Cão anda mais de 300 km para encontrar mulher que o salvou

Mesmo sendo bem tratado em um novo lar, cão não queria ficar longe da mulher que tanto lhe ajudou cuidando de sua saúde

por Andrezza Oestreicher — publicado 18 mar 2016 - 8:55

Quem trata bem um cão sabe o quanto eles são agradecidos. Hoje nós trazemos para vocês mais uma história que prova o quanto um cão pode ser grato para quem lhe fez bem e salvou a sua vida.

Um cão russo chamado Shavi foi atropelado por um carro e deixado para morrer no local, sem receber nenhum tipo de atenção do motorista. A fêmea foi salva por uma mulher chamada Nina, que recebeu o cão, alimentou-o e cuidou dele até que ele ficasse recuperado. Quando Shavi estava 100%, Nina encontrou uma casa para o cão. Porém, Shavi escapou de sua nova casa e caminhou por mais de 300 km de volta para estar com sua anjo da guarda.

Nina cuidou do cão que havia sido atropelado até que ele ficasse 100% recuperado. (Foto: Reprodução / Life With Dogs)

Nina cuidou do cão que havia sido atropelado até que ele ficasse 100% recuperado. (Foto: Reprodução / Life With Dogs)

 

No ano passado, Shavi vivia como um cão de rua durante o rigoroso inverno da Rússia quando sua vida quase terminou. O cão foi vítima de um atropelamento que resultou em duas patas quebradas e outros ferimentos. Ela quase morreu congelada, mas dois bons samaritanos a encontraram e a levaram para uma clínica veterinária. Depois, as pessoas que salvaram Shavi divulgaram seu caso nas redes sociais em busca de um lar para o cão e apenas uma pessoa respondeu – Nina Baranovskaya.

A mulher levou o cão ainda ferido para sua casa, em Rostov-on-Don, na Rússia, o alimentou e cuidou do animal até que ele tivesse sua saúde restabelecida. Nina ainda ensinou Shavi como andar novamente e treinou o cão para entender comandos básicos. “Após a anestesia, quando ela me viu, ela ergueu os olhos cansados ​​e timidamente lambeu minha mão”, contou Nina.

Shavi era uma lutadora e já no primeiro dia após a cirurgia, sem nem sequer estar totalmente recuperada, o cão se levantou da caminha preparada por Nina e foi encontrada deitada na soleira da porta do quarto da mulher. Nina passou os seis meses seguintes ajudando Shavi a se recuperar.

Nina conseguiu ensinar alguns comandos para Shavi. (Foto: Reprodução / Life With Dogs)

Nina conseguiu ensinar alguns comandos para Shavi. (Foto: Reprodução / Life With Dogs)

Shavi era um aprendiz inteligente e aprendia os comandos rapidamente, mas ela tinha pavor de estranhos e de carros. Por conta disso, demorou muito tempo para que Nina conseguisse levar o cão para fora, mas aos poucos ela superou o trauma.

Nina queria muito continuar com o cão, ela já amava o animal,porém ela tinha alguns empecilhos. Seu apartamento era muito pequeno e ela já tinha três gatos e dois outros cães, todos de resgate, e compromissos de trabalho foram impedimentos para que ela pudesse dar ao cão a atenção que ela precisava.

Apesar da dor que sentiu, Nina procurou um novo lar para Shavi. Os únicos amigos dispostos a ficarem com o cão viviam a cerca de 280 km de distância. Eles viviam no campo, e Shavi teria mais espaço para brincar ao redor. Nina acreditava que este era realmente a melhor escolha para ela.

No entanto, alguns poucos dias depois de chegar em seu novo lar, Shavi desapareceu depois de cavar um grande buraco por baixo da cerca. Desesperados, seus novos tutores procuraram Nina para a triste notícia, que Shavi estava novamente sozinha pelas ruas.

O cão caminhou sozinho mais de 300 km (200 milhas) para encontrar Nina novamente. (Foto: Reprodução / Life With Dogs)

O cão caminhou sozinho mais de 300 km (200 milhas) para encontrar Nina novamente. (Foto: Reprodução / Life With Dogs)

Quase duas semanas depois, Nina estava andando pela rua quando se assustou com a sensação de algo roçando em suas pernas, era Shavi! Nina começou a chorar, sem conseguir acreditar que aquele cão veio sozinho de tão longe só para encontrá-la. Quando ela se inclinou para baixo, Shavi pulou em seus braços.

O mais incrível dessa história é que, durante o tempo que Shavi tinha ficado desaparecida, a família de Nina tinha se mudado para um apartamento maior. “Eu já ouvi histórias surpreendentes sobre a lealdade dos cães, mas nunca imaginei que esse tipo de coisa iria acontecer comigo. Ainda agora, eu quase não consigo acreditar este cão viajou uma distância tão longa para me encontrar”, disse Nina.

Shavi estava magra e com um aspecto abatido e, novamente, Nina cuidou dela até que ela ficasse saudável novamente. Dessa vez o processo foi mais rápido, pois o cão estava confiante de que ele não iria para outro lugar novamente, desta vez Shavi ficaria com Nina para sempre.

Depois de Shavi mostrar o quanto ela queria ficar com Nina, a mulher disse que cuidará do cão em sua casa para sempre. (Foto: Reprodução / Life With Dogs)

Depois de Shavi mostrar o quanto ela queria ficar com Nina, a mulher disse que cuidará do cão em sua casa para sempre. (Foto: Reprodução / Life With Dogs)

“Claro, agora ela ficará conosco para sempre. Eu nunca daria para este tipo de amigo de novo. Os animais são as criaturas mais fiéis e amorosas do mundo. Para cada gota de amor humano, eles são vontade de dar tudo deles em troca e eu sei disso por experiência própria. Shavi é como uma filha para mim agora”, desabafou Nina.

A história foi publicada em jornais locais e dezenas de pessoas se ofereceram para ajudar Nina doando dinheiro e outras coisas que ela possa precisar. Nina recusou educadamente e, em vez disso, pediu-lhes para fazer algo diferente: “Estou realmente muito emocionada, obrigada a todos do fundo do meu coração! Mas eu não preciso de dinheiro. Eu não fiz isso para ganhar benefícios financeiros. Se você realmente quer ajudar, eu te imploro para que não ignore os animais que precisam de sua ajuda. Animais são as criaturas mais dedicadas e amorosas. Eles precisam do nosso amor e cuidado”.

 

Fonte: Life With Dogs

Paolla Oliveira aproveita tempinho livre para relaxar com cachorro

por Andrezza Oestreicher — publicado 17 out 2017 - 9:36

A atriz Paolla Oliveira é uma amante de cachorros assumida e nós já demos muitas provas disso aqui no Portal do Dog.

Tutora de três cachorros (dois deles adotados) e 11 gatos, Paolla também é madrinha da ONG Paraíso dos Focinhos e sempre está participando de campanhas para ajudar a instituição, além de incentivar a adoção.

Pronta pra semana… Só que no horário de verão. 😂🙆

 » Read more about: Paolla Oliveira aproveita tempinho livre para relaxar com cachorro  »

Walt Disney World irá permitir a presença de cães em seus hotéis pela primeira vez

por Andrezza Oestreicher — publicado 16 out 2017 - 18:24

Pela primeira vez os hotéis e resorts do complexo Disney passaram a aceitar famílias hospedem também seus cachorros de estimação.

O Disney’s Yacht Club Resort, Disney Port Orleans Resort – Riverside, Disney’s Art of Animation Resort e o Disney’s Fort Wilderness Resort, todos localizados em Orlando, na Flórida, abriram suas portas ontem, dia 15 de outubro, para receber também hóspedes caninos.

Os animais não podem circular por todas as áreas dos hotéis e os quartos onde eles podem se hospedar com suas famílias ficam em andares específicos,

 » Read more about: Walt Disney World irá permitir a presença de cães em seus hotéis pela primeira vez  »

Instituto Luisa Mell recebe a visita da estrela teen Larissa Manoela

por Andrezza Oestreicher — publicado 16 out 2017 - 9:33

Depois do resgate dos 135 cães feito por Luisa Mell, com o apoio da polícia e de uma superequipe, em um canil de Osasco, o Instituto Luisa Mell recebeu o apoio e visita de diversas celebridades que ficaram tocados com a situação dos animais.

Na última sexta-feira, dia 13 de outubro, mais uma celebridade foi até o Instituto. Dessa vez foi a atriz e cantora Larissa Manoela que esteve no local conhecendo as instalações e todos os animais que são ajudados por lá.

 » Read more about: Instituto Luisa Mell recebe a visita da estrela teen Larissa Manoela  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Paolla Oliveira aproveita tempinho livre para relaxar com cachorro

por Andrezza Oestreicher — publicado 17 out 2017 - 9:36

A atriz Paolla Oliveira é uma amante de cachorros assumida e nós já demos muitas provas disso aqui no Portal do Dog.

Tutora de três cachorros (dois deles adotados) e 11 gatos, Paolla também é madrinha da ONG Paraíso dos Focinhos e sempre está participando de campanhas para ajudar a instituição, além de incentivar a adoção.

Pronta pra semana… Só que no horário de verão. 😂🙆

A post shared by Paolla Oliveira (@paollaoliveirareal) on

Paolla também parece ser do time daqueles que adoram passar qualquer tempo que tem livre com seus animais. Na reta final das gravações da novela a “A Força do Querer”, onde interpreta a policial Jeiza, a atriz curtiu a manhã da última segunda-feira, dia 16 de outubro, relaxando com um de seus cachorros e publicou uma imagem no seu perfil oficial no Instagram.

Junto da foto, que mostra a atriz deitada com um de seus cães em uma rede Paolla escreveu: “Pronta pra semana… Só que no horário de verão.”

Algumas horas depois, Paolla publicou mais uma foto com outro animal, dessa vez com o cachorro Iron, um cão policial da raça Pastor Belga Malinois com quem ela divide a cena na novela.

“Ganhando um carinho nas últimas gravações com meu fiel escudeiro em #AForçaDoQuerer. Vou sentir muita saudade do Iron. E vocês?”, escreveu a atriz, que parece bastante apegada ao animal, na legenda da foto.

Ganhando um carinho nas últimas gravações com meu fiel escudeiro em #AForçaDoQuerer. Vou sentir muita saudade do Iron. E vocês? 😢😘

A post shared by Paolla Oliveira (@paollaoliveirareal) on

Nós já falamos aqui que Paolla até demonstrou certo interesse em adotar o cão, que atualmente pertence ao Batalhão de Ações com Cães da Polícia Militar do Rio de Janeiro, mas que está pertinho de se aposentar.

Nós continuamos torcendo para que a atriz acabe ficando mesmo com Iron e lhe dê muito amor e a aposentadoria que ele merece, assim como ela faz como todos os seus animais.

Walt Disney World irá permitir a presença de cães em seus hotéis pela primeira vez

por Andrezza Oestreicher — publicado 16 out 2017 - 18:24

Pela primeira vez os hotéis e resorts do complexo Disney passaram a aceitar famílias hospedem também seus cachorros de estimação.

O Disney’s Yacht Club Resort, Disney Port Orleans Resort – Riverside, Disney’s Art of Animation Resort e o Disney’s Fort Wilderness Resort, todos localizados em Orlando, na Flórida, abriram suas portas ontem, dia 15 de outubro, para receber também hóspedes caninos.

Cães já podem se hospedar em quatro hotéis do complexo Disney em Orlando. (Foto: Reprodução / Petcha / Disney Parks Blog)

Os animais não podem circular por todas as áreas dos hotéis e os quartos onde eles podem se hospedar com suas famílias ficam em andares específicos, tudo para que tanto os cães quanto pessoas que possuem alergia ou outros problemas tenham mais comodidade e tranquilidade durante sua estadia.

Cada quarto poderá hospedar no máximo dois cachorros por vez e os animais serão muito bem recebidos nos resorts. No momento do check-in, os cães receberão um kit de boas-vindas do Pluto que inclui: esteira e tigelas para comida e água, uma etiqueta de identificação, sacolas descartáveis ​​de plástico, almofadas de cachorro, e mapas de locais para caminhar com os cachorros e uma etiqueta para porta indicando que tem um animal de estimação no quarto.

A taxa cobrada pela presença de cada animal será de 75 dólares por noite no Disney Yacht Club e 50 dólares por noite nos outros três resorts Disney abertos para cães. Essas taxas destinam-se a cobrir os custos de limpeza.

Os cães irão receber um kit de boas-vindas do Pluto no momento do check-in. (Foto: Reprodução / Petcha / Disney Parks Blog)

No complexo Disney você encontra ainda a Best Friends Pet Care, uma instalação de serviço completo para animais de estimação. O Local funciona como creche, onde os cães podem ficar durante o dia enquanto seus tutores estão nos parques, e também funciona como hotel pet, onde os animais podem ficar hospedados por uma semana direto.

Para se hospedar nos hotéis Disney o cachorro deve estar com as vacinas em dia e espera-se que o animal seja bem comportado e que os tutores respeitem as áreas proibidas para pets.

Fonte: Disney Parks / Petcha