Cão resgatado só quer ser amado pelo seu priminho gato

A cadelinha, que é louca pelo gatinho da família, faz de tudo para que o animal também se apaixone por ela

por Andrezza Oestreicher — publicado 4 set 2016 - 19:00

Sabe aquela coisa de gostar realmente muito de alguém e, por algum motivo, essa pessoa não dar a mínima para você? É justamente por essa situação que Pippy, uma cadela resgatada, está passando, mas com o gatinho de sua família.

Pippy é completamente apaixonada por Pooh, um gato resgatado que pertence à irmã da mãe humana da cadelinha. Ela faz de tudo para ser notada pelo primo felino, o seguindo por onde ele vai, cutucando com o nariz e até latindo para ele, mas nada parece dar muito certo.

Danielle conheceu Pippy em uma feira de adoção e logo se apaixonou. (Foto: Reprodução / Danielle Skinner / Stephanie Skinner)

Danielle conheceu Pippy em uma feira de adoção e logo se apaixonou. (Foto: Reprodução / Danielle Skinner / Stephanie Skinner)

A cadela, junto com mais duas irmãs, enquanto ainda filhote viva em um lugar onde o nível de eutanásia era bem alto e provavelmente entraria para essa lista caso uma organização de resgate em Washington, DC, Estados Unidos, chamada Homeward Trails, não tivesse ido salvá-la.

Danielle Skinner conheceu Pippy em uma feira de adoção e logo se apaixonou. Ela tinha apenas 5 meses de idade. A cadela foi viver com sua nova mamãe na Virgínia, porém, ela começou a apresentar problemas de ansiedade e estava arisca com estranhos.

Ao conhecer o gatinho da irmã de sua mãe, Pippy ficou simplesmente obcecada pelo animal. (Foto: Reprodução / Danielle Skinner / Stephanie Skinner)

Ao conhecer o gatinho da irmã de sua mãe, Pippy ficou simplesmente obcecada pelo animal. (Foto: Reprodução / Danielle Skinner / Stephanie Skinner)

Então, em uma visita a Pensilvânia, Pippy conheceu Pooh, o gatinho da irmã de sua nova mamãe. O primeiro encontro entre os animais não foi tão bem. Pippy estava na coleira e o gato no colo de sua tutora, mas mesmo assim Pooh ficou apavorado com a cadela latindo e pulando muito.

Pippy então pareceu ter percebido que não causou uma boa primeira impressão e tentou outra tática: ela deitou-se no chão na frente de Pooh, choramingando e olhando para ele. Isso até funcionou, mas Pooh não deu muito atenção para a cadela e ela passou a persegui-lo por todos os lugares que ele andava.

A cadela queria seguir o gato o tempo inteiro. (Foto: Reprodução / Danielle Skinner / Stephanie Skinner)

A cadela queria seguir o gato o tempo inteiro. (Foto: Reprodução / Danielle Skinner / Stephanie Skinner)

Pippy voltou com sua mamãe para a Virgínia, mas elas estão sempre visitando a família e o gatinho pelo qual a cadela se apaixonou. E sempre que eles se encontram é a mesma coisa, Pippy está sempre atrás de Pooh onde quer que ele vá.

O único local seguro para o gato é o porão. Quando Pooh está lá a família mantém a porta do local fechada para que ele consiga descansar sem que Pippy fique lhe perseguindo. É um amor que às vezes deixa o gatinho sufocado, ela gosta de saber onde ele está e o que ele está fazendo em todos os momentos.

Pippy estava apaixonada pelo gato Pooh e queria estar sempre perto dele. (Foto: Reprodução / Danielle Skinner / Stephanie Skinner)

Pippy estava apaixonada pelo gato Pooh e queria estar sempre perto dele. (Foto: Reprodução / Danielle Skinner / Stephanie Skinner)

Todos imaginavam que a relação dos dois seria assim para sempre. Porém, durante uma das visitas de Pippy, ela conseguiu entrar no porão sem ninguém ver e, quando os dois animais foram encontrados juntos, ao contrário do que todos imaginavam, eles estavam sentados, um do lado do outro, de forma bastante tranquila.

Então, Pooh se aproximou de Pippy, a cheirou e depois rolou de costas, mostrando que ele finalmente estava confortável com ela. Pippy não sabia o que fazer, mas parecia que não queria estragar o momento, então ela apenas ficou muito quieta e deixou Pooh se movimentar ao seu redor.

Com o tempo, Pooh acabou se acostumando com o jeito de Pippy e permitiu que ela ficasse ao seu lado. (Foto: Reprodução / Danielle Skinner / Stephanie Skinner)

Com o tempo, Pooh acabou se acostumando com o jeito de Pippy e permitiu que ela ficasse ao seu lado. (Foto: Reprodução / Danielle Skinner / Stephanie Skinner)

A partir de então, o gato Pooh sempre permite que a cadelinha fique um tempo com ele e, quando ela parece não lhe dar atenção suficiente, o gato a chama miando ou balançando algum brinquedo na frente dela.

Porém, Pooh ainda gosta de deixar bem claro para Pippy quem é que manda. Afinal, ele é um gato.

 

Fonte: The Dodo

Cachorro adota nove patinhos filhotes e se torna um ótimo papai para os pequenos órfãos

por Andrezza Oestreicher — publicado 23 maio 2018 - 20:05

Cachorros costumam se dar muito bem com animais de diferentes espécies e fazer uma incrível amizade e dar amor para muitos bichinhos. O fofo cãozinho Fred, um Labrador de 10 anos de idade, mostra bem isso.

Fred mora no Mountfitchet Castle, um castelo que foi todo reconstruído em madeira como o seu original, de 1066, e hoje funciona como local de visitação onde se conhecer um pouco da sua história, localizado em Essex,

 » Read more about: Cachorro adota nove patinhos filhotes e se torna um ótimo papai para os pequenos órfãos  »

Seis dias depois de cair em ribanceira, cachorro é resgatado por bombeiros

por Andrezza Oestreicher — publicado 23 maio 2018 - 14:22

Mais uma vez bombeiros foram os grandes heróis na vida de um cachorrinho que precisava há dias de uma ajuda mais especializada.

O cãozinho tinha caído de uma ribanceira e estava preso há seis dias em uma área de mata localizada em Ituporanga, um município de Santa Catarina. O Corpo de Bombeiros foi chamado para fazer as buscas e o resgate do animal, pois ele estava em uma local onde o acesso era bastante complicado.

 » Read more about: Seis dias depois de cair em ribanceira, cachorro é resgatado por bombeiros  »

Senhor com doença terminal tem como último desejo ver seu cachorro mais uma vez

por Andrezza Oestreicher — publicado 22 maio 2018 - 20:23

O cãozinho Shep, um fofo Border Collie, e seu tutor, um senhor chamado Peter Robson eram melhores amigos e muito apegados um ao outro desde que o peludo entrou na vida do homem.

Shep foi um presente dado para Peter por sua família logo após sua esposa falecer. Com a chegada do cachorro, o homem voltou a sorrir. Os dois se tornaram grandes companheiros e viveram juntos por oito anos. Até que Peter ficou bastante doente e precisou ser internado.

 » Read more about: Senhor com doença terminal tem como último desejo ver seu cachorro mais uma vez  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Cachorro adota nove patinhos filhotes e se torna um ótimo papai para os pequenos órfãos

por Andrezza Oestreicher — publicado 23 maio 2018 - 20:05

Cachorros costumam se dar muito bem com animais de diferentes espécies e fazer uma incrível amizade e dar amor para muitos bichinhos. O fofo cãozinho Fred, um Labrador de 10 anos de idade, mostra bem isso.

Fred mora no Mountfitchet Castle, um castelo que foi todo reconstruído em madeira como o seu original, de 1066, e hoje funciona como local de visitação onde se conhecer um pouco da sua história, localizado em Essex, na Inglaterra. Por lá, vivem outros animais junto com Fred.

Os funcionários do lugar ficaram bastante preocupados quando viram os mais novos visitantes que passeavam pelo local, eram nove filhotes de pato que estavam sem a sua mamãe. A equipe do castelo procurou bastante, mas a pata mãe não foi encontrada. Os patinhos eram órfãos.

Foi aí que Fred, mascote do castelo, resolveu ele mesmo dar um jeito na situação. O cachorro simplesmente adotou os nove patinhos e passou a cuidar, com muita calma e tranquilidade, de todos eles.

Os patinhos também parecem ter se dado muito bem com o cão e estão adorando ficar com o grande peludo. “Os patinhos o adoram e ele agora é um pai que fica em casa cuidando dos nove patinhos. Eles estão ficando muito travessos, até pegando carona nas costas dele e seguindo Fred até a água para nadar no fosso do castelo”, informou a equipe do castelo através de um comunicado.

Quando estiverem maiores e não precisarem mais de uma babá ou de um pai adotivo, os patos serão bem-vindos a permanecer no castelo, que abriga diversos outros animais, muitos deles até resgatados.

Impossível não se derreter com esse fofo cachorrão cuidando dos pequenos patinhos.

Fonte: BuzzFeed

Seis dias depois de cair em ribanceira, cachorro é resgatado por bombeiros

por Andrezza Oestreicher — publicado 23 maio 2018 - 14:22

Mais uma vez bombeiros foram os grandes heróis na vida de um cachorrinho que precisava há dias de uma ajuda mais especializada.

O cãozinho tinha caído de uma ribanceira e estava preso há seis dias em uma área de mata localizada em Ituporanga, um município de Santa Catarina. O Corpo de Bombeiros foi chamado para fazer as buscas e o resgate do animal, pois ele estava em uma local onde o acesso era bastante complicado.

Três bombeiros encontraram e salvaram um cãozinho que estava há dias preso em uma rocha. (Foto: Reprodução / Facebook Corpo de Bombeiros Militar de Ituporanga)

Os socorristas começaram a procurar o cão no domingo, dia 20 de maio, mas só conseguiram encontrá-lo no dia seguinte. O animal estava a aproximadamente 50 metros do pico do penhasco, e para conseguirem realizar o resgate os bombeiros precisaram fazer um rapel no meio da mata.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, o cachorro foi encontrado em uma fenda de uma rocha. Ele estava bastante assustado, debilitado e muito fraco, pois estava há seis dias sem comer e beber água.

O resgate foi bastante complicado e os bombeiros precisaram fazer um rapel para chegar até o animal. (Foto: Reprodução / Facebook Corpo de Bombeiros Militar de Ituporanga)

Os bombeiros utilizaram diversos equipamentos de segurança para fazer o rapel e, com muito cuidado, resgatar o cãozinho.

Os responsáveis pelo resgate do animal publicaram um vídeo mostrando como tudo aconteceu e também mostraram o cachorro bem e se alimentando após o salvamento.

🚒 🐕 🐕 🚒.Trechos do vídeo do resgate do cão que havia caído em ribanceira. Ele estava a 50 metros do ponto de ancoragem em uma fenda. Foi resgatado com sucesso pela equipe do Corpo de Bombeiros Militar de Ituporanga 💪🏻 🐕 ..#cbmsc #cbmituporanga #firedepartment #bombeirosdomundo #ituporanga #cbmscoficial #imbuia #eucurtocbmsc #rescue #bombeiros #chiefmiller #bombeiro @portalg1 #firefighter #floripa #chapeco #resgate #pompiers #bomberos #dog #cachorro #florianopolis #мчсроссии #blumenau #santacatarina #sapeurspompiers @cbmscoficial @redeglobo @recordtvoficial @band #riodosul #thedodo

Posted by Corpo de Bombeiros Militar de Ituporanga on Tuesday, May 22, 2018

Quando os bombeiros viram que o cãozinho estava realmente bem, o pet foi devolvido para os tutores.

Fonte: Folhapress