Conheça a ATEAC, ONG que realiza trabalho com cães em prol de autistas

São quase mil atendimentos por mês em 9 instituições

por Samantha Kelly — publicado 2 abr 2014 - 13:26

Foto: PAULA CASTRO

Foto: PAULA CASTRO

Há 8 anos, o dia 2 de abril é oficialmente o dia mundial do autismo. A data foi criada pela Organização das Nações Unidas com o intuito de promover uma maior conscientização e disponibilizar mais informações sobre o autismo e seu diagnóstico. A iniciativa utiliza a cor azul, devido ao fato de haver uma maior incidência em meninos que meninas.

Nesse dia, apresentamos o trabalho da Terapia e Educação Assistida por Animais de Campinas (ATEAC), ONG situada em Campinas, São Paulo, que realiza um trabalho todo especial em prol de autistas.

Com a ajuda de 65 cães-terapeutas e 70 voluntários no atendimento, a equipe, formada por profissionais de psicologia, medicina, biologia, pedagogia, terapia ocupacional, adestramento e medicina veterinária, realiza quase mil atendimentos por mês em 9 instituições das redondezas, abrangendo pacientes autistas, idosos, crianças hospitalizadas e portadores de necessidades especiais.

A ATEAC nos explica como funciona a terapia e como ela influencia na vida dos participantes.

 

A Terapia Assistida por Animais (TAA) com autistas funciona de um modo lúdico que atinge os mesmos, onde outras terapias, muitas vezes, não atinge.

Esta interação autismo/cão possibilita: aumento da sociabilização, da autoestima; diminuição do stress; melhora a coordenação motora; trabalha a afetividade e a cognição; aumenta a percepção do mundo e o reconhecimento do outro e de si próprio, estabelecendo contato visual.

 

Silvia e Luana. Foto: ANDREA KARASAWA

Silvia e Luana. Foto: ANDREA KARASAWA

A iniciativa surgiu em 2004 com a bióloga Sílvia Ribeiro Jansen Ferreira e seu filho Daniel Jensen, na época com 27 anos.

Daniel ganhou de um dos amigos da sua mãe a Luana, da raça Labrador Retriever, mas por possuir a Síndrome de Asperger (forma leve de autismo caracterizada pela falta de habilidade de interação social e de comunicação), tinha medo de cães. Na época filhotinha e em busca de aceitação para interagir, Luana constantemente investia em Daniel, que não conseguiu ficar impune a cadela por muito tempo.

Sílvia Jensen descreve o momento que percebeu que a influência de Luana poderia significar algo maior:

 

Percebi, quando vi a insistência da Luana, mesmo tendo atenção do Daniel. Notei que ali tinha alguma coisa diferente no modo de se aproximar e dar carinho do animal.
Já tinha lido sobre Zooterapia e então assisti um Programa do trabalho do extinto CÃO DO IDOSO de SP, onde mostrava trabalhos de terapia através de cães. Vi que isto consistia, o “trabalho” da Luana com o Daniel, um autista.

 

Daniel e Luana. Foto: JUAN ESTEVES

Daniel e Luana. Foto: JUAN ESTEVES

Por meio de um treinamento direcionado, a cachorra conseguiu se tornar mais próxima de Daniel, e ajudá-lo a controlar seus problemas, aumentar sua autoestima e habilidade motora.

O incentivo a mais ajudou Daniel a se formar em biologia e defender a sua tese de mestrado em biologia marinha na UNICAMP, tornando-o um dos primeiros portadores da Síndrome de Asperger, dentro do espectro autista, a concluir o mestrado no Brasil.

“Ela foi uma excelente companheira, me ajudando a lidar com o Mestrado e também a lidar com as pessoas.Graças a ela, me aproximei mais das outras pessoas, coisas que eu não fazia antes. Eu também readquiri confiança em cachorro, que eu tinha medo”, declarou Daniel.

 

Saiba como ajudar a ATEAC

I) sendo voluntário profissional das áreas de saúde animal( veterinários clínicos e de comportamento animal , adestradores) , área de saúde humana( psicologia, TO,fisioterapia, fonoaudiologia, pedagogia, biologia, assistência social, médicos,etc..), área administrativa ,  marketing, relações publicas..;

Foto: RODRIGO PEÇANHA

Foto: RODRIGO PEÇANHA

II) Participando como voluntário nos atendimentos com seu próprio cão ou outro animal cadastrado;

III) Cadastrando seu cão e tornando-o um voluntário (para mais informações sobre voluntariado acesse http://ateac.org.br/voluntariado/pessoas/processo-seletivo/ );

IV) Tornando-se sócio contribuinte da ONG para beneficiar os atendimentos através de doações periódicas, adquirindo camisetas da Ateac (para mais informações acesse http://ateac.org.br/contribua/ );

V) Doando materiais de trabalho e de uso dos cães;

V) Praticando uma roda de amigos para doações;

VI) Divulgando nas empresas.

 

Foto: PAULA CASTRO

Foto: PAULA CASTRO

Homem faz festa temática para comemorar aniversário de um ano do seu cão de serviço

por Andrezza Oestreicher — publicado 13 dez 2017 - 9:24

Nós ficamos muito felizes em poder celebrar e comemorar a vida daqueles que amamos. E é claro que com nossos animais de estimação não poderia ser diferente.

Charles Wilson-Adams é um tutor louco por seu cão e um grande fã da saga Star Wars. Então, ele decidiu juntar essas duas paixões na hora de comemorar o aniversário de um ano do seu cachorro Deuce, um cão de serviço da raça American Bully.

De acordo com Charles,

 » Read more about: Homem faz festa temática para comemorar aniversário de um ano do seu cão de serviço  »

Katherine Heigl passa momentos complicados com doença grave de sua cadelinha

por Andrezza Oestreicher — publicado 12 dez 2017 - 18:53

A atriz Katherine Heigl não é só conhecida por atuar em filmes como “Ligeiramente Grávidos”, “Vestida para Casar” e “A Verdade Nua e Crua” ou por seu papel de Dra. Izzie Stevens em “Grey’s Anatomy”, ela também é conhecida por ser uma das maiores amantes de animais entre as estrelas de Hollywood.

Porém, infelizmente, ela esta agora passando por uma grave situação com um de seus cães de estimação que ninguém deseja passar. A cadela Gracie Lou está com um tumor cerebral.

 » Read more about: Katherine Heigl passa momentos complicados com doença grave de sua cadelinha  »

Cadela que sofria maus-tratos em casa é resgatada pela polícia

por Andrezza Oestreicher — publicado 12 dez 2017 - 9:32

Em Santa Cruz do Sul, município do Rio Grande do Sul, policiais civis foram até uma residência para resgatar dois cães que sofriam maus-tratos causados pelo homem que deveria cuidar dos animais.

As denúncias foram feitas por uma ONG de proteção animal local, a Protetores de Santa Cruz, que já tinha ficado com um outro animal do mesmo homem, depois que também receberam, no mês de abril, denúncias de que ele maltratava o cão que tinha acabado de adotar.

 » Read more about: Cadela que sofria maus-tratos em casa é resgatada pela polícia  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Homem faz festa temática para comemorar aniversário de um ano do seu cão de serviço

por Andrezza Oestreicher — publicado 13 dez 2017 - 9:24

Nós ficamos muito felizes em poder celebrar e comemorar a vida daqueles que amamos. E é claro que com nossos animais de estimação não poderia ser diferente.

Charles Wilson-Adams é um tutor louco por seu cão e um grande fã da saga Star Wars. Então, ele decidiu juntar essas duas paixões na hora de comemorar o aniversário de um ano do seu cachorro Deuce, um cão de serviço da raça American Bully.

Festa teve Star Wars como tema. (Foto: Reprodução / Twitter @CiCiAdams_)

De acordo com Charles, um estudante universitário de 24 anos, disse que Deuce entrou na sua vida em um momento muito difícil e o ajudou bastante. Por isso ele pensou em fazer uma festa especial para o seu melhor amigo.

“Na verdade, eu conheci o Deuce quando estava passando por um momento difícil na minha vida, e essa é outra razão pela qual eu o amo tanto. E eu senti como se eu devesse preparar uma festa de aniversário para ele porque eu realmente o vejo como meu filho”, contou o tutor.

E já que era para ser tudo bem especial, a festa teve até tema, Star Wars, outra paixão na vida de Charles. “Eu tive que fazer algo especial para ele. E cresci gostando de Star Wars, então eu decidi preparar para ele uma festa de aniversário com tema de Star Wars. E todos no campus o amavam, então eu os convidei para a festa de aniversário [também]”, explicou Charles.

O aniversariante ganhou uma roupa nova combinando com o tema da festa. (Foto: Reprodução / Twitter @CiCiAdams_)

Os pratos, guardanapos e bandeirinhas, tudo era do Star Wars, incluindo a roupinha que o aniversariante usou durante a noite, que contou ainda com bolo e, claro, com o “Parabéns pra Você”.

A comemoração terminou com Deuce se divertindo enquanto estourava os balões que enfeitaram seu aniversário e com a promessa de seu tutor de uma nova festa no ano que vem.

Fonte: People

Katherine Heigl passa momentos complicados com doença grave de sua cadelinha

por Andrezza Oestreicher — publicado 12 dez 2017 - 18:53

A atriz Katherine Heigl não é só conhecida por atuar em filmes como “Ligeiramente Grávidos”, “Vestida para Casar” e “A Verdade Nua e Crua” ou por seu papel de Dra. Izzie Stevens em “Grey’s Anatomy”, ela também é conhecida por ser uma das maiores amantes de animais entre as estrelas de Hollywood.

Porém, infelizmente, ela esta agora passando por uma grave situação com um de seus cães de estimação que ninguém deseja passar. A cadela Gracie Lou está com um tumor cerebral.

Hey, small dog moms and dads! Have you shared why your small dog is great yet? Share a photo or video with #MySmallDogIs so we can inspire more adoptions and save the lives of small dogs in the U.S.!

A post shared by Katherine Heigl (@katherineheigl) on

O animal foi diagnosticado em setembro, mas só agora a atriz tornou o assunto público.

De acordo com Katherine, há cerca de um ano Gracie Lou “começou a mostrar alguns sinais que estava sentindo dores”. A cadela foi imediatamente levada ao veterinário, que acreditou que ela estava com uma hérnia de disco ou alguma lesão no pescoço, mas nada extremamente grave.

Então, o veterinário receitou alguns medicamentos para dor e tratamento. Com isso, a cadelinha aparentemente voltou ao normal, mas há cerca de três meses ela pareceu estar ruim novamente.

O veterinário tentou outras terapias e medicamentos, porém todas pensando que o problema do animal seria no pescoço. Porém, a cadela continuou piorando e passou a ter convulsões. Foi quando resolveram fazer uma ressonância magnética, que revelou não só tumor cerebral, mas também que ele já estava muito grande, ao ponto de estar pressionando o cérebro de Gracie Lou.

De acordo com informações, a cadelinha passou por uma cirurgia que conseguiu remover quase 50% do tumor, que estava localizado em um ponto bastante complicado do cérebro.

“Estamos passando a maior parte do tempo atendendo as necessidades pós-operatórias da Gracie”, disse Katherine em uma postagem feita no dia 1º de dezembro em seu blog, Those Heavenly Days. “Agora meus dias consistem em tentar salvar Grace”, completou a tutora, explicando que a cadelinha teve um dano cerebral que a fez desaprender a beber água sozinha.

Em uma publicação em seu perfil oficial no Instagram, Katherine contou que vai fazer uma pausa no seu blog para se dedicar completamente aos cuidados de Grace.

“Qualquer um que tenha amado um animal de companhia sabe o quanto de amor incondicional, paciência, conforto, lealdade, risos e alegria eles trazem para nossas vidas. Gracie foi tudo isso e mais para mim, então agora vou fazer tudo o que posso para salvá-la!”, escreveu Katherine Heigl junto com uma série de fotos com a cadelinha.

Fonte: People