos mostrando e provando que não existe amor e nem amizade maior do que a deles.

Fonte: Estadão