Winnie Rocha de Salvador “Eu tenho uma pinscher 0 de 8 meses. Por diversas vezes ao ficar sozinha ela revira o lixo, pega roupas sujas na área de serviço, e as espalha pela casa toda. O que devo fazer para mudar esse comportamento dela? Grata, desde já!”

por Olivier Soulier — publicado 3 dez 2012 - 12:42

Winnie bom dia!

Sua pinscher, como muitos animais de companhia, provavelmente descobriu o lixo muito cedo e muitas vezes a lixeira representa para eles quase que uma caverna de Ali Baba, uma ilha do tesouro.

De fato, fora regularmente conter restos de comida, geralmente é cheia de materiais para mastigar, rasgar ou triturar o que, embora pode oferecer perigo (isso eles não advinham), ocupam qualquer filhote de várias espécies durante bastante tempo.

É claro que nossos pertences como, por exemplo, nossas roupas sujas também os interessam e atraem muito.

Pelo nosso cheiro que encontram nelas e pelo valor que demostramos para elas: vestindo-as no dia a dia, colocando-as nas cestas de roupas sujas ou as guardando nos armários.

Sem falar que muitas vezes tentando recriminá-los quando descobrimos que mexeram no lixo ou nas nossas roupas sujas acabamos ensinando-os a reproduzir tais comportamentos para chamar nossa atenção, já que demonstramos dar certo.

 

Para evitar que isso aconteça ou, no seu caso, corrigir aconselho:
1- Desviar a atenção do animal do lixo ou das suas roupas impedindo o acesso dos mesmos durante um período de quinze a vinte dias. E, enquanto isso, oferecer objetos ocupacionais bem mais interessantes, com atrativos olfativos e gustativos, a exemplo dos Petgames e Petballs (recheados de ração ou petiscos para cães): www.petgames.com.br
2- Quando liberar de novo o acesso usar de correções despersonalizadas: criando um incômodo, um desconforto ou um leve susto, sem o animal perceber que alguém aciona a correção, mas sim associando-a somente ao comportamento indesejado.

3- Oferecer mais atividades físicas e ocupacionais e ensinar regras e limites mais claros dentro do grupo.

4- Criar um período de desligamento desde cedinho:

Dar muita atenção ao filhote quando chega a nossa casa é mais que saudável para evitar acidentes e criar uma socialização primordial com a nossa família.

Mas rapidamente ele tem que aprender a ter mais autonomia e independência para não sentir demais as angustias e os estresses quando se encontre sozinho.

 

Tenha paciência e determinação e não esqueça que eles não nascem nem desembarcam nas nossas vidas preparados para respeitar nossos interiores e nossos pertences.

Eles precisam brincar e se ocupar muito e como as crianças humanas tem uma necessidade visceral de descobrir o ambiente, a curiosidade e determinação que podem empregar para isso é quase que incansável.

Sem mais por enquanto, desejo muitos anos de convivência agradável e prazerosa com sua Pinscher, alias seria grato se respondesse a minha curiosidade: qual o nome dela?

 

PS: Meus textos são usados em seminários, palestras e cursos e juntados para confecção de livros sobre o assunto. Agradeço para não repassar sem minha autorização expressa e escrita.

 

Olivier Soulier e Equipe EAOS.
(85) 30880058 91084492 86994492 99085782
www.caonota10.com.br
www.eaos.com.br

Com muita tristeza, Salma Hayek se despede de sua amada cadelinha Lupe

por Andrezza Oestreicher — publicado 18 jan 2018 - 18:32

Salma Hayek está passando por um momento bastante triste. Apaixonada confessa por animais, a atriz mexicana naturalizada norte-americana está de luto pela morte de sua tão amada e cadelinha Lupe.

Proprietária de um rancho, que ela chama de santuário, onde cuida de cerca de 30 animais de diferentes espécies, incluindo cavalos, alpacas, papagaios, coelhos, perus e galinhas, além dos cachorros que ela pega da rua e mais outros pets, Salma disse estar sem palavras após perder sua companheira de tantos anos.

 » Read more about: Com muita tristeza, Salma Hayek se despede de sua amada cadelinha Lupe  »

Cadela resgatada adota filhotes de gato e mostra quanto amor tem para dar

por Andrezza Oestreicher — publicado 18 jan 2018 - 9:39

Apesar de já sabermos como os cachorros são amorosos com humanos e animais de diferentes espécies, nunca deixamos de ficar maravilhados quando encontramos um fato que mostra a quantidade de amor que os cães são capazes de distribuir.

Um abrigo de animais no México encontrou uma ninhada de pequenos gatinhos recém-nascidos. Eles provavelmente tinham sido abandonados naquele local, pois ainda precisavam ser amamentados e estavam sem a sua mamãe. Naquela situação, as chances de os pequenos sobreviverem eram bem poucas.

 » Read more about: Cadela resgatada adota filhotes de gato e mostra quanto amor tem para dar  »

Cadela abandonada com recado preso na coleira é adotada

por Andrezza Oestreicher — publicado 17 jan 2018 - 9:32

No final de dezembro de 2017, um homem foi flagrado por câmeras de segurança abandonando um cachorro na calçada de uma unidade do Dunkin ‘Donuts, empresa norte-americana muito conhecida especializada em rosquinhas e café, em uma cidade no Novo México.

O caso foi parar nas mídias internacionais depois que a polícia de Santa Fé lançou um comunicado com a intenção de conseguir informações sobre um homem suspeito de abandonar um cachorro próximo a uma estrada da cidade.

 » Read more about: Cadela abandonada com recado preso na coleira é adotada  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Com muita tristeza, Salma Hayek se despede de sua amada cadelinha Lupe

por Andrezza Oestreicher — publicado 18 jan 2018 - 18:32

Salma Hayek está passando por um momento bastante triste. Apaixonada confessa por animais, a atriz mexicana naturalizada norte-americana está de luto pela morte de sua tão amada e cadelinha Lupe.

Proprietária de um rancho, que ela chama de santuário, onde cuida de cerca de 30 animais de diferentes espécies, incluindo cavalos, alpacas, papagaios, coelhos, perus e galinhas, além dos cachorros que ela pega da rua e mais outros pets, Salma disse estar sem palavras após perder sua companheira de tantos anos.

A atriz, que foi indica ao Oscar de Melhor Atriz em 2003 por interpretar Frida Kahlo no filme Frida, confirmou a morte do animal, que tinha 18 anos de idade, na última quarta-feira, dia 17 de janeiro, através do seu perfil oficial no Instagram, onde publicou uma emocionante homenagem de despedida para Lupe.

Junto com uma foto em que aparece com Lupe nos braços, Salma escreveu: “Com meu coração cheio de amor e dor, tive que dizer adeus à minha Lupe. Estou tão agradecida pelos 18 anos em que enriqueceu minha vida com seu grande espírito. Não tenho palavras ou lágrimas para descrever o quanto ela significa para mim. Que ela possa correr livre com meu bando de cães que já estão esperando por ela no céu dos cachorros”.

Lupe, que também recebeu uma homenagem em espanhol, morreu dois anos depois de outra triste perda de Salma, o falecimento do cãozinho Mozart, que tinha nove anos de idade quando foi encontrado morto, no rancho da atriz, com um tiro próximo ao coração.

Nós torcemos para que Salma se recupere logo e agradecemos tudo o que ela faz pelos animais.

Fonte: People

Cadela resgatada adota filhotes de gato e mostra quanto amor tem para dar

por Andrezza Oestreicher — publicado 18 jan 2018 - 9:39

Apesar de já sabermos como os cachorros são amorosos com humanos e animais de diferentes espécies, nunca deixamos de ficar maravilhados quando encontramos um fato que mostra a quantidade de amor que os cães são capazes de distribuir.

Um abrigo de animais no México encontrou uma ninhada de pequenos gatinhos recém-nascidos. Eles provavelmente tinham sido abandonados naquele local, pois ainda precisavam ser amamentados e estavam sem a sua mamãe. Naquela situação, as chances de os pequenos sobreviverem eram bem poucas.

Porém, pouco tempo depois o mesmo abrigo encontrou uma cadelinha. A equipe percebeu que ela aparentava ter dado à luz recentemente, mas não encontrou nenhum filhote por perto.

Então, todos se lembraram dos gatinhos que precisavam de uma mamãe e resolveram tentar juntá-los com a cadela que estava sem seus filhotes.

Cadela salvou gatinhos recém-nascidos e ganhou um lar. (Foto: Reprodução / Reddit elp22203)

Felizmente, os gatinhos e a mamãe canina se deram muito bem rapidamente. Cheia de amor para dar, a cadela logo adotou os felinos e amamentou todos eles.

Assim uma nova família surgiu e eles logo foram transferidos para o Cocos Animal Welfare, uma organização de resgate em Playa del Carmen, localizado no sudeste do México, ao sul de Cancún.

Mas a mamãe canina não ficou muito tempo no local. Seu gesto de amor para com os pequenos gatinhos lhe ajudou a ganhar um lar para sempre.

Acontece que, durante uma viagem de férias para o México a família Pover foi até o abrigo na intenção de conhecer alguns gatinhos. Porém, ao verem todo o amor da mamãe canina com os filhotes de uma espécie diferente, eles se apaixonaram pela cadela.

“Meu filho acabou dando a ela o nome de Esperanza (Esperança em português) porque ele disse que ‘ela deu esperança aos gatinhos’”, contou Evie Pover, tutora da cadelinha, em uma rede social.

Como não vivem no México e a cadelinha ainda estava amamentando na época em que a família a conheceu, eles organizaram tudo para que Esperanza pudesse voar para os Estados Unidos, onde eles moram, assim que os gatinhos fossem desmamados.

Fonte: Cuteness