5 formas como os cães podem ajudar pessoas com depressão

Além de ajudar a manter uma rotina, a reduzir a ansiedade e a fazer com que seus tutores socializem mais, os cachorros são uma enorme fonte de amor

por Andrezza Oestreicher — publicado 17 jan 2018 - 18:41

A depressão é uma doença muito forte e que afeta muitas pessoas diferentes. Não importa idade, raça, classe social, todos estão sujeitos a esta doença, que é grave e pode até matar.

Além de ser um companheiro amoroso e muito fiel, ter um cachorro pode ajudar de inúmeras maneiras pessoas que estão sofrendo com a depressão, inclusive fazendo com que elas passem a se sentir bem novamente.

(Foto: Reprodução / Gary John Norman / Getty Images)

Veja algumas das formas como os cães podem ajudar aqueles que sofrem com a depressão:

1 – Manter a rotina

Os cães precisam e gostam de ter uma rotina e fazer tudo nos mesmos horários, como alimentação, brincadeiras e exercícios. Para os humanos também é muito importante ter uma rotina e manter uma boa rotina para o seu animal pode te ajudar a melhorar a sua própria. E manter uma rotina com afazeres pode ajudar a acelerar a recuperação de quem está com depressão.

2 – Exercícios

(Foto: Reprodução / Care2 Healthy Living)

Os cães precisam de exercícios diários para manterem sua saúde física e mental em dia. Levar o seu animal para fazer uma caminhada já é uma ótima forma de você também se exercitar, e em ótima companhia. Dê preferência para os exercícios ao ar livre e horário propício para pegar um sol, pois, além da atividade física em si, receber um pouco de Vitamina D todos os dias também trará efeitos positivos para a sua saúde.

3 – Reduzir a ansiedade

Já é comprovado que, além de ajudar a reduzir a pressão arterial, animais de estimação ajudam a reduzir os níveis de ansiedade nos humanos. Fazer carinho em um cão é uma coisa que relaxa a eles e também a nós. Além disso, conversar com eles, que nos escutam sem nos interromper ou criticar, também é uma ótima forma de desabafar e de distração.

(Foto: Reprodução / Rover / Daily Treat)

4 – Socialização

Ao levar seu cão para fazer caminhadas ou brincar no parque, a probabilidade de encontrar outros apaixonados por pets é sempre muito grande. Isso dá a oportunidade de conversar com as pessoas e até de conhecer gente e animais novos. Como as pessoas com depressão costumam se isolar, essa socialização é muito importante para a recuperação.

5 – Fonte de amor

(Foto: Reprodução / Sarcasm)

Além de tudo o que os cães podem fazer por todos nós, eles são uma incrível e maravilhosa fonte de amor e companheirismo. Eles nos dão muito amor incondicional e conseguem fazer todos os que vivem a sua volta se sentirem muito amados, o que é essencial para aqueles que estão com depressão. Solidão e depressão costumam andar bem próximas e ter um cachorrinho é uma ótima forma de combater a solidão, o que pode ajudar a melhorar os sintomas da depressão.

Fonte: I Heart Dogs

Não é pantera! Conheça o cachorrão preto lindo de Paolla Oliveira

por Samantha Kelly — publicado 19 abr 2018 - 8:35

Tem gente que olhou direto para o sofá. Mas nós, cachorreiros de primeira, fomos direto do cachorro. A primeira vez que vimos esse meninão, ficamos sem saber ele era mesmo um dog ou uma pantera.

Depois da confusão inicial, vimos que esse pretão lindo é o Marley, cão da raça Cane Corso e pet da musa maior Paolla Oliveira.

A atriz, que está sempre envolvida com a causa animal e frequentemente empresta sua imagem e tempo para chamar atenção para ongs e animais que necessitam de ajuda,

 » Read more about: Não é pantera! Conheça o cachorrão preto lindo de Paolla Oliveira  »

Policial atira em cachorro no meio de uma praça em Campo Grande

por Andrezza Oestreicher — publicado 19 abr 2018 - 7:00

No último domingo, dia 15 de abril, algumas famílias, incluindo crianças, estavam passeando em uma praça no bairro Arnaldo Esteves de Figueiredo, em Campo Grande, quando, de repente, escutaram barulho de tiro bem perto.

De acordo com informações repassadas por pessoas que estavam no local, um policial civil, que não teve o nome divulgado, atirou em um cachorro que se aproximou do seu cão.

O policial estava passeando no local com seu animal de estimação quando um cachorro da raça Labrador chamado Thor,

 » Read more about: Policial atira em cachorro no meio de uma praça em Campo Grande  »

Dicas de presentes para o Dia das Mães

por Karina Sakita — publicado 18 abr 2018 - 18:42

Os cachorros já são parte da família, então é óbvio que mãe de cachorro também deve e merece comemorar o Dia das Mães.

Maridos, namorados e irmãos, vejam essas dicas de presentes para esta data especial!

E essas sugestões também vão servir para você que tem uma mãe que é apaixonada por cachorro. Não deixe para a última hora e garanta o presente dela na loja Doguim.

 » Read more about: Dicas de presentes para o Dia das Mães  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Não é pantera! Conheça o cachorrão preto lindo de Paolla Oliveira

por Samantha Kelly — publicado 19 abr 2018 - 8:35

Tem gente que olhou direto para o sofá. Mas nós, cachorreiros de primeira, fomos direto do cachorro. A primeira vez que vimos esse meninão, ficamos sem saber ele era mesmo um dog ou uma pantera.

Depois da confusão inicial, vimos que esse pretão lindo é o Marley, cão da raça Cane Corso e pet da musa maior Paolla Oliveira.

A atriz, que está sempre envolvida com a causa animal e frequentemente empresta sua imagem e tempo para chamar atenção para ongs e animais que necessitam de ajuda, tem uma turma grande em casa e suas redes sociais estão repletas de registros dos pets.

Tenho certeza que metade da população brasileira desejou agora mesmo ser adotada por essa família.

 

Um tapete? Não… O Marley aproveitando o chão geladinho nesse calor. 🖤

A post shared by Paolla Oliveira (@paollaoliveirareal) on

A minha turma é da pesada… 😍🙈

A post shared by Paolla Oliveira (@paollaoliveirareal) on

Policial atira em cachorro no meio de uma praça em Campo Grande

por Andrezza Oestreicher — publicado 19 abr 2018 - 7:00

No último domingo, dia 15 de abril, algumas famílias, incluindo crianças, estavam passeando em uma praça no bairro Arnaldo Esteves de Figueiredo, em Campo Grande, quando, de repente, escutaram barulho de tiro bem perto.

De acordo com informações repassadas por pessoas que estavam no local, um policial civil, que não teve o nome divulgado, atirou em um cachorro que se aproximou do seu cão.

Praça onde tudo aconteceu, sempre com a presença de crianças brincando. (Foto: Reprodução / Campo Grande News)

O policial estava passeando no local com seu animal de estimação quando um cachorro da raça Labrador chamado Thor, que estava solto, se aproximou do seu pet e, em seguida, o policial disparou.

Thor foi atingido com um tiro e imediatamente socorrido por seus tutore, sendo levado para uma clínica veterinária. Não foi informado detalhes da situação do animal.

Além do fato de ter machucado gravemente o cachorro, os frequentadores da praça ficaram bastante assustados com o ocorrido, pois no momento do tiro havia muitas crianças brincando no local. “A praça estava lotada de crianças, poderia ter atingido outra pessoa”, afirmou uma testemunha.

De acordo com o depoimento prestado pelo policial, que se apresentou na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) de Piratininga ainda na noite do dia do incidente, ele contou que passeava com seu cão quando o Labrador escapou de uma casa e avançou no seu animal.

Animal baleado foi imediatamente socorrido e levado para clínica veterinária. (Foto: Reprodução / Campo Grande News)

Ainda no depoimento, o policial contou que atirou no chão para proteger seu cachorro, mas que o tiro acabou acertando Thor.

De acordo com o delegado Hoffman D’avilla, responsável pelo caso, o policial passou por teste do bafômetro, que deu negativo. Ainda segundo ele, todos os fatos serão analisados para que a ocorrência possa ser registrada.

O caso deve ser colocado em segredo de Justiça por envolver um policial.

Fonte: Campo Grande News