Cachorros estão incapazes de pensar por si depois de séculos de domesticação

por Samantha Kelly — publicado 25 set 2012 - 17:48

Cachorros x Lobos

De acordo com um novo estudo, os cachorros passaram a depender tanto de humanos que eles perderam a habilidade de pensar por si próprios.

Os pesquisadores acreditam que os anos de domesticação levaram os cães a perderem a habilidade de resolver problemas, como faziam antes na selva.

Os pets falharam nos testes básicos que lobos e cachorros selvagens passaram com facilidade. Essa perda de habilidade parece estar geneticamente ligada aos cachorros em geral, o que explica a dificuldade de cães de ruas em sobreviverem.

Segundo o psicólogo Bradley Smith, responsável pelo estudo, “Lobos são bem melhores que cachorros na resolução de problemas que não são sociais. Geralmente cachorros selvagens sobrevivem tirando vantagem das sobras de humanos ou animais de criação domésticos. Precisaria de muitas gerações de cachorros bem sucedidos para começarem a adotar tais habilidades cognitivas, necessárias para sobrevivência na selva.”

Smith e sua colega de trabalho, Carla Litchfield, colocaram cachorros domésticos e dingos para passar por um teste.

Dingos são cachorros domésticos, que por muitas gerações, se adaptaram à vida do outback australiano. Como resultado, os dingos desenvolveram instintos mais selvagens, que hoje os diferenciam dos outros cães domésticos.

Os pesquisadores colocaram um comedouro com ração atrás de uma cerca. Para alcançar a comida, os animais precisariam seguir a cerca, se afastar da comida,  passar por uma porta para então voltar.

Todos os dingos conseguiram chegar na comida em cerca de 20 segundos, tendo vantagem na porta. Os cães domésticos, em contrapartida, pareciam estar confusos. Eles batiam a patinha na cerca, cavavam, até latiam, de frustração, e então chamavam ajuda. Os pesquisadores também mostraram que, como os dingos, os lobos facilmente completavam o teste.

Smith completou “Os cachorros são incríveis em tarefas sociais, como comunicação com humanos, o uso dos humanos como ferramentas e aprendizado através da observação de humanos. Entretando, lobos são bem melhores na resolução de problemas gerais.”

Ele também disse que lobos também são melhores em trabalhar individualmente e no uso de ferramentas, como cordas.

Rob Appeleby, um pesquisador da Griffith University em Brisbane, Austrália, descreveu as evidências como “constrangedoras”.

Ele adicionou “Esse estudo sugere que podem haver diferenças cognitivas entre cães selvagens e domesticados, potencialmente sendo relacionadas com suas diferentes histórias de evolução.”

 

Texto de Daily Mail, traduzido por Portal do Dog,

 

Com muita tristeza, Salma Hayek se despede de sua amada cadelinha Lupe

por Andrezza Oestreicher — publicado 18 jan 2018 - 18:32

Salma Hayek está passando por um momento bastante triste. Apaixonada confessa por animais, a atriz mexicana naturalizada norte-americana está de luto pela morte de sua tão amada e cadelinha Lupe.

Proprietária de um rancho, que ela chama de santuário, onde cuida de cerca de 30 animais de diferentes espécies, incluindo cavalos, alpacas, papagaios, coelhos, perus e galinhas, além dos cachorros que ela pega da rua e mais outros pets, Salma disse estar sem palavras após perder sua companheira de tantos anos.

 » Read more about: Com muita tristeza, Salma Hayek se despede de sua amada cadelinha Lupe  »

Cadela resgatada adota filhotes de gato e mostra quanto amor tem para dar

por Andrezza Oestreicher — publicado 18 jan 2018 - 9:39

Apesar de já sabermos como os cachorros são amorosos com humanos e animais de diferentes espécies, nunca deixamos de ficar maravilhados quando encontramos um fato que mostra a quantidade de amor que os cães são capazes de distribuir.

Um abrigo de animais no México encontrou uma ninhada de pequenos gatinhos recém-nascidos. Eles provavelmente tinham sido abandonados naquele local, pois ainda precisavam ser amamentados e estavam sem a sua mamãe. Naquela situação, as chances de os pequenos sobreviverem eram bem poucas.

 » Read more about: Cadela resgatada adota filhotes de gato e mostra quanto amor tem para dar  »

Cadela abandonada com recado preso na coleira é adotada

por Andrezza Oestreicher — publicado 17 jan 2018 - 9:32

No final de dezembro de 2017, um homem foi flagrado por câmeras de segurança abandonando um cachorro na calçada de uma unidade do Dunkin ‘Donuts, empresa norte-americana muito conhecida especializada em rosquinhas e café, em uma cidade no Novo México.

O caso foi parar nas mídias internacionais depois que a polícia de Santa Fé lançou um comunicado com a intenção de conseguir informações sobre um homem suspeito de abandonar um cachorro próximo a uma estrada da cidade.

 » Read more about: Cadela abandonada com recado preso na coleira é adotada  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Com muita tristeza, Salma Hayek se despede de sua amada cadelinha Lupe

por Andrezza Oestreicher — publicado 18 jan 2018 - 18:32

Salma Hayek está passando por um momento bastante triste. Apaixonada confessa por animais, a atriz mexicana naturalizada norte-americana está de luto pela morte de sua tão amada e cadelinha Lupe.

Proprietária de um rancho, que ela chama de santuário, onde cuida de cerca de 30 animais de diferentes espécies, incluindo cavalos, alpacas, papagaios, coelhos, perus e galinhas, além dos cachorros que ela pega da rua e mais outros pets, Salma disse estar sem palavras após perder sua companheira de tantos anos.

A atriz, que foi indica ao Oscar de Melhor Atriz em 2003 por interpretar Frida Kahlo no filme Frida, confirmou a morte do animal, que tinha 18 anos de idade, na última quarta-feira, dia 17 de janeiro, através do seu perfil oficial no Instagram, onde publicou uma emocionante homenagem de despedida para Lupe.

Junto com uma foto em que aparece com Lupe nos braços, Salma escreveu: “Com meu coração cheio de amor e dor, tive que dizer adeus à minha Lupe. Estou tão agradecida pelos 18 anos em que enriqueceu minha vida com seu grande espírito. Não tenho palavras ou lágrimas para descrever o quanto ela significa para mim. Que ela possa correr livre com meu bando de cães que já estão esperando por ela no céu dos cachorros”.

Lupe, que também recebeu uma homenagem em espanhol, morreu dois anos depois de outra triste perda de Salma, o falecimento do cãozinho Mozart, que tinha nove anos de idade quando foi encontrado morto, no rancho da atriz, com um tiro próximo ao coração.

Nós torcemos para que Salma se recupere logo e agradecemos tudo o que ela faz pelos animais.

Fonte: People

Cadela resgatada adota filhotes de gato e mostra quanto amor tem para dar

por Andrezza Oestreicher — publicado 18 jan 2018 - 9:39

Apesar de já sabermos como os cachorros são amorosos com humanos e animais de diferentes espécies, nunca deixamos de ficar maravilhados quando encontramos um fato que mostra a quantidade de amor que os cães são capazes de distribuir.

Um abrigo de animais no México encontrou uma ninhada de pequenos gatinhos recém-nascidos. Eles provavelmente tinham sido abandonados naquele local, pois ainda precisavam ser amamentados e estavam sem a sua mamãe. Naquela situação, as chances de os pequenos sobreviverem eram bem poucas.

Porém, pouco tempo depois o mesmo abrigo encontrou uma cadelinha. A equipe percebeu que ela aparentava ter dado à luz recentemente, mas não encontrou nenhum filhote por perto.

Então, todos se lembraram dos gatinhos que precisavam de uma mamãe e resolveram tentar juntá-los com a cadela que estava sem seus filhotes.

Cadela salvou gatinhos recém-nascidos e ganhou um lar. (Foto: Reprodução / Reddit elp22203)

Felizmente, os gatinhos e a mamãe canina se deram muito bem rapidamente. Cheia de amor para dar, a cadela logo adotou os felinos e amamentou todos eles.

Assim uma nova família surgiu e eles logo foram transferidos para o Cocos Animal Welfare, uma organização de resgate em Playa del Carmen, localizado no sudeste do México, ao sul de Cancún.

Mas a mamãe canina não ficou muito tempo no local. Seu gesto de amor para com os pequenos gatinhos lhe ajudou a ganhar um lar para sempre.

Acontece que, durante uma viagem de férias para o México a família Pover foi até o abrigo na intenção de conhecer alguns gatinhos. Porém, ao verem todo o amor da mamãe canina com os filhotes de uma espécie diferente, eles se apaixonaram pela cadela.

“Meu filho acabou dando a ela o nome de Esperanza (Esperança em português) porque ele disse que ‘ela deu esperança aos gatinhos’”, contou Evie Pover, tutora da cadelinha, em uma rede social.

Como não vivem no México e a cadelinha ainda estava amamentando na época em que a família a conheceu, eles organizaram tudo para que Esperanza pudesse voar para os Estados Unidos, onde eles moram, assim que os gatinhos fossem desmamados.

Fonte: Cuteness