Homem corta patas de cachorro e o joga em instituição de cuidado animal

Após encontrarem o animal morto, protetores da instituição denunciaram o caso. Apesar de ter confessado o crime, o responsável foi liberado e deve responder em liberdade

por Andrezza Oestreicher — publicado 30 maio 2017 - 16:54

E a crueldade humana contra os animais continua atingindo níveis cada vez mais chocantes.

Em Iporá, um município do estado de Goiás, um homem cortou as patas dianteiras de um cachorro e em seguida jogou o animal no terreno de uma associação de protetores de animais.

A violência foi tão grande, que quando os protetores encontraram o cão ele já estava morto.

Homem cortou as patas dianteiras de um cão porque estava se sentindo incomodado com os latidos do animal. (Foto: Reprodução / G1 / Polícia Civil)

O caso foi denunciado pelos protetores que fazem parte da associação onde o cão foi deixado. De acordo com Ramon Queiroz Rodrigues, delegado responsável pela ocorrência, o crime aconteceu no último sábado, dia 27 de maio.

O delegado informou ainda que o responsável pelo crime, que foi reconhecido e identificado por meio de imagens de câmeras de segurança, confessou tudo, mas que foi liberado após ser ouvido e deve responder em liberdade.

Segundo informações, o homem relatou em seu depoimento que cometeu o crime porque estava bastante incomodado com os latidos do cachorro.

“O homem confessou que mutilou as patas do cachorro e o deixou em uma associação que cuida de animais abandonados porque não aguentava os latidos. Ele jogou o cachorro lá, mas o bicho ficou agonizando até morrer. O pessoal da associação, ao encontrar o cachorro, viu que ele já estava morto e denunciou a situação”, informou o delegado Ramon Queiroz Rodrigues ao G1.

Além do animal mutilado, o criminoso afirmou em seu depoimento que no mesmo dia também matou outro cão com uma paulada na cabeça.

O objeto utilizado pelo homem para matar os cães foi apreendido pela Polícia Civil. (Foto: Reprodução / G1 / Polícia Civil)

De acordo com o delegado, ainda não se sabe se os cachorros assassinados pelo homem eram de rua ou não, mas nenhum tutor apareceu para dar queixa.

A Polícia Civil apreendeu o objeto que o homem utilizou para agredir e ferir os animais, um podão, instrumento que tem um ferro cortante em uma das pontas e é usado geralmente para podar plantas.

O homem deve responder pelo crime de maus tratos e mutilação animal e pode pegar até um ano de prisão.

Fonte: G1

Após sumir do local onde estava hospedado, cachorrinho de Sthefany Brito é encontrado morto

por Andrezza Oestreicher — publicado 22 jan 2018 - 18:35

A atriz Sthefany Brito teve seu momento de férias e descanso tomado por uma grande preocupação com um de seus pets que foi seguida por uma péssima notícia, a morte do seu cachorrinho de estimação Snow.

O cão Snow, um Buldogue Francês branquinho de dois anos de idade, estava hospedado em um hotel para cachorros enquanto sua mamãe famosa estava viajando pela Europa aproveitando suas férias.

Meu amigo foi embora hj e olha aonde eu vim parar de surpresa!?

 » Read more about: Após sumir do local onde estava hospedado, cachorrinho de Sthefany Brito é encontrado morto  »

Após ser filmada jogando cachorro em bueiro e vídeo viralizar na internet, mulher se diz arrependida

por Andrezza Oestreicher — publicado 22 jan 2018 - 9:30

Nos últimos dias, um vídeo revoltante viralizou na internet e deixou os amantes de cachorros e protetores animais chocados com as cenas. As imagens mostram uma mulher jovem carregando um cãozinho pelo pescoço e em seguida jogando o animal dentro de um bueiro.

A agressão ao animal aconteceu em Novo Gama, no Entorno do Distrito Federal, e foi realizada por Juliana Oliveira Soares, uma estudante de 21 anos que foi localizada pela Polícia Civil e já prestou depoimento,

 » Read more about: Após ser filmada jogando cachorro em bueiro e vídeo viralizar na internet, mulher se diz arrependida  »

Para viajar na cabine dos aviões da Delta, cachorros deverão comprovar que são bem comportados

por Andrezza Oestreicher — publicado 20 jan 2018 - 18:36

A companhia aérea Delta Airlines informou que a partir de 1º de março, algumas normas irão mudar para que alguns animais possam voar na cabine de suas aeronaves junto dos tutores.

Em anuncio feito na última sexta-feira, dia 19 de janeiro, a empresa vai exigir dos tutores, além de toda a documentação que já é exigida atualmente, algumas garantias extras de que o animal é capaz de se comportar dentro da cabine do avião durante todo o tempo de voo.

 » Read more about: Para viajar na cabine dos aviões da Delta, cachorros deverão comprovar que são bem comportados  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Após sumir do local onde estava hospedado, cachorrinho de Sthefany Brito é encontrado morto

por Andrezza Oestreicher — publicado 22 jan 2018 - 18:35

A atriz Sthefany Brito teve seu momento de férias e descanso tomado por uma grande preocupação com um de seus pets que foi seguida por uma péssima notícia, a morte do seu cachorrinho de estimação Snow.

O cão Snow, um Buldogue Francês branquinho de dois anos de idade, estava hospedado em um hotel para cachorros enquanto sua mamãe famosa estava viajando pela Europa aproveitando suas férias.

De acordo com uma publicação da própria Sthefany Brito, o cachorro já havia se hospedado neste mesmo local várias vezes e, ainda segundo a tutora, ela recebia fotos do cão enviadas pelas pessoas que estavam cuidado dele.

Tudo estava muito bem, como nas outras vezes que ele ficou no local, até que no sábado, dia 20 de janeiro, Sthefany recebeu a notícia de que Snow, dono de um perfil no Instagram, tinha desaparecido e imediatamente publicou um pedido de ajuda em suas redes sociais.

Junto de uma imagem do cachorro, a tutora contou que ele tinha sumido de uma casa na Barrinha, no Rio de Janeiro, e pedia ajuda para encontrar o animal. Na publicação, ela implorava para que quem tivesse alguma informação sobre o animal entrasse em contato com alguns números de telefone que ela informou.

Porém, infelizmente, a história não teve um final feliz e já no dia seguinte, domingo, Sthefany fez uma postagem extremamente abalada informando que seu amado cachorrinho tinha sido encontrado sem vida.

A atriz, que contou estar dilacerada com o acontecido, não deu maiores informações sobre o que de fato aconteceu com o cão Snow, mas agradeceu pelas inúmeras mensagens de amor que recebeu naqueles momentos de angústia.

“Nem sei como estou conseguindo escrever isso… Meu coração parece q vai parar a qualquer momento e todo meu corpo dói! Em prantos, dilacerada, destruída, encontramos o Snow sem vida! Um pesadelo!!! Só queria agradecer todas as msgs e tanto amor que nós recebemos aqui! Que Deus retribua em dobro!! Nunca vou encontrar palavras pra agradecer todos vcs q ajudaram de alguma maneira! Agora não tenho mais força e vou dar um tempo daqui! Um pedaço de mim foi embora…”, escreveu Sthefany em seu Instagram.

Após ser filmada jogando cachorro em bueiro e vídeo viralizar na internet, mulher se diz arrependida

por Andrezza Oestreicher — publicado 22 jan 2018 - 9:30

Nos últimos dias, um vídeo revoltante viralizou na internet e deixou os amantes de cachorros e protetores animais chocados com as cenas. As imagens mostram uma mulher jovem carregando um cãozinho pelo pescoço e em seguida jogando o animal dentro de um bueiro.

A agressão ao animal aconteceu em Novo Gama, no Entorno do Distrito Federal, e foi realizada por Juliana Oliveira Soares, uma estudante de 21 anos que foi localizada pela Polícia Civil e já prestou depoimento, onde afirmou que está arrependida da violência contra o cão.

Mulher foi filmada jogando seu cachorrinho dentro de um bueiro. (Foto: Reprodução / TV Anhanguera)

De acordo com Juliana, ela ficou com raiva depois de ver que o animal tinha mordido sua filha, de um ano e três meses de idade. “Ele mordeu a minha filha e foi um instinto materno. Inclusive ela está com marcas que o cachorro fez. Foi por isso, mas eu me arrependo sim, me arrependo. Eu sei que foi desproporcional eu ter feito isso. Mas, foi na hora da raiva, na hora que eu a vi no chão, chorando e eu fui pegar ele e ele estava rosnando para ela, acabei fazendo isso”, disse a estudante em entrevista à TV Anhanguera.

O cachorro, que Juliana afirmou ter recebido de presente no dia 13 de janeiro, foi rapidamente resgatado por agentes da Guarda Civil Municipal de Novo Gama graças a um morador da região que viu tudo e pediu ajuda.

De acordo com os agentes, o animal não estava machucado e foi entregue para um vizinho de Juliana. “Nós mesmos que resgatamos o cachorro. Não foi difícil, o bueiro não era muito fundo. Um vizinho viu e quis ficar com ele. Prometeu cuidar bem do animal, então entregamos o cachorro a ele”, contou Iran Silva, comandante da Guarda Civil Municipal de Novo Gama, ao G1.

O animal foi resgatado sem machucados e está em um novo lar. (Foto: Reprodução / G1 / TV Anhanguera)

Depois de ser localizada, Juliana foi levada para o Centro Integrado de Operação de Segurança (Ciops) da cidade e assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por maus-tratos a animais.

Ela foi liberada e deve ser acusada pelo crime de maus-tratos a animais.

Fonte: G1