Homem se filma tendo relações sexuais com sua cadela e coloca na internet

Graças ao trabalho implacável de Luisa Mell e uma ong local, ele já foi denunciado para a polícia.

por Samantha Kelly — publicado 20 abr 2017 - 10:56

As vezes nos deparamos com cenas e histórias tão brutais, que como amantes de animais, ficamos petrificados. A única vontade é ter super poderes e fazer com que nenhum animal nunca mais sinta frio, dor, fome ou seja abusado.

Infelizmente esse não é o mundo que vivemos e ainda falta muito para que o ser humano atinja um nível de consciência para não ser esse monstro para o mundo ao seu redor.

Em mais um caso de bestialidade, dessa vez em Cuiabá, Hemerson Fernandes teve a audácia de ter relações sexuais com sua cadela, filmar o estupro desse ser indefeso e colocar online.

Felizmente, graças ao trabalho implacável de Luisa Mell e uma ong local, ele já foi denunciado para a polícia.

O que esperamos é que os animais sejam tirados de sua custódia imediatamente e que ele seja condenado pelo que fez. Porém, ao conhecer nossas leis e o quanto são brandas com pessoas que abusam de animais, nosso coração sofre ao saber que nem sempre esse é o caso.

 

Foto: Instagram/Luisa Mell

 

ATUALIZAÇÃO: A Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema), da Polícia Judiciária Civil, entrou com uma representação pela prisão de Emerson Fernandes Pedroso. Ele já foi indiciado e deverá responder pelos crimes de maus-tratos e associação criminosa.

A Polícia Civil acredita que ele seja membro de um grupo de zoófilos, em outras palavras, o termo diz respeito a pessoas que sentem atração e têm relações sexuais com animais de outras espécies. Outros participantes do grupo estão sendo investigados.

Até o momento, o que sabemos do rapaz é que ele é estudante de odontologia e morador do bairro Pedra 90, em Cuiabá.

Assim que tomou conhecimento, a polícia Especializada tem trabalhado sem parar no caso. Segundo o delegado Gianmarco Paccola Capoani:

Imediatamente iniciamos as diligências para identificação da pessoa do vídeo. Os trabalhos se prolongaram por toda a noite de ontem até a manhã desta quinta-feira (20), com a representação do pedido de prisão do rapaz, que não foi localizado pelas equipes policiais.

Logo após descobrir que as imagens viralizaram, Emerson teria fugido por volta das 18 horas na quarta-feira (19). Ele ainda se encontra foragido e para quem tiver informações sobre o paradeiro dele, as denúncias devem ser feitas nos números 197 ou 181 da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso.

O delegado deixou claro que analisou as ”dezenas de apelos sociais demonstrando extrema aversão à prática” e no próprio pedido de prisão há uma passagem citando a resposta do público:

“Cenas criminosas filmadas pelo próprio indiciado e publicadas posteriormente nas redes sociais, que geraram repugnância maciça na sociedade”.

A repercussão online foi fundamental para que as medidas necessárias fossem tomadas e o caso ganhasse prioridade máxima.

deixe seu comentário:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *