Abrigo cuida de 57 cães que fugiram por causa dos fogos do 4 de julho

De acordo com responsáveis por instituição de resgate, todos os anos um grande número de animais fogem e ficam perdidos por conta do barulho dos fogos de artifício

por Andrezza Oestreicher — publicado 15 jul 2016 - 21:22

O feriado do dia 4 de julho é um dos dias mais estressantes do ano para os cães que vivem nos Estados Unidos. A data, que comemora o Dia da Independência do país, é sempre celebrada com festa e muita queima de fogos de artifício.

O som dos fogos explodindo pode ser extremamente assustador para a maioria dos cães, que podem até mesmo chegar a fugir, tamanho o pânico que o barulho causa.

O barulho de fogos é terrivelmente assustador para os cães. (Foto: Reprodução / Daniel DeSousa)

O barulho de fogos é terrivelmente assustador para os cães. (Foto: Reprodução / Daniel DeSousa)

Nós contamos aqui a história de Rocky, um cão idoso que foi encontrado assustado e perdido em uma floresta bem longe de sua casa após ter fugido com medo dos fogos de artifício das comemorações do 4 de julho. Rocky teve um final feliz, foi resgatado e voltou para sua casa e seu amado tutor. Porém, nem todos os cães conseguem ter essa mesma sorte.

No condado de San Diego, na Califórnia, o San Diego Animal Services encontrou 156 cães perdidos que provavelmente fugiram por medo dos fogos de artifício. Os animais foram levados para três abrigos diferentes do condado. Os funcionários do abrigo fizeram um grande trabalho da melhor forma que puderam para reunir cada cão com sua família, mas, infelizmente, 57 desses cães não tiveram suas famílias encontradas.

Muitos animais fogem de casa para tentar se esconder dos barulhos. (Foto: Reprodução / Daniel DeSousa)

Muitos animais fogem de casa para tentar se esconder dos barulhos. (Foto: Reprodução / Daniel DeSousa)

Porém, isso não é novidade e esses números não são inesperados.

“Todos os anos antes do 4 de julho o nosso departamento tenta educar o público sobre como manter seus cães seguros durante os fogos de artifício. Fazemos isso através dos meios de comunicação locais e nossa página no Facebook. Infelizmente, a cada ano ainda aparecem dezenas de cães após os fogos de artifício”, contou Daniel DeSousa, vice-diretor do County of San Diego Department of Animal Services, ao site The Dodo.

Acredita-se que os 57 que continuam no abrigo devem ter famílias, mas, pela demora em encontrar os tutores destes animais, eles, infelizmente, terão que esperar por novas famílias.

Infelizmente, alguns animais não conseguem encontrar suas famílias novamente. (Foto: Reprodução / Daniel DeSousa)

Infelizmente, alguns animais não conseguem encontrar suas famílias novamente. (Foto: Reprodução / Daniel DeSousa)

Fogos de artifício podem ser muito assustadores para cães, então o indicado é tentar ficar em casa com seus animais de estimação para acalmá-los. “Mantenha os cães dentro da residência. Já vimos cães passarem por janelas, cercas de salto e mastigar portões e portas para escapar durante o momento de pânico. Se você tiver que deixá-los em casa, coloque-os em um cômodo seguro, com uma televisão para bloquear o barulho dos fogos de artifício. Em segundo lugar, certifique-se de que o cão está com um microchip ou coleira de identificação e suas informações de contato estão atualizadas”, acrescentou Daniel.

 

Fonte: The Dodo

Tata Werneck adota cãozinho deficiente da Ampara Animal

por Samantha Kelly — publicado 23 ago 2017 - 8:41

A musa do humor brasileiro mais uma vez deixou claro que o seu talento é proporcional ao seu coração.

Já mãe de 14 pets, ela abriu as portas de sua casa novamente, agora para um cachorro especial que foi regatado através do incrível trabalho que a Ampara Animal realiza.

Meu novo filho! Doida pra chegar e te dar todo amor que vc não recebeu! Pra cuidar de todas as feridas que pessoas maldosas fizeram com vc!

 » Read more about: Tata Werneck adota cãozinho deficiente da Ampara Animal  »

Adolescentes gravam símbolo da suástica na cabeça de um Chihuahua e assustam família

por Andrezza Oestreicher — publicado 22 ago 2017 - 18:23

No Arizona, Estados Unidos, um cãozinho com um símbolo da suástica pintado na cabeça deixou uma família bastante aterrorizada.

Uma mulher ficou chocada quando o animal, que é de um vizinho, apareceu na porta de sua casa. O medo que ela sentiu é fácil de explicar.

A suástica é como uma marca da raça ariana e foi muito utilizada pela Alemanha Nazista, período em que os alemães acreditavam que sua raça era a pura e havia muito preconceito com outros povos.

 » Read more about: Adolescentes gravam símbolo da suástica na cabeça de um Chihuahua e assustam família  »

Empresa customiza drone para passear com seu cachorro

por Samantha Kelly — publicado 22 ago 2017 - 10:49

A empresa britânica DronesDirect.co.uk está personalizando o drone Phantom 4 para possibilitar que a máquina passei com seu cachorro.

Pelo precinho nada camarada de £2 mil (aproximadamente R$8 mil), o Dog Drone tem uma coleira retráctil e um dispositivo contra colisão que o impediria de bater em obstáculos no caminho.

Para o tutor restaria apenas fazer o download da rota e teoricamente sentar e relaxar enquanto o drone faz todo o trabalho.

 » Read more about: Empresa customiza drone para passear com seu cachorro  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Tata Werneck adota cãozinho deficiente da Ampara Animal

por Samantha Kelly — publicado 23 ago 2017 - 8:41

A musa do humor brasileiro mais uma vez deixou claro que o seu talento é proporcional ao seu coração.

Já mãe de 14 pets, ela abriu as portas de sua casa novamente, agora para um cachorro especial que foi regatado através do incrível trabalho que a Ampara Animal realiza.

Meu novo filho! Doida pra chegar e te dar todo amor que vc não recebeu! Pra cuidar de todas as feridas que pessoas maldosas fizeram com vc! E juntos seremos mto felizes! E obrigada @amparanimal ! Por todo cuidado que tem com os bichos que (não consigo entender) algumas pessoas não têm capacidade de ter!

Foto: Reprodução/Instagram

Nino já aparece muito confortável e se familiarizando com sua nova moradia em vídeos postados nas redes por Tata e seu companheiro Rafael Vitti.

O fato dele não ter uma perna não muda em nada sua disposição e capacidade de amar e só prova que todos merecem uma segunda chance.

Nino tá feliz 😁 @amparanimal @tatawerneck

A post shared by Rafael Vitti (@rafaavitti) on

Deitei no tapete mesmo esperando mamãe chegar 😍❤️

A post shared by Tata Werneck (@tatawerneck) on

Adolescentes gravam símbolo da suástica na cabeça de um Chihuahua e assustam família

por Andrezza Oestreicher — publicado 22 ago 2017 - 18:23

No Arizona, Estados Unidos, um cãozinho com um símbolo da suástica pintado na cabeça deixou uma família bastante aterrorizada.

Uma mulher ficou chocada quando o animal, que é de um vizinho, apareceu na porta de sua casa. O medo que ela sentiu é fácil de explicar.

A suástica é como uma marca da raça ariana e foi muito utilizada pela Alemanha Nazista, período em que os alemães acreditavam que sua raça era a pura e havia muito preconceito com outros povos.

Por ter origem hispânica e ter três filhos adotivos que também possuem diferentes origens, a mulher, que preferiu não se identificar, ficou bastante apreensiva ao ver aquele símbolo tão próximo.

Adolescentes pintaram o símbolo na cabeça do cão com esmalte e disseram que tudo não passou de uma “piada”. (Foto: Reprodução / Kare 11 / KPNX)

Oficiais do Departamento de Polícia de Glendale foram chamados e conseguiram descobrir rapidamente quem tinha feito aquilo com o cachorro. Preocupados de que o cão estivesse sofrendo negligências, eles foram até a casa onde o animal vive.

Na residência, os oficiais foram informados de que o caso não passou de uma “pegadinha”, uma “brincadeira de adolescentes”.

Dois adolescentes, um filipino e um negro (que também sofreriam preconceito dos Nazistas por não se enquadrarem no perfil da “raça ariana” alemã), admitiram que pintaram a suástica na cabeça do cachorro com esmalte vermelho como uma piada.

“Eles começaram pintando as unhas do cachorro, depois as orelhas e, finalmente, a suástica. Foram apenas algumas crianças fazendo algo como uma brincadeira cruel”, disse a porta-voz do Departamento de Polícia de Glendale, Tiffany Smith ao HuffPost.

De acordo com a polícia, os adolescentes disseram que iriam remover a pintura feita no cachorro.

Fonte: HuffPost