Cão anda mais de 300 km para encontrar mulher que o salvou

Mesmo sendo bem tratado em um novo lar, cão não queria ficar longe da mulher que tanto lhe ajudou cuidando de sua saúde

por Andrezza Oestreicher — publicado 18 mar 2016 - 8:55

Quem trata bem um cão sabe o quanto eles são agradecidos. Hoje nós trazemos para vocês mais uma história que prova o quanto um cão pode ser grato para quem lhe fez bem e salvou a sua vida.

Um cão russo chamado Shavi foi atropelado por um carro e deixado para morrer no local, sem receber nenhum tipo de atenção do motorista. A fêmea foi salva por uma mulher chamada Nina, que recebeu o cão, alimentou-o e cuidou dele até que ele ficasse recuperado. Quando Shavi estava 100%, Nina encontrou uma casa para o cão. Porém, Shavi escapou de sua nova casa e caminhou por mais de 300 km de volta para estar com sua anjo da guarda.

Nina cuidou do cão que havia sido atropelado até que ele ficasse 100% recuperado. (Foto: Reprodução / Life With Dogs)

Nina cuidou do cão que havia sido atropelado até que ele ficasse 100% recuperado. (Foto: Reprodução / Life With Dogs)

 

No ano passado, Shavi vivia como um cão de rua durante o rigoroso inverno da Rússia quando sua vida quase terminou. O cão foi vítima de um atropelamento que resultou em duas patas quebradas e outros ferimentos. Ela quase morreu congelada, mas dois bons samaritanos a encontraram e a levaram para uma clínica veterinária. Depois, as pessoas que salvaram Shavi divulgaram seu caso nas redes sociais em busca de um lar para o cão e apenas uma pessoa respondeu – Nina Baranovskaya.

A mulher levou o cão ainda ferido para sua casa, em Rostov-on-Don, na Rússia, o alimentou e cuidou do animal até que ele tivesse sua saúde restabelecida. Nina ainda ensinou Shavi como andar novamente e treinou o cão para entender comandos básicos. “Após a anestesia, quando ela me viu, ela ergueu os olhos cansados ​​e timidamente lambeu minha mão”, contou Nina.

Shavi era uma lutadora e já no primeiro dia após a cirurgia, sem nem sequer estar totalmente recuperada, o cão se levantou da caminha preparada por Nina e foi encontrada deitada na soleira da porta do quarto da mulher. Nina passou os seis meses seguintes ajudando Shavi a se recuperar.

Nina conseguiu ensinar alguns comandos para Shavi. (Foto: Reprodução / Life With Dogs)

Nina conseguiu ensinar alguns comandos para Shavi. (Foto: Reprodução / Life With Dogs)

Shavi era um aprendiz inteligente e aprendia os comandos rapidamente, mas ela tinha pavor de estranhos e de carros. Por conta disso, demorou muito tempo para que Nina conseguisse levar o cão para fora, mas aos poucos ela superou o trauma.

Nina queria muito continuar com o cão, ela já amava o animal,porém ela tinha alguns empecilhos. Seu apartamento era muito pequeno e ela já tinha três gatos e dois outros cães, todos de resgate, e compromissos de trabalho foram impedimentos para que ela pudesse dar ao cão a atenção que ela precisava.

Apesar da dor que sentiu, Nina procurou um novo lar para Shavi. Os únicos amigos dispostos a ficarem com o cão viviam a cerca de 280 km de distância. Eles viviam no campo, e Shavi teria mais espaço para brincar ao redor. Nina acreditava que este era realmente a melhor escolha para ela.

No entanto, alguns poucos dias depois de chegar em seu novo lar, Shavi desapareceu depois de cavar um grande buraco por baixo da cerca. Desesperados, seus novos tutores procuraram Nina para a triste notícia, que Shavi estava novamente sozinha pelas ruas.

O cão caminhou sozinho mais de 300 km (200 milhas) para encontrar Nina novamente. (Foto: Reprodução / Life With Dogs)

O cão caminhou sozinho mais de 300 km (200 milhas) para encontrar Nina novamente. (Foto: Reprodução / Life With Dogs)

Quase duas semanas depois, Nina estava andando pela rua quando se assustou com a sensação de algo roçando em suas pernas, era Shavi! Nina começou a chorar, sem conseguir acreditar que aquele cão veio sozinho de tão longe só para encontrá-la. Quando ela se inclinou para baixo, Shavi pulou em seus braços.

O mais incrível dessa história é que, durante o tempo que Shavi tinha ficado desaparecida, a família de Nina tinha se mudado para um apartamento maior. “Eu já ouvi histórias surpreendentes sobre a lealdade dos cães, mas nunca imaginei que esse tipo de coisa iria acontecer comigo. Ainda agora, eu quase não consigo acreditar este cão viajou uma distância tão longa para me encontrar”, disse Nina.

Shavi estava magra e com um aspecto abatido e, novamente, Nina cuidou dela até que ela ficasse saudável novamente. Dessa vez o processo foi mais rápido, pois o cão estava confiante de que ele não iria para outro lugar novamente, desta vez Shavi ficaria com Nina para sempre.

Depois de Shavi mostrar o quanto ela queria ficar com Nina, a mulher disse que cuidará do cão em sua casa para sempre. (Foto: Reprodução / Life With Dogs)

Depois de Shavi mostrar o quanto ela queria ficar com Nina, a mulher disse que cuidará do cão em sua casa para sempre. (Foto: Reprodução / Life With Dogs)

“Claro, agora ela ficará conosco para sempre. Eu nunca daria para este tipo de amigo de novo. Os animais são as criaturas mais fiéis e amorosas do mundo. Para cada gota de amor humano, eles são vontade de dar tudo deles em troca e eu sei disso por experiência própria. Shavi é como uma filha para mim agora”, desabafou Nina.

A história foi publicada em jornais locais e dezenas de pessoas se ofereceram para ajudar Nina doando dinheiro e outras coisas que ela possa precisar. Nina recusou educadamente e, em vez disso, pediu-lhes para fazer algo diferente: “Estou realmente muito emocionada, obrigada a todos do fundo do meu coração! Mas eu não preciso de dinheiro. Eu não fiz isso para ganhar benefícios financeiros. Se você realmente quer ajudar, eu te imploro para que não ignore os animais que precisam de sua ajuda. Animais são as criaturas mais dedicadas e amorosas. Eles precisam do nosso amor e cuidado”.

 

Fonte: Life With Dogs

No Rio de Janeiro será proibido utilizar animais para testes de produtos cosméticos

por Andrezza Oestreicher — publicado 15 dez 2017 - 9:29

E a causa animal teve mais uma vitória no Brasil. Nos próximos dias, será promulgada uma lei que proíbe o uso de animais para testes de produtos cosméticos.

Em uma votação feita na última terça-feira, dia 14 de dezembro, a Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) derrubou, por 40 votos a favor e nenhum contra, o veto do governador Luiz Fernando Pezão e sancionará lei proibindo o uso de animais para cosméticos.

A lei irá valer em todo o estado do Rio de Janeiro e,

 » Read more about: No Rio de Janeiro será proibido utilizar animais para testes de produtos cosméticos  »

Em Portugal, crianças aprendem na escola sobre comportamento e bem-estar dos animais de estimação

por Andrezza Oestreicher — publicado 14 dez 2017 - 18:38

As pessoas costumam dizer que as crianças são o futuro planeta e a esperança de um mundo melhor. Pensando nisso, surgiu, em Portugal, o projeto “Eu Cuido. Um mundo melhor para os animais”.

O “Eu cuido”, que até o ano que vem vai atingir cerca de oito mil alunos só na Grande Lisboa e no Grande Porto, tem como maior objetivo ensinar e sensibilizar as crianças para diversos temas relacionados a animais de estimação.

 » Read more about: Em Portugal, crianças aprendem na escola sobre comportamento e bem-estar dos animais de estimação  »

Miley Cyrus faz nova tatuagem em homenagem a mais um de seus cachorros

por Andrezza Oestreicher — publicado 14 dez 2017 - 9:31

A atriz e cantora Miley Cyrus é uma apaixonada por cães e faz questão de deixar marcado e gravado na pele todo esse amor.

Dona de várias de tatuagens, estima-se que ela já tenha mais de 30 espalhadas pelo corpo, alguns dos desenhos escolhidos por Miley foram feitos como homenagens para os seus animais.

Mary Jane ❤️

A post shared by Miley Cyrus (@mileycyrus) on Dec 2,

 » Read more about: Miley Cyrus faz nova tatuagem em homenagem a mais um de seus cachorros  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

No Rio de Janeiro será proibido utilizar animais para testes de produtos cosméticos

por Andrezza Oestreicher — publicado 15 dez 2017 - 9:29

E a causa animal teve mais uma vitória no Brasil. Nos próximos dias, será promulgada uma lei que proíbe o uso de animais para testes de produtos cosméticos.

Em uma votação feita na última terça-feira, dia 14 de dezembro, a Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) derrubou, por 40 votos a favor e nenhum contra, o veto do governador Luiz Fernando Pezão e sancionará lei proibindo o uso de animais para cosméticos.

(Foto: Reprodução / The Wildcat Voice)

A lei irá valer em todo o estado do Rio de Janeiro e, de acordo com o seu texto, fica proibido o uso de animais para desenvolvimento, experimento e teste de produtos cosméticos, higiene pessoal, perfumes, limpeza e seus componentes. Além disso, também será proibida a comercialização de produtos que tiverem tido seus testes feitos em animais.

“Já há metodologias que fazem testes desses produtos sem utilizar os animais, então, nós temos que respeitar a dignidade dos animais e não tratá-los de forma cruel”, afirmou o deputado Gilberto Palmares, um dos autores do o projeto de lei 2.714/14, em comunicado oficial.

De acordo com Elizabeth Mac Gregor, diretora do Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal, o Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal (CONCEA) do Ministério da Ciência e Tecnologia emitiu um relatório em 2016 reconhecendo que os métodos alternativos validados são mais eficientes do que o modelo animal.

(Foto: Reprodução / sirireporter)

Para quem quer ter certeza se suas marcas preferidas não fazem testes em animais ou quer passar a escolher marcas que não contribuem com maus-tratos a animais, é só buscar no site do PETA a lista com as empresas certificadas que utilizam métodos alternativos de testes.

Para ter essas informações de empresas nacionais, é só entrar no site do Projeto Esperança Animal (PEA).

Fonte: O Globo / Capricho

Em Portugal, crianças aprendem na escola sobre comportamento e bem-estar dos animais de estimação

por Andrezza Oestreicher — publicado 14 dez 2017 - 18:38

As pessoas costumam dizer que as crianças são o futuro planeta e a esperança de um mundo melhor. Pensando nisso, surgiu, em Portugal, o projeto “Eu Cuido. Um mundo melhor para os animais”.

O “Eu cuido”, que até o ano que vem vai atingir cerca de oito mil alunos só na Grande Lisboa e no Grande Porto, tem como maior objetivo ensinar e sensibilizar as crianças para diversos temas relacionados a animais de estimação.

As crianças vão aprender em sala de aula sobre cuidados e bem-estar animal. (Foto: Reprodução / Sapo Lifestyle / Projeto “Eu Cuido”)

Apesar da pureza e do amor que as crianças possam ter logo de cara com os animais, é importante que elas aprendam que eles não são brinquedos e também têm necessidades e precisam de cuidados.

Através do projeto, as crianças terão informações sobre cuidados, saúde, bem-estar, comportamento, regras de interação e o papel dos animais de estimação na sociedade.

Essas informações serão passadas para os alunos em sala de aula durante sessões interativas por um orientador, que vai responder questões como “Quais as diferenças entre o cão e o gato?”, “Quais os seus comportamentos?”, “Que atitudes devemos ter quando estamos perto de um destes animais?”, e apresentar conteúdos através de vídeos temáticos com os personagens Zé Gato e Cão Peão.

Além disso, durante as “aulas”, as crianças também irão conhecer pessoalmente alguns cães policiais, cães de terapia, cães-guia e saber mais sobre o trabalho destes animais, que é tão importante para a comunidade e para as pessoas que dependem deles.

Os alunos também irão conhecer cães policiais, cães de terapia, cães-guia e saber mais sobre a importância do trabalho destes animais. (Foto: Reprodução / Sapo Lifestyle / Projeto “Eu Cuido”)

“O ‘Eu Cuido’ é um projeto educativo que pretende contribuir para uma mudança de mentalidades desde a infância, para uma adequada e sã convivência com os animais de companhia. Queremos educar uma geração para agir com base no respeito e cidadania, porque se construirmos ‘um mundo melhor para os animais’ estamos também a fazer um mundo melhor para todos nós”, explica Filipa Herédia, coordenadora do projeto.

Ainda de acordo com Filipa, o projeto é “inclusivo, interativo e adequado ao nível de conhecimento e interesse das crianças, que procura levá-las a conhecer os animais de estimação através de conteúdos pedagógicos, multimédia, passatempos e jogos”.

O projeto “Eu cuido” conta com a colaboração de psicólogos e entidades que promovem o bem-estar dos animais.

Fonte: Susana Krauss / Sapo Lifestyle