Entrevista com Manoela Cesar sobre cães em casamentos

Jornalista especialista em casamentos nos explica o motivo dos cães cada vez mais participarem das cerimônias

por Samantha Kelly — publicado 2 nov 2014 - 22:08

Manoela Cesar. Foto: Divulgação

Manoela Cesar. Foto: Divulgação

Atualmente, há uma grande tendência de personalizar e se ver representado, e esse desejo se estende à produtos, eventos e momentos importantes. Com o casamento, isso não seria diferente.

Por ser um momento tão marcante, os noivos querem que tudo seja perfeito e inesquecível. São os eventos cada vez mais elaborados, com surpresas ou um toque singelo nos detalhes que expresse o amor daqueles que compartilham por uma noite seus votos e seus sonhos.

Na lista de convidados, a família não pode faltar. E quem tem cachorro sabe que ele é parte importante da família e sua presença se torna essencial.

Muitos exemplos fofíssimos e especiais estão disponíveis online, e na medida que se tornam cada vez mais comuns, como em um ciclo, inspiram outros tantos a trazer seus filhos caninos para a a comemoração.

Para explicar a mudança e modernização dos casamentos, conversamos com a jornalista Manoela Cesar, especialista em casamentos, que já trabalhou em grandes veículos diários no Rio de Janeiro e hoje é autora do Blog Colher de Chá – Noivas, projeto esse que ela mesma desenvolveu.

Confira essa entreviva muito bacana abaixo:

 

PdD) Tem sido cada vez mais comum vermos cães em casamentos. Quando houve essa mudança?

Acredito que o casamento vem se modificando como um todo nos últimos cinco anos. E especialmente nos ultimos dois anos, com o boom das redes sociais e instagram. O costume de personalizar as cerimonias e fazer com elas tenham “menos regras” e mais “personalidade” é uma tendência mundial e especialmente levar os cães para as cerimonias faz parte deste grande processo de valorizacao das cerimonias cada vez mais pessoais e muitas delas, ao ar livre.

 

PdD) Por que os casais hoje sentem a necessidade de ter a presença do cachorro no casamento?

Acredito que o casamento é um rito de passagem e cada vez mais ele vem sendo vivenciado desta forma, é menos uma “formalidade social” e cada vez mais uma festa do casal. Os cachorros de estimação são como filhos, como membros da família, e por isso ganham cada vez mais importância nas cerimonias em que os noivos querem homenagear as pessoas queridas e intimas. E de forma especial, os casamentos ao ar livre também são grande tendência e possibilitam que os cachorros interajam de forma mais livre do que numa igreja ou local fechado.

 

PdD) Qual o papel que o cachorro pode adquirir na cerimônia e como incluí-lo nesse momento tão especial?

Ele pode ter vários papeis, mas os mais comuns é ter o cachorro de estimação levando as alianças do casamento. Ou entrando como “pajens” e “daminhas” junto do cortejo infantil.

 

Casamento de Alexandre Rossi (Dr. Pet) e Cynthia Macarrão, com a presença ilustra fa filha canina do casal, a querida Estopinha. Fotos: Divulgação

Casamento de Alexandre Rossi (Dr. Pet) e Cynthia Macarrão, com a presença ilustre da filha canina do casal, a querida Estopinha. Fotos: Reprodução

 

PdD) Quais dicas você daria para quem deseja ter seu querido pet presente na cerimônia. Vale a pena chamar um adestrador para preparar o cachorro?

Acredito que se o casamento foi realizado ao ar livre nao é necessario adestra-lo. Basta que uma pessoa que o cachorro conheça bem (um dos irmãos dos noivos por exemplo) possa estar perto na hora de colocar as alianças e conduzi-lo para o altar. Ao ver os seus donos no altar, ele tenderá a caminhar em direção deles espontaneamente.

 

PdD) O código de vestimenta para humanos também se aplica ao cachorro?

É sempre divertido enfeitar o pet com uma “roupinha” especial para ocasião, como uma gravatinha, um laço ou até mesmo um “terninho” ou vestido. É super fofo e todos os convidados vão querer fotografar.

 

Casamento Luna e João. Foto: Reprodução

Casamento Luna e João. Foto: Reprodução

 

PdD) Como os noivos podem garantir que o cachorro estará confortável durante a comemoração. Vale a pena deixá-lo participar da festa ou é melhor levá-lo para casa?

O ideal é ter uma pessoa da familia, da confianca do cachorro, para supervisiona-lo na festa. E como a festa é para todo mundo relaxar e se divertir, o ideal mesmo é que ele possa estar em um ambiente ao ar livre, mas seguro, no qual ele possa brincar entre os convidados. Mas vale lembrar que se o cachorro for muito grande pode assustar as crianças da festa. É preciso ter cuidado para que todos possam interagir sem que ninguém deixe de brincar ou se divertir pela presença do cachorro.

 

PdD) Os cães podem participar da cerimônia religiosa ou apenas das comemorações fora da Igreja?

Acredito que apenas cachorros bem pequenos devam participar de cerimonias dentro da igreja e é preciso confirmar previamente com a paroquia se é permitida a entrada do cachorro. Em area ao ar livre, fica a critério dos noivos.

 

PdD) Com tanta experiência em casamentos, quais exemplos você lembra que realmente foram especiais e que tinham a presença de um cachorro.

Tenho alguns casamentos que marcaram, um deles é o do Dr Pet, que a gente publicou no blog, foi bem bacana! (Confira aqui) E recentemente um casal levou nada menos do que 5 cachorros (deles!) para a cerimonia, todos enfeitados! Adorei.

 

Casamento Júlia e Rogério. Foto: Divulgação

Casamento Júlia e Rogério. Foto: Reprodução

 

Califórnia proíbe a venda de animais provenientes de “fábricas de filhotes”

por Andrezza Oestreicher — publicado 17 out 2017 - 18:31

O governador da Califórnia, nos Estados Unidos, deu um enorme passo para o fim da comercialização de animais de estimação. A partir do ano que vem, será proibida a venda de cães, gatos e coelhos provenientes de criadores ilegais e de fábrica de filhotes no estado norte-americano.

De acordo com uma nova lei, que foi assinada pelo governador Jerry Brown no dia 13 de outubro e entrará em vigor no dia 1º de janeiro de 2019,

 » Read more about: Califórnia proíbe a venda de animais provenientes de “fábricas de filhotes”  »

Paolla Oliveira aproveita tempinho livre para relaxar com cachorro

por Andrezza Oestreicher — publicado 17 out 2017 - 9:36

A atriz Paolla Oliveira é uma amante de cachorros assumida e nós já demos muitas provas disso aqui no Portal do Dog.

Tutora de três cachorros (dois deles adotados) e 11 gatos, Paolla também é madrinha da ONG Paraíso dos Focinhos e sempre está participando de campanhas para ajudar a instituição, além de incentivar a adoção.

Pronta pra semana… Só que no horário de verão. 😂🙆

 » Read more about: Paolla Oliveira aproveita tempinho livre para relaxar com cachorro  »

Walt Disney World irá permitir a presença de cães em seus hotéis pela primeira vez

por Andrezza Oestreicher — publicado 16 out 2017 - 18:24

Pela primeira vez os hotéis e resorts do complexo Disney passaram a aceitar famílias hospedem também seus cachorros de estimação.

O Disney’s Yacht Club Resort, Disney Port Orleans Resort – Riverside, Disney’s Art of Animation Resort e o Disney’s Fort Wilderness Resort, todos localizados em Orlando, na Flórida, abriram suas portas ontem, dia 15 de outubro, para receber também hóspedes caninos.

Os animais não podem circular por todas as áreas dos hotéis e os quartos onde eles podem se hospedar com suas famílias ficam em andares específicos,

 » Read more about: Walt Disney World irá permitir a presença de cães em seus hotéis pela primeira vez  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Califórnia proíbe a venda de animais provenientes de “fábricas de filhotes”

por Andrezza Oestreicher — publicado 17 out 2017 - 18:31

O governador da Califórnia, nos Estados Unidos, deu um enorme passo para o fim da comercialização de animais de estimação. A partir do ano que vem, será proibida a venda de cães, gatos e coelhos provenientes de criadores ilegais e de fábrica de filhotes no estado norte-americano.

De acordo com uma nova lei, que foi assinada pelo governador Jerry Brown no dia 13 de outubro e entrará em vigor no dia 1º de janeiro de 2019, as lojas de animais e pet shops de toda a Califórnia só poderão oferecer animais vindos de abrigos ou provenientes de resgates.

Os locais conhecidos como “fábricas de filhotes”, na maioria das vezes, não possuem a estrutura certa para manter os animais. (Foto: Reprodução / Gaikphotos)

As lojas que forem flagradas vendendo animais vindos de criadores ilegais ou de fábricas de filhotes poderão receber multas de até 500 dólares.

Essa proibição tem como objetivo acabar com as chamadas “fábricas de filhotes”, locais onde animais são confinados apenas com a finalidade de reproduzir para que os donos tenham lucro financeiro com a venda dos filhotes. E tudo isso em larga escala, ou seja, em grandes quantidades.

A preocupação com este tipo de comércio é muito grande, pois esses locais não oferecem a estrutura e nem os cuidados que os animais precisam, tanto matrizes (como são conhecidas as cadelas reprodutoras, as mamães) quanto filhotes.

Nesses locais, as cadelas matrizes, as mães, não recebem nenhum tipo de cuidado e são bastante negligenciadas. (Foto: Reprodução / One Green Planet)

Essa falta de cuidados e condições pode causar doenças e até traumas nos animais. Além disso, na maioria das vezes as pessoas que compram animais provenientes destes lugares nem imaginam como os bichinhos viviam antes de serem levados para o novo lar.

36 cidades da Califórnia, incluindo Los Angeles, San Francisco e San Diego, já proíbem a criação em massa, em grande quantidade. Agora, a proibição da venda é em todo o estado. Porém, criadores particulares ainda poderão vender animais de forma independente.

Nas “fábricas de filhotes” os animais vivem amontoados e muitas vezes em meio a muitas sujeiras. (Foto: Reprodução / schnauzerfriendsza)

“Quando os consumidores compram cachorros e gatinhos nas lojas de animais, desconhecem, muitas vezes, a origem dos animais e contribuem para uma indústria triste e de sofrimento”, disse Deborah Howard, presidente da Companion Animal Protection Society (CAPS), que acredita que a mudança irá ajudar a quebrar um ciclo de crueldade e maus-tratos, principalmente com as cadelas utilizadas apenas para procriar e que acabam sendo descartadas quando não podem mais ter filhotes.

Fonte: The Telegraph / Jornal de Notícias

Paolla Oliveira aproveita tempinho livre para relaxar com cachorro

por Andrezza Oestreicher — publicado 17 out 2017 - 9:36

A atriz Paolla Oliveira é uma amante de cachorros assumida e nós já demos muitas provas disso aqui no Portal do Dog.

Tutora de três cachorros (dois deles adotados) e 11 gatos, Paolla também é madrinha da ONG Paraíso dos Focinhos e sempre está participando de campanhas para ajudar a instituição, além de incentivar a adoção.

Pronta pra semana… Só que no horário de verão. 😂🙆

A post shared by Paolla Oliveira (@paollaoliveirareal) on

Paolla também parece ser do time daqueles que adoram passar qualquer tempo que tem livre com seus animais. Na reta final das gravações da novela a “A Força do Querer”, onde interpreta a policial Jeiza, a atriz curtiu a manhã da última segunda-feira, dia 16 de outubro, relaxando com um de seus cachorros e publicou uma imagem no seu perfil oficial no Instagram.

Junto da foto, que mostra a atriz deitada com um de seus cães em uma rede Paolla escreveu: “Pronta pra semana… Só que no horário de verão.”

Algumas horas depois, Paolla publicou mais uma foto com outro animal, dessa vez com o cachorro Iron, um cão policial da raça Pastor Belga Malinois com quem ela divide a cena na novela.

“Ganhando um carinho nas últimas gravações com meu fiel escudeiro em #AForçaDoQuerer. Vou sentir muita saudade do Iron. E vocês?”, escreveu a atriz, que parece bastante apegada ao animal, na legenda da foto.

Ganhando um carinho nas últimas gravações com meu fiel escudeiro em #AForçaDoQuerer. Vou sentir muita saudade do Iron. E vocês? 😢😘

A post shared by Paolla Oliveira (@paollaoliveirareal) on

Nós já falamos aqui que Paolla até demonstrou certo interesse em adotar o cão, que atualmente pertence ao Batalhão de Ações com Cães da Polícia Militar do Rio de Janeiro, mas que está pertinho de se aposentar.

Nós continuamos torcendo para que a atriz acabe ficando mesmo com Iron e lhe dê muito amor e a aposentadoria que ele merece, assim como ela faz como todos os seus animais.