Cão encontrado quase morto é resgatado e recebe os cuidados que precisava

O animal, que era dado como morto por quem o via de longe, levantou apenas a cabeça para mostrar que estava vivo e precisando de ajuda

por Andrezza Oestreicher — publicado 14 nov 2016 - 10:51

Judy Obregon costuma fazer visitas frequentes a uma região específica em Fort Worth, no Texas, conhecido por ter se transformado em um depósito ilegal de lixo e onde um grande número de cães são abandonados e até animais mortos são jogados.

A mulher visita a região buscando resgatar cães que foram abandonados ali estejam precisando de ajuda. Os cães que ela pode salvar são levados ao veterinário e colocados em lares temporários enquanto eles se recuperam. Depois, os cães colocados ara adoção.

Quando foi encontrada, Mercy parecia estar morta. (Foto: Reprodução / The Abandoned Ones)

Quando foi encontrada, Mercy parecia estar morta. (Foto: Reprodução / The Abandoned Ones)

Em uma ronda pela região no início de outubro, Judy viu de longe o corpo de um cachorro deitado imóvel ao lado da estrada. A mulher logo se entristeceu ao pensar que aquele era apenas mais um animal a morrer abandonado naquele local. Ela passou um tempo olhando para o corpo do cão e seguiu procurando por animais que pudesse ajudar.

A cadela não conseguia mover as patas traseiras e tinha vários ossos quebrados. (Foto: Reprodução / The Abandoned Ones)

A cadela não conseguia mover as patas traseiras e tinha vários ossos quebrados. (Foto: Reprodução / The Abandoned Ones)

Ao andar um pouco com o carro, Judy deu uma última olhada para o cão através de seu espelho retrovisor. Quando, de repente, o cão, que estava aparentemente morto, levantou a cabeça. Imediatamente Judy voltou correndo para ajudar o animal.

O cachorro estava em uma situação terrível, quase morto, mas parecia sentir que aquela mulher estava ali para ajudá-lo. Mesmo sem conseguir mover suas pernas traseiras, o cão começou a sacudir a cauda quando Judy se aproximou.

Mercy foi levada imediatamente para o veterinário. (Foto: Reprodução / The Abandoned Ones)

Mercy foi levada imediatamente para o veterinário. (Foto: Reprodução / The Abandoned Ones)

Naquele momento, o animal, uma cadelinha, recebeu o nome de Mercy (que em português significa misericórdia).

Judy colocou Mercy na parte detrás do seu carro e seguiu dali diretamente para o veterinário. A cadela estava muito ruim e foi o caminho todo choramingando de dor. Para tentar acalmar o animal, Judy colocou uma música e tirou uma das mãos do volante para acariciar Mercy.

A cadela recebeu os cuidados urgentes necessários e ficou em observação por cinco dias na clínica. (Foto: Reprodução / The Abandoned Ones)

A cadela recebeu os cuidados urgentes necessários e ficou em observação por cinco dias na clínica. (Foto: Reprodução / The Abandoned Ones)

“Ela pôs a pata em cima da minha mão. Quando a deixei no veterinário, eu tinha a marca de sua pata em meu pulso. Ela estava realmente segurando minha mão”, conta Judy emocionada.

Mercy estava com vários ossos quebrados, mas não havia evidência de que ela tinha sido atingida por um carro. Então, acredita-se que Mercy tenha sofrido de abusos e violência humana. A cadela tinha ainda uma cicatriz em torno de sua barriga que mostrava que ela tinha sido amarrada pela cintura.

Mercy está bem melhor em um lar temporário enquanto segue se recuperando e em breve estará disponível para adoção. (Foto: Reprodução / The Abandoned Ones)

Mercy está em um lar temporário enquanto segue se recuperando e em breve estará disponível para adoção. (Foto: Reprodução / The Abandoned Ones)

A cadela recebeu os cuidados urgentes necessários, ficou em observação em uma clínica por cinco dias e hoje está em um lar temporário enquanto continua em tratamento, recebe todas as vacinas e é castrada.

Mercy ainda está frágil, porém já consegue andar sozinha direitinho, segue se recuperando muito bem e em menos de dois meses já poderá estar disponível para adoção.

Tata Werneck adota cãozinho deficiente da Ampara Animal

por Samantha Kelly — publicado 23 ago 2017 - 8:41

A musa do humor brasileiro mais uma vez deixou claro que o seu talento é proporcional ao seu coração.

Já mãe de 14 pets, ela abriu as portas de sua casa novamente, agora para um cachorro especial que foi regatado através do incrível trabalho que a Ampara Animal realiza.

Meu novo filho! Doida pra chegar e te dar todo amor que vc não recebeu! Pra cuidar de todas as feridas que pessoas maldosas fizeram com vc!

 » Read more about: Tata Werneck adota cãozinho deficiente da Ampara Animal  »

Adolescentes gravam símbolo da suástica na cabeça de um Chihuahua e assustam família

por Andrezza Oestreicher — publicado 22 ago 2017 - 18:23

No Arizona, Estados Unidos, um cãozinho com um símbolo da suástica pintado na cabeça deixou uma família bastante aterrorizada.

Uma mulher ficou chocada quando o animal, que é de um vizinho, apareceu na porta de sua casa. O medo que ela sentiu é fácil de explicar.

A suástica é como uma marca da raça ariana e foi muito utilizada pela Alemanha Nazista, período em que os alemães acreditavam que sua raça era a pura e havia muito preconceito com outros povos.

 » Read more about: Adolescentes gravam símbolo da suástica na cabeça de um Chihuahua e assustam família  »

Empresa customiza drone para passear com seu cachorro

por Samantha Kelly — publicado 22 ago 2017 - 10:49

A empresa britânica DronesDirect.co.uk está personalizando o drone Phantom 4 para possibilitar que a máquina passei com seu cachorro.

Pelo precinho nada camarada de £2 mil (aproximadamente R$8 mil), o Dog Drone tem uma coleira retráctil e um dispositivo contra colisão que o impediria de bater em obstáculos no caminho.

Para o tutor restaria apenas fazer o download da rota e teoricamente sentar e relaxar enquanto o drone faz todo o trabalho.

 » Read more about: Empresa customiza drone para passear com seu cachorro  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Tata Werneck adota cãozinho deficiente da Ampara Animal

por Samantha Kelly — publicado 23 ago 2017 - 8:41

A musa do humor brasileiro mais uma vez deixou claro que o seu talento é proporcional ao seu coração.

Já mãe de 14 pets, ela abriu as portas de sua casa novamente, agora para um cachorro especial que foi regatado através do incrível trabalho que a Ampara Animal realiza.

Meu novo filho! Doida pra chegar e te dar todo amor que vc não recebeu! Pra cuidar de todas as feridas que pessoas maldosas fizeram com vc! E juntos seremos mto felizes! E obrigada @amparanimal ! Por todo cuidado que tem com os bichos que (não consigo entender) algumas pessoas não têm capacidade de ter!

Foto: Reprodução/Instagram

Nino já aparece muito confortável e se familiarizando com sua nova moradia em vídeos postados nas redes por Tata e seu companheiro Rafael Vitti.

O fato dele não ter uma perna não muda em nada sua disposição e capacidade de amar e só prova que todos merecem uma segunda chance.

Nino tá feliz 😁 @amparanimal @tatawerneck

A post shared by Rafael Vitti (@rafaavitti) on

Deitei no tapete mesmo esperando mamãe chegar 😍❤️

A post shared by Tata Werneck (@tatawerneck) on

Adolescentes gravam símbolo da suástica na cabeça de um Chihuahua e assustam família

por Andrezza Oestreicher — publicado 22 ago 2017 - 18:23

No Arizona, Estados Unidos, um cãozinho com um símbolo da suástica pintado na cabeça deixou uma família bastante aterrorizada.

Uma mulher ficou chocada quando o animal, que é de um vizinho, apareceu na porta de sua casa. O medo que ela sentiu é fácil de explicar.

A suástica é como uma marca da raça ariana e foi muito utilizada pela Alemanha Nazista, período em que os alemães acreditavam que sua raça era a pura e havia muito preconceito com outros povos.

Por ter origem hispânica e ter três filhos adotivos que também possuem diferentes origens, a mulher, que preferiu não se identificar, ficou bastante apreensiva ao ver aquele símbolo tão próximo.

Adolescentes pintaram o símbolo na cabeça do cão com esmalte e disseram que tudo não passou de uma “piada”. (Foto: Reprodução / Kare 11 / KPNX)

Oficiais do Departamento de Polícia de Glendale foram chamados e conseguiram descobrir rapidamente quem tinha feito aquilo com o cachorro. Preocupados de que o cão estivesse sofrendo negligências, eles foram até a casa onde o animal vive.

Na residência, os oficiais foram informados de que o caso não passou de uma “pegadinha”, uma “brincadeira de adolescentes”.

Dois adolescentes, um filipino e um negro (que também sofreriam preconceito dos Nazistas por não se enquadrarem no perfil da “raça ariana” alemã), admitiram que pintaram a suástica na cabeça do cachorro com esmalte vermelho como uma piada.

“Eles começaram pintando as unhas do cachorro, depois as orelhas e, finalmente, a suástica. Foram apenas algumas crianças fazendo algo como uma brincadeira cruel”, disse a porta-voz do Departamento de Polícia de Glendale, Tiffany Smith ao HuffPost.

De acordo com a polícia, os adolescentes disseram que iriam remover a pintura feita no cachorro.

Fonte: HuffPost