Com apenas 2 meses de amor e carinho, cachorro passa por transformação inacreditável

Billy era só pele e osso , com sarnas e feridas espalhadas em todo seu corpo. É quase impossível reconhecê-lo depois do resgate.

por Samantha Kelly — publicado 19 abr 2017 - 20:50

Valia Orfanidou é uma dessas almas maravilhosas que abre sua casa e oferce lar temporário para animais enquanto eles esperam e se preparam para adoção.

Ela segue diversas ongs na Grécia para ajudar sempre que possível e ao trabalhar tão próxima com a causa, já se acostumou a ver imagens tristes de animais em sua timeline. Porém, ao ver aquele cachorro pela primeira vez, ela ficou completamente chocada com o estado do animal.

 

 

Como é de praxe, Valia foi averiguar quem era aquele cachorro e se havia algo que pudesse fazer. Depois de uma pequena investigação, ela descobriu que o animal se encontrava nas ruas do pequeno vilarejo grego de Oinofyta e que a única comida que recebia vinha do imigrante paquistanês Billy.

Com a ajuda de Billy, os voluntários de uma ong conseguiram localizar o cachorro, resgatá-lo e encaminhá-lo a uma clínica veterinária para o tão necessário tratamento.

Prevendo pelas fotos que o animal não teria muito tempo de vida, Valia mesmo estava determinada a dá-lo um lugar para morrer com dignidade.

Indo ao encontro do cachorro no veterinário, mais uma vez ela teve uma surpresa.

 

 

O veterinário disse que o cachorro, agora com o nome Billy em homenagem ao homem que o ajudou, disse que além das feridas e sarna, seus exames voltaram normais.

Ao deixar a clínica, Valia preparou um cantinho especial para Billy em sua casa para que ele pudesse sarar. Naquele ponto sua pele era basicamente uma grande ferida aberta e seu emocional estava abalado sem saber em quem confiar, por isso ela decidiu dar o máximo de espaço possível e respeitar o tempo de Billy.

 

Foto: Valia Orfanidou

 

O primeiro passo para uma melhora veio do próprio Billy. Esse guerreiro mais uma vez mostrou toda a sua vontade de viver e assim que percebeu que estava sozinho, foi direto na ração, comendo tudo.

 

Foto: Valia Orfanidou

 

Em apenas dois meses de amor, carinho e cuidado, Billy foi transformado. Com uma linda pelagem preta, feliz e confiante, ele em nada parece com aquele cachorro que morava nas ruas e estava à beira da morte.

 

Não é a primeira vez que Valia Orfanidou aparece no Portal do Dog. Em outro resgate, dessa vez de Petra, ela mudou a vida da cadelinha que também se encontrava em situação de abandono nas ruas. Clique aqui para ler sobre Petra e ver sua linda recuperação.

A complicada situação econômica da Grécia impactou e muito a vida de muitos animais que se encontram nas ruas sem auxílio. É graças a pessoas como Valia que alguns ganham a chance de uma vida digna.

Homem irrita Pit Bull que está preso na coleira e recebe o troco

por Andrezza Oestreicher — publicado 24 jun 2017 - 9:26

Muito se fala que algumas raças em específico são agressivas e violentas e, com isso, o preconceito contra elas também é muito grande.

Antes de colocar a culpa de certas situações em um cachorro falando que ele é violento e agressivo, é necessário entender o que foi que aconteceu de fato, e até como aquele animal vive e foi criado.

 

Um vídeo que está circulando na internet mostra um homem que foi atacado por um Pit Bull onde o animal não teve culpa e estava apenas respondendo ao que ele recebeu primeiro.

 » Read more about: Homem irrita Pit Bull que está preso na coleira e recebe o troco  »

Cadelinha continua deixando metade de sua comida para seu amigo canino que morreu

por Andrezza Oestreicher — publicado 23 jun 2017 - 9:33

Os cães Stitch e Cookie, ambos da raça Labrador, sempre foram melhores amigos e faziam tudo juntos e até dividiam o potinho de comida.

Desde que chegou na casa de sua família, a cadelinha Cookie aprendeu a deixar metade da ração que tinha no pote para que Stitch, o outro cão que já vivia na casa, comesse depois dela.

O tutor dos animais sempre colocava uma quantidade de ração suficiente para os dois e Stitch sempre se certificava de que sua amiga Cookie estava deixando a parte dele.

 » Read more about: Cadelinha continua deixando metade de sua comida para seu amigo canino que morreu  »

Kim Kardashian apresenta o novo cachorrinho de sua filha

por Andrezza Oestreicher — publicado 22 jun 2017 - 18:50

Para comemorar o aniversário de quatro anos de sua filha com kanye West, Kim Kardashian deu para a pequena North West um filhote de cachorro como presente.

Kim apresentou o pequeno cachorro em suas redes sociais, mas não deu grandes detalhes.

O filhote parece ser da raça Lulu da Pomerânia, também conhecida por Spitz Alemão. Alguns sites internacionais especulam que o cão seja um Teacup Lulu Da Pomeranian, tamanho maior e que apresentaria menos problemas de saúde do que o micro.

 » Read more about: Kim Kardashian apresenta o novo cachorrinho de sua filha  »

deixe seu comentário:

Homem irrita Pit Bull que está preso na coleira e recebe o troco

por Andrezza Oestreicher — publicado 24 jun 2017 - 9:26

Muito se fala que algumas raças em específico são agressivas e violentas e, com isso, o preconceito contra elas também é muito grande.

Antes de colocar a culpa de certas situações em um cachorro falando que ele é violento e agressivo, é necessário entender o que foi que aconteceu de fato, e até como aquele animal vive e foi criado.

Homem ficou irritando cachorro de propósito, só por saber que ele estava preso na coleira. (Foto: Reprodução / YouTube UniqueVids)

 

Um vídeo que está circulando na internet mostra um homem que foi atacado por um Pit Bull onde o animal não teve culpa e estava apenas respondendo ao que ele recebeu primeiro.

A situação foi a seguinte, um homem viu um cachorro da raça Pit Bull preso em uma coleira e, se achando muito engraçado, começou a correr de um lado para o outro mexendo os braços, chegando bem perto do cão.

O homem faz tudo isso de propósito e com uma única e estúpida intenção: provocar o cachorro que está preso, além de querer deixar o animal cada vez mais irritado. O homem ainda ri bastante quando vê que o cão tenta, mas não consegue lhe pegar. Porém, ele não esperava que pudesse receber o troco.

O cão conseguiu se soltar e atacou o homem que estava lhe provocando. (Foto: Reprodução / YouTube UniqueVids)

Acontece que de tanto correr, latir e forçar a coleira, o cachorro conseguiu se soltar quando o homem ainda estava pertinho lhe provocando.

É claro que o cachorro correu em direção ao homem, afinal, ele quem começou fazendo provocações para o animal. O homem, que claramente ficou bastante assustado quando o cão conseguiu se soltar, ainda tentou correr, mas o Pit Bull o alcançou e abocanhou sua perna.

(Vídeo: Reprodução / YouTube UniqueVids)

Segundo informações, o homem sofreu uma ferida profunda por conta da mordida do cachorro e precisou levar vários pontos no hospital.

Fonte: Doggies Care

Cadelinha continua deixando metade de sua comida para seu amigo canino que morreu

por Andrezza Oestreicher — publicado 23 jun 2017 - 9:33

Os cães Stitch e Cookie, ambos da raça Labrador, sempre foram melhores amigos e faziam tudo juntos e até dividiam o potinho de comida.

Desde que chegou na casa de sua família, a cadelinha Cookie aprendeu a deixar metade da ração que tinha no pote para que Stitch, o outro cão que já vivia na casa, comesse depois dela.

Stitch e Cookie eram melhores amigos e sempre dividiam o mesmo pote de comida. (Foto: Reprodução / Twitter @_EasyBreasy_)

O tutor dos animais sempre colocava uma quantidade de ração suficiente para os dois e Stitch sempre se certificava de que sua amiga Cookie estava deixando a parte dele. Dessa forma, cada um comia o tanto certo.

Porém, infelizmente, o cachorro Stitch faleceu no início deste mês de junho, e Cookie perdeu o seu melhor amigo.

Como agora só tinham um cão em casa, o tutore passou a colocar uma quantidade menor de comida no pote que os cães dividiam, pois agora a ração seria apenas para a cadela.

Acontece que o tutor reparou que, mesmo se passando vários dias após a morte de Stitch, a cadela Cookie não se esquece de seu melhor amigo e continua deixando metade da ração para ele comer depois dela.

Mesmo após a morte do amigo Stitch, a cadela Cookie continuou deixando metade de sua comida para ele. (Foto: Reprodução / Twitter @_EasyBreasy_)

“Nós peguamos Stitch quando eu estava no jardim de infância. Na terceira série, pegamos Cookie. Eu sentia que o Stitch precisava de companhia. Mas eles eram como Batman e Robin, estavam sempre juntos, sempre um ao lado do outro, brincando ou tomando conta um do outro”, contou o tutor dos animais sobre a amizade dos cães.

É, os cães sempre nos mostrando e provando que não existe amor e nem amizade maior do que a deles.

Fonte: Estadão