3 fev 2016 - 14:15
thumbnail 1 summary

ASPCA resgata 700 animais de abrigo nos Estados Unidos que os mantinha em péssimas condições

Responsáveis pelo abrigo foram presos. Os animais resgatados receberam toda a assistência médica necessária e estão sendo cuidados por veterinários e pela ASPCA

Escrito por Andrezza Oestreicher
Jornalista do Portal do Dog

A grande vontade dos amantes de cães é poder ajudar o maior número de animais possíveis, não é mesmo? Porém essa não é uma tarefa tão simples. Muita gente até tem boa vontade e atitude, resgatando animais, mas para que esse tipo de trabalho seja feito, infelizmente só o amor e a vontade não bastam.

Para ajudar animais abandonados resgatando-os das ruas é necessário ter uma estrutura adequada para abrigá-los e fundos para conseguir mantê-los bem e saudáveis. Mas, às vezes não é possível conseguir tudo isso e os cães acabam saindo das ruas para viver em locais com péssimas condições e sem maiores cuidados.

Foram encontrados animais vivendo em ambientes imundos. (Foto: Reprodução / ASPCA)

Foram encontrados animais vivendo em ambientes imundos. (Foto: Reprodução / ASPCA)

E foi exatamente isso o que a ASPCA, Sociedade Americana de Prevenção da Crueldade Animal, encontrou ou atender um chamado do Departamento de Agricultura da Carolina do Norte e do Gabinete do Xerife do Condado de Hoke, na Carolina do Norte, Estados Unidos, pedindo ajuda para resgatar animais de um abrigo que alojava os bichinhos em péssimas condições.

O The Haven, nome do abrigo, havia perdido sua licença de funcionamento já há algum tempo, justamente por conta das péssimas condições que oferecia aos animais, incluindo água inadequada e falta de cuidados médicos.

Cães e gatos viciam presos em gaiolas pequenas e enferrujadas. (Foto: Reprodução / ASPCA)

Cães e gatos viciam presos em gaiolas pequenas e enferrujadas. (Foto: Reprodução / ASPCA)

A ASPCA resgatou do abrigo cerca de 700 animais, entre eles cerca de 350 cães, mais de 250 gatos, 47 cavalos e outros bichinhos, que viviam em um lugar descrito como imundo, dentro de gaiolas pequenas e enferrujadas e comanimais do lado de fora em piquetes sem cobertura. Muitos dos animais estavam doentes, alguns abaixo do peso e todos estavam sem tratamentos médicos, alguns animais inclusive vivendo com feridas abertas.

De acordo com a ASPCA, que em sua contagem final resgatou 700 animais em uma operação que contou com a ajuda de cerca de 140 pessoas entre veterinários, funcionários e voluntários, também foram encontrados animais mortos na propriedade.

Alguns animais ficavam do lado de fora em lugares sem cobertura e proteção. (Foto: Reprodução / ASPCA)

Alguns animais ficavam do lado de fora em lugares sem cobertura e proteção. (Foto: Reprodução / ASPCA)

Os animais resgatados receberam assistência médica e foram levados para um abrigo temporário onde farão exames médicos e serão melhor avaliados. Segundo informações divulgadas pela ASPCA, essa foi uma das maiores apreensões de animais em 150 anos de ação da organização.

Os responsáveis pelo abrigo The Haven, o casal Stephen Spear, 67, e Linden Spear, 59, foram presos e enfrentam acusações de crueldade contra os animais, entre outras.

Foram retirados do local 700 animais. (Foto: Reprodução / ASPCA)

Foram retirados do local 700 animais. (Foto: Reprodução / ASPCA)

Para quem quer ajudar animais abandonados fica aqui a dica, antes de levar animais para a sua casa pense bem se você realmente tem condições. Entre em contato com organizações regulamentadas para saber como prosseguir.

Para quem não tem condições de manter muitos animais, mas tem muita vontade de ajudar, procure algum abrigo sério na sua cidade e pergunte como ajudar. No Brasil existem várias organizações sérias que fazem um belo trabalho cuidando de animais carentes e que estão sempre precisando de ajuda.

 

Fonte: I Heart Dogs

 


  • Compartilhe


  • Receba as notícias do
    Portal do Dog no seu email!
    É gratuito!

    Deixe seu comentário