Conheça Pep, o cachorro que todos acreditaram ter sido condenado à prisão perpétua

Para não contar que estava enviando o cão para ajudar os presidiários, o governador da Pensilvânia divulgou que o animal tinha sido preso por matar o gato de sua esposa

por Andrezza Oestreicher — publicado 6 out 2017 - 18:28

O cachorro Pep foi um Labrador Retriever que pertenceu ao governador da Pensilvânia, Gifford Pinchot. Assim como costumam ser os animais de sua raça, Pep era divertido e carinhoso, mas não era conhecido por ser bem educado e gostava mesmo de mastigar e destruir móveis.

Uma decisão tomada por seu tutor, que criava outros cães da raça, acabou destruindo a reputação de Pep e atingiu todos os Labradores. Porém, anos depois tudo foi esclarecido e todos puderam ver que, na verdade, Pep foi uma grande ajuda e fonte de motivação para muitos presos.

Para ser enviado para a penitenciária, cão foi falsamente acusado de matar um gato. (Foto: Reprodução / Dog World)

Como governador da Pensilvânia, Gifford Pinchot achava que os presos poderiam passar por uma ressocialização e se recuperar de alguma forma sem que todos eles precisassem ser encaminhados para o isolamento ou ter que passar o resto da vida presos.

Conhecendo bem seu cão Pep e sabendo como o animal era amável e divertido, Pinchot achou que seria uma boa ideia enviar o cachorro para a penitenciária estadual do leste da Filadélfia, como forma de ajudar a todos que estivessem presos ali. O fato aconteceu na década de 1920.

Porém, o governador não quis que a população e nem as mídias soubessem da verdade e assim surgiu a “história” de que o cão tinha sido condenado à prisão perpétua por matar o gato de sua esposa.

A história se espalhou rápido e o pobre e inocente cãozinho foi julgado por todos, dando, inclusive, uma péssima reputação para todos os Labradores.

Pep vivia caminhando livremente por toda a penitenciária. (Foto: Reprodução / Dog World / Alamy)

Na prisão, Pep não ficou confinado em uma cela. Ele tinha a liberdade de caminhar por toda a penitenciária. E parece que Gifford Pinchot conhecia profundamente o cão, pois Pep conseguiu animar a todos na prisão pelos dez anos que viveu por lá.

Em 1926, a esposa de Pinchot contou toda a verdade sobre a ida do cão para a penitenciária e um artigo publicado pelo New York Times ajudou a limpar a imagem de Pep, e de todos os cachorros de sua raça.

Finalmente, todos puderam saber que, na verdade, o cãozinho passou o resto de sua vida ajudando a levantar o espírito e a mente dos presos e de todos que trabalhavam na penitenciária, que fechou em 1971.

Apesar de ter sido julgado por todos no começo, o cãozinho Pep deixou um legado e inspirou melhorias em diversas penitenciárias dos Estados Unidos.

A história do cão inspirou vários programas de reabilitação de presos com cachorros. (Foto: Reprodução / Dog World / Alamy)

Atualmente, muitos presidiários têm acesso a programas de ressocialização e reabilitação com cachorros. Com os animais, os presos aprendem sobre compaixão, aprimoram habilidades e ganham privilégios ou salários.

Esses programas também trazem benefícios para os cães, pois a maioria deles seria sacrificada se não fossem aceitos nesse tipo de programa de reabilitação.

Além disso, uma pesquisa publicada no Journal of Family Social Work, mostrou que presos em duas prisões do Kansas apresentaram altos benefícios emocionais e comportamentais depois que começaram a conviver com cães na prisão.

Fonte: Dog World

Em Portugal, crianças aprendem na escola sobre comportamento e bem-estar dos animais de estimação

por Andrezza Oestreicher — publicado 14 dez 2017 - 18:38

As pessoas costumam dizer que as crianças são o futuro planeta e a esperança de um mundo melhor. Pensando nisso, surgiu, em Portugal, o projeto “Eu Cuido. Um mundo melhor para os animais”.

O “Eu cuido”, que até o ano que vem vai atingir cerca de oito mil alunos só na Grande Lisboa e no Grande Porto, tem como maior objetivo ensinar e sensibilizar as crianças para diversos temas relacionados a animais de estimação.

 » Read more about: Em Portugal, crianças aprendem na escola sobre comportamento e bem-estar dos animais de estimação  »

Miley Cyrus faz nova tatuagem em homenagem a mais um de seus cachorros

por Andrezza Oestreicher — publicado 14 dez 2017 - 9:31

A atriz e cantora Miley Cyrus é uma apaixonada por cães e faz questão de deixar marcado e gravado na pele todo esse amor.

Dona de várias de tatuagens, estima-se que ela já tenha mais de 30 espalhadas pelo corpo, alguns dos desenhos escolhidos por Miley foram feitos como homenagens para os seus animais.

Mary Jane ❤️

A post shared by Miley Cyrus (@mileycyrus) on Dec 2,

 » Read more about: Miley Cyrus faz nova tatuagem em homenagem a mais um de seus cachorros  »

Homem faz festa temática para comemorar aniversário de um ano do seu cão de serviço

por Andrezza Oestreicher — publicado 13 dez 2017 - 9:24

Nós ficamos muito felizes em poder celebrar e comemorar a vida daqueles que amamos. E é claro que com nossos animais de estimação não poderia ser diferente.

Charles Wilson-Adams é um tutor louco por seu cão e um grande fã da saga Star Wars. Então, ele decidiu juntar essas duas paixões na hora de comemorar o aniversário de um ano do seu cachorro Deuce, um cão de serviço da raça American Bully.

De acordo com Charles,

 » Read more about: Homem faz festa temática para comemorar aniversário de um ano do seu cão de serviço  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Em Portugal, crianças aprendem na escola sobre comportamento e bem-estar dos animais de estimação

por Andrezza Oestreicher — publicado 14 dez 2017 - 18:38

As pessoas costumam dizer que as crianças são o futuro planeta e a esperança de um mundo melhor. Pensando nisso, surgiu, em Portugal, o projeto “Eu Cuido. Um mundo melhor para os animais”.

O “Eu cuido”, que até o ano que vem vai atingir cerca de oito mil alunos só na Grande Lisboa e no Grande Porto, tem como maior objetivo ensinar e sensibilizar as crianças para diversos temas relacionados a animais de estimação.

As crianças vão aprender em sala de aula sobre cuidados e bem-estar animal. (Foto: Reprodução / Sapo Lifestyle / Projeto “Eu Cuido”)

Apesar da pureza e do amor que as crianças possam ter logo de cara com os animais, é importante que elas aprendam que eles não são brinquedos e também têm necessidades e precisam de cuidados.

Através do projeto, as crianças terão informações sobre cuidados, saúde, bem-estar, comportamento, regras de interação e o papel dos animais de estimação na sociedade.

Essas informações serão passadas para os alunos em sala de aula durante sessões interativas por um orientador, que vai responder questões como “Quais as diferenças entre o cão e o gato?”, “Quais os seus comportamentos?”, “Que atitudes devemos ter quando estamos perto de um destes animais?”, e apresentar conteúdos através de vídeos temáticos com os personagens Zé Gato e Cão Peão.

Além disso, durante as “aulas”, as crianças também irão conhecer pessoalmente alguns cães policiais, cães de terapia, cães-guia e saber mais sobre o trabalho destes animais, que é tão importante para a comunidade e para as pessoas que dependem deles.

Os alunos também irão conhecer cães policiais, cães de terapia, cães-guia e saber mais sobre a importância do trabalho destes animais. (Foto: Reprodução / Sapo Lifestyle / Projeto “Eu Cuido”)

“O ‘Eu Cuido’ é um projeto educativo que pretende contribuir para uma mudança de mentalidades desde a infância, para uma adequada e sã convivência com os animais de companhia. Queremos educar uma geração para agir com base no respeito e cidadania, porque se construirmos ‘um mundo melhor para os animais’ estamos também a fazer um mundo melhor para todos nós”, explica Filipa Herédia, coordenadora do projeto.

Ainda de acordo com Filipa, o projeto é “inclusivo, interativo e adequado ao nível de conhecimento e interesse das crianças, que procura levá-las a conhecer os animais de estimação através de conteúdos pedagógicos, multimédia, passatempos e jogos”.

O projeto “Eu cuido” conta com a colaboração de psicólogos e entidades que promovem o bem-estar dos animais.

Fonte: Susana Krauss / Sapo Lifestyle

Miley Cyrus faz nova tatuagem em homenagem a mais um de seus cachorros

por Andrezza Oestreicher — publicado 14 dez 2017 - 9:31

A atriz e cantora Miley Cyrus é uma apaixonada por cães e faz questão de deixar marcado e gravado na pele todo esse amor.

Dona de várias de tatuagens, estima-se que ela já tenha mais de 30 espalhadas pelo corpo, alguns dos desenhos escolhidos por Miley foram feitos como homenagens para os seus animais.

Mary Jane ❤️

A post shared by Miley Cyrus (@mileycyrus) on

A cantora, que hoje é tutora de sete cães entre outros animais de estimação, mostrou este mês para o seus fãs a sua mais nova tatuagem, e claro que foi uma homenagem a mais um de seus pets. Miley publicou uma foto do desenho em seu perfil oficial no Instagram e derreteu a todos com a imagem.

A homenageada da vez foi Mary Jane, uma cadela da raça Pit Bull mais idosa que já vive com Miley há mais de seis anos.

A cantora também tem uma tatuagem do seu já falecido cachorro Floyd. (Foto: Reprodução / Instagram mileycyrus)

Muito bem feita, a tatuagem que retrata o animal é bastante realista e mostra toda a suavidade da cadelinha, além de seu olhar doce, que ficou impressionante.

Dessa vez, o novo desenho, de autoria do tatuador das celebridades Dr. Woo, parece ter sido feito no braço direito da cantora, próximo ao cotovelo.

Miley, que também tem entre seus animais de estimação um porco e dois cavalos miniatura (ou mini cavalos), já tem tatuagens homenageando outros três de seus animais, o cão Floyd e o peixe Pablow, ambos já falecidos, e seu Pastor de Shetland Emu.

Placed a young Emu on his mom @mileycyrus #emufanclub

A post shared by Doctor Woo (@_dr_woo_) on

Fonte: BRIT+CO / Teen Vogue