Estudo realça a familiaridade dos cães com a comunicação humana

por Samantha Kelly — publicado 26 ago 2012 - 7:52

Estudo realça a familiaridade dos cães com a comunicação humana.

 

A revista PLoS ONE traz um estudo muito interessante sobre a capacidade dos cães para entender formas de comunicação tipicamente humanas. A pesquisa, realizada pelo Max Planck Institute for Evolutionary Anthropology, envolveu cães e chimpanzés – considerados os animais mais próximos a nós na escala evolutiva.

Em condições iguais de experimentação, pessoas apontavam para objetos em frente aos animais, que seriam recompensados com petiscos caso os pegassem. Observou-se que, embora todos eles estivessem interessados na recompensa, os cães claramente reagiam olhando para os objetos, enquanto os chimpanzés raramente davam atenção. A psicóloga cognitiva Juliane Kaminski acredita que é uma questão de adaptação da espécie, devido ao longo histórico de contato próximo com o ser humano. “Acreditamos que é um cenário de adaptação, que tornou os cães mais sensitivos a nossas formas de comunicação”.

Os chimpanzés, ao que parece, não compreendiam tão bem quanto os cães a mensagem trazida pelo ato de apontar. Isso certamente não vem por falta de capacidade cognitiva, mas sim por esses primatas não terem desenvolvido uma tendência natural de prestar atenção a seres humanos quando precisam atingir metas. Para ilustrar a situação, Kaminski aponta que os lobos, parecidos com cães, também não apresentam essa flexibilidade no que diz respeito à comunicação humana. Os resultados dão direção para novas pesquisas que possam investigar de forma mais detalhada a característica canina.

 

[ Via Doc Dog | Discovery ]

deixe seu comentário: