Cães que se conheceram em lar temporário se reencontram após separação

Breve separação não foi suficiente para apagar o amor que os animais sentiam um pelo outro e, depois do reencontro emocionante, os amigos não se desgrudaram mais

por Andrezza Oestreicher — publicado 29 jul 2016 - 14:20

Só quem realmente se apaixonou sabe como é de cortar o coração ficar separado de seu amado. Pois foi exatamente isso o que sentiram os cães Caesar, já idoso, e Saskia, ainda filhote. Após se apaixonarem um pelo outro, os animais foram separados, sem saber se algum dia se encontrariam novamente.

Antes de se conhecerem, os dois animais viviam em áreas diferentes de Blikkiesdorp, um município de Cape Town (Cidade do Cabo), África do Sul. Lá, a vida era difícil tanto para ambos os animais como também para os humanos.

Os animais se apaixonaram desde o primeiro instante. (Foto: Reprodução / Tin Can Town)

Os animais se apaixonaram desde o primeiro instante. (Foto: Reprodução / Tin Can Town)

Algumas das pessoas mais pobres da Cidade do Cabo chegam a viver em barracos feitos de sucata de metal, pneus velhos e pedaços de madeira e os serviços sociais são quase inexistentes, assim como o saneamento básico. Além disso, em Blikkiesdorp a violência também é um problema grave, com as gangues tornando o lugar ainda mais perigoso.

Porém, nem só coisas ruins acontecem por lá. Rosie Kunneke, Dinielle Stöckigt e Clarina Hanekom, três mulheres da África do Sul, decidiram fazer algo em relação ao sofrimento dos animais em Blikkiesdorp. Elas então criaram o Tin Can Town, uma organização que oferece ajuda para cães e gatos.

As mulheres, juntamente com uma equipe de voluntários limparam, castraram, ofereceram cuidados veterinários e alimentos a diversos animais, além de ficarem de plantão 24 horas por dia para ajudar qualquer animal em necessidade.

A Tin Can Town fornece alimentação e cuidados médicos aos animais necessitados da Cidade do Cabo.(Foto: Reprodução / Tin Can Town)

A Tin Can Town fornece alimentação e cuidados médicos aos animais necessitados da Cidade do Cabo.(Foto: Reprodução / Tin Can Town)

Em um dos dias de trabalho da organização, Rosie conheceu Caesar, um cão mais velho que vivia com um casal em um barraco pela região. Após o primeiro encontro, Caesar sempre corria para falar com Rosie quando ouvia o carro se aproximar. Ele estava muito magro, então a Tin Can Town, além de castrar o animal e oferecer cuidados médicos, auxiliava para que o cão tivesse sempre o que comer.

Quando o casal que cuidava do cão se separou, o animal ficou com a mulher. Mas, de acordo com Rosie, ela não cuidar bem do cão e as coisas acabaram piorando para ele, que passou a ser maltratado por crianças na região onde morava, chegando a levar pedradas e ficando muito ferido.

Em um dos ataques mais graves o animal teve o seu nariz machucado. A violência foi tão grande que, mesmo recebendo cuidados médicos, o nariz do cão continuou sangrando por dias. A lesão estava em dentro das narinas, um local de difícil acesso.

Caesar foi gravemente ferido e levado para um lar temporário após o tratamento. (Foto: Reprodução / Tin Can Town)

Caesar foi gravemente ferido e levado para um lar temporário após o tratamento. (Foto: Reprodução / Tin Can Town)

Após o ataque, Rosie ficou muito preocupada com o animal e teve medo de que ele não aguentasse muito tempo vivendo naquele local. O cão já tinha cerca de 10 anos, então ela levou o animal para longe de Blikkiesdorp e o colocou em um lar temporário.

Enquanto Caesar se recuperava, as responsáveis pelo Tin Can Town foram avisadas pela vizinhança sobre um animal que precisava de uma ajuda especial. Saskia, uma filhote de 4 meses de idade, estava extremamente desnutrida e sofria de gastroenterite, uma infecção que afeta estômago e intestino.

Clarina Hanekom levou a cadelinha ao veterinário para atendimento médico de emergência. Quando Saskia ficou melhor, a mulher tentou levá-la de volta para seus donos no endereço fornecido por eles. Mas ao chegar em um lote vazio, Clarina percebeu que tinham dado a ela o endereço errado e provavelmente não queriam Saskia de volta. O grupo então decidiu levar Saskia para um lar adotivo até encontrar uma família para sempre, como ela merece.

Caesar e Saskia se conheceram no lar temporários e se tornaram grandes amigos. (Foto: Reprodução / Tin Can Town)

Caesar e Saskia se conheceram no lar temporários e se tornaram grandes amigos. (Foto: Reprodução / Tin Can Town)

Com muita sorte, Saskia acabou no mesmo lar temporário que Caesar e os dois se apaixonaram desde o primeiro instante juntos. Saskia seguia Caesar para todo canto, ficava perto dele o tempo inteiro e fazia tudo junto com ele. Ela comia quando ele ia comer, bebia água quando ele ia beber e adorava deitar em sua cama com ele.

Caesar nunca ficou irritado com Saskia, nem mesmo quando ela pulava em cima dele, e também nunca a deixou de lado. O amor era bastante recíproco.

Porém, como o próprio nome diz, lares temporários são apenas por um tempo, e a torcida é de que os animais logo encontrem uma família que queira ficar com ele para sempre.

Os cães faziam tudo juntos e a separação os deixou bastante deprimidos. (Foto: Reprodução / Tin Can Town)

Os cães faziam tudo juntos e a separação os deixou bastante deprimidos. (Foto: Reprodução / Tin Can Town)

Quando um casal de aposentados na Cidade do Cabo decidiu adotar Caesar, todos ficaram muito felizes, pois a nova família do cão era bastante amorosa. Porém, Saskia ficou devastada. Ela tinha perdido seu melhor amigo e fiel companheiro. A cadela ficou bastante deprimida com a falta do amigo. Ela não queria brincar, apenas ficar deitada na cama onde ela e Caesar dormiam juntos.

A família que dava lar temporário para Saskia tentou encontrar uma família para ela, pensando que um novo ambiente iria animá-la. Eles levaram Saskia a vários eventos de adoção, sem sorte.

Alguns meses depois, os novos tutores de Caesar entraram em contato com a Tin Can Town procurando adotar um amigo para o cão, pois ele estava bastante deprimido. O pessoal da organização sabia muito bem qual animal indicar para a família de Caesar.

De acordo com a tutora dos animais, Caesar e Saskia imediatamente se reconheceram, a alegria, os rabos abanando e as lambidas não deixaram dúvidas de que eles estavam muito felizes em se reencontrar.

O reencontro dos animais foi cheio de amor e felicidade. Eles nunca mais se desgrudaram desde então. (Foto: Reprodução / Tin Can Town)

O reencontro dos animais foi cheio de amor e felicidade. Eles nunca mais se desgrudaram desde então. (Foto: Reprodução / Tin Can Town)

Caesar apresentou a casa para Saskia e em seguida os dois foram cochilar na mesma caminha, juntos como gostavam de fazer. Caesar e Saskia não saíram um do lado do outro desde então.

O grupo Tin Can Town ficou muito feliz com a reunião dos cães amigos e segue fazendo seu trabalho na Cidade do Cabo. Além de ajudar os animais, a organização também trabalha para educar as pessoas sobre como cuidar adequadamente de seus bichos de estimação. Para mais informações, você pode visitar a página do Facebook de Tin Can Town e fazer doações em dinheiro através do Paypal.

No Rio de Janeiro será proibido utilizar animais para testes de produtos cosméticos

por Andrezza Oestreicher — publicado 15 dez 2017 - 9:29

E a causa animal teve mais uma vitória no Brasil. Nos próximos dias, será promulgada uma lei que proíbe o uso de animais para testes de produtos cosméticos.

Em uma votação feita na última terça-feira, dia 14 de dezembro, a Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) derrubou, por 40 votos a favor e nenhum contra, o veto do governador Luiz Fernando Pezão e sancionará lei proibindo o uso de animais para cosméticos.

A lei irá valer em todo o estado do Rio de Janeiro e,

 » Read more about: No Rio de Janeiro será proibido utilizar animais para testes de produtos cosméticos  »

Em Portugal, crianças aprendem na escola sobre comportamento e bem-estar dos animais de estimação

por Andrezza Oestreicher — publicado 14 dez 2017 - 18:38

As pessoas costumam dizer que as crianças são o futuro planeta e a esperança de um mundo melhor. Pensando nisso, surgiu, em Portugal, o projeto “Eu Cuido. Um mundo melhor para os animais”.

O “Eu cuido”, que até o ano que vem vai atingir cerca de oito mil alunos só na Grande Lisboa e no Grande Porto, tem como maior objetivo ensinar e sensibilizar as crianças para diversos temas relacionados a animais de estimação.

 » Read more about: Em Portugal, crianças aprendem na escola sobre comportamento e bem-estar dos animais de estimação  »

Miley Cyrus faz nova tatuagem em homenagem a mais um de seus cachorros

por Andrezza Oestreicher — publicado 14 dez 2017 - 9:31

A atriz e cantora Miley Cyrus é uma apaixonada por cães e faz questão de deixar marcado e gravado na pele todo esse amor.

Dona de várias de tatuagens, estima-se que ela já tenha mais de 30 espalhadas pelo corpo, alguns dos desenhos escolhidos por Miley foram feitos como homenagens para os seus animais.

Mary Jane ❤️

A post shared by Miley Cyrus (@mileycyrus) on Dec 2,

 » Read more about: Miley Cyrus faz nova tatuagem em homenagem a mais um de seus cachorros  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

No Rio de Janeiro será proibido utilizar animais para testes de produtos cosméticos

por Andrezza Oestreicher — publicado 15 dez 2017 - 9:29

E a causa animal teve mais uma vitória no Brasil. Nos próximos dias, será promulgada uma lei que proíbe o uso de animais para testes de produtos cosméticos.

Em uma votação feita na última terça-feira, dia 14 de dezembro, a Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) derrubou, por 40 votos a favor e nenhum contra, o veto do governador Luiz Fernando Pezão e sancionará lei proibindo o uso de animais para cosméticos.

(Foto: Reprodução / The Wildcat Voice)

A lei irá valer em todo o estado do Rio de Janeiro e, de acordo com o seu texto, fica proibido o uso de animais para desenvolvimento, experimento e teste de produtos cosméticos, higiene pessoal, perfumes, limpeza e seus componentes. Além disso, também será proibida a comercialização de produtos que tiverem tido seus testes feitos em animais.

“Já há metodologias que fazem testes desses produtos sem utilizar os animais, então, nós temos que respeitar a dignidade dos animais e não tratá-los de forma cruel”, afirmou o deputado Gilberto Palmares, um dos autores do o projeto de lei 2.714/14, em comunicado oficial.

De acordo com Elizabeth Mac Gregor, diretora do Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal, o Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal (CONCEA) do Ministério da Ciência e Tecnologia emitiu um relatório em 2016 reconhecendo que os métodos alternativos validados são mais eficientes do que o modelo animal.

(Foto: Reprodução / sirireporter)

Para quem quer ter certeza se suas marcas preferidas não fazem testes em animais ou quer passar a escolher marcas que não contribuem com maus-tratos a animais, é só buscar no site do PETA a lista com as empresas certificadas que utilizam métodos alternativos de testes.

Para ter essas informações de empresas nacionais, é só entrar no site do Projeto Esperança Animal (PEA).

Fonte: O Globo / Capricho

Em Portugal, crianças aprendem na escola sobre comportamento e bem-estar dos animais de estimação

por Andrezza Oestreicher — publicado 14 dez 2017 - 18:38

As pessoas costumam dizer que as crianças são o futuro planeta e a esperança de um mundo melhor. Pensando nisso, surgiu, em Portugal, o projeto “Eu Cuido. Um mundo melhor para os animais”.

O “Eu cuido”, que até o ano que vem vai atingir cerca de oito mil alunos só na Grande Lisboa e no Grande Porto, tem como maior objetivo ensinar e sensibilizar as crianças para diversos temas relacionados a animais de estimação.

As crianças vão aprender em sala de aula sobre cuidados e bem-estar animal. (Foto: Reprodução / Sapo Lifestyle / Projeto “Eu Cuido”)

Apesar da pureza e do amor que as crianças possam ter logo de cara com os animais, é importante que elas aprendam que eles não são brinquedos e também têm necessidades e precisam de cuidados.

Através do projeto, as crianças terão informações sobre cuidados, saúde, bem-estar, comportamento, regras de interação e o papel dos animais de estimação na sociedade.

Essas informações serão passadas para os alunos em sala de aula durante sessões interativas por um orientador, que vai responder questões como “Quais as diferenças entre o cão e o gato?”, “Quais os seus comportamentos?”, “Que atitudes devemos ter quando estamos perto de um destes animais?”, e apresentar conteúdos através de vídeos temáticos com os personagens Zé Gato e Cão Peão.

Além disso, durante as “aulas”, as crianças também irão conhecer pessoalmente alguns cães policiais, cães de terapia, cães-guia e saber mais sobre o trabalho destes animais, que é tão importante para a comunidade e para as pessoas que dependem deles.

Os alunos também irão conhecer cães policiais, cães de terapia, cães-guia e saber mais sobre a importância do trabalho destes animais. (Foto: Reprodução / Sapo Lifestyle / Projeto “Eu Cuido”)

“O ‘Eu Cuido’ é um projeto educativo que pretende contribuir para uma mudança de mentalidades desde a infância, para uma adequada e sã convivência com os animais de companhia. Queremos educar uma geração para agir com base no respeito e cidadania, porque se construirmos ‘um mundo melhor para os animais’ estamos também a fazer um mundo melhor para todos nós”, explica Filipa Herédia, coordenadora do projeto.

Ainda de acordo com Filipa, o projeto é “inclusivo, interativo e adequado ao nível de conhecimento e interesse das crianças, que procura levá-las a conhecer os animais de estimação através de conteúdos pedagógicos, multimédia, passatempos e jogos”.

O projeto “Eu cuido” conta com a colaboração de psicólogos e entidades que promovem o bem-estar dos animais.

Fonte: Susana Krauss / Sapo Lifestyle