Entrevista exclusiva com Alexandre Rossi

Ao lado de seus cães Estopinha e Barthô, o especialista em comportamento animal contou algumas novidades ao Portal do Dog.

por Karina Sakita — publicado 9 nov 2015 - 20:37

Durante a 14ª edição da Pet South America, o especialista em comportamento animal, Alexandre Rossi, deu uma entrevista exclusiva ao Portal do Dog.

Ao lado de seus cães celebridades Estopinha e Barthô, ele contou algumas novidades, falou sobre a expansão da Cão Cidadão, do orgulho que sente de seus filhos de quatro patas e da parceria com o PdD.

A maior surpresa ficou para o final da entrevista, quando Alexandre contou que terá um novo pet no ano que vem.

Confira a entrevista:

 

 

Reportagem: Karina Sakita e Samantha Kelly
Imagens: Fabricio Ladeira
Edição: Samantha Kelly
Agradecimentos Especiais: Alexandre Rossi, Estopinha, Barthô e Cão Cidadão (www.caocidadao.com.br).

 

Entrevista transcrita:

Alexandre Rossi e seus cães Estopinha e Barthô. (Foto: Karina Sakita)

Alexandre Rossi e seus cães Estopinha e Barthô. (Foto: Karina Sakita)

PdD) Tem alguma novidade que você pode antecipar para o público?

Bom, eu tenho uma novidade que eu acho que vai ser a primeira vez que eu vou falar, assim gravando, que a gente vai pra Discovery. Eu tava na Nat Geo e agora a gente vai fazer uma temporada na Discovery, no Animal Planet, e estamos super animados. Eu não posso falar ainda exatamente o que é, mas é diferente do que eu fazia na Nat Geo e to com uma expectativa bem alta para esse projeto. To louco pra começar.

 

PdD) Você e a Cão Cidadão têm transformado a relação entre humanos e cães com um serviço de adestramento que cresce cada dia mais. Existe a intenção de expandir para outras regiões?

A gente tem um projeto de expansão bem legal, bem, vamos dizer assim, até agressivo porque a gente tem um público que dá muito carinho, que acredita na gente. E eles sentem falta de ter pessoas da Cão Cidadão pra ajudar. E a gente já começou a expandir esse ano. E ano que vem a gente vai expandir mais. A gente vai começar com o Rio Grande do Sul ano que vem e a gente vai tá aumentando nossa equipe em Belo Horizonte, em Curitiba, em Campinas… Então já estamos em várias cidades.

 

Estopinha. (Foto: Karina Sakita)

Estopinha. (Foto: Karina Sakita)

PdD) Como é ser pai de dois cães celebridades e o que você considera mais importante nesse contato da Estopinha e do Barthô com o público?

Olha, eu sou muito orgulhoso em ter dois cães que são celebridades. Essa aqui (Estopinha) especialmente, ela ficou muito famosa no Facebook. Então é muito divertido. Às vezes, eles são tão celebridades que eu acho que formou fila pra tirar foto comigo e na verdade as pessoas estão querendo tirar foto com eles. Em alguns casos eles pedem até “será que você poderia se afastar um pouquinho?”, eu morro de dar risada. Eu acho assim, super divertido. E pra gente é extremamente positivo essa associação das pessoas têm de gostar deles porque ajuda a passar mensagem. Uma coisa é você falar sem poder mostrar, né. Então as pessoas vêem que tem uma relação muito saudável e muito próxima. Então a gente, vamos dizer assim, acaba inspirando as pessoas a tratar melhor dos animais e a compreende-los melhor.

 

PdD) A parceria entre o Portal do Dog, Cão Cidadão e Alexandre Rossi foi recebida muito bem pelos nossos leitores. Como você analisa esse projeto?

A parceria com o Portal do Dog é muito legal. Tenho orgulho em poder contar com diversos parceiros para que a notícia chegue à todos os lugares. Eu acho que quanto mais a gente conseguir divulgar coisas que possam melhorar a convivência das pessoas com os animais, melhor. E nada melhor do que os meios de comunicação pra nos ajudar a fazer isso. Então esse tipo de relacionamento é muito importante e através deles. Não adianta a gente estudar, não adianta a gente aprender, se a gente não for transmitir. Então hoje eu tenho assim, eu me sinto privilegiado de ter uma turma muito bacana, de ter parcerias muito importantes para que eu possa viajar, para que eu possa estudar e eu fico fazendo só isso da vida praticamente, né. E curtindo minha família e meus bichos. E graças à todas as parcerias, a gente consegue levar esses conhecimentos. E é ótimo porque eu tenho muita curiosidade e eu gosto muito de viajar, eu gosto muito de aprender. E agora eu tenho com quem dividir. E isso faz com que eu sinta que não estou só aprendendo pra mim, to aprendendo pra mudar a vida de todo mundo e principalmente dos animais.

 

Barthô. (Foto: Karina Sakita)

Barthô. (Foto: Karina Sakita)

PdD) Para finalizar, mande um recado para o público do Portal do Cat…

Pros donos de gato, eu adoro gato e essa provavelmente vai ser uma das novidades. Eu tenho que falar baixo porque eles não sabem ainda, mas eu já estou pensando em adaptar a casa e acho que ano que vem, mais pro final do ano que vem vai acontecer. Eu tive gatos antes de ter cachorro, e eu amo amo amo. E finalmente acho que to em condições de ter um gato de novo, porque eu viajei, mudei de casa muitas vezes e ia atrapalhar. Aguardem porque daqui a pouco vai ter uma Estopinha felina.

Coreia do Sul não vai parar de servir carne de cachorro durante Olimpíadas de Inverno

por Andrezza Oestreicher — publicado 17 fev 2018 - 18:40

Sabendo que o consumo de carne de cachorro é muito grande na Coreia do Sul, onde se acredita que este tipo de carne é uma rica fonte de energia e são abatidos cerca de 2 milhões de cães todos os anos, ativistas animais intensificaram ainda mais as campanhas para tentar dar fim a esta prática.

Além de diversos protestos realizados em Seul, capital da Coreia do Sul, também foram feitas petições on-line pedindo o boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pyeongchang 2018,

 » Read more about: Coreia do Sul não vai parar de servir carne de cachorro durante Olimpíadas de Inverno  »

Homem encontra cachorro perdido em frente a portão de fazenda

por Andrezza Oestreicher — publicado 17 fev 2018 - 9:34

Edi Paulo Dalbosco, policial aposentado, logo percebeu quando um cãozinho apareceu, no dia 13 de fevereiro, do lado de fora de uma fazenda localizada na região da zona rural de São Francisco de Paula, na Serra do Rio Grande do Sul, região onde vive.

De acordo com o Sr. Edi, ele até chegou a tentar levar o cachorro perdido para a sua casa, onde tem outros dois cães, mas o animal não quis sair de jeito nenhum de onde estava.

 » Read more about: Homem encontra cachorro perdido em frente a portão de fazenda  »

Mãe e filha escolhem o mesmo presente uma para outra e família ganha dois cachorros

por Andrezza Oestreicher — publicado 16 fev 2018 - 9:33

No dia 14 de fevereiro é comemorado o Valentine’s Day (ou dia de São Vallentin) em muitos países do mundo. A data é como o Dia dos Namorados para nós brasileiros, porém ainda mais amplo, pois, além de casais e romance, também são celebradas as relações de amor de amizade e entre familiares, como mães e pais e seus filhos.

Nos Estados Unidos, um vídeo que mostra o momento em que mãe e filha trocam presentes acabou viralizando nas redes sociais.

 » Read more about: Mãe e filha escolhem o mesmo presente uma para outra e família ganha dois cachorros  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Coreia do Sul não vai parar de servir carne de cachorro durante Olimpíadas de Inverno

por Andrezza Oestreicher — publicado 17 fev 2018 - 18:40

Sabendo que o consumo de carne de cachorro é muito grande na Coreia do Sul, onde se acredita que este tipo de carne é uma rica fonte de energia e são abatidos cerca de 2 milhões de cães todos os anos, ativistas animais intensificaram ainda mais as campanhas para tentar dar fim a esta prática.

Além de diversos protestos realizados em Seul, capital da Coreia do Sul, também foram feitas petições on-line pedindo o boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pyeongchang 2018, evento que teve sua abertura no dia 9 de fevereiro e segue até o dia 25 deste mesmo mês.

Ativistas fizeram protestos e intensificaram campanhas para acabar com o consumo de carne de cachorro. (Foto: Reprodução / AFP / Arquivos)

As próprias autoridades locais até tentaram intervir e evitar que carne de cachorro fosse servida por restaurantes na cidade sede das Olimpíadas de Inverno durante os dias em que o evento estivesse sendo realizado.

Porém, mesmo sendo oferecidos subsídios em troca dessa breve paralisação nas vendas de carne de cachorro, o oficial do governo de Pyeongchang, Lee Yong-Bae, informou que apenas dois, de um total de 12 restaurantes, acataram a solicitação.

Para evitar “uma impressão ruim dos estrangeiros”, os restaurantes substituíram os anúncios que mostram pratos feitos com carne de cachorro por pratos considerados “mais neutros”, como o yeomsotang (sopa de cabra).

Felizmente, de acordo com informações locais, à medida que os cães passam a ser vistos como animais de estimação, o consumo de carne de cachorro está diminuindo, principalmente entre a população mais jovem.

Fonte: Diário Catarinense / Agence France-Presse

Homem encontra cachorro perdido em frente a portão de fazenda

por Andrezza Oestreicher — publicado 17 fev 2018 - 9:34

Edi Paulo Dalbosco, policial aposentado, logo percebeu quando um cãozinho apareceu, no dia 13 de fevereiro, do lado de fora de uma fazenda localizada na região da zona rural de São Francisco de Paula, na Serra do Rio Grande do Sul, região onde vive.

De acordo com o Sr. Edi, ele até chegou a tentar levar o cachorro perdido para a sua casa, onde tem outros dois cães, mas o animal não quis sair de jeito nenhum de onde estava. Ele afirmou ainda que conversou com vizinhos para saber se alguém conhecia o animal, mas nenhum deles sabia de quem era o cachorro.

O cachorro não quer sair da frente deste portão que dá acesso a uma fazenda. (Foto: Reprodução / G1 / Edi Paulo Dalbosco)

O homem não pensa que o animal tenha sido abandonado. Ele acredita que o cachorro vive na fazenda ou deve ser dos proprietários do local. Ainda de acordo com o Sr. Edi, os donos do sítio vão até lá apenas nos finais de semana.

“Tem um pessoal que tem um sítio, fazenda, que vem no fim de semana e volta para a cidade. Provavelmente o cachorro se perdeu, seguiu o rastro até o portão e ficou ali esperando. Tentei chamar ele aqui para a minha morada, onde tenho mais dois, mas ele preferiu ficar”, contou o homem, que ficou preocupado com o cão e levou comida e água para ele.

Ainda na noite da última quinta-feira, dia 15 de fevereiro, o cão continuava no mesmo local. O Sr. Edi espera que os proprietários da fazenda visitem o local neste fim de semana e que o animal seja mesmo deles.

Caso alguém tenha informações que ajudem a encontrar os tutores do cachorro, é só entrar em contato através do número (54) 99954-9644.

Fonte: G1