1 mar 2014 - 7:00

Cachorro tem a garganta cortada, mas consegue sobreviver

A recuperação total do cão demorou quase um ano e agora ele está pronto para ser adotado por uma nova família.

Escrito por Karina Sakita
Jornalista do Portal do Dog

Um caso chocante de crueldade aconteceu na Austrália: um homem cortou a garganta de seu cachorro com uma faca de desossar e o abandonou para que morresse num terreno, em Sidney.

O cachorro, que se chama Bouncer e é uma mistura de Staffordshire terrier, foi encontrado quase morto por vizinhos, que o levaram ao veterinário imediatamente.

A Animal Welfare League foi avisada pelo veterinário sobre os terríveis ferimentos que o cão sofreu. Inspetores trabalharam com a polícia para encontrar e processar o autor do crime, Jacob Vanderschoot.

O crime aconteceu em março de 2013 e depois de 10 meses de julgamento, Jacob  foi considerado culpado pelo ataque ao filhote, que tinha apenas 10 meses de vida na época.

Mas apesar da brutalidade do crime, a sentença foi de apenas 12 meses de prestação de serviços comunitários.

Após o ataque, a Animal Welfare League está com a custódia de Bounce e está fazendo um tratamento intensivo de reabilitação do cão há quase um ano, incluindo especialistas em comportamento.

Tudo isso para que ele seja um cachorro normal e confie nas pessoas novamente.

Com o sucesso de sua reabilitação, o cão vai para uma casa de adoção em breve, para encontrar uma nova família.

 

Bounce passou por um tratamento com especialistas em comportamento. (Foto: Reprodução / Daily Mail)

Bounce passou por um tratamento com especialistas em comportamento. (Foto: Reprodução / Daily Mail)

 

Bounce passou por um tratamento com especialistas em comportamento. (Foto: Reprodução / Daily Mail)

O cachorro está pronta para ser adotado por uma nova família. (Foto: Reprodução / Daily Mail)

 

Fonte: Daily Mail


  • Compartilhe


  • Receba as notícias do
    Portal do Dog no seu email!
    É gratuito!


    Deixe seu comentário
    • Rosiene Guedes

      Esse olhar :(

    • Beatriz Jorge

      Como a crueldade humana ainda me surpreende? Nem eu mesma sei,. quando acho que já vi de tudo, me provam o contrário… revoltada!

    • Nathália Kirton

      Se fosse aqui no Brasil, o culpado poderia ser filmado cortando o cachorro e nada aconteceria…