Fotógrafo tenta conscientizar o público sobre cachorros condenados em Abrigos

por Samantha Kelly — publicado 22 jul 2012 - 19:12

Fotógrafo tenta conscientizar o público sobre cachorros condenados em Abrigos.

 

O fotógrafo Tou Ghih-kang, de Taiwan, tem guardado nos últimos dois anos, os últimos momentos de cachorros no Abrigo de Animais de Taoyuan, antes de serem eutanasiados. Uma vez que a sessão de fotos acaba, o cachorro ou até mesmo o filhote, é levado para a eutanásia. Tou Ghih-kang já fotografou 400 cachorros, a maioria tendo sido abandonada por seus donos. Para ele, o trabalho é muito angustiante, e é uma tentativa de espalhar a mensagem para os donos terem responsabilidade com seus pets.

“Eu acredito que algo não deveria ser contada, mas sentido,” diz Tou com confiança. “E eu espero que essas imagens façam os visitantes contemplarem e sentirem por essas vidas, e entenderem a falta de humanidade que nós, a sociedade, estamos fazendo eles passarem.”

Muitos donos de cachorros de Taiwan bajulam seus cachorros com roupas estilosas e acessórios. “Os animais são vistos como brinquedos, não levados a sério,” afirma Grace Gabriel. Após a excitação do início da relação, são abandonados na rua.

As autoridades taiwanesas estimam que esse ano, mais de 80,000 cachorros serão eutanasiados. De acordo com ativistas, 70% dos cachorros em abrigos são mortos depois de 12 dias de espera, independente dos esforços para achar um novo lar. Milhões de gatos continuarão sendo mortos todos os anos.

Tou tem tentado capturar a dignidade e prestígio dos cachorros. Muitos são postos em poses que os fazem parecer mais ainda com humanos. Mais de 40.000 fotos serão exibidas em agosto no Museu de Belas Artes no sudoeste de Kaohsiung. “Eu sou um meio que através da fotografia, mais pessoas vão se conscientizar sobre esse assunto. Eu acho que esse é o meu papel”.

 

Fonte

 

deixe seu comentário: