Família que perdeu cão será indenizada por fabricante de ração

Exames mostraram que a morte do cachorro foi causada por contaminação de substância tóxica presente em ração

por Andrezza Oestreicher — publicado 15 abr 2017 - 10:00

No Espírito Santo, uma empresa fabricante de ração para animais foi condenada pela Justiça a pagar uma indenização a três integrantes de uma família que perdeu seu animal de estimação por conta de uma intoxicação alimentar, que teve como causa a ingestão de ração contaminada por uma substância tóxica chamada ‘aflatoxina’.

De acordo com os tutores, Bud, um cãozinho da raça Sharpei, chegou na casa da família com apenas um mês de vida e cresceu forte e saudável até os seus 11 meses, quando começou a dar sinais de que algo não estava bem.

O cão não queria mais comer a ração, a qual já estava acostumado, começou a emagrecer e foi levado ao veterinário. Lá, os tutores do animal ficaram sabendo de notícias que estavam rolando pela internet afirmando que aquela ração que Bud era acostumado estava contaminada com a substância tóxica ‘aflatoxina’ e que ele corria risco.

No mesmo dia deu-se início um tratamento com medicamentos e o cão fez exames, que acabaram constatando alterações em seus órgãos internos, o que sugeria uma intoxicação alimentar.

Bud chegou a ficar um dia internado, mas faleceu.

Análise laboratorial feita em amostras da ração constatou a presença de substância tóxica no alimento. (Foto: Reprodução / jpost.com)

A família do cão então passou a pesquisar sobre a substância tóxica e viu que, apesar de outros diversos animais já terem falecido ao comer aquela ração específica, ela ainda estava disponível no mercado. Isso fez com que os tutores decidissem encaminhar o corpo do animal para a necropsia, que deu resultado positivo para intoxicação.

O positivo também foi encontrado após a família enviar amostras da ração para análise laboratorial, onde se constatou a existência da substância tóxica na comida para cães.

Apesar de a empresa fabricante da ração ter alegado que não havia provas da causa do óbito do animal e que realizou recall com grande divulgação no Espírito Santo ao saber da variação apresentada na ração, ela foi condenada.

A Justiça do Espírito Santo entendeu que todos os exames, documentos e reportagens apresentados pela família do animal comprovam que a morte de Bud teve relação direta com o consumo da ração fabricada pela empresa ré.

A fabricante de ração terá que pagar uma indenização para a família do cão por danos morais e também fazer um ressarcimento dos gastos com o tratamento do cachorro.

De acordo com a fabricante de ração Adimax Pet, a decisão do caso só foi tomada agora, porém o processo judicial é do ano de 2013.

Fonte: G1

Empresa customiza drone para passear com seu cachorro

por Samantha Kelly — publicado 22 ago 2017 - 10:49

A empresa britânica DronesDirect.co.uk está personalizando o drone Phantom 4 para possibilitar que a máquina passei com seu cachorro.

Pelo precinho nada camarada de £2 mil (aproximadamente R$8 mil), o Dog Drone tem uma coleira retráctil e um dispositivo contra colisão que o impediria de bater em obstáculos no caminho.

Para o tutor restaria apenas fazer o download da rota e teoricamente sentar e relaxar enquanto o drone faz todo o trabalho.

 » Read more about: Empresa customiza drone para passear com seu cachorro  »

Atriz Chloë Moretz perde segundo cachorrinho em menos de um mês

por Andrezza Oestreicher — publicado 22 ago 2017 - 9:38

Nós contamos aqui sobre o triste falecimento de Fuller, cachorro de estimação da atriz Chloë Moretz, fato que aconteceu no dia 31 de julho.

Chloë não teve nem tempo para se recuperar da separação e, infelizmente, já passou por novo baque, a morte de outro animal de estimação de sua família.

Rest In Peace my dear dear Fuller I love you more than you know. You've been my protector and best friend since I was a little girl and I wish the end didn't come so abruptly but I know you're at peace now.

 » Read more about: Atriz Chloë Moretz perde segundo cachorrinho em menos de um mês  »

51 Cães resgatados na Cracolândia pelo Instituto Luisa Mell foram adotados nesse final de semana

por Samantha Kelly — publicado 21 ago 2017 - 18:52

Como noticiado aqui, depois que os dependentes químicos foram expulsos da Cracolândia, seus cães e gatos ficaram e foram acolhidos por Dona Graça, que segurou todo o fardo e abriu as portas de sua pensão para os mais de 100 animais.

Para complicar ainda mais a situação, a pensão foi interditada e seria demolida em breve.

Ao todo foram 71 animais resgatados em um período de 36 horas, na maior operação até hoje realizada pelo Instituto Luisa Mell.

 » Read more about: 51 Cães resgatados na Cracolândia pelo Instituto Luisa Mell foram adotados nesse final de semana  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Empresa customiza drone para passear com seu cachorro

por Samantha Kelly — publicado 22 ago 2017 - 10:49

A empresa britânica DronesDirect.co.uk está personalizando o drone Phantom 4 para possibilitar que a máquina passei com seu cachorro.

Pelo precinho nada camarada de £2 mil (aproximadamente R$8 mil), o Dog Drone tem uma coleira retráctil e um dispositivo contra colisão que o impediria de bater em obstáculos no caminho.

Para o tutor restaria apenas fazer o download da rota e teoricamente sentar e relaxar enquanto o drone faz todo o trabalho.

Não há nenhum vídeo ou fotos oficiais de cães utilizando a tecnologia, porém os responsáveis pelo equipamento garantem que funciona.

Óbvio que eles não mencionam o que não dá para ser substituído pela máquina, como o cuidado humano, a atenção e proteção contra acidentes e roubos. Os cães precisam não só de exercício, mas de contato com outras pessoas e pets. Além disso, outras questões práticas ficam sem resposta, por exemplo quanto a força que o drone teria para segurar cães que puxam na coleira ou quem apanharia as necessidades do animal.

Por esse dinheiro, não seria muito melhor contratar um dog walker? Sem dúvida é a melhor opção para tutores que não têm tempo ou por alguma impossibilidade física não podem passear com seus pets.

Foto: Reprodução

Atriz Chloë Moretz perde segundo cachorrinho em menos de um mês

por Andrezza Oestreicher — publicado 22 ago 2017 - 9:38

Nós contamos aqui sobre o triste falecimento de Fuller, cachorro de estimação da atriz Chloë Moretz, fato que aconteceu no dia 31 de julho.

Chloë não teve nem tempo para se recuperar da separação e, infelizmente, já passou por novo baque, a morte de outro animal de estimação de sua família.

A cadelinha Isabella Moretz, que tinha cerca de 16 anos de idade, faleceu na última sexta-feira, dia 18 de agosto.

A atriz, que tem 20 anos de idade, perdeu dois cachorrinhos em um curto período de tempo, eles faleceram com uma diferença de menos de um mês.

Chloë anunciou a morte de sua amada cachorrinha através de sua página oficial no Instagram, onde publicou uma foto da cadela com uma emocionante homenagem.

“Nossa menina Isabella Moretz morreu hoje. Perder a sua luz nesse mundo deixa o meu coração em pedaços. Você nos deu o presente dos mais belos 16 anos com você. Nunca esquecerei como, quando você latia, seu corpo inteiro iria para trás porque você era tão pequena. Era a mais incrivelmente adorável do mundo. Eu amo você, pequena senhora. Nos momentos bons e nos momentos ruins você estava ao meu lado. 2001-2017 Descanse em paz meu querido anjo”.

Esperamos que a atriz Chloë Moretz supere este triste momento e que ela se lembre de que agora Fuller e Isabella estão juntos no céu dos cachorrinhos.

Fonte: Today