A verdade sobre o Instituto Royal e os testes em animais

O caso Instituto Royal ganhou repercussão nacional mas qual é a verdade sobre o caso?

por Fabio Sakita — publicado 23 out 2013 - 2:10

Foto: Cristiano Novais/Cpn/Estadão Conteúdo

Foto: Cristiano Novais/Cpn/Estadão Conteúdo

Para os amantes dos animais, o assunto mais comentado nos últimos dias é sobre as pesquisas e testes realizados pelo Instituto Royal. Diversos sites e programas de televisão buscam e soltam informações, que muitas vezes por interesses políticos, acabam dificultando o entendimento real do caso.

O advogado Ricardo Ligiera, presidente da Comissão de Defesa e Direito Animal da OAB-SP (Ordem dos Advogados do Brasil), disse em entrevista ao Portal R7 não ter dúvidas de que o Instituto Royal infringiu a lei ao fazer testes farmacêuticos e cosméticos em cães da raça Beagle. Ligiera se baseou no artigo 32 da Lei 9.605/98 que prevê a pena de três meses a um ano a quem “praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados”. Segundo ele os animais possuíam câncer induzido, tumores, mutilações, etc. É considerado abuso qualquer utilização dos cães para atividades que ultrapassem a natureza desses animais.

O Instituto Royal se defende alegando estar dentro das normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Segundo a apresentadora de TV Luisa Mell, que vem participando ativamente do caso, a Anvisa emitiu uma nota afirmando não ter ligação com o Instituto Royal, ao contrário do que afirma a representante da instituição Silvia Ortiz. Ainda na nota, a Anvisa afirma que não exige testes em animais e que apóia testes substitutivos.
 

Beagles resgatados do Instituto Royal em São Roque, SP. Foto: Edison Temoteo/Futura Press/Estadão Conteúdo

Beagles resgatados do Instituto Royal em São Roque, SP. Foto: Edison Temoteo/Futura Press/Estadão Conteúdo


 
O médico americano Ray Greek, que há 20 anos tenta convencer a comunidade científica de que os testes em animais não têm sentido, afirmou em entrevista para a revista Veja que testar em animais não nós dá informações suficientes de que irá servir para humanos. Segundo o médico, nem todos os remédios comercializados legalmente foram testados em animais e que muitos cientistas que experimentam com animais admitiram que eles não têm nenhum valor preditivo para humanos. Ao ser questionado sobre como estaria a medicina se não fosse os testes em animais, Ray Greek é direto, “No mesmo lugar em que ela está hoje. A maioria das drogas é descoberta utilizando computadores ou por meio da natureza. As drogas não são descobertas utilizando animais. Elas são testadas em animais depois que são descobertas.”
 
enquete-testes-animais
No início deste ano a Europa baniu a comercialização de produtos cosméticos testados em animais, a decisão representou uma grande vitória e um passo importante para o bem estar desses animais.

Já existem diversos métodos eficientes e eficazes que podem e já estão sendo utilizados nessa área. O diretor do Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal (CONCEA), Marcelo Marcos Morales, afirmou ao Portal G1 que há métodos substitutivos ao dizer que se abolirem os animais, terão que importar tecnologia para substituir. Modernos processos de análise genômica e sistemas biológicos in vitro vêm sendo utilizados por pesquisadores brasileiros, além da cultura de tecidos, biópsias, cordões umbilicais ou placentas descartadas, o que descarta o uso de animais.
 

Canis do Instituto Royal. Foto: Epitácio Pessoa/Estadão Conteúdo

Canis do Instituto Royal. Foto: Epitácio Pessoa/Estadão Conteúdo


 
O caso do Instituto Royal tomou proporção nacional, porém não é o único e nem será o último a usar animais para testes no Brasil. O fato de haver investimentos do Governo Federal e de diversas empresas nacionais, faz com que o caso se torne complexo demais. Há muitos interesses de ambas as partes, e só quem tem a perder com isso são nossos animais.
 
A apresentadora de Luisa Mell também participou do resgate. Foto: Reprodução / Facebook

A apresentadora de Luisa Mell também participou do resgate. Foto: Reprodução / Facebook


 
 
Referências
Luisa Mell – Saiba a verdade sobre o Instituto Royal, sobre os testes em animais e o que vc pode fazer para nos ajudar a acabar com esta tortura!
R7 – Para comissão da OAB, não há dúvidas que cães retirados de instituto sofreram maus-tratos
Veja – “A pesquisa científica com animais é uma falácia”, diz o médico Ray Greek

Walt Disney World irá permitir a presença de cães em seus hotéis pela primeira vez

por Andrezza Oestreicher — publicado 16 out 2017 - 18:24

Pela primeira vez os hotéis e resorts do complexo Disney passaram a aceitar famílias hospedem também seus cachorros de estimação.

O Disney’s Yacht Club Resort, Disney Port Orleans Resort – Riverside, Disney’s Art of Animation Resort e o Disney’s Fort Wilderness Resort, todos localizados em Orlando, na Flórida, abriram suas portas ontem, dia 15 de outubro, para receber também hóspedes caninos.

Os animais não podem circular por todas as áreas dos hotéis e os quartos onde eles podem se hospedar com suas famílias ficam em andares específicos,

 » Read more about: Walt Disney World irá permitir a presença de cães em seus hotéis pela primeira vez  »

Instituto Luisa Mell recebe a visita da estrela teen Larissa Manoela

por Andrezza Oestreicher — publicado 16 out 2017 - 9:33

Depois do resgate dos 135 cães feito por Luisa Mell, com o apoio da polícia e de uma superequipe, em um canil de Osasco, o Instituto Luisa Mell recebeu o apoio e visita de diversas celebridades que ficaram tocados com a situação dos animais.

Na última sexta-feira, dia 13 de outubro, mais uma celebridade foi até o Instituto. Dessa vez foi a atriz e cantora Larissa Manoela que esteve no local conhecendo as instalações e todos os animais que são ajudados por lá.

 » Read more about: Instituto Luisa Mell recebe a visita da estrela teen Larissa Manoela  »

Cachorro foge de casa e participa de casamento em Teresina

por Fabio Sakita — publicado 15 out 2017 - 20:14

O Pit bull Hulk foi a estrela do casamento entre Luiza e Lucas. O cachorro entrou na igreja, que fica no bairro de São Cristóvão, Zona Leste de Teresina, na noite de quinta-feira(12), participou da cerimônia e até posou para fotos como se fosse convidado.

Na semana passada, contamos o caso de Snoop que invadiu um casamento e foi adotado pelos noivos. Neste caso Hulk já tem uma família porém seus donos haviam viajado e eles conseguiu escapar.

 » Read more about: Cachorro foge de casa e participa de casamento em Teresina  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Walt Disney World irá permitir a presença de cães em seus hotéis pela primeira vez

por Andrezza Oestreicher — publicado 16 out 2017 - 18:24

Pela primeira vez os hotéis e resorts do complexo Disney passaram a aceitar famílias hospedem também seus cachorros de estimação.

O Disney’s Yacht Club Resort, Disney Port Orleans Resort – Riverside, Disney’s Art of Animation Resort e o Disney’s Fort Wilderness Resort, todos localizados em Orlando, na Flórida, abriram suas portas ontem, dia 15 de outubro, para receber também hóspedes caninos.

Cães já podem se hospedar em quatro hotéis do complexo Disney em Orlando. (Foto: Reprodução / Petcha / Disney Parks Blog)

Os animais não podem circular por todas as áreas dos hotéis e os quartos onde eles podem se hospedar com suas famílias ficam em andares específicos, tudo para que tanto os cães quanto pessoas que possuem alergia ou outros problemas tenham mais comodidade e tranquilidade durante sua estadia.

Cada quarto poderá hospedar no máximo dois cachorros por vez e os animais serão muito bem recebidos nos resorts. No momento do check-in, os cães receberão um kit de boas-vindas do Pluto que inclui: esteira e tigelas para comida e água, uma etiqueta de identificação, sacolas descartáveis ​​de plástico, almofadas de cachorro, e mapas de locais para caminhar com os cachorros e uma etiqueta para porta indicando que tem um animal de estimação no quarto.

A taxa cobrada pela presença de cada animal será de 75 dólares por noite no Disney Yacht Club e 50 dólares por noite nos outros três resorts Disney abertos para cães. Essas taxas destinam-se a cobrir os custos de limpeza.

Os cães irão receber um kit de boas-vindas do Pluto no momento do check-in. (Foto: Reprodução / Petcha / Disney Parks Blog)

No complexo Disney você encontra ainda a Best Friends Pet Care, uma instalação de serviço completo para animais de estimação. O Local funciona como creche, onde os cães podem ficar durante o dia enquanto seus tutores estão nos parques, e também funciona como hotel pet, onde os animais podem ficar hospedados por uma semana direto.

Para se hospedar nos hotéis Disney o cachorro deve estar com as vacinas em dia e espera-se que o animal seja bem comportado e que os tutores respeitem as áreas proibidas para pets.

Fonte: Disney Parks / Petcha

Instituto Luisa Mell recebe a visita da estrela teen Larissa Manoela

por Andrezza Oestreicher — publicado 16 out 2017 - 9:33

Depois do resgate dos 135 cães feito por Luisa Mell, com o apoio da polícia e de uma superequipe, em um canil de Osasco, o Instituto Luisa Mell recebeu o apoio e visita de diversas celebridades que ficaram tocados com a situação dos animais.

Na última sexta-feira, dia 13 de outubro, mais uma celebridade foi até o Instituto. Dessa vez foi a atriz e cantora Larissa Manoela que esteve no local conhecendo as instalações e todos os animais que são ajudados por lá.

A atriz e cantora Larissa Manoela se emocionou bastante durante visita ao Instituto Luisa Mell. (Foto: Reprodução / Stories Instagram @larissamanoela)

A ativista animal Luisa Mell foi quem recebeu pessoalmente a estrela teen e a acompanhou em um passeio por todo o Instituto, explicando o que acontecia em cada área e apresentando alguns dos 135 cães resgatados do canil em Osasco.

Durante o passeio, que foi mostrado ao vivo para o público através do Instagram de Luisa Mell, Larissa Manoela e também do Instituto Luisa Mell, a atriz se emocionou bastante ao conhecer a área de internação do local, onde se encontram os animais que estão com a saúde mais debilitada.

Larissa também se emocionou, desta vez de felicidade, ao ser apresentada a uma cadelinha que recebeu o seu nome. A Larissa Manoela peludinha é uma das matrizes que foi regatada em péssimo estado no canil de Osasco e recebeu o nome em homenagem à estrela teen.

Ao final da visita, Larissa Manoela fez uma doação para ajudar os animais resgatados. (Foto: Reprodução / Stories Instagram @larissamanoela)

Ao final da visita, a atriz e cantora, em uma parceria com o BRECHÓ KING, fez uma doação para ajudar a todos os animais que são cuidados pelo Instituto Luisa Mell.