Livro-reportagem “Amor de Guia” fala sobre a realidade dos cães-guia no Brasil

São apenas 100 cães-guia totalmente capacitados para 6,5 milhões de habitantes com baixa ou nenhuma visão no Brasil

por Samantha Kelly — publicado 10 maio 2014 - 0:06

Desenvolvido pela jornalista Natália Alcantara, o livro-reportagem “Amor de Guia” abrange todo o universo que envolve os cães-guia através de relatos tocantes dos envolvidos no processo de capacitação, como os treinadores, as instituições que treinam os animais e os voluntários, aos deficientes visuais, que encontram nos cachorros uma porta para uma maior autonomia e auto-estima.

O livro também conta com informações pertinentes e muito valiosas, incluindo um guia de conduta que auxilia o público a lidar com os cães-guia, as leis que permitem  o acesso livre dos cães-guia em locais públicos e um breve relato sobre as escolas e instituições brasileiras que treinam os cães.

Amor de Guia. Foto: Divulgação

Amor de Guia. Foto: Divulgação

Em um país como Brasil, que possui 6,5 milhões de habitantes com baixa ou nenhuma visão, o conteúdo desse livro é de suma importância como ferramente de informação e de conscientização, abordando a realidade ainda inacessível dos cães-guia no nosso país.

São apenas 100 cães treinados e aptos para guiar um deficiente visual em solo brasileiro, um número que não corresponde nem de perto a alta demanda. Essa inacessibilidade se dá principalmente devido ao alto custo do treinamento por meio particular e das filas de espera nas instituições que realizam esse trabalho de maneira voluntária, com o apoio de empresas públicas ou privadas e de doações do público.

Trabalhos como esse jogam uma nova luz a um tema por vezes desconhecido pelo grande público. Através do conhecimento, o principal intuito do projeto é expor o quão especiais os cães são, como eles transformam a vida de seus tutores e como ainda estamos muito longe de conseguir suprir os tantos necessitados por essa companhia canina especializada.

Infelizmente, o livro ainda não foi publicado, porém o público poderá conferir o trabalho e conteúdo especificamente sobre o tema  através da página oficial do projeto no Facebook.

Além de explorar o livro, a página fala de uma maneira geral sobre o tópico.

Cedido pela autora para o Portal do Dog, você pode ler logo abaixo em primeira mão um trecho do capítulo 9, “Fada dos olhos”.

 

Caminho por quase vinte minutos e não percebo se já havia cruzado com o Edu e a Brida. Fico preocupada, ligo para ele. Na verdade, até nos encontrarmos devo ter ligado umas três ou quatro vezes. Achei que passaria por eles sem perceber. Até que com toda a paciência, Edu me tranquiliza ao dizer que dificilmente iria conseguir fazer isso. Afinal, quantos cegos com seus cães guia havia em Niterói àquela hora na praia? Todo mundo está trabalhando. Caímos na risada, e logo que desligo, nos encontramos.

 

Fada dos Olhos. Foto: Divulgação

Fada dos Olhos. Foto: Divulgação

Não é pantera! Conheça o cachorrão preto lindo de Paolla Oliveira

por Samantha Kelly — publicado 19 abr 2018 - 8:35

Tem gente que olhou direto para o sofá. Mas nós, cachorreiros de primeira, fomos direto do cachorro. A primeira vez que vimos esse meninão, ficamos sem saber ele era mesmo um dog ou uma pantera.

Depois da confusão inicial, vimos que esse pretão lindo é o Marley, cão da raça Cane Corso e pet da musa maior Paolla Oliveira.

A atriz, que está sempre envolvida com a causa animal e frequentemente empresta sua imagem e tempo para chamar atenção para ongs e animais que necessitam de ajuda,

 » Read more about: Não é pantera! Conheça o cachorrão preto lindo de Paolla Oliveira  »

Policial atira em cachorro no meio de uma praça em Campo Grande

por Andrezza Oestreicher — publicado 19 abr 2018 - 7:00

No último domingo, dia 15 de abril, algumas famílias, incluindo crianças, estavam passeando em uma praça no bairro Arnaldo Esteves de Figueiredo, em Campo Grande, quando, de repente, escutaram barulho de tiro bem perto.

De acordo com informações repassadas por pessoas que estavam no local, um policial civil, que não teve o nome divulgado, atirou em um cachorro que se aproximou do seu cão.

O policial estava passeando no local com seu animal de estimação quando um cachorro da raça Labrador chamado Thor,

 » Read more about: Policial atira em cachorro no meio de uma praça em Campo Grande  »

Dicas de presentes para o Dia das Mães

por Karina Sakita — publicado 18 abr 2018 - 18:42

Os cachorros já são parte da família, então é óbvio que mãe de cachorro também deve e merece comemorar o Dia das Mães.

Maridos, namorados e irmãos, vejam essas dicas de presentes para esta data especial!

E essas sugestões também vão servir para você que tem uma mãe que é apaixonada por cachorro. Não deixe para a última hora e garanta o presente dela na loja Doguim.

 » Read more about: Dicas de presentes para o Dia das Mães  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Não é pantera! Conheça o cachorrão preto lindo de Paolla Oliveira

por Samantha Kelly — publicado 19 abr 2018 - 8:35

Tem gente que olhou direto para o sofá. Mas nós, cachorreiros de primeira, fomos direto do cachorro. A primeira vez que vimos esse meninão, ficamos sem saber ele era mesmo um dog ou uma pantera.

Depois da confusão inicial, vimos que esse pretão lindo é o Marley, cão da raça Cane Corso e pet da musa maior Paolla Oliveira.

A atriz, que está sempre envolvida com a causa animal e frequentemente empresta sua imagem e tempo para chamar atenção para ongs e animais que necessitam de ajuda, tem uma turma grande em casa e suas redes sociais estão repletas de registros dos pets.

Tenho certeza que metade da população brasileira desejou agora mesmo ser adotada por essa família.

 

Um tapete? Não… O Marley aproveitando o chão geladinho nesse calor. 🖤

A post shared by Paolla Oliveira (@paollaoliveirareal) on

A minha turma é da pesada… 😍🙈

A post shared by Paolla Oliveira (@paollaoliveirareal) on

Policial atira em cachorro no meio de uma praça em Campo Grande

por Andrezza Oestreicher — publicado 19 abr 2018 - 7:00

No último domingo, dia 15 de abril, algumas famílias, incluindo crianças, estavam passeando em uma praça no bairro Arnaldo Esteves de Figueiredo, em Campo Grande, quando, de repente, escutaram barulho de tiro bem perto.

De acordo com informações repassadas por pessoas que estavam no local, um policial civil, que não teve o nome divulgado, atirou em um cachorro que se aproximou do seu cão.

Praça onde tudo aconteceu, sempre com a presença de crianças brincando. (Foto: Reprodução / Campo Grande News)

O policial estava passeando no local com seu animal de estimação quando um cachorro da raça Labrador chamado Thor, que estava solto, se aproximou do seu pet e, em seguida, o policial disparou.

Thor foi atingido com um tiro e imediatamente socorrido por seus tutore, sendo levado para uma clínica veterinária. Não foi informado detalhes da situação do animal.

Além do fato de ter machucado gravemente o cachorro, os frequentadores da praça ficaram bastante assustados com o ocorrido, pois no momento do tiro havia muitas crianças brincando no local. “A praça estava lotada de crianças, poderia ter atingido outra pessoa”, afirmou uma testemunha.

De acordo com o depoimento prestado pelo policial, que se apresentou na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) de Piratininga ainda na noite do dia do incidente, ele contou que passeava com seu cão quando o Labrador escapou de uma casa e avançou no seu animal.

Animal baleado foi imediatamente socorrido e levado para clínica veterinária. (Foto: Reprodução / Campo Grande News)

Ainda no depoimento, o policial contou que atirou no chão para proteger seu cachorro, mas que o tiro acabou acertando Thor.

De acordo com o delegado Hoffman D’avilla, responsável pelo caso, o policial passou por teste do bafômetro, que deu negativo. Ainda segundo ele, todos os fatos serão analisados para que a ocorrência possa ser registrada.

O caso deve ser colocado em segredo de Justiça por envolver um policial.

Fonte: Campo Grande News