PdD entrevista os responsáveis pelo Projeto Mundo Cão

O projeto tem como intuito viajar do Brasil ao Alasca conscientizando sobre a causa animal

por Samantha Kelly — publicado 19 ago 2014 - 12:22

Sempre é um alívio muito grande quando encontramos pessoas que verdadeiramente se doam e escolhem o caminho mais difícil de fazer a diferença ao seu redor.

Projeto Mundo Cão. Foto: Divulgação

Projeto Mundo Cão. Foto: Divulgação

Abrem mão do conforto, da convivência com pessoas queridas, de seu tempo e  recursos financeiros para tornar o mundo um lugar mais humano e justo.

E com cada ação, seja doando um sorriso, esperança, alimento ou água, nos permitem acreditar que temos um impacto na vida do outro.

O trabalho do casal Eleni e Sergio, fundadores do Projeto Mundo Cão, se encaixa perfeitamente na descrição acima. Eles planejam viajar do Brasil ao Alasca, ao todo uma viagem que percorrerá mais de 60 mil quilômetros, espalhando ideias de conscientização animal e no percurso distribuindo ração e água.

Eles já tiveram uma primeira experiência indo até a Patagônia, que você pode seguir no Diário de Bordo da dupla, e os frutos realmente foram incríveis.

Projetos assim nos dão vontade de levantar e fazer algo, e precisamos desesperadamente de mais exemplos como esse.

Confira a entrevista muito bacana que a Eleni e o Sergio concederam ao Portal do Dog e embarquem com o Projeto Mundo Cão nessa aventura de amor e dedicação aos animais.

 

Projeto Mundo Cão. Foto: Divulgação

Projeto Mundo Cão. Foto: Divulgação

PdD) Quando vocês despertaram para a causa animal e o que os fez embarcar nessa aventura?

Sempre amamos e respeitamos os animais, os enxergamos como criaturas que vieram a terra para nos ensinar os valores mais puros que existem, como o amor gratuito, a gratidão e a fidelidade, sentimentos que nós seres humanos conhecemos muito bem, mas infelizmente muitas vezes não colocamos em prática. Quando perdemos nosso cãozinho que convivemos durante 16 anos, achamos que seria a hora certa de tirar nossos sonhos do papel e transformamos a dor da perda de um grande companheiro num projeto voltado aos animais que vivem á própria sorte pelas ruas.

 

Projeto Mundo Cão. Foto: Divulgação

Projeto Mundo Cão. Foto: Divulgação

 

Projeto Mundo Cão. Foto: Divulgação

Projeto Mundo Cão. Foto: Divulgação

PdD) Conte-nos sobre o trabalho de assistência voluntária que realizavam com os moradores de rua e seus companheiros pets.

Desde 2007, e ainda hoje, trabalhamos voluntariamente com moradores de rua, levando lanches, cobertores e roupas, a maioria deles tem seu fiel amigo, um cachorro, as vezes dois ou até mais, começamos levar ração para eles também, todos os domingos de manhã pelos bairros do ABC Paulista, onde moramos. Trabalho esse que contamos com muita colaboração de duas pessoas, o José Luis e a Cleuza, pai e tia do Sérgio. Ele que todos os domingos está no trabalho de rua junto com a gente e ela que colabora mensalmente com dinheiro para que o trabalho realmente possa acontecer. Fora isso, sempre fazemos campanhas de arrecadação com amigos e conhecidos que sempre estão dando uma força.

 

projeto-mundo-cao-entrevista-viagem-alasca (2)

Projeto Mundo Cão. Foto: Divulgação

 

PdD) Como surgiu o Projeto Mundo Cão e quem faz parte dele.

Juntos a quase vinte anos, somos um casal que sempre gostou muito de viajar e a ideia de uma Road Trip já existia desde muito tempo, viajar de carro sempre nos fascinou,  começamos a planejar uma longa viagem pelo mundo, agregando um trabalho social. Já tínhamos o trabalho e sabíamos a causa que gostaríamos de abraçar, então foi só ajustar detalhes e  começar a correr atrás para as coisas começarem a acontecer.

 

Projeto Mundo Cão. Foto: Divulgação

Projeto Mundo Cão. Foto: Divulgação

 

PdD) Como foi essa primeira experiência até a Patagônia.

A primeira fase que foram 30 dias , percorrendo 15.000 quilômetros pela Patagônia. Vivemos uma experiência transformadora, retratamos tudo no  nosso site www.projetomundocao.com.br,  tínhamos  certeza que viajar e agregar um projeto seria maravilhoso, mas não tínhamos consciência do quanto isso iria nos transformar como pessoas, mudando  nossos valores , nossa maneira de ver a vida e que somos capazes sim de ver nossos sonhos se tornando realidade.

 

projeto-mundo-cao-entrevista-viagem-alasca (4)

Projeto Mundo Cão. Foto: Divulgação

 

Mamãe e seus filhotes. Foto: Divulgação

Mamãe e seus filhotes. Foto: Divulgação

PdD) Alguma história marcante nessa primeira etapa da viagem que possa ser compartilhada com nossos leitores.

Virar as costas  e ir embora foi a pior parte sempre, não chorar era quase impossível, histórias que nos marcaram tiveram muitas, mas a noite de ano novo nos reservou a maior surpresa que podíamos esperar…   Diana, a mamãe heroína …a história completa   está aqui  http://projetomundocao.com.br/site/trewua-as-amigas-protetoras-dos-animais/ talvez por ser ano novo, por ser uma história do amor mais puro que existe, o de mãe… Concluimos que anjos realmente existem  e não saem por ai somente nas noites de natal, saem nas de ano novo também..

 

PdD) Porque ir até o Alasca. O percurso tem algum significado simbólico.

Para a primeira fase já concluída, e  a segunda fase que está por vir, queremos percorrer o nosso Continente do extremo sul ao extremo norte, passando pelas três Américas, completando esse mapeamento,  já planejando  para depois do nosso retorno do Alasca em 2016, uma expedição pelo Brasil todo, divulgando toda nossa experiência e fechando esse ciclo das Américas. Lógico que a pretensão e dar continuidade ao Projeto e completar uma fascinante volta ao mundo.

 

Projeto Mundo Cão. Foto: Divulgação

Projeto Mundo Cão. Foto: Divulgação

 

PdD) Como tem sido a preparação para a viagem ao Alasca.

A primeira fase teve uma condição mais tranquila, viajamos de férias,  e aproveitamos a viagem como tal. Porém, tivemos que fazer escolhas e seguir com o projeto nos forçou a tomar algumas decisões,  dentre elas largar nossos empregos, família, amigos, uma casa confortável e uma vida completamente estável para viver dentro de um  carro ,  durante um ano,  saindo totalmente da nossa zona de conforto e aprendendo a viver com muito menos e de maneira muito simples.

 

Projeto Mundo Cão. Foto: Divulgação

Projeto Mundo Cão. Foto: Divulgação

 

PdD) Explique para os nossos leitores o que é o Mundrunga e como foi a adaptação do veículo para as necessidades à vista.

A preparação para ficar um ano fora de casa , vivendo como nômades dentro de um carro, não é tão simples como parece, vacinas, seguro saúde, vistos, documentações,   nossas e do carro, manutenção e preparação da nossa Defender que apelidamos de Mundrunga , que como consta num dicionário informal significa, mulher feia, com aparência fora dos padrões de beleza da sociedade, e ainda uma espécie de feiticeira… pronto é a cara dela,  e de verdade, ela nos enfeitiçou! Para viver um ano dentro dela,  estamos fazendo varias adaptações como, barraca de teto, armários, bateria auxiliar, geladeira, fogão, entre outras coisas…para conseguirmos viver com  o mínimo de segurança e conforto que esse tipo de viagem exige. Esta que uma das partes mais difíceis, pois fazemos tudo com recursos próprios.

 

Projeto Mundo Cão. Foto: Divulgação

Projeto Mundo Cão. Foto: Divulgação

 

Projeto Mundo Cão. Foto: Divulgação

Projeto Mundo Cão. Foto: Divulgação

PdD) Como vocês pretendem ajudar aos que encontrarem nesse longo caminho.

Nosso trajeto será de mais ou menos  60.000 quilômetros de ida e volta até o Alasca, passaremos por 15 países. Distribuiremos ração, água e um momento de carinho para essas pobres criaturas abandonadas à própria sorte. Sabemos que um pote de ração, não mudará a realidade de um animal abandonado, mas o foco principal do nosso projeto é provar que com gestos simples e singelos podemos legitimar a ação de enxergar o outro, seja ele uma pessoa ou um animal.  Criar uma rede social real e sustentável, onde as pessoas saiam do lugar comum e comecem a se conscientizar que fazemos parte de um todo, que  só é possível uma transformação se mudarmos nossa mentalidade, cada um fazendo sua parte.

 

Projeto Mundo Cão. Foto: Divulgação

Projeto Mundo Cão. Foto: Divulgação

 

PdD) O diário de bordo de vocês é maravilhoso. Podemos esperar atualiações também na viagem ao Alasca?

Seguiremos atualizando nosso  diário de bordo, com conteúdo simples, de leitura fácil e divertida,  para que todos que acompanharem sintam exatamente o que sentimos, vejam através dos nossos olhos  e acompanhem essa viagem que é  muito importante para nós. Retrataremos o conteúdo em fotos , vídeos  e nas  redes sociais, com um olhar de pessoas comuns que somos e com fatores reais de um mundo como ele realmente é e não como imaginamos.

 

Projeto Mundo Cão. Foto: Divulgação

Projeto Mundo Cão. Foto: Divulgação

 

Projeto Mundo Cão. Foto: Divulgação

Projeto Mundo Cão. Foto: Divulgação

PdD) Como as pessoas podem ajudar o projeto e o trabalho que vocês fazem

Vocês estão ricos? Vão ficar um ano sem trabalhar? Isso é o que mais escutamos… e a resposta é não! Iremos viver esse ano com o aluguel do nosso apartamento e de uma pequena poupança que estamos fazendo, vendemos alguns produtos para reverter fundos para o projeto e ainda buscamos parcerias e patrocínios de empresas . Estamos trabalhando muito, fazendo coisas que jamais acreditamos sermos capazes, pesquisando,  planejando, executando, estudando. Resolvemos dar outro sentido as nossas vidas , viver uma mudança pessoal, exercitar o desprendimento, viver experiências transformadoras e realizar nossos maiores desejos, mesmo sabendo que poderemos pagar um preço por isso, mas temos certeza que voltaremos pessoas muito melhores e muito mais humanas.

 

Atleta do UFC Cláudia Gadelha tem ajuda de cachorrinho em nova fase de vida e carreira

por Andrezza Oestreicher — publicado 22 set 2017 - 9:28

Mudanças nem sempre são fáceis, principalmente quando elas são grandes e quando precisamos passar por elas sozinhas. Como é o caso da mudança do Brasil para os Estados Unidos que a atleta do UFC Cláudia Gadelha passou há pouco tempo.

Além de precisar passar por tudo isso sem nenhum membro de sua família ao seu lado, a lutadora também está com treinadores novos.

Seja bem vindo, bebe!! Welcome to my baby!! #teamclaudia #TeamCG #thisisfancy #myfancydog

 » Read more about: Atleta do UFC Cláudia Gadelha tem ajuda de cachorrinho em nova fase de vida e carreira  »

Após forte terremoto que deixou muitos mortos, México comemora resgate de cachorro

por Andrezza Oestreicher — publicado 21 set 2017 - 18:23

Infelizmente, novos desastres naturais aconteceram e trouxeram muita dor e transtornos. Dessa vez, um forte terremoto de magnitude de 7.1abalou o México no dia 19 de agosto, última terça-feira.

Essa magnitude de terremoto é muito forte e os danos que ela pode causar são incontáveis. Muitas pessoas perderam suas casas e muitas pessoas morreram. De terça-feira para cá as buscas por pessoas com vida em meio aos escombros não param. Não só por pessoas,

 » Read more about: Após forte terremoto que deixou muitos mortos, México comemora resgate de cachorro  »

Patrick Stewart não poderá ficar com cadelinha que pretendia adotar após dar lar temporário

por Andrezza Oestreicher — publicado 21 set 2017 - 9:38

Há cerca de seis meses, o ator Patrick Stewart, que participou de vários filmes, mas é mais conhecido por seu papel como Professor Charles Xavier em X-Men, encantou ainda mais seus fãs ao abrir as portas de sua casa nos Estados Unidos para dar lar temporário para uma cadelinha resgatada.

Ginger, que é da raça Pit Bull, logo ganhou o coração de Patrick e o de sua esposa com toda a sua doçura, apesar do passado difícil que teve antes de ser resgatada.

 » Read more about: Patrick Stewart não poderá ficar com cadelinha que pretendia adotar após dar lar temporário  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Atleta do UFC Cláudia Gadelha tem ajuda de cachorrinho em nova fase de vida e carreira

por Andrezza Oestreicher — publicado 22 set 2017 - 9:28

Mudanças nem sempre são fáceis, principalmente quando elas são grandes e quando precisamos passar por elas sozinhas. Como é o caso da mudança do Brasil para os Estados Unidos que a atleta do UFC Cláudia Gadelha passou há pouco tempo.

Além de precisar passar por tudo isso sem nenhum membro de sua família ao seu lado, a lutadora também está com treinadores novos.

Seja bem vindo, bebe!! Welcome to my baby!! #teamclaudia #TeamCG #thisisfancy #myfancydog

A post shared by CG (@claudiagadelhaufc) on

Para ajudar nesse período de adaptação após a mudança, que aconteceu bem perto de sua próxima grande luta no UFC Japão, realizada hoje na cidade de Saitama, a atleta decidiu levar um cachorrinho para a sua nova casa.

O cachorro Pablo, um pequeno filhote que logo se tornou um membro de sua família, entrou na vida de Gadelha em junho deste ano e está tornando a vida e a adaptação da atleta em Albuquerque, cidade localizada no estado americano do Novo México e onde a lutadora está morando, muito melhor e mais tranquila.

Meio de semana corrido por aqui, mas o sorriso está sempre estampado no nosso rosto. Obrigada Senhor por permitir com que eu trabalhe com o que amo. As artes marciais definem caráter e aproxima o adolescente rebelde da família. Estimule a pratica do esporte! Salve uma vida. Seja grato. Que Deus abençoe a quarta feira de vocês!! Half of the week for me, a lot work to do still but we are always smiling. Thank you Lord for letting me do what I love as a job. Martial arts is a beautiful thing, builds character and makes families stick together even more. We gotta stimulate the practice of sport!! Save a life. Be thankful. Have a great Wednesday everyone!! #teamclaudia #teamCG #mma #ufc #ufcjapao #ufcjapan #elevationtraining #newmexico #bullterrierlovers

A post shared by CG (@claudiagadelhaufc) on

“Estou sozinha aqui nos Estados Unidos e não tenho nenhum membro da minha família por perto, apenas meus treinadores, que são novos na minha vida. Então, o Pablo vem me ajudando bastante”, contou Cláudia Gadelha para o site UOL Esporte.

A atleta Cláudia Gadelha vai protagonizar, junto com a também brasileira Jéssica Bate-Estaca, a segunda luta mais importante do UFC Japão. Com certeza, Gadelha terá um novo e especial torcedor a seu favor, o pequeno Pablo.

Fonte: UOL Esporte

Após forte terremoto que deixou muitos mortos, México comemora resgate de cachorro

por Andrezza Oestreicher — publicado 21 set 2017 - 18:23

Infelizmente, novos desastres naturais aconteceram e trouxeram muita dor e transtornos. Dessa vez, um forte terremoto de magnitude de 7.1abalou o México no dia 19 de agosto, última terça-feira.

Essa magnitude de terremoto é muito forte e os danos que ela pode causar são incontáveis. Muitas pessoas perderam suas casas e muitas pessoas morreram. De terça-feira para cá as buscas por pessoas com vida em meio aos escombros não param. Não só por pessoas, mas também animais.

Todos estão ajudando nas buscas. As equipes de resgate estão trabalhando desde o primeiro momento, mas todas as pessoas estão ajudando e não perdem tempo, vão logo retirando escombros e procurando sobreviventes.

Toda vida salva é muito comemorada pela população. Todos que são encontrados vivos em meios aos escombros recebem a mesma rapidez de resgate e os mesmos cuidados, como pôde ser visto durante o emocionante resgate de um cãozinho.

Durante as buscas, um momento tocou a todos que estavam presente, foi quando vários homens trabalharam juntos para resgatar um cachorro que estava preso nos escombros do que antes do terremoto era um prédio.

Além de surpreendente e emocionante, o resgate do cãozinho mostrou o melhor lado do ser humano, a solidariedade, cuidado e preocupação com todos os seres após um desastre natural que abalou todo um país, e até o mundo.

Ao perceberem que o animal estava bem, a multidão que estava acompanhando os resgates em meio a toda aquela poeira vinda das ruínas do prédio aplaudiu e comemorou a vida do cachorrinho.

Um conforto no meio de tanta tristeza e destruição.

Fonte: I Heart Dogs