Evan Moss recebe Mindy, cadela de assistência especializada em convulsões

por Samantha Kelly — publicado 17 ago 2012 - 8:00

A luta e Evan Moss.

A luta

Evan Moss é um menininho muito especial que virou celebridade por um motivo interessante. Ele escreveu, ilustrou e publicou um livro que entrou para a lista de mais vendidos da Amazon. A trajetória de Evan começou com um pedido: Podemos ter um cachorro?
Infelizmente, ele não poderia simplesmente ir em um abrigo e adotar um cachorrinho, já que desde o nascimento, Evan sofria com convulsões consequentes de esclerose tuberosa, uma condição que fazia com que tumores crescessem em vários órgãos no corpo, incluindo o cérebro. Na época, a mãe de Evan, Lisa, contabilizou as convulsões em 300 a 400 por mês.
Após uma cirurgia, esses episódios entraram em uma temporária pausa, que não durou muito. Nessa época, as convulsões começaram a vir enquanto ele estava dormindo, ou seja, passou a dormir com seus pais para que em caso de uma crise, seu pai ou mãe poderiam aplicar a medicação rapidamente.
Desesperados por ajuda, a família localizou uma organização, 4 Paws for Ability (quatro patas para habilidade), que treina cachorros para auxiliarem as pessoas que sofrem convulsões e em alguns casos, alertarem seus donos que elas estão próximas. Só tinha um problema, o serviço canino custaria $22,000. Para compensar o custo, a organização pediu para a família Moss que contribuísse com $13,000.
Pensando em levantar fundos para o filhote, assim como conscientizar a população sobre as outras 300,000 crianças nos Estados Unidos que também poderiam se beneficiar com cães de serviço especializados em convulsões, Evan fez uma crônica de como seria ter um companheiro tão especial, e criou o livro My Seizure Dog (meu cachorro convulsão, tradução livre). Evan diz “Levei três dias para escrever o livro. Minha parte favorita de escrevê-lo? Quando acabaram minhas ideias, eu inventei umas partes bem engraçadas, como comendo uma pizza com meu cachorro e indo para o espaço com ele.”
A inauguração trouxe 650 pessoas, todas com o intuito de apoiar Evan comprando sua criação por $ 10. O dinheiro deu e ainda sobrou $ 41.000 para completar para outros cachorros para outras famílias “Eu realmente gostaria de conhecer as crianças que ajudei um dia, talvez eu os veja no treinamento!”
Os cachorros ajudam seus donos a serem mais independentes e se manterem seguros. Segundo a Epilepsy Foundation (Fundação Epilepsia), “A resposta de um cachorro pode ser latir quando a criança tem uma convulsão, assim avisando a família o que está acontecendo, ou pode deitar ao lado de alguém que está tendo uma convulsão para evitar algum dano, pode até mesmo ativar algum objeto pré-programado que aciona um alarme. Um cachorro especializado em convulsões pode passar por uma série de ações que são diferentes de suas atividades normais se ele sente que o dono irá ter uma convulsão, como bater com a patinha, correr em círculos, chegar e sentar junto, até mesmo latir para o dono.”
Lisa fala suas expectativas “Nossa esperança é que o cachorro tenha a habilidade de nos alertar até mesmo antes que a convulsão comece.”

 

 

Um novo começo.

Um novo começo

Finalmente os esforços de Evan e sua família foram compensados: Ele pode trazer seu tão esperado cachorro, uma Goldendoodle chamada Mindy, para casa.
“O treinamento foi muito impressionante, mas também intenso,” diz Lisa. “Havia tanto para aprender! E nós também quase não reconhecemos a Mindy – eles nos mandaram uma foto em que ela estava com o cabelo longo e cacheado, porém ela foi tosada um pouco antes de chegarmos. Ela parecia outro cachorro!”
O teste mesmo veio na primeira semana em casa.
“Mindy tem uma nova casa e relativamente uma nova família, então ela está se ajustando. Ela tem gostado de brincar com nosso outro cachorro, Dinky, e toda vez que Evan sai do quarto, Mindy o segue logo atrás.”
Em breve Evan irá dormir em seu quarto, com a ajuda de Mindy. “Evan ainda não teve uma convulsão desde que Mindy chegou em casa, mas ela já tem nos alertado para pequenos episódios que teriam passado despercebidos antes,” diz Lisa.
“Ter a Mindy é maravilhoso!” diz Evan, resumindo seus sentimentos sobre sua nova amiga.
Lisa também concorda “Eu acho que Mindy vai mudar nossas vidas de uma maneira que nós nem temos consciência ainda.”

Texto traduzido por Portal do Dog do site Vet Street.

Califórnia proíbe a venda de animais provenientes de “fábricas de filhotes”

por Andrezza Oestreicher — publicado 17 out 2017 - 18:31

O governador da Califórnia, nos Estados Unidos, deu um enorme passo para o fim da comercialização de animais de estimação. A partir do ano que vem, será proibida a venda de cães, gatos e coelhos provenientes de criadores ilegais e de fábrica de filhotes no estado norte-americano.

De acordo com uma nova lei, que foi assinada pelo governador Jerry Brown no dia 13 de outubro e entrará em vigor no dia 1º de janeiro de 2019,

 » Read more about: Califórnia proíbe a venda de animais provenientes de “fábricas de filhotes”  »

Paolla Oliveira aproveita tempinho livre para relaxar com cachorro

por Andrezza Oestreicher — publicado 17 out 2017 - 9:36

A atriz Paolla Oliveira é uma amante de cachorros assumida e nós já demos muitas provas disso aqui no Portal do Dog.

Tutora de três cachorros (dois deles adotados) e 11 gatos, Paolla também é madrinha da ONG Paraíso dos Focinhos e sempre está participando de campanhas para ajudar a instituição, além de incentivar a adoção.

Pronta pra semana… Só que no horário de verão. 😂🙆

 » Read more about: Paolla Oliveira aproveita tempinho livre para relaxar com cachorro  »

Walt Disney World irá permitir a presença de cães em seus hotéis pela primeira vez

por Andrezza Oestreicher — publicado 16 out 2017 - 18:24

Pela primeira vez os hotéis e resorts do complexo Disney passaram a aceitar famílias hospedem também seus cachorros de estimação.

O Disney’s Yacht Club Resort, Disney Port Orleans Resort – Riverside, Disney’s Art of Animation Resort e o Disney’s Fort Wilderness Resort, todos localizados em Orlando, na Flórida, abriram suas portas ontem, dia 15 de outubro, para receber também hóspedes caninos.

Os animais não podem circular por todas as áreas dos hotéis e os quartos onde eles podem se hospedar com suas famílias ficam em andares específicos,

 » Read more about: Walt Disney World irá permitir a presença de cães em seus hotéis pela primeira vez  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Califórnia proíbe a venda de animais provenientes de “fábricas de filhotes”

por Andrezza Oestreicher — publicado 17 out 2017 - 18:31

O governador da Califórnia, nos Estados Unidos, deu um enorme passo para o fim da comercialização de animais de estimação. A partir do ano que vem, será proibida a venda de cães, gatos e coelhos provenientes de criadores ilegais e de fábrica de filhotes no estado norte-americano.

De acordo com uma nova lei, que foi assinada pelo governador Jerry Brown no dia 13 de outubro e entrará em vigor no dia 1º de janeiro de 2019, as lojas de animais e pet shops de toda a Califórnia só poderão oferecer animais vindos de abrigos ou provenientes de resgates.

Os locais conhecidos como “fábricas de filhotes”, na maioria das vezes, não possuem a estrutura certa para manter os animais. (Foto: Reprodução / Gaikphotos)

As lojas que forem flagradas vendendo animais vindos de criadores ilegais ou de fábricas de filhotes poderão receber multas de até 500 dólares.

Essa proibição tem como objetivo acabar com as chamadas “fábricas de filhotes”, locais onde animais são confinados apenas com a finalidade de reproduzir para que os donos tenham lucro financeiro com a venda dos filhotes. E tudo isso em larga escala, ou seja, em grandes quantidades.

A preocupação com este tipo de comércio é muito grande, pois esses locais não oferecem a estrutura e nem os cuidados que os animais precisam, tanto matrizes (como são conhecidas as cadelas reprodutoras, as mamães) quanto filhotes.

Nesses locais, as cadelas matrizes, as mães, não recebem nenhum tipo de cuidado e são bastante negligenciadas. (Foto: Reprodução / One Green Planet)

Essa falta de cuidados e condições pode causar doenças e até traumas nos animais. Além disso, na maioria das vezes as pessoas que compram animais provenientes destes lugares nem imaginam como os bichinhos viviam antes de serem levados para o novo lar.

36 cidades da Califórnia, incluindo Los Angeles, San Francisco e San Diego, já proíbem a criação em massa, em grande quantidade. Agora, a proibição da venda é em todo o estado. Porém, criadores particulares ainda poderão vender animais de forma independente.

Nas “fábricas de filhotes” os animais vivem amontoados e muitas vezes em meio a muitas sujeiras. (Foto: Reprodução / schnauzerfriendsza)

“Quando os consumidores compram cachorros e gatinhos nas lojas de animais, desconhecem, muitas vezes, a origem dos animais e contribuem para uma indústria triste e de sofrimento”, disse Deborah Howard, presidente da Companion Animal Protection Society (CAPS), que acredita que a mudança irá ajudar a quebrar um ciclo de crueldade e maus-tratos, principalmente com as cadelas utilizadas apenas para procriar e que acabam sendo descartadas quando não podem mais ter filhotes.

Fonte: The Telegraph / Jornal de Notícias

Paolla Oliveira aproveita tempinho livre para relaxar com cachorro

por Andrezza Oestreicher — publicado 17 out 2017 - 9:36

A atriz Paolla Oliveira é uma amante de cachorros assumida e nós já demos muitas provas disso aqui no Portal do Dog.

Tutora de três cachorros (dois deles adotados) e 11 gatos, Paolla também é madrinha da ONG Paraíso dos Focinhos e sempre está participando de campanhas para ajudar a instituição, além de incentivar a adoção.

Pronta pra semana… Só que no horário de verão. 😂🙆

A post shared by Paolla Oliveira (@paollaoliveirareal) on

Paolla também parece ser do time daqueles que adoram passar qualquer tempo que tem livre com seus animais. Na reta final das gravações da novela a “A Força do Querer”, onde interpreta a policial Jeiza, a atriz curtiu a manhã da última segunda-feira, dia 16 de outubro, relaxando com um de seus cachorros e publicou uma imagem no seu perfil oficial no Instagram.

Junto da foto, que mostra a atriz deitada com um de seus cães em uma rede Paolla escreveu: “Pronta pra semana… Só que no horário de verão.”

Algumas horas depois, Paolla publicou mais uma foto com outro animal, dessa vez com o cachorro Iron, um cão policial da raça Pastor Belga Malinois com quem ela divide a cena na novela.

“Ganhando um carinho nas últimas gravações com meu fiel escudeiro em #AForçaDoQuerer. Vou sentir muita saudade do Iron. E vocês?”, escreveu a atriz, que parece bastante apegada ao animal, na legenda da foto.

Ganhando um carinho nas últimas gravações com meu fiel escudeiro em #AForçaDoQuerer. Vou sentir muita saudade do Iron. E vocês? 😢😘

A post shared by Paolla Oliveira (@paollaoliveirareal) on

Nós já falamos aqui que Paolla até demonstrou certo interesse em adotar o cão, que atualmente pertence ao Batalhão de Ações com Cães da Polícia Militar do Rio de Janeiro, mas que está pertinho de se aposentar.

Nós continuamos torcendo para que a atriz acabe ficando mesmo com Iron e lhe dê muito amor e a aposentadoria que ele merece, assim como ela faz como todos os seus animais.