Por que meu cachorro parece saber que horas são?

Seria a quantidade de luz, algum cheiro imperceptível aos nossos olfatos ou a própria rotina que entregariam os eventos corriqueiros do dia?

por Samantha Kelly — publicado 25 jul 2015 - 19:32

Essa ainda é uma pergunta que causa muito debate entre os pesquisadores e especialistas em comportamento canino. Teoricamente, ainda não há uma resposta fechada.

Para os tutores caninos, muitos irão atestar que de fato seus cães parecem antecipar situações rotineiras, como o retorno do trabalho de membros da família, a hora de comer ou do passeio. É como se eles entendessem o conceito de tempo, mesmo este sendo uma invenção humana tão abstrata.

Seria a quantidade de luz, algum cheiro imperceptível aos nossos olfatos ou a própria rotina que entregariam os eventos corriqueiros do dia?

Cientistas cognitivos têm grande interesse em entender como os animais formam a memória, principalmente porque os ajuda a penetrar nos mistérios de como os diferentes cérebros funcionam.

Foto: Reprodução.

Foto: Reprodução.

A memória de longo termo é dividida em duas categorias: memória implícita, nos auxiliando a praticar tarefas que já fizemos e repetimos por diversas vezes; e a memória declarativa, onde nós guardamos as experiências e informações que formam as histórias de nossas vidas.

Segundo Pavlov, cães e outros animais possuem memórias implícitas, utilizadas para o tipo de aprendizado tentativa e erro ou para respostas condicionadas. Entretanto, ainda há dúvidas se os animais não-humanos possuem memória declarativa, em outras palavras, se os animais teriam a habilidade de lembrar eventos passados.

Enquanto há muita evidência sugerindo que cães lembrem de pessoas e eventos, ainda é uma questão em aberto se eles conseguem viajar no tempo em suas mentes. A falta de respostas se dá porque os cachorros foram por muito tempo negligenciados em pesquisas. Os cientistas acreditavam que, já que os cães eram domesticados, não poderiam provar como a espécie natural se comporta. Apenas nos últimos 15 anos que houve uma maior análise na espécie.

Apesar de deixar claro que ainda não há evidências científicas, Locky Stewart, diretor do Dognition, sugere algumas teorias e ideias interessantes que explicariam o comportamento do pet em antecipar o horário da refeição.

Cães, como a maioria dos mamíferos, possuem ritmo circadiano, um senso interno que os diz quando devem dormir ou serem mais ativos. Seria então uma reação corporal, e não mental, que estaria detectando o horário. Então, se o cachorro está acostumado a comer em uma determinada hora, seu corpo se acostuma e fica com fome naquele período.

Mais uma explicação seria a habilidade dos animais de lerem sinais no ambiente, como a intensidade da luz ou um ruído específico.

Outros pesquisadores sugerem que os cães utilizam seus avançados sensos de olfato para identificar quanto tempo passou desde que um evento ocorreu. Depois que o tutor sai de casa, seu cheiro vai gradativamente esvaecendo à medida que as horas vão passando. Se o seu horário é relativamente regular, há uma possibilidade de o seu cão ter ligado a intensidade do seu cheiro à hora que você normalmente chega em casa.

No experimento trasmitido pelo canal inglês BBC e feito com a cadela Jazz, que parecia sempre prever a hora quando seu tutor estaria chegando, os pesquisadores a enganaram espalhando o odor de seu tutor pela casa um pouco antes dele retornar do trabalho. Diferente dos outros dias, Jazz se mostrou suspresa quando o tutor voltou para casa do trabalho. O horário foi o mesmo, porém, dessa vez o odor era mais forte.

Apesar de não ser uma prova concreta, não deixa de ser mais uma peça para o quebra cabeça. Com a atenção que os cães estão agora recebendo, é questão de tempo para que essa pergunta seja respondida de uma vez por todas.

 

 

Fonte: Wired, Dognition.

Conheça a grande paixão de Anajú Dorigon, o cachorrinho de estimação Woody

por Andrezza Oestreicher — publicado 24 abr 2018 - 17:32

A atriz Anajú Dorigon, que está no ar atualmente como a personagem Cecília na novela “Orgulho e Paixão”, é uma das nossas, apaixonada por animais.

Tutora de uma cadela vira-lata chamada Betty, que foi adotada pela família em uma feira de adoção em uma praça localizada perto da casa dos seus pais, Anajú queria um cãozinho pequeno para ela cuidar. Foi aí que surgiu em sua vida o pequeno Woody.

Minha vida !

 » Read more about: Conheça a grande paixão de Anajú Dorigon, o cachorrinho de estimação Woody  »

Mulher é flagrada abandonando cães em terreno baldio e não se intimida ao ser filmada

por Andrezza Oestreicher — publicado 24 abr 2018 - 13:42

Por motivos diversos, alguns fúteis e outros reais, algumas pessoas acabam doando seus animais para pessoas que vão cuidar deles com todo o amor ou para abrigos que vão encaminhá-los para adoção. Nestes casos, pensamos que “pelo menos” a pessoa teve a preocupação de encontrar um bom local para o pet ficar.

Porém, nós não entendemos porque, mesmo com a opção de doar, muitas pessoas ainda abandonam seus próprios animais na rua, sem nenhum tipo de preocupação ou remorso.

 » Read more about: Mulher é flagrada abandonando cães em terreno baldio e não se intimida ao ser filmada  »

De casa ao trabalho, Ana Maria Braga tem sempre a gostosa companhia de seus cachorros

por Andrezza Oestreicher — publicado 23 abr 2018 - 18:45

Tem muito tutor por aí que seria muito mais feliz no trabalho se pudesse ter a companhia do seu animal de estimação durante o tempo que precisa ficar fora de casa se dedicando a sua profissão.

Aqui no Brasil ainda são poucas as empresas que permitem a presença dos pets de seus funcionários. Mas algumas pessoas têm bastante sorte de poder ter a companhia de seus amados peludos em todo lugar, e uma delas é a querida apresentadora Ana Maria Braga.

 » Read more about: De casa ao trabalho, Ana Maria Braga tem sempre a gostosa companhia de seus cachorros  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Conheça a grande paixão de Anajú Dorigon, o cachorrinho de estimação Woody

por Andrezza Oestreicher — publicado 24 abr 2018 - 17:32

A atriz Anajú Dorigon, que está no ar atualmente como a personagem Cecília na novela “Orgulho e Paixão”, é uma das nossas, apaixonada por animais.

Tutora de uma cadela vira-lata chamada Betty, que foi adotada pela família em uma feira de adoção em uma praça localizada perto da casa dos seus pais, Anajú queria um cãozinho pequeno para ela cuidar. Foi aí que surgiu em sua vida o pequeno Woody.

Minha vida ! ❤️🦁 #woody #pom

A post shared by ANAJÚ (@anajudorigon) on

A atriz contou em uma entrevista para o Vídeo Show que quando decidiu que raça de cachorro queria (Lulu da Pomerânia), foi até um local conhecer alguns filhotes. Chegando lá, tinha um em especial que fazia muito barulho e que, quando foi solto, logo pulou em seu colo e começo a lamber o seu rosto. Era Woody.

“Quando soltaram os filhotes, ele veio correndo em direção a mim, pulou no meu colo, começou a me lamber e, desde então, a gente não se separou”, disse a atriz.

a m o r ❤️ #puppy #animals

A post shared by ANAJÚ (@anajudorigon) on

Anajú fala com muito amor e carinho de seu pequeno Woody Allen, nome completo do cãozinho. Ela diz que o cachorrinho, que já vive com a atriz há três anos, é seu melhor amigo e que ele traz muita luz para a sua vida. “Eu costumo brincar que ele é Meu arco-íris ambulante, é a maior felicidade que eu tenho, é o meu refúgio”, diz ela apaixonada por seu peludo.

A tutora contou ainda que tem sempre muito cuidado com a alimentação do cãozinho para que ele esteja com a saúde sempre em dia e tenha muita energia para brincar e confessou que o pequeno peludo tem loucura por bichinhos de pelúcia.

mi angelito 👼🦁 #pom #puppy

A post shared by ANAJÚ (@anajudorigon) on

Nós ficamos apaixonados pelo pequeno Woody Allen de Anajú Dorigon, e voccês?

Fonte: GShow

Mulher é flagrada abandonando cães em terreno baldio e não se intimida ao ser filmada

por Andrezza Oestreicher — publicado 24 abr 2018 - 13:42

Por motivos diversos, alguns fúteis e outros reais, algumas pessoas acabam doando seus animais para pessoas que vão cuidar deles com todo o amor ou para abrigos que vão encaminhá-los para adoção. Nestes casos, pensamos que “pelo menos” a pessoa teve a preocupação de encontrar um bom local para o pet ficar.

Porém, nós não entendemos porque, mesmo com a opção de doar, muitas pessoas ainda abandonam seus próprios animais na rua, sem nenhum tipo de preocupação ou remorso.

Mulher simplesmente coloca os animais para fora do carro, entra no veículo e vai embora. (Foto: Reprodução / Viral Hog)

No dia 13 de abril deste ano, 2018, uma mulher foi flagrada abandonando quatro cachorros de uma vez em uma área com terrenos baldios em San Antonio, no Texas, Estados Unidos.

Uma moradora da região viu no momento em que uma mulher saiu de um carro e retirou quatro cachorros lá de dentro. Ela chega bem perto e, enquanto filmava, tentava convencer a mulher a levar seus cachorros para o Animal Care Services, abrigo municipal que cuida e ajuda a buscar um novo lar para animais abandonados.

A mulher até parece escutar as dicas da moradora, que avisa que a multa pelo crime de abandono é de 500 dólares por cada animal abandonado. Mas a mulher retira o último animal do carro, entra no veículo e o motorista acelera de ré para irem embora. Uma pessoa que está sentada no banco de trás ainda faz um gesto obsceno com a mão para a moradora que estava gravando tudo.

(Vídeo: Reprodução / YouTube ViralHog)

De acordo com a moradora que gravou tudo, ela fez isso por estar cansada de ver animais sendo abandonados frequentemente na região onde vive.

Graças à moradora que fez o vídeo e rapidamente entrou em contato com o abrigo municipal, três dos quatro cachorros logo foram resgatados. De acordo com informações do local, a mulher responsável pelo abandono voltou ao lugar onde largou os animais, pegou o quarto cão e o levou para o Animal Care Services, onde se entregou.

A mulher que aparece no vídeo é a única suspeita do crime de abandono e pode ser acusada por cada um dos quatro cachorros que ela abandonou. A pessoa que está conduzindo o carro e a que está no banco de trás não foram identificadas.

Os animais ficam olhando para o carro sem entender o que está acontecendo. (Foto: Reprodução / Viral Hog)

Felizmente, dois dos quatro cachorros já foram adotados e encontraram um novo lar. Os outros dois buscam por um lar temporário enquanto esperam ser adotados.

Fonte: Daily Mail UK