Histórias de sucesso: Christiane Campello Costa e sua invenção, o Sanitário Pipi Dolly’s

Conheça a história da empresária brasileira e saiba como surgiu a grande ideia que mudou sua vida

por Samantha Kelly — publicado 17 dez 2013 - 18:32

Esse ano tivemos o prazer de conhecer a empresária Chistiane Campello Costa, idealizadora do Sanitário Pipi Dolly’s. Hoje, dia 17 de dezembro, marca o aniversário de 12 anos da empresa e achamos mais que justo escrever um pouco sobre essa história de sucesso. O mercado pet brasileiro é cheio de exemplos de pessoas que tiveram uma boa ideia e correram atrás com muita persistência e honestidade. Nada mais justo que abrir um espaço no Portal do Dog para homenagear essas figuras e inspirar nossos leitores com exemplos reais que mostram que o sucesso é possível com muito trabalho e dedicação.

Christiane Campello Costa e seu chumaço de algodão, Dolly Poppy. Foto: Divulgação

Christiane Campello Costa e seu chumaço de algodão, Dolly Poppy. Foto: Divulgação

A história da empresa começou de uma necessidade. Ao receber em sua vida um chumaço de algodão de nome Dolly Poppy, da raça Bichon Frisé, logo os velhos problemas que atingem todos os tutores bateram em sua porta. O que fazer com o xixi do meu pet e as marcas de patinhas sujas de xixi pelo chão? Christiane queria uma opção que fosse prática e higiênica para lidar com as necessidades de sua cadelinha.

Agora imagine que tudo isso aconteceu no ano de 1999, quando o mercado pet brasileiro ainda estava engatinhando e não havia nem metade do que há disponível agora.

Depois de muita pesquisa dentro e fora do país, não havia nada que se assemelhasse ao que tinha em mente e nada satisfazia os requisitos que Chris procurava em um produto.

Munida com uma ideia inovadora, começou de maneira artesanal a desenvolver um protótipo do que hoje seria o produto. O processo de amadurecimento da forma, material e viabilização se mostrou árduo e só mesmo com muita persistência e uma rede de apoio de amigos e familiares fiéis conseguiu ultrapassar as dificuldades do caminho, que foram desde a falta de recursos na época para o investimento à apresentar um conceito novo para o público.

Depois de muitas noites mal dormidas e expectativas, surge o Sanitário Pipi Dolly’s, o primeiro de seu gênero no mundo e a empresa Pipi Dolly’s, que recebeu esse nome como uma homenagem a cadelinha especial que deu início a tudo.

A Empresa Pipi Dolly’s é atualmente um nome forte no mercado, e seus produtos se encontram em território nacional e internacional.

O Sanitário Pipi Dolly’s é o único com a Proteção Antibacteriana Microban®, com várias opções de cores, modelos distintos para machos e fêmeas e ótima ergonomia.

Fora o Sanitários Pipi Dolly’s, a empresa também oferece outros produtosO papa pelos (rolo que contém 60 folhas que retiram os pelos dos pets do ambiente), refil absorvente (fórmula com capacidade de absorção extra, contendo aproximadamente 1/2 litro de urina e ideal para o Sanitário Pipi Dollys) e o Dolly’s Care (75 lenços umedecidos que são perfeitos para a higiene do seu cão).

É muito bom poder dizer que essa é uma iniciativa brasileira e que o nosso país oferece qualidade e inovação que não ficam devendo a nenhum outro lugar do mundo.

 

sanitario-pipi-dollys-fotos

Esquerda: Acessório Fêmea, Direita: Acessório Macho. Foto: Divulgação

 

Tata Werneck adota cãozinho deficiente da Ampara Animal

por Samantha Kelly — publicado 23 ago 2017 - 8:41

A musa do humor brasileiro mais uma vez deixou claro que o seu talento é proporcional ao seu coração.

Já mãe de 14 pets, ela abriu as portas de sua casa novamente, agora para um cachorro especial que foi regatado através do incrível trabalho que a Ampara Animal realiza.

Meu novo filho! Doida pra chegar e te dar todo amor que vc não recebeu! Pra cuidar de todas as feridas que pessoas maldosas fizeram com vc!

 » Read more about: Tata Werneck adota cãozinho deficiente da Ampara Animal  »

Adolescentes gravam símbolo da suástica na cabeça de um Chihuahua e assustam família

por Andrezza Oestreicher — publicado 22 ago 2017 - 18:23

No Arizona, Estados Unidos, um cãozinho com um símbolo da suástica pintado na cabeça deixou uma família bastante aterrorizada.

Uma mulher ficou chocada quando o animal, que é de um vizinho, apareceu na porta de sua casa. O medo que ela sentiu é fácil de explicar.

A suástica é como uma marca da raça ariana e foi muito utilizada pela Alemanha Nazista, período em que os alemães acreditavam que sua raça era a pura e havia muito preconceito com outros povos.

 » Read more about: Adolescentes gravam símbolo da suástica na cabeça de um Chihuahua e assustam família  »

Empresa customiza drone para passear com seu cachorro

por Samantha Kelly — publicado 22 ago 2017 - 10:49

A empresa britânica DronesDirect.co.uk está personalizando o drone Phantom 4 para possibilitar que a máquina passei com seu cachorro.

Pelo precinho nada camarada de £2 mil (aproximadamente R$8 mil), o Dog Drone tem uma coleira retráctil e um dispositivo contra colisão que o impediria de bater em obstáculos no caminho.

Para o tutor restaria apenas fazer o download da rota e teoricamente sentar e relaxar enquanto o drone faz todo o trabalho.

 » Read more about: Empresa customiza drone para passear com seu cachorro  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Tata Werneck adota cãozinho deficiente da Ampara Animal

por Samantha Kelly — publicado 23 ago 2017 - 8:41

A musa do humor brasileiro mais uma vez deixou claro que o seu talento é proporcional ao seu coração.

Já mãe de 14 pets, ela abriu as portas de sua casa novamente, agora para um cachorro especial que foi regatado através do incrível trabalho que a Ampara Animal realiza.

Meu novo filho! Doida pra chegar e te dar todo amor que vc não recebeu! Pra cuidar de todas as feridas que pessoas maldosas fizeram com vc! E juntos seremos mto felizes! E obrigada @amparanimal ! Por todo cuidado que tem com os bichos que (não consigo entender) algumas pessoas não têm capacidade de ter!

Foto: Reprodução/Instagram

Nino já aparece muito confortável e se familiarizando com sua nova moradia em vídeos postados nas redes por Tata e seu companheiro Rafael Vitti.

O fato dele não ter uma perna não muda em nada sua disposição e capacidade de amar e só prova que todos merecem uma segunda chance.

Nino tá feliz 😁 @amparanimal @tatawerneck

A post shared by Rafael Vitti (@rafaavitti) on

Deitei no tapete mesmo esperando mamãe chegar 😍❤️

A post shared by Tata Werneck (@tatawerneck) on

Adolescentes gravam símbolo da suástica na cabeça de um Chihuahua e assustam família

por Andrezza Oestreicher — publicado 22 ago 2017 - 18:23

No Arizona, Estados Unidos, um cãozinho com um símbolo da suástica pintado na cabeça deixou uma família bastante aterrorizada.

Uma mulher ficou chocada quando o animal, que é de um vizinho, apareceu na porta de sua casa. O medo que ela sentiu é fácil de explicar.

A suástica é como uma marca da raça ariana e foi muito utilizada pela Alemanha Nazista, período em que os alemães acreditavam que sua raça era a pura e havia muito preconceito com outros povos.

Por ter origem hispânica e ter três filhos adotivos que também possuem diferentes origens, a mulher, que preferiu não se identificar, ficou bastante apreensiva ao ver aquele símbolo tão próximo.

Adolescentes pintaram o símbolo na cabeça do cão com esmalte e disseram que tudo não passou de uma “piada”. (Foto: Reprodução / Kare 11 / KPNX)

Oficiais do Departamento de Polícia de Glendale foram chamados e conseguiram descobrir rapidamente quem tinha feito aquilo com o cachorro. Preocupados de que o cão estivesse sofrendo negligências, eles foram até a casa onde o animal vive.

Na residência, os oficiais foram informados de que o caso não passou de uma “pegadinha”, uma “brincadeira de adolescentes”.

Dois adolescentes, um filipino e um negro (que também sofreriam preconceito dos Nazistas por não se enquadrarem no perfil da “raça ariana” alemã), admitiram que pintaram a suástica na cabeça do cachorro com esmalte vermelho como uma piada.

“Eles começaram pintando as unhas do cachorro, depois as orelhas e, finalmente, a suástica. Foram apenas algumas crianças fazendo algo como uma brincadeira cruel”, disse a porta-voz do Departamento de Polícia de Glendale, Tiffany Smith ao HuffPost.

De acordo com a polícia, os adolescentes disseram que iriam remover a pintura feita no cachorro.

Fonte: HuffPost