Evan Moss recebe Mindy, cadela de assistência especializada em convulsões

por Samantha Kelly — publicado 17 ago 2012 - 8:00

A luta e Evan Moss.

A luta

Evan Moss é um menininho muito especial que virou celebridade por um motivo interessante. Ele escreveu, ilustrou e publicou um livro que entrou para a lista de mais vendidos da Amazon. A trajetória de Evan começou com um pedido: Podemos ter um cachorro?
Infelizmente, ele não poderia simplesmente ir em um abrigo e adotar um cachorrinho, já que desde o nascimento, Evan sofria com convulsões consequentes de esclerose tuberosa, uma condição que fazia com que tumores crescessem em vários órgãos no corpo, incluindo o cérebro. Na época, a mãe de Evan, Lisa, contabilizou as convulsões em 300 a 400 por mês.
Após uma cirurgia, esses episódios entraram em uma temporária pausa, que não durou muito. Nessa época, as convulsões começaram a vir enquanto ele estava dormindo, ou seja, passou a dormir com seus pais para que em caso de uma crise, seu pai ou mãe poderiam aplicar a medicação rapidamente.
Desesperados por ajuda, a família localizou uma organização, 4 Paws for Ability (quatro patas para habilidade), que treina cachorros para auxiliarem as pessoas que sofrem convulsões e em alguns casos, alertarem seus donos que elas estão próximas. Só tinha um problema, o serviço canino custaria $22,000. Para compensar o custo, a organização pediu para a família Moss que contribuísse com $13,000.
Pensando em levantar fundos para o filhote, assim como conscientizar a população sobre as outras 300,000 crianças nos Estados Unidos que também poderiam se beneficiar com cães de serviço especializados em convulsões, Evan fez uma crônica de como seria ter um companheiro tão especial, e criou o livro My Seizure Dog (meu cachorro convulsão, tradução livre). Evan diz “Levei três dias para escrever o livro. Minha parte favorita de escrevê-lo? Quando acabaram minhas ideias, eu inventei umas partes bem engraçadas, como comendo uma pizza com meu cachorro e indo para o espaço com ele.”
A inauguração trouxe 650 pessoas, todas com o intuito de apoiar Evan comprando sua criação por $ 10. O dinheiro deu e ainda sobrou $ 41.000 para completar para outros cachorros para outras famílias “Eu realmente gostaria de conhecer as crianças que ajudei um dia, talvez eu os veja no treinamento!”
Os cachorros ajudam seus donos a serem mais independentes e se manterem seguros. Segundo a Epilepsy Foundation (Fundação Epilepsia), “A resposta de um cachorro pode ser latir quando a criança tem uma convulsão, assim avisando a família o que está acontecendo, ou pode deitar ao lado de alguém que está tendo uma convulsão para evitar algum dano, pode até mesmo ativar algum objeto pré-programado que aciona um alarme. Um cachorro especializado em convulsões pode passar por uma série de ações que são diferentes de suas atividades normais se ele sente que o dono irá ter uma convulsão, como bater com a patinha, correr em círculos, chegar e sentar junto, até mesmo latir para o dono.”
Lisa fala suas expectativas “Nossa esperança é que o cachorro tenha a habilidade de nos alertar até mesmo antes que a convulsão comece.”

 

 

Um novo começo.

Um novo começo

Finalmente os esforços de Evan e sua família foram compensados: Ele pode trazer seu tão esperado cachorro, uma Goldendoodle chamada Mindy, para casa.
“O treinamento foi muito impressionante, mas também intenso,” diz Lisa. “Havia tanto para aprender! E nós também quase não reconhecemos a Mindy – eles nos mandaram uma foto em que ela estava com o cabelo longo e cacheado, porém ela foi tosada um pouco antes de chegarmos. Ela parecia outro cachorro!”
O teste mesmo veio na primeira semana em casa.
“Mindy tem uma nova casa e relativamente uma nova família, então ela está se ajustando. Ela tem gostado de brincar com nosso outro cachorro, Dinky, e toda vez que Evan sai do quarto, Mindy o segue logo atrás.”
Em breve Evan irá dormir em seu quarto, com a ajuda de Mindy. “Evan ainda não teve uma convulsão desde que Mindy chegou em casa, mas ela já tem nos alertado para pequenos episódios que teriam passado despercebidos antes,” diz Lisa.
“Ter a Mindy é maravilhoso!” diz Evan, resumindo seus sentimentos sobre sua nova amiga.
Lisa também concorda “Eu acho que Mindy vai mudar nossas vidas de uma maneira que nós nem temos consciência ainda.”

Texto traduzido por Portal do Dog do site Vet Street.

Entregador para no meio de sua rota para brincar e tirar fotos com cachorros

por Andrezza Oestreicher — publicado 24 jun 2017 - 18:18

Muitas pessoas acreditam que cachorros adoram correr atrás de entregadores, principalmente carteiros, e de que esses trabalhadores morrem de medo dos cães. Porém, um entregador da empresa UPS (United Parcel Service) está mostrando que isso tudo não passa de lenda.

Doniel Kidd é um entregador que nunca teve problemas com cachorros na hora de fazer as entregas das encomendas. Pelo contrário, ele sempre faz amigos caninos por onde passa.

O amor de Doniel por esses animais e a amizade que todos têm com ele foi flagrado por Staci Burns,

 » Read more about: Entregador para no meio de sua rota para brincar e tirar fotos com cachorros  »

Homem irrita Pit Bull que está preso na coleira e recebe o troco

por Andrezza Oestreicher — publicado 24 jun 2017 - 9:26

Muito se fala que algumas raças em específico são agressivas e violentas e, com isso, o preconceito contra elas também é muito grande.

Antes de colocar a culpa de certas situações em um cachorro falando que ele é violento e agressivo, é necessário entender o que foi que aconteceu de fato, e até como aquele animal vive e foi criado.

 

Um vídeo que está circulando na internet mostra um homem que foi atacado por um Pit Bull onde o animal não teve culpa e estava apenas respondendo ao que ele recebeu primeiro.

 » Read more about: Homem irrita Pit Bull que está preso na coleira e recebe o troco  »

Cadelinha continua deixando metade de sua comida para seu amigo canino que morreu

por Andrezza Oestreicher — publicado 23 jun 2017 - 9:33

Os cães Stitch e Cookie, ambos da raça Labrador, sempre foram melhores amigos e faziam tudo juntos e até dividiam o potinho de comida.

Desde que chegou na casa de sua família, a cadelinha Cookie aprendeu a deixar metade da ração que tinha no pote para que Stitch, o outro cão que já vivia na casa, comesse depois dela.

O tutor dos animais sempre colocava uma quantidade de ração suficiente para os dois e Stitch sempre se certificava de que sua amiga Cookie estava deixando a parte dele.

 » Read more about: Cadelinha continua deixando metade de sua comida para seu amigo canino que morreu  »

deixe seu comentário:

Entregador para no meio de sua rota para brincar e tirar fotos com cachorros

por Andrezza Oestreicher — publicado 24 jun 2017 - 18:18

Muitas pessoas acreditam que cachorros adoram correr atrás de entregadores, principalmente carteiros, e de que esses trabalhadores morrem de medo dos cães. Porém, um entregador da empresa UPS (United Parcel Service) está mostrando que isso tudo não passa de lenda.

Doniel Kidd é um entregador que nunca teve problemas com cachorros na hora de fazer as entregas das encomendas. Pelo contrário, ele sempre faz amigos caninos por onde passa.

Entregador brincou com os cães e ainda bateu fotos com eles. (Foto: Reprodução / Daily Mail UK / Facebook Staci Speer Burns)

O amor de Doniel por esses animais e a amizade que todos têm com ele foi flagrado por Staci Burns, uma mulher que mora Atenas, na Louisiana, bem em uma área que faz parte da rota do entregador.

Sabendo dessa amizade entre seus cachorros, Reba, Buster e Jade, e Doniel, a mulher resolveu observar e filmar a interação entre eles.

O entregador simplesmente foi até a calçada de sua casa, sentou no chão junto com os cães e começou a bater fotos com eles. Um dos cachorros veio de longe para ficar pertinho do homem e ainda lhe deu beijos.

O homem ainda ganhou beijos de um dos cachorros. (Foto: Reprodução / Daily Mail UK / Facebook Staci Speer Burns)

Publicado por Staci em suas redes sociais, o vídeo teve mais de um milhão de visualizações e mais de 14 mil compartilhamentos em poucos dias.

De acordo com a mulher, que chamou Doniel de “o melhor homem da UPS no planeta”, o entregador tem muitos amigos cachorros em sua rota e sempre tira um tempinho para brincar com ele.

Definitivamente, Doniel é sim o melhor entregador do mundo.

(Vídeo: Reprodução / Daily Mail UK)

Definitivamente, Doniel é sim o melhor entregador do mundo.

Fonte: Daily Mail UK / Huffpost

Homem irrita Pit Bull que está preso na coleira e recebe o troco

por Andrezza Oestreicher — publicado 24 jun 2017 - 9:26

Muito se fala que algumas raças em específico são agressivas e violentas e, com isso, o preconceito contra elas também é muito grande.

Antes de colocar a culpa de certas situações em um cachorro falando que ele é violento e agressivo, é necessário entender o que foi que aconteceu de fato, e até como aquele animal vive e foi criado.

Homem ficou irritando cachorro de propósito, só por saber que ele estava preso na coleira. (Foto: Reprodução / YouTube UniqueVids)

 

Um vídeo que está circulando na internet mostra um homem que foi atacado por um Pit Bull onde o animal não teve culpa e estava apenas respondendo ao que ele recebeu primeiro.

A situação foi a seguinte, um homem viu um cachorro da raça Pit Bull preso em uma coleira e, se achando muito engraçado, começou a correr de um lado para o outro mexendo os braços, chegando bem perto do cão.

O homem faz tudo isso de propósito e com uma única e estúpida intenção: provocar o cachorro que está preso, além de querer deixar o animal cada vez mais irritado. O homem ainda ri bastante quando vê que o cão tenta, mas não consegue lhe pegar. Porém, ele não esperava que pudesse receber o troco.

O cão conseguiu se soltar e atacou o homem que estava lhe provocando. (Foto: Reprodução / YouTube UniqueVids)

Acontece que de tanto correr, latir e forçar a coleira, o cachorro conseguiu se soltar quando o homem ainda estava pertinho lhe provocando.

É claro que o cachorro correu em direção ao homem, afinal, ele quem começou fazendo provocações para o animal. O homem, que claramente ficou bastante assustado quando o cão conseguiu se soltar, ainda tentou correr, mas o Pit Bull o alcançou e abocanhou sua perna.

(Vídeo: Reprodução / YouTube UniqueVids)

Segundo informações, o homem sofreu uma ferida profunda por conta da mordida do cachorro e precisou levar vários pontos no hospital.

Fonte: Doggies Care