Por que adestrar um cachorro?

A educação e aprendizagem de regras básicas são a base para uma convivência feliz

por Olivier Soulier — publicado 6 ago 2014 - 10:25

MITOS: O Akita não deve ser adestrado, o Fila brasileiro não pode ser adestrado para guarda e defesa, Bull Terriers e Buldogues não aprendem, essa raça ou outra é muito teimosa, esse cachorro não entende nada!
Por que adestrar? Não adianta! Não precisa!

Pois é, isso é uma pergunta séria. Foto: Reprodução

Pois é, ainda tem gente que acredita que não precisa adestrar cachorro. Vai entender! Foto: Reprodução

Tais sentencias, sem dúvida, não fazem sentido ou não têm nenhum fundamento científico, nem o mínimo de coerência.

Tais declarações equivalem a dizer que não precisa educar os nossos filhos humanos ou que por pertencer a tal ou tal outra raça, etnia ou grupo, um indivíduo não pode aprender. Alguém dotado de razão e de um mínimo de conhecimento iria, em sã consciência, fazer tal afirmação?

Pior afirmar que educação, aprendizagens e regras não são necessárias, de nada serve, não adianta!

Um pouco como com as nossas crias humanas, com períodos e durações relativos, pois como todos sabem, o desenvolvimento dos nossos mascotes é bem mais acelerado do que o nosso, podemos afirmar com todo o fundamento das pesquisas científicas mais adiantadas que:

Os filhotes, após o fim do período de transição, quando os olhos começam a abrir, os ouvidos ainda fechados e as capacidades motoras e de sustentação começando a se desenvolver, desde o início do período de socialização entre 21 a 28 dias de idade, até os seus sentidos começando a funcionar normalmente, os ouvidos já funcionais e com toda a capacidade de se mover começam a exploração do seu novo lar.

Assim até a puberdade (entre 6 e 18 meses de idade), os cães vão aprender tudo que irá definir a base dos seus futuros comportamentos: Socialização com o meio, os ambientes e os outros seres vivos, formas de se comunicar e entender os outros, medos e temores

Em função da energia e da confiança própria, eles vão fazer isso mais ou menos freneticamente.

Por não terem dedos preênseis, eles experimentam tudo com a boca, o que oferece grandes perigos.

De fato, como os nossos filhos “humanos”, eles não sabem que produtos sanitários ou de limpeza, fios e correntes elétricos, vidros, copos de madeira, plásticos, varandas ou piscinas, etecetera são perigosos e extremamente prejudiciais à saúde.

Que móveis, chinelas, celulares, notebooks e fiações, livros, faturas, lixos, papeis e outros artefatos higiênicos não prestam para se divertir, pelo contrário.

Que pássaros, gatos, outros roedores de estimação e até outros cães não podem dividir, com eles, nossa atenção ou simplesmente servir a treinar e experimentar os seus instintos predadores.

Que os proprietários são quem fixam as regras, os limites e as restrições dentro de casa, na rua ou na sociedade humana em geral. E que por isso não podem discutir com eles, disputar com eles e, sobretudo nunca ameaçá-los nem mordê-los nem para brincar.

Isso tudo, nem a criança humana inventa, faz parte de um processo educacional e de aprendizagem essencial e necessário, sem o qual simplesmente não tem como conviver na nossa sociedade.

 

Responsabilidade dos proprietários

A responsabilidade é nossa, os proprietários, orientados da forma que podemos com literatura, pesquisas na internet, programas de televisão ou com ajuda profissional especializada: adestradores, educadores, comportamentalistas estudiosos do comportamento animal e da forma de moldá-lo ou corrigí-lo em função das nossas exigências, da nossa realidade e da realidade de cada um dos nossos animais.

Todos os cães de todas as raças, inclusive os mais pacatos, em minha opinião, devem ser educados no sentido de aprender regras e limites indispensáveis à boa convivência em geral, assim como devem ser socializados exaustivamente, tanto no objetivo de tornar a convivência mais fácil e harmoniosa, quanto de torná-los mais felizes.

De fato, decifrando-os para os seus proprietários, os mesmos passam a entendê-los e se conscientizam da responsabilidade que têm de preparar melhor a família toda para ter paciência e determinação no processo de ensinamento dos bons modos, assim como dos esforços indispensáveis em procurar preencher as suas necessidades básicas.

Passando a procurar por soluções mais eficientes e acessíveis para educá-los melhor e oferecer atividades físicas e ocupacionais para “os seus filhos de quatro patas”.

O nosso dever, como proprietários informados, é de ensinar limites claros e necessários para conviver bem com a família e a sociedade em geral.

O quanto antes melhor!

 

Por que devemos adestrar nossos cães?Foto: Reprodução.

Por que devemos adestrar nossos cães?Foto: Reprodução.

 

Celebridades e seus cães entram no clima da Copa do Mundo 2018

por Samantha Kelly — publicado 4 jul 2018 - 13:36

Não tem como, é só começar a Copa que durante um mês o Brasil para e entra no clima, em uma das mais lindas torcidas do mundo.

Nesse período ninguém imune e todos entram na festa, incluindo os pets, que vestem verde e amarelo e, sem entender nada, representam os torcedores mais lindos do país.

Nessa alegria, muitas celebridades e artistas brasileiros que estão vibrando com a seleção compartilharam os momentos na torcida.

 » Read more about: Celebridades e seus cães entram no clima da Copa do Mundo 2018  »

Tosadora japonesa aperfeiçoa o visual bolinha e transforma poodle em ovelha

por Samantha Kelly — publicado 22 jun 2018 - 12:34

Sesame é um Poodle japonês que ganhou fama por causa de seu corte bolinha impecável que faria qualquer fashionista sentir inveja. O motivo de tanta comoção é o fato do penteado ter transformado o garotinho canino em uma ovelha.

Infelizmente Yoriko Hamachiyo, a tosadora responsável por essa obra prima da pelagem canina, não compartilhou um vídeo dos bastidores do corte.

Será que o Poodle, uma das raças caninas com penteados mais clássicos de todas,

 » Read more about: Tosadora japonesa aperfeiçoa o visual bolinha e transforma poodle em ovelha  »

Cães são peça chave na investigação do caso de Vitória Gabrielly

por Samantha Kelly — publicado 21 jun 2018 - 9:52

O auxílio canino no caso da morte de Vitória Gabrielly tem sido fundamental. Ate agora, tanto um pet quanto uma equipe de cães especializados, foram peças chaves na investigação do crime.

Em um primeiro momento, enquanto a polícia ainda tentava encontrá-la e havia a esperança da menina ainda estar viva, a pista da localização exata do paradeiro de Vitória veio de um catador de latinhas que estava passeando com seu cachorro.

O pet ficou intrigado com o cheiro forte que vinha da mata e começou a latir sem parar.

 » Read more about: Cães são peça chave na investigação do caso de Vitória Gabrielly  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Celebridades e seus cães entram no clima da Copa do Mundo 2018

por Samantha Kelly — publicado 4 jul 2018 - 13:36

Não tem como, é só começar a Copa que durante um mês o Brasil para e entra no clima, em uma das mais lindas torcidas do mundo.

Nesse período ninguém imune e todos entram na festa, incluindo os pets, que vestem verde e amarelo e, sem entender nada, representam os torcedores mais lindos do país.

Nessa alegria, muitas celebridades e artistas brasileiros que estão vibrando com a seleção compartilharam os momentos na torcida. Porém, quem roubou a cena mesmo foram os peludos. Tem Gisele, Grazi, Kevinho e muito mais.

Confiram alguns desses momentos abaixo:

 

Torcida organizada!! ✅ Vai Brasil!!!💛💚

A post shared by Gisele Bündchen (@gisele) on

Vamos Brasil 👻🇧🇷

A post shared by Kevinho (@kevinho) on

Essa vitória foi toda sua @treinadortite ⚽️🇧🇷

A post shared by Susana Vieira (@susanavieiraoficial) on

Sonequinha antes do jogo.Acorda Mano,vai começar!!!🙏✨✨✨Bora Braseeel!

A post shared by Reynaldo Gianecchini (@reynaldogianecchini) on

12 patas e 6 pés quentes aqui em casa!!! 🇧🇷

A post shared by José Loreto (@joseloreto) on

Vai Brazzzzeeellll 🇧🇷🇧🇷🇧🇷 #bbfloquinho❤🐶

A post shared by ladyfontenelle (@ladyfontenelle) on

 

Tosadora japonesa aperfeiçoa o visual bolinha e transforma poodle em ovelha

por Samantha Kelly — publicado 22 jun 2018 - 12:34

Sesame é um Poodle japonês que ganhou fama por causa de seu corte bolinha impecável que faria qualquer fashionista sentir inveja. O motivo de tanta comoção é o fato do penteado ter transformado o garotinho canino em uma ovelha.

Infelizmente Yoriko Hamachiyo, a tosadora responsável por essa obra prima da pelagem canina, não compartilhou um vídeo dos bastidores do corte.

Será que o Poodle, uma das raças caninas com penteados mais clássicos de todas, ganhará mais um modelo? Se depender de nós, votamos sim mil vezes.

Sério, o resultado é tão incrível que as fotos parecem montagem, mas não são.