Panela do Pet

Comida saudável para o seu cão e uma delícia!

por — publicado 22 mar 2014 - 4:21

Panela Pet, carinhosamente. Foto: Reprodução

Panela Pet, carinhosamente saudável. Foto: Reprodução

Baseando-se em diversas pesquisas sobre alimentação natural, nas características fisiológicas, nutricionais e nas necessidades de cada espécie, a Panela do Pet desenvolveu uma linha de produtos totalmente livre de corantes, de conservantes, de palatabilizantes, de transgênicos e qualquer aditivo químico.

As Comidas Caseiras da Panela do Pet são alimentos completos, garantem nutrição balanceada e saúde, contribuindo para o aumento na qualidade de vida e para a longevidade dos mascotes, podendo substituir por completo qualquer ração super premium.

Seus ingredientes são selecionados, manipulados in natura (sem congelamento, evitando perdas desnecessárias de nutrientes), cozidos a vapor (tipo de cozimento mais saudável) e desidratados (para durabilidade, segurança e redução de espaço de armazenamento). Dispensa refrigeração ou congelamento e é muito fácil de preparar. Basta adicionar água morna, aguardar 3 minutos e servir. É uma refeição prática, saudável e super saborosa!

Devido ao processo de desidratação, no qual grande parte da água dos ingredientes é retirada, a Comida Caseira dispensa refrigeração ou congelamento, garantindo segurança, já que a possibilidade de proliferação de organismos patogênicos é quase nula. Além disso, o volume ocupado é de praticamente um terço das rações, seu prazo de validade é de seis meses e pode ser entregue para todo o Brasil.

Mesmo após a hidratação, a consistência das carnes continua bastante firme, para que quando mastigadas, auxiliem na limpeza dos dentes, deixando-os sem acúmulo de tártaro e auxiliando na manutenção de um hálito fresco para o seu animal de estimação.

Os alimentos da Panela do Pet foram formulados com o auxílio de veterinários, engenheiros de alimentos, bioquímicos, nutricionistas e analisados em laboratório especializado em nutrição animal. Como todos os ingredientes são de alta qualidade, a absorção no organismo dos pets é excelente, gerando fezes discretas, de pequeno volume, com odor reduzido e consistência sequinha.

 

Outras vantagens:

– Alta palatabilidade
A Comida Caseira Panela do Pet possui uma grande taxa de aceitação (gatos podem exigir maior dedicação e insistência), pois seu sabor é incomparável;

– Redução de odores
Diminuição do popularmente conhecido “odor de cachorro’, permitindo um maior intervalo entre os banhos;

– Prevenção de doenças
Diminuição do aparecimento de alergias, coceiras e otites.

Panela Pet. Foto: Reprodução

Panela Pet. Foto: Reprodução

Bento, o mascote oficial da Panela do Pet, é um yorkshire de oito anos que trocou a ração pela Comida Caseira Panela do Pet desde o início deste ano e já vem demonstrando excelentes resultados. Além da felicidade, saúde e pelos mais bonitos, os sócios fizeram um levantamento dos custos antes e depois da transição e a conclusão foi de que, além de todos estes benefícios, a Panela do Pet é mais econômica que as principais rações super premium do mercado. Bento usou 2 marcas, uma indicava 100 gramas por dia e a outra, 112 gramas. A Panela do Pet, para cães de 5 kg de peso, recomenda 45 gramas, ou seja, a embalagem de 450 gramas dura 10 dias.

A Panela do Pet surgiu sociedade formada pela médica veterinária Fabíola Monteiro, pela bióloga Cassandra de Moraes e pelo designer Rafael Oliveira, amigos e apaixonados por seus pets, que queriam que estes tivessem uma vida mais longa e com saúde. Mas o que eles poderiam fazer? Começaram a conversar sobre o assunto e então surgiu a pergunta: o que fazem os humanos para terem elevada expectativa de vida com qualidade? Simples: alimentação saudável, balanceada e natural!

A empresa trabalha com produtos de composição fixa (sabor gado, frango e peixe) para qualquer idade, tanto para cães como para gatos. Além disso, desenvolve receitas exclusivas para mascotes com necessidades especiais, podendo ser formuladas pela médica veterinária da empresa ou adaptadas de receitas já preparadas pelo seu veterinário. O proprietário pode até sugerir os alimentos preferidos pelo seu pet devido a grande quantidade de ingredientes que a empresa disponibiliza.

Quer saber mais? Acesse www.paneladopet.com.br e conheça a alimentação natural com praticidade que está conquistando os focinhos mais exigentes.

Você pode comprar de qualquer lugar do Brasil através do site, por telefone (51) 3485-5958 ou consultar no site as lojas credenciadas. Para maiores esclarecimentos, envie e-mail para [email protected] e fale diretamente com nossa veterinária responsável.

Panela do Pet – Carinhosamente Saudável

panela-pet-alimentacao-saudavel-natural-

publieditorial

Coreia do Sul não vai parar de servir carne de cachorro durante Olimpíadas de Inverno

por Andrezza Oestreicher — publicado 17 fev 2018 - 18:40

Sabendo que o consumo de carne de cachorro é muito grande na Coreia do Sul, onde se acredita que este tipo de carne é uma rica fonte de energia e são abatidos cerca de 2 milhões de cães todos os anos, ativistas animais intensificaram ainda mais as campanhas para tentar dar fim a esta prática.

Além de diversos protestos realizados em Seul, capital da Coreia do Sul, também foram feitas petições on-line pedindo o boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pyeongchang 2018,

 » Read more about: Coreia do Sul não vai parar de servir carne de cachorro durante Olimpíadas de Inverno  »

Homem encontra cachorro perdido em frente a portão de fazenda

por Andrezza Oestreicher — publicado 17 fev 2018 - 9:34

Edi Paulo Dalbosco, policial aposentado, logo percebeu quando um cãozinho apareceu, no dia 13 de fevereiro, do lado de fora de uma fazenda localizada na região da zona rural de São Francisco de Paula, na Serra do Rio Grande do Sul, região onde vive.

De acordo com o Sr. Edi, ele até chegou a tentar levar o cachorro perdido para a sua casa, onde tem outros dois cães, mas o animal não quis sair de jeito nenhum de onde estava.

 » Read more about: Homem encontra cachorro perdido em frente a portão de fazenda  »

Mãe e filha escolhem o mesmo presente uma para outra e família ganha dois cachorros

por Andrezza Oestreicher — publicado 16 fev 2018 - 9:33

No dia 14 de fevereiro é comemorado o Valentine’s Day (ou dia de São Vallentin) em muitos países do mundo. A data é como o Dia dos Namorados para nós brasileiros, porém ainda mais amplo, pois, além de casais e romance, também são celebradas as relações de amor de amizade e entre familiares, como mães e pais e seus filhos.

Nos Estados Unidos, um vídeo que mostra o momento em que mãe e filha trocam presentes acabou viralizando nas redes sociais.

 » Read more about: Mãe e filha escolhem o mesmo presente uma para outra e família ganha dois cachorros  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Coreia do Sul não vai parar de servir carne de cachorro durante Olimpíadas de Inverno

por Andrezza Oestreicher — publicado 17 fev 2018 - 18:40

Sabendo que o consumo de carne de cachorro é muito grande na Coreia do Sul, onde se acredita que este tipo de carne é uma rica fonte de energia e são abatidos cerca de 2 milhões de cães todos os anos, ativistas animais intensificaram ainda mais as campanhas para tentar dar fim a esta prática.

Além de diversos protestos realizados em Seul, capital da Coreia do Sul, também foram feitas petições on-line pedindo o boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pyeongchang 2018, evento que teve sua abertura no dia 9 de fevereiro e segue até o dia 25 deste mesmo mês.

Ativistas fizeram protestos e intensificaram campanhas para acabar com o consumo de carne de cachorro. (Foto: Reprodução / AFP / Arquivos)

As próprias autoridades locais até tentaram intervir e evitar que carne de cachorro fosse servida por restaurantes na cidade sede das Olimpíadas de Inverno durante os dias em que o evento estivesse sendo realizado.

Porém, mesmo sendo oferecidos subsídios em troca dessa breve paralisação nas vendas de carne de cachorro, o oficial do governo de Pyeongchang, Lee Yong-Bae, informou que apenas dois, de um total de 12 restaurantes, acataram a solicitação.

Para evitar “uma impressão ruim dos estrangeiros”, os restaurantes substituíram os anúncios que mostram pratos feitos com carne de cachorro por pratos considerados “mais neutros”, como o yeomsotang (sopa de cabra).

Felizmente, de acordo com informações locais, à medida que os cães passam a ser vistos como animais de estimação, o consumo de carne de cachorro está diminuindo, principalmente entre a população mais jovem.

Fonte: Diário Catarinense / Agence France-Presse

Homem encontra cachorro perdido em frente a portão de fazenda

por Andrezza Oestreicher — publicado 17 fev 2018 - 9:34

Edi Paulo Dalbosco, policial aposentado, logo percebeu quando um cãozinho apareceu, no dia 13 de fevereiro, do lado de fora de uma fazenda localizada na região da zona rural de São Francisco de Paula, na Serra do Rio Grande do Sul, região onde vive.

De acordo com o Sr. Edi, ele até chegou a tentar levar o cachorro perdido para a sua casa, onde tem outros dois cães, mas o animal não quis sair de jeito nenhum de onde estava. Ele afirmou ainda que conversou com vizinhos para saber se alguém conhecia o animal, mas nenhum deles sabia de quem era o cachorro.

O cachorro não quer sair da frente deste portão que dá acesso a uma fazenda. (Foto: Reprodução / G1 / Edi Paulo Dalbosco)

O homem não pensa que o animal tenha sido abandonado. Ele acredita que o cachorro vive na fazenda ou deve ser dos proprietários do local. Ainda de acordo com o Sr. Edi, os donos do sítio vão até lá apenas nos finais de semana.

“Tem um pessoal que tem um sítio, fazenda, que vem no fim de semana e volta para a cidade. Provavelmente o cachorro se perdeu, seguiu o rastro até o portão e ficou ali esperando. Tentei chamar ele aqui para a minha morada, onde tenho mais dois, mas ele preferiu ficar”, contou o homem, que ficou preocupado com o cão e levou comida e água para ele.

Ainda na noite da última quinta-feira, dia 15 de fevereiro, o cão continuava no mesmo local. O Sr. Edi espera que os proprietários da fazenda visitem o local neste fim de semana e que o animal seja mesmo deles.

Caso alguém tenha informações que ajudem a encontrar os tutores do cachorro, é só entrar em contato através do número (54) 99954-9644.

Fonte: G1