Justiça autoriza família a processar escola que proibiu menina de entrar acompanhada de seu cão de serviço

Ehlena tem paralisia cerebral e depende da ajuda do seu cão de serviço para realizar muitas tarefas e ter mais liberdade em seu dia a dia

por Andrezza Oestreicher — publicado 23 fev 2017 - 20:33

Em 2012, Ehlena Fry, hoje com 12 anos, foi proibida por uma escola de entrar no local acompanhada de Wonder, seu cão de serviço. Na época, ela estava no jardim de infância e foi transferida para outra escola, que acolheu o animal.

Ehlena tem paralisia cerebral e depende da ajuda do seu cão de serviço para muitas tarefas diárias, como abrir e fechar portas e até tirar seu casaco.

A menina estava no jardim de infância quando foi impedida pela escola de entrar no local acompanhada por seu cão de serviço. (Foto: Reprodução / Facebook ACLU Nationwide)

A família da menina foi atrás da justiça saber de seus direitos e com o intuito de, dando mais visibilidade ao caso, também ajudar outras crianças que são dependentes de animais de serviço.

Essa semana, o caso foi objeto de uma audiência da Suprema Corte nos Estados Unidos. Os juízes decidiram que os pais da menina poderiam processar autoridades da escola de Michigan por se recusarem a permitir que o cão de serviço acompanhasse Ehlena em suas aulas.

O cão ajuda a menina em diversas tarefas de seu dia a dia e lhe dá um pouco mais de liberdade. (Foto: Reprodução / Facebook Healthost)

Seu direito de ter o filhote de cachorro ao seu lado em edifícios públicos está protegido pela Americans with Disabilities Act (Lei de Americanos com Deficiência), AWDA.

O caso ganhou grande atenção de mídias e principalmente de pessoas com deficiência nos Estados Unidos e, apesar de ter sido uma luta prolongada, a vitória da família de Ehlena foi bastante significativa, além de ter destacado as questões persistentes em torno de cães de serviço e cães de terapia e das pessoas que precisam da ajuda desses animais para terem mais liberdade em seu dia a dia.

A vitória da família de Ehlena foi bastante significativa para todos que precisam da ajuda de um cão de serviço. (Foto: Reprodução / Facebook AP Images)

O cachorro Wonder hoje tem 10 anos de idade e se aposentou do seu trabalho de cão de serviço de Ehlena.

Fonte: I Heart Dogs

Peter Dinklage faz apelo para fãs de Game of Thrones pensarem bem antes adquirir Huskies por causa da série

por Samantha Kelly — publicado 16 ago 2017 - 15:42

Como noticiamos aqui, o sucesso de Game of Thrones tem influenciado muitos fãs a comprarem cães da raça Husky Siberiano apenas por causa da similaridade com os lobos.

Sem um compromisso sério, os cães têm sido abandonados e os números são alarmantes. Só nos Estados Unidos, o abandono de Huskies chegou a dobrar nos últimos 3 anos. O problema também se estenderia ao Reino Unido, com um aumento alarmante de 700% no abandono entre os anos de 2011 e 1014.

 » Read more about: Peter Dinklage faz apelo para fãs de Game of Thrones pensarem bem antes adquirir Huskies por causa da série  »

Juíza solta cachorro durante julgamento para descobrir quem é o tutor em disputa e a reação do pet não deixa dúvidas

por Samantha Kelly — publicado 16 ago 2017 - 14:39

De um lado da disputa que decidiria o destino do cãozinho Baby Boy, uma mulher insistia que havia comprado o cachorro legalmente de alguém que o vendeu na rua. Do outro lado um indivíduo que garantia que era o dono do pet antes da venda e que ele teria sido vendido sem a sua autorização.

Para resolver de uma vez por todas a disputa, a juíza Judy, uma verdadeira celebridade nos Estados Unidos, resolveu deixar que o próprio pet dissesse,

 » Read more about: Juíza solta cachorro durante julgamento para descobrir quem é o tutor em disputa e a reação do pet não deixa dúvidas  »

Cachorros resgatados juntos das ruas encontram um lar e não vão precisar se separar

por Andrezza Oestreicher — publicado 16 ago 2017 - 9:16

Os cachorros Hansel e Gretel viviam juntos pelas ruas e foram resgatados também juntos. No local eles sempre ficavam pertinho um do outro e, apesar de cada um ter a sua caminha, eles só dormiam bem juntinhos e aconchegados.

Sempre vistos juntos pelas ruas, os cães, que são provavelmente irmãos, foram resgatados por Rick Tunison, o gerente de um canil em Youngstown, Ohio, nos Estados Unidos. Eles já estavam nas ruas há bastante tempo e foram difíceis de resgatar.

 » Read more about: Cachorros resgatados juntos das ruas encontram um lar e não vão precisar se separar  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Peter Dinklage faz apelo para fãs de Game of Thrones pensarem bem antes adquirir Huskies por causa da série

por Samantha Kelly — publicado 16 ago 2017 - 15:42

Como noticiamos aqui, o sucesso de Game of Thrones tem influenciado muitos fãs a comprarem cães da raça Husky Siberiano apenas por causa da similaridade com os lobos.

Sem um compromisso sério, os cães têm sido abandonados e os números são alarmantes. Só nos Estados Unidos, o abandono de Huskies chegou a dobrar nos últimos 3 anos. O problema também se estenderia ao Reino Unido, com um aumento alarmante de 700% no abandono entre os anos de 2011 e 1014.

Em uma parceria com a PETA com o intuito de conscientizar e pedir cautela para o público, o ator Peter Dinklage, que interpreta o querido personagem Tyrion Lannister, fez o seguinte apelo:

Por favor, para muitos e incríveis os fãs de Game of Thrones, nós entendemos que devido a enorme popularidade dos lobos, muitas pessoas estão comprando Huskies. Não só isso prejudica os muitos cães a espera de um lar que se encontram em abrigos, como os abrigos estão relatando que os cães da raça estão sendo abandonados como acontece quando se compra por impulso, sem um entendimento sobre  as necessidades do cachorro.

Por favor, por favor, se você quer adicionar um cachorro a sua família, garanta que você está preparado para essa responsabilidade enorme e lembre-se de sempre, SEMPRE, adotar de um abrigo.

Foto: Divulgação

Juíza solta cachorro durante julgamento para descobrir quem é o tutor em disputa e a reação do pet não deixa dúvidas

por Samantha Kelly — publicado 16 ago 2017 - 14:39

De um lado da disputa que decidiria o destino do cãozinho Baby Boy, uma mulher insistia que havia comprado o cachorro legalmente de alguém que o vendeu na rua. Do outro lado um indivíduo que garantia que era o dono do pet antes da venda e que ele teria sido vendido sem a sua autorização.

Para resolver de uma vez por todas a disputa, a juíza Judy, uma verdadeira celebridade nos Estados Unidos, resolveu deixar que o próprio pet dissesse, da sua própria maneira, quem era o seu tutor de fato.

Para isso, ela surpreendeu e pediu que trouxessem o cachorro. Quem ele demonstrasse intimidade e carinho seria realmente sua família.

A resposta do cãozinho não decepcionou e deixou claro com quem ele gostaria de ir.