Instituto Royal anuncia o fim de suas atividades em São Roque

Por meio de uma nota o Instituto Royal anuncia o encerramento de suas atividades.

por Fabio Sakita — publicado 6 nov 2013 - 19:56

Prédio do Instituto Royal em São Roque / SP. Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Prédio do Instituto Royal em São Roque / SP. Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Por meio de um comunicado o Instituto Royal anunciou nesta quarta-feira (6) o encerramento de suas atividades na cidade de São Roque. Enviada pela assessoria de imprensa do laboratório, a nota diz, “Em assembleia geral extraordinária realizada entre seus associados, o Instituto Royal, por meio de seu Conselho Diretor, vem a público informar a decisão de interromper definitivamente as atividades de pesquisa em animais, realizadas em seu laboratório de São Roque”.

O laboratório que entrou na mídia após ativistas resgatarem cães da raça Beagle a 19 dias e também teve seu alvará caçado por 60 dias, alega que o encerramento das atividades está relacionado com “elevadas e irreparáveis perdas” devido ação de ativistas. O comunicado informa que o encerramento das atividades não afeta a unidade Genotox em Porto Alegre.

Veja nota completa:

“Em assembleia geral extraordinária realizada entre seus associados, o Instituto Royal, por meio de seu Conselho Diretor, vem a público informar a decisão de interromper definitivamente as atividades de pesquisa em animais, realizadas em seu laboratório de São Roque.

Tendo em vista as elevadas e irreparáveis perdas e os danos sofridos em decorrência da invasão realizada no último dia 18 – com a perda de quase todo o plantel de animais e de aproximadamente uma década de pesquisas -, bem como a persistente instabilidade e a crise de segurança que colocam em risco permanente a integridade física e moral de seus colaboradores, os associados concluíram que está irremediavelmente comprometida a atuação do Instituto Royal para dar continuidade à realização pesquisa científica e testes mediante utilização de animais.

Por este motivo, o Instituto decidiu encerrar suas atividades na unidade de São Roque.

A interrupção acarretará o desligamento de funcionários, todos já comunicados da decisão. Mantém-se, por ora, o Comitê de Ética formado por colaboradores do laboratório, que conta com veterinários, biólogos e membros da Sociedade Protetora dos Animais, conforme a legislação vigente. A decisão, por ora, não afetará a unidade Genotox, de Porto Alegre, onde não se faz experimentação animal.

Com o intuito de preservar a integridade dos animais remanescentes que ainda estão sob seus cuidados, o Instituto Royal tomará as providências necessárias junto aos órgãos regulatórios competentes, para assegurar que continuem sendo dados a eles tratamento e destinação adequados.

Desde 2005, o Instituto Royal realiza testes pré-clínicos com vistas ao desenvolvimento de medicamentos para o tratamento de doenças como câncer, diabetes, hipertensão, epilepsia entre outros. Com essa decisão, interrompe-se o trabalho do único Instituto laboratorial do Brasil capacitado e regulamentado para exercer este tipo de pesquisa. A partir de agora, qualquer empresa interessada na realização de testes para registro de medicamento será obrigada a realizar suas pesquisas fora do País, até que outro laboratório seja credenciado pelo CONCEA (Conselho Nacional de Controle e Experimentação Animal) para essa atividade.

Todos os testes desenvolvidos no Instituto Royal atendiam aos princípios de boas práticas de laboratório (BLP) e também às normas para cuidados dos animais do CONCEA, estando também regulamentadas por protocolos internacionais, tais como o da European Medicines Agency e da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico.

O Instituto Royal acredita que as ações violentas ocorridas no dia 18 de outubro são resultado de dois fatores complementares: as inverdades disseminadas de forma irresponsável – e por vezes oportunista – associadas à falta de informação pré-existente. As consequências dos atos advindos dessa equação resultaram não somente em prejuízo para a instituição, que fecha suas portas, mas também e mais gravemente para a sociedade brasileira, que assiste à inutilização de importantes pesquisas em benefício da vida humana.

É inquestionável o direito de todo cidadão ou instituição expressar suas opiniões e propor à sociedade brasileira o debate sobre temas de interesse público. Não se pode anuir, contudo, com as atitudes de violência que cercaram os episódios envolvendo o Instituto Royal. Uma sociedade organizada e civilizada não pode aceitar que a pesquisa científica seja constrangida por grupos de opinião que preferem o uso da força e da violência em detrimento das vias institucionais e democráticas para travar debates.

O ambiente de insegurança gerou – e continuará gerando – prejuízos para a ciência brasileira, na medida em que não assegura aos cientistas um ambiente institucional adequado para o desenvolvimento de pesquisas cujo objetivo, em última análise, é o de salvar vidas. A consequência deste cenário de hostilidade é o desestímulo à fixação e permanência das melhores mentes científicas em nosso País.
O prejuízo causado ao Instituto Royal não é mensurável. Mas é certo que o Brasil inteiro perde muito com este episódio, lamentavelmente.”

Homem faz festa temática para comemorar aniversário de um ano do seu cão de serviço

por Andrezza Oestreicher — publicado 13 dez 2017 - 9:24

Nós ficamos muito felizes em poder celebrar e comemorar a vida daqueles que amamos. E é claro que com nossos animais de estimação não poderia ser diferente.

Charles Wilson-Adams é um tutor louco por seu cão e um grande fã da saga Star Wars. Então, ele decidiu juntar essas duas paixões na hora de comemorar o aniversário de um ano do seu cachorro Deuce, um cão de serviço da raça American Bully.

De acordo com Charles,

 » Read more about: Homem faz festa temática para comemorar aniversário de um ano do seu cão de serviço  »

Katherine Heigl passa momentos complicados com doença grave de sua cadelinha

por Andrezza Oestreicher — publicado 12 dez 2017 - 18:53

A atriz Katherine Heigl não é só conhecida por atuar em filmes como “Ligeiramente Grávidos”, “Vestida para Casar” e “A Verdade Nua e Crua” ou por seu papel de Dra. Izzie Stevens em “Grey’s Anatomy”, ela também é conhecida por ser uma das maiores amantes de animais entre as estrelas de Hollywood.

Porém, infelizmente, ela esta agora passando por uma grave situação com um de seus cães de estimação que ninguém deseja passar. A cadela Gracie Lou está com um tumor cerebral.

 » Read more about: Katherine Heigl passa momentos complicados com doença grave de sua cadelinha  »

Cadela que sofria maus-tratos em casa é resgatada pela polícia

por Andrezza Oestreicher — publicado 12 dez 2017 - 9:32

Em Santa Cruz do Sul, município do Rio Grande do Sul, policiais civis foram até uma residência para resgatar dois cães que sofriam maus-tratos causados pelo homem que deveria cuidar dos animais.

As denúncias foram feitas por uma ONG de proteção animal local, a Protetores de Santa Cruz, que já tinha ficado com um outro animal do mesmo homem, depois que também receberam, no mês de abril, denúncias de que ele maltratava o cão que tinha acabado de adotar.

 » Read more about: Cadela que sofria maus-tratos em casa é resgatada pela polícia  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Homem faz festa temática para comemorar aniversário de um ano do seu cão de serviço

por Andrezza Oestreicher — publicado 13 dez 2017 - 9:24

Nós ficamos muito felizes em poder celebrar e comemorar a vida daqueles que amamos. E é claro que com nossos animais de estimação não poderia ser diferente.

Charles Wilson-Adams é um tutor louco por seu cão e um grande fã da saga Star Wars. Então, ele decidiu juntar essas duas paixões na hora de comemorar o aniversário de um ano do seu cachorro Deuce, um cão de serviço da raça American Bully.

Festa teve Star Wars como tema. (Foto: Reprodução / Twitter @CiCiAdams_)

De acordo com Charles, um estudante universitário de 24 anos, disse que Deuce entrou na sua vida em um momento muito difícil e o ajudou bastante. Por isso ele pensou em fazer uma festa especial para o seu melhor amigo.

“Na verdade, eu conheci o Deuce quando estava passando por um momento difícil na minha vida, e essa é outra razão pela qual eu o amo tanto. E eu senti como se eu devesse preparar uma festa de aniversário para ele porque eu realmente o vejo como meu filho”, contou o tutor.

E já que era para ser tudo bem especial, a festa teve até tema, Star Wars, outra paixão na vida de Charles. “Eu tive que fazer algo especial para ele. E cresci gostando de Star Wars, então eu decidi preparar para ele uma festa de aniversário com tema de Star Wars. E todos no campus o amavam, então eu os convidei para a festa de aniversário [também]”, explicou Charles.

O aniversariante ganhou uma roupa nova combinando com o tema da festa. (Foto: Reprodução / Twitter @CiCiAdams_)

Os pratos, guardanapos e bandeirinhas, tudo era do Star Wars, incluindo a roupinha que o aniversariante usou durante a noite, que contou ainda com bolo e, claro, com o “Parabéns pra Você”.

A comemoração terminou com Deuce se divertindo enquanto estourava os balões que enfeitaram seu aniversário e com a promessa de seu tutor de uma nova festa no ano que vem.

Fonte: People

Katherine Heigl passa momentos complicados com doença grave de sua cadelinha

por Andrezza Oestreicher — publicado 12 dez 2017 - 18:53

A atriz Katherine Heigl não é só conhecida por atuar em filmes como “Ligeiramente Grávidos”, “Vestida para Casar” e “A Verdade Nua e Crua” ou por seu papel de Dra. Izzie Stevens em “Grey’s Anatomy”, ela também é conhecida por ser uma das maiores amantes de animais entre as estrelas de Hollywood.

Porém, infelizmente, ela esta agora passando por uma grave situação com um de seus cães de estimação que ninguém deseja passar. A cadela Gracie Lou está com um tumor cerebral.

Hey, small dog moms and dads! Have you shared why your small dog is great yet? Share a photo or video with #MySmallDogIs so we can inspire more adoptions and save the lives of small dogs in the U.S.!

A post shared by Katherine Heigl (@katherineheigl) on

O animal foi diagnosticado em setembro, mas só agora a atriz tornou o assunto público.

De acordo com Katherine, há cerca de um ano Gracie Lou “começou a mostrar alguns sinais que estava sentindo dores”. A cadela foi imediatamente levada ao veterinário, que acreditou que ela estava com uma hérnia de disco ou alguma lesão no pescoço, mas nada extremamente grave.

Então, o veterinário receitou alguns medicamentos para dor e tratamento. Com isso, a cadelinha aparentemente voltou ao normal, mas há cerca de três meses ela pareceu estar ruim novamente.

O veterinário tentou outras terapias e medicamentos, porém todas pensando que o problema do animal seria no pescoço. Porém, a cadela continuou piorando e passou a ter convulsões. Foi quando resolveram fazer uma ressonância magnética, que revelou não só tumor cerebral, mas também que ele já estava muito grande, ao ponto de estar pressionando o cérebro de Gracie Lou.

De acordo com informações, a cadelinha passou por uma cirurgia que conseguiu remover quase 50% do tumor, que estava localizado em um ponto bastante complicado do cérebro.

“Estamos passando a maior parte do tempo atendendo as necessidades pós-operatórias da Gracie”, disse Katherine em uma postagem feita no dia 1º de dezembro em seu blog, Those Heavenly Days. “Agora meus dias consistem em tentar salvar Grace”, completou a tutora, explicando que a cadelinha teve um dano cerebral que a fez desaprender a beber água sozinha.

Em uma publicação em seu perfil oficial no Instagram, Katherine contou que vai fazer uma pausa no seu blog para se dedicar completamente aos cuidados de Grace.

“Qualquer um que tenha amado um animal de companhia sabe o quanto de amor incondicional, paciência, conforto, lealdade, risos e alegria eles trazem para nossas vidas. Gracie foi tudo isso e mais para mim, então agora vou fazer tudo o que posso para salvá-la!”, escreveu Katherine Heigl junto com uma série de fotos com a cadelinha.

Fonte: People