Filhote de apenas 2 meses é abandonado por ter problemas de locomoção

Cãozinho que sofre de condição rara faz tratamento para conseguir andar enquanto ganha família adotiva bastante amorosa

por Andrezza Oestreicher — publicado 8 jul 2016 - 10:08

Bueller é um pequeno filhote de cão de 2 meses de idade da raça Bulldog. O animal é completamente incapaz de ficar em pé e de andar.

O pequeno cão foi entregue à SPCA de Sacramento, na Califórnia, por um criador que nunca o levou para ver um veterinário, apesar de suas condições.

O filhote foi entregue a SSPCA com apenas dois meses de idade. (Foto: Reprodução / SSPCA)

O filhote foi entregue à SSPCA com apenas dois meses de idade. (Foto: Reprodução / SSPCA)

Bueller nasceu com o que é conhecido como “síndrome do nadador”. “É basicamente um defeito que faz com que as patas e pernas fiquem deslocadas e o cão fica na posição de um nadador ou como um sapo”, explicou a coordenadora de assistência social do SSPCA, Sarah Varanini. No caso de Bueller ele foi afetado em todos os quatro membros e é incapaz de ficar de pé, andar ou se levantar.

“Este é um defeito genético e um bom exemplo de por quê criar cães com histórias médicas desconhecidos não é uma boa ideia”, contou Sarah ao site The Dodo. Normalmente, um filhote de cachorro deve ser capaz de levantar e caminhar a partir de três semanas de idade.

O filhote não consegue andar por sofrer da "síndrome do nadador". (Foto: Reprodução / SSPCA)

O filhote não consegue andar por sofrer da “síndrome do nadador”. (Foto: Reprodução / SSPCA)

Agora, o pessoal do SSPCA trabalha duro para que Bueller tenha, além de seus movimentos, uma vida normal de um cachorro de volta, com direito a muitas brincadeiras.

Assim que chegou ao abrigo, a equipe veterinária da SSPCA imediatamente veio com uma estratégia para ajudar a fazer com que Bueller conseguisse ficar em pé sobre as quatro patas.

Bueller já está fazendo tratamento para conseguir andar e ter uma vida normal. (Foto: Reprodução / SSPCA)

Bueller já está fazendo tratamento para conseguir andar e ter uma vida normal. (Foto: Reprodução / SSPCA)

Estão sendo utilizadas talas para manter as patas do cão em uma posição mais normal. Bueller também está fazendo natação, como fisioterapia. Todos os dias, por cerca de 10 minutos o cão vai para uma banheira para exercitar os membros. De acordo com Sarah, a terapia na água também pode ajudar filhotes a aprender a mover as pernas e recuperar o tônus muscular.

Seu pai adotivo também teve a ideia de construir uma espécie de andador para o filhote, onde ele consegue ficar na posição correta para se locomover, porém sem precisar colocar todo o seu peso sobre as patas. O aparato é para ajudar o cão a aprender a colocar peso sobre suas patas e andar. Mas, de acordo com a mãe adotiva de Bueller, ele não gostou muito do andador.

Ainda não é possível dizer o que o futuro guarda para Bueller, apenas que ele é um cão corajoso, com uma família adotiva amorosa e uma equipe muito dedicada a ajudá-lo. (Foto: Reprodução / SSPCA)

Ainda não é possível dizer o que o futuro guarda para Bueller, apenas que ele é um cão corajoso, com uma família adotiva amorosa e uma equipe muito dedicada a ajudá-lo. (Foto: Reprodução / SSPCA)

Ainda não é possível dizer o que o futuro guarda para Bueller, a esperança de todos da SSPCA é que a terapia seja bem sucedida e que ele se torne um cão normal. Apesar de ser muito cedo para dizer algo concreto, estão todos muito otimistas.

O que se sabe é que Bueller é um filhote de cachorro bastante corajoso e enérgico, com uma família adotiva muito amorosa e uma equipe muito dedicada a ajudá-lo em cada passo.

Cães são peça chave na investigação do caso de Vitória Gabrielly

por Samantha Kelly — publicado 21 jun 2018 - 9:52

O auxílio canino no caso da morte de Vitória Gabrielly tem sido fundamental. Ate agora, tanto um pet quanto uma equipe de cães especializados, foram peças chaves na investigação do crime.

Em um primeiro momento, enquanto a polícia ainda tentava encontrá-la e havia a esperança da menina ainda estar viva, a pista da localização exata do paradeiro de Vitória veio de um catador de latinhas que estava passeando com seu cachorro.

O pet ficou intrigado com o cheiro forte que vinha da mata e começou a latir sem parar.

 » Read more about: Cães são peça chave na investigação do caso de Vitória Gabrielly  »

Além da rampinha: Escada em espiral é opção chique e compacta para seu cachorro subir na cama

por Samantha Kelly — publicado 15 jun 2018 - 9:30

Ficamos apaixonadas pela escada em espiral da Sophipet com um ar super sofisticado. Ela é totalmente personalizável, com várias opções de cores e estilos para combinar com diferentes tipos de decoração.

Muitos não sabem, mas rampas e escadinhas dessa forma ajudam bastante os pets a não forçarem as costas com os vários pulos acrobáticos que eles dão quando sobem e descem da cama, sofá e afins.

Ela chega até 100 cm de altura para as camas mais altas e possui apenas 45 cm de raio,

 » Read more about: Além da rampinha: Escada em espiral é opção chique e compacta para seu cachorro subir na cama  »

Operários indianos constroem estrada em cima de cachorro que dormia na rua

por Samantha Kelly — publicado 15 jun 2018 - 7:02

O incidente é tão absurdo que é difícil acreditar como alguém pode ser tão insensível em relação a vida do próximo.

Operários em uma estrada de Agra, na Índia, não se deram o trabalho de mover um cachorro que dormia no local enquanto eles recapeavam a rua e seguiram com o dia como se não houvesse ninguém ali. Sim, eles construíram a rua em cima do cachorro e ele morreu após ter sido esmagado pelo rolo compressor enquanto os trabalhadores nivelavam a rua.

 » Read more about: Operários indianos constroem estrada em cima de cachorro que dormia na rua  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Cães são peça chave na investigação do caso de Vitória Gabrielly

por Samantha Kelly — publicado 21 jun 2018 - 9:52

O auxílio canino no caso da morte de Vitória Gabrielly tem sido fundamental. Ate agora, tanto um pet quanto uma equipe de cães especializados, foram peças chaves na investigação do crime.

Em um primeiro momento, enquanto a polícia ainda tentava encontrá-la e havia a esperança da menina ainda estar viva, a pista da localização exata do paradeiro de Vitória veio de um catador de latinhas que estava passeando com seu cachorro.

O pet ficou intrigado com o cheiro forte que vinha da mata e começou a latir sem parar. Foi graças a reação estranha do cachorro que o tutor foi verificar se havia de fato algo errado. Foi então que ele acabou se deparando com o corpo da menina, que se encontrava no mesmo local há 4 dias.

Após a confirmação da morte e localização do corpo, a próxima fase da investigação contou com a ajuda de Bazuka, Adaga e Duke, cães farejadores do grupo GBR. Através de odores de suspeitos fornecidos pela polícia, os cães vasculharam a área delimitada e verificaram se os cheiros poderiam ser encontrados no local.

Apesar da equipe envolvida não poder contar muito sobre o resultado para não atrapalhar o trabalho investigativo, o treinador dos cães afirma que os animais confirmaram a presença de alguns dos odores no local.

 

Foto: Reprodução/Record

 

Além da rampinha: Escada em espiral é opção chique e compacta para seu cachorro subir na cama

por Samantha Kelly — publicado 15 jun 2018 - 9:30

Ficamos apaixonadas pela escada em espiral da Sophipet com um ar super sofisticado. Ela é totalmente personalizável, com várias opções de cores e estilos para combinar com diferentes tipos de decoração.

Muitos não sabem, mas rampas e escadinhas dessa forma ajudam bastante os pets a não forçarem as costas com os vários pulos acrobáticos que eles dão quando sobem e descem da cama, sofá e afins.

Ela chega até 100 cm de altura para as camas mais altas e possui apenas 45 cm de raio, o que salva bastante espaço. Dá até para adicionar uma proteção na escada para evitar acidentes.

Elas são feitas com excelente qualidade e o preço, apesar de ser salgado (começa em US $ 420 e, para a opção mais cara, você precisa desembolsar mais de US $ 1.500), ainda são uma ótima ideia e opção para quem pode pagar.

Queremos opções mais acessíveis para ontem!