Estudo analisa os diferentes formatos de pupilas em animais e o porquê de sua evolução distinta

Um grupo de cientistas analisou as pupilas de animais terrestres e os três diferentes tipos de pupilas em 214 espécies.

por Samantha Kelly — publicado 18 ago 2015 - 13:37

Há muito despertando a curiosidade, os olhos sempre foram uma parte da anatomia digna de inspiração e objeto de estudo. São a primeira coisa que vemos em alguém e, se você já prestou atenção mais profundamente, sem dúvida notou que há formatos bem distintos entre uma espécie e outra. E mesmo hoje, depois de muita análise, elas ainda continuam surpreendendo.

Para desvendar mais um pedaço desse quebra-cabeças, um grupo de cientistas analisou as pupilas de animais terrestres e os três diferentes tipos de pupilas (verticais, horizontais e redondas). Um dos intuitos principais foi entender a relação entre a evolução de seus formatos e a sobrevivência das espécies.

Os pesquisadores da University of California coletaram informações das pupilas de 214 espécies. Foram analisados o formato da pupila, a localização dos olhos na cabeça e o estilo de vida do animal – se eram predadores ou presa, ativos durante o dia ou a noite, etc.

Após analisar todo o conteúdo, um padrão claro começou a se desenhar. Incrivelmente, o formato da pupila de um animal é mais ligada ao tamanho do animal e se ele é um predador ou presa.

Animais com abertura vertical são mais prováveis de serem predadores de emboscada, ou seja, eles esperam a sua presa e utilizam o elemento de surpresa para realizar ataque. Porque esses predadores precisam definir com precisão a distância da presa, a abertura vertical possui característica óticas que a tornam ideais para essas situações. Essa regra se aplica apenas a animais baixos, para que seus olhos sejam próximos ao chão.

Por exemplo, enquanto as raposas, da linhagem dos canídeos, têm pupilas verticais, os cachorros e lobos possuem pupilas redondas. Gatos domésticos possuem pupilas verticais, porém grandes felinos, como leões e tigres, têm pupilas redondas.

No geral, pupilas redondas parecem ser mais comuns em animais mais altos, caçadores que ativamente perseguem suas presas.

Em contrapartida, se é um tipo de animal que normalmente tem um papel de presa, é mais provável que ele tenha pupilas horizontais e olhos localizados mais para o lado da cabeça, dando uma visão panorâmica dos perigos em sua volta.

Essa característica, entretanto, só funcionaria de fato se as pupilas do animal fossem paralelas ao horizonte. O que na prática, com tanta movimentação, como animais como ovelhas e cavalos, que estão constantemente baixando suas cabeças para se alimentarem, manteriam essa posição ideal. A resposta veio com uma análise deles em ação no cotidiano e o resultado realmente foi surpreendente. Quando eles abaixam suas cabeças, seus olhos rotacionam na cabeça para manter o paralelismo com a linha do cão, fazendo com que os olhos girem em direções opostas na cabeça.

O estudo foi publicado no jornal Science Advances e pode ser lido aqui.

 

Dog eye close-up macro with reflection

Dog eye close-up macro with reflection

 

Fonte para o artigo: NPR

Walt Disney World irá permitir a presença de cães em seus hotéis pela primeira vez

por Andrezza Oestreicher — publicado 16 out 2017 - 18:24

Pela primeira vez os hotéis e resorts do complexo Disney passaram a aceitar famílias hospedem também seus cachorros de estimação.

O Disney’s Yacht Club Resort, Disney Port Orleans Resort – Riverside, Disney’s Art of Animation Resort e o Disney’s Fort Wilderness Resort, todos localizados em Orlando, na Flórida, abriram suas portas ontem, dia 15 de outubro, para receber também hóspedes caninos.

Os animais não podem circular por todas as áreas dos hotéis e os quartos onde eles podem se hospedar com suas famílias ficam em andares específicos,

 » Read more about: Walt Disney World irá permitir a presença de cães em seus hotéis pela primeira vez  »

Instituto Luisa Mell recebe a visita da estrela teen Larissa Manoela

por Andrezza Oestreicher — publicado 16 out 2017 - 9:33

Depois do resgate dos 135 cães feito por Luisa Mell, com o apoio da polícia e de uma superequipe, em um canil de Osasco, o Instituto Luisa Mell recebeu o apoio e visita de diversas celebridades que ficaram tocados com a situação dos animais.

Na última sexta-feira, dia 13 de outubro, mais uma celebridade foi até o Instituto. Dessa vez foi a atriz e cantora Larissa Manoela que esteve no local conhecendo as instalações e todos os animais que são ajudados por lá.

 » Read more about: Instituto Luisa Mell recebe a visita da estrela teen Larissa Manoela  »

Cachorro foge de casa e participa de casamento em Teresina

por Fabio Sakita — publicado 15 out 2017 - 20:14

O Pit bull Hulk foi a estrela do casamento entre Luiza e Lucas. O cachorro entrou na igreja, que fica no bairro de São Cristóvão, Zona Leste de Teresina, na noite de quinta-feira(12), participou da cerimônia e até posou para fotos como se fosse convidado.

Na semana passada, contamos o caso de Snoop que invadiu um casamento e foi adotado pelos noivos. Neste caso Hulk já tem uma família porém seus donos haviam viajado e eles conseguiu escapar.

 » Read more about: Cachorro foge de casa e participa de casamento em Teresina  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Walt Disney World irá permitir a presença de cães em seus hotéis pela primeira vez

por Andrezza Oestreicher — publicado 16 out 2017 - 18:24

Pela primeira vez os hotéis e resorts do complexo Disney passaram a aceitar famílias hospedem também seus cachorros de estimação.

O Disney’s Yacht Club Resort, Disney Port Orleans Resort – Riverside, Disney’s Art of Animation Resort e o Disney’s Fort Wilderness Resort, todos localizados em Orlando, na Flórida, abriram suas portas ontem, dia 15 de outubro, para receber também hóspedes caninos.

Cães já podem se hospedar em quatro hotéis do complexo Disney em Orlando. (Foto: Reprodução / Petcha / Disney Parks Blog)

Os animais não podem circular por todas as áreas dos hotéis e os quartos onde eles podem se hospedar com suas famílias ficam em andares específicos, tudo para que tanto os cães quanto pessoas que possuem alergia ou outros problemas tenham mais comodidade e tranquilidade durante sua estadia.

Cada quarto poderá hospedar no máximo dois cachorros por vez e os animais serão muito bem recebidos nos resorts. No momento do check-in, os cães receberão um kit de boas-vindas do Pluto que inclui: esteira e tigelas para comida e água, uma etiqueta de identificação, sacolas descartáveis ​​de plástico, almofadas de cachorro, e mapas de locais para caminhar com os cachorros e uma etiqueta para porta indicando que tem um animal de estimação no quarto.

A taxa cobrada pela presença de cada animal será de 75 dólares por noite no Disney Yacht Club e 50 dólares por noite nos outros três resorts Disney abertos para cães. Essas taxas destinam-se a cobrir os custos de limpeza.

Os cães irão receber um kit de boas-vindas do Pluto no momento do check-in. (Foto: Reprodução / Petcha / Disney Parks Blog)

No complexo Disney você encontra ainda a Best Friends Pet Care, uma instalação de serviço completo para animais de estimação. O Local funciona como creche, onde os cães podem ficar durante o dia enquanto seus tutores estão nos parques, e também funciona como hotel pet, onde os animais podem ficar hospedados por uma semana direto.

Para se hospedar nos hotéis Disney o cachorro deve estar com as vacinas em dia e espera-se que o animal seja bem comportado e que os tutores respeitem as áreas proibidas para pets.

Fonte: Disney Parks / Petcha

Instituto Luisa Mell recebe a visita da estrela teen Larissa Manoela

por Andrezza Oestreicher — publicado 16 out 2017 - 9:33

Depois do resgate dos 135 cães feito por Luisa Mell, com o apoio da polícia e de uma superequipe, em um canil de Osasco, o Instituto Luisa Mell recebeu o apoio e visita de diversas celebridades que ficaram tocados com a situação dos animais.

Na última sexta-feira, dia 13 de outubro, mais uma celebridade foi até o Instituto. Dessa vez foi a atriz e cantora Larissa Manoela que esteve no local conhecendo as instalações e todos os animais que são ajudados por lá.

A atriz e cantora Larissa Manoela se emocionou bastante durante visita ao Instituto Luisa Mell. (Foto: Reprodução / Stories Instagram @larissamanoela)

A ativista animal Luisa Mell foi quem recebeu pessoalmente a estrela teen e a acompanhou em um passeio por todo o Instituto, explicando o que acontecia em cada área e apresentando alguns dos 135 cães resgatados do canil em Osasco.

Durante o passeio, que foi mostrado ao vivo para o público através do Instagram de Luisa Mell, Larissa Manoela e também do Instituto Luisa Mell, a atriz se emocionou bastante ao conhecer a área de internação do local, onde se encontram os animais que estão com a saúde mais debilitada.

Larissa também se emocionou, desta vez de felicidade, ao ser apresentada a uma cadelinha que recebeu o seu nome. A Larissa Manoela peludinha é uma das matrizes que foi regatada em péssimo estado no canil de Osasco e recebeu o nome em homenagem à estrela teen.

Ao final da visita, Larissa Manoela fez uma doação para ajudar os animais resgatados. (Foto: Reprodução / Stories Instagram @larissamanoela)

Ao final da visita, a atriz e cantora, em uma parceria com o BRECHÓ KING, fez uma doação para ajudar a todos os animais que são cuidados pelo Instituto Luisa Mell.