Morador de Pereira Barreto ganha na justiça direito de cuidar de cachorro com leishmaniose

Prefeitura do município tinha intenção de eutanasiar o animal por conta da doença

por Andrezza Oestreicher — publicado 15 jan 2018 - 9:31

Um homem que mora em Pereira Barreto, município de São Paulo localizado a cerca de 136 km de Araçatuba, ganhou na justiça o direito de poder cuidar do seu cachorro de estimação, um SRD chamado Bolinha, que foi diagnosticado com leishmaniose.

Acontece que, pela Justiça local, o tutor teria que entregar seu cão para eutanásia depois que o CCZ, Centro de Controle de Zoonoses, da cidade diagnosticou que o animal estava com leishmaniose.

A doença é transmitida através da picada do “mosquito palha”. (Foto: Reprodução / Folha de Valinhos)

O desembargador José Luiz Gavião de Almeida, que deu parecer favorável ao tutor do cachorro, chegou a comparar a leishmaniose com outra doença que também é transmitida por mosquito, a dengue. “Evidentemente, a dengue não é combatida através da eutanásia humana, mas, sim, por políticas públicas de elaboração de planos e campanhas para controlar a proliferação do inseto vetor”, falou o desembargador.

Ele ainda declarou ser inconstitucional a portaria interministerial 1.426/2008, que determina que os cães infectados por leishmaniose visceral sejam eutanasiados, e não tratados e cuidados.

Para o TJ-SP, Tribunal de Justiça de São Paulo, o tutor de Bolinha, um idoso muito apegado ao animal, deve seguir com o tratamento do cão, que não apresenta sintomas da doença, com um médico veterinário e o Poder Público pode fazer o acompanhamento do tratamento, auxiliando no combate da doença caso necessário.

Já é possível tratar cachorros infectados utilizando medicamentos específicos. (Foto: Divulgação)

Apesar de em muitos municípios a recomendação ainda ser o recolhimento do animal com leishmaniose e a eutanásia, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e o Ministério da Saúde autorizaram o registro do medicamento Milteforan, que é indicado para o tratamento da doença nos cachorros.

Nós lembramos que, no caso de doenças, sejam elas graves ou leves, antes de tomar qualquer decisão o mais indicado é procurar o médico veterinário do animal para se ter uma conversa franca e receber informações de qual o melhor caminho seguir em cada caso.

Fonte: Folha da Região

Tatá Werneck filma noivo ajudando cãozinho a nadar e não perde a piada

por Andrezza Oestreicher — publicado 20 fev 2018 - 15:31

Tutora de 13 gatos resgatados das ruas e sete cachorros que foram adotados de abrigos, animais que cuida com a ajuda do noivo, o ator Rafael Vitti, na casa onde eles moram, Tatá Werneck sempre costuma publicar vídeos e imagens de seus pets nas redes sociais.

Um dos vídeos mostra Rafael Vitti com o cachorro Nino na piscina. O ator fica muito surpreso e feliz ao perceber que o cãozinho, que é deficiente físico e não tem uma das patinhas dianteiras,

 » Read more about: Tatá Werneck filma noivo ajudando cãozinho a nadar e não perde a piada  »

Cachorro deixado trancado em casa enquanto tutores viajavam é resgatado pela polícia

por Andrezza Oestreicher — publicado 20 fev 2018 - 9:21

Antes de levar um cachorrinho para casa é importante saber que, além de todos os cuidados que devemos ter com ele, um animal também pode significar ter que abrir mão de algumas coisas, como viagens, por exemplo.

Porém, parece que nem todos os tutores param para pensar nisso e nem se programam em relação ao animal quando surge um passeio. É isso o que mostra o caso do cachorro que ficou trancado por dias sozinho em casa,

 » Read more about: Cachorro deixado trancado em casa enquanto tutores viajavam é resgatado pela polícia  »

Após 10 anos desaparecida, cadela volta para a casa de sua família

por Andrezza Oestreicher — publicado 19 fev 2018 - 18:37

Quando um cachorro foge de casa e acaba se perdendo, é sempre muito difícil para os tutores. Não saber onde seu animal está e em que condição ele está é terrível.

Em alguns casos, quando esses animais são encontrados por pessoas de bom coração eles chegam a ser devolvidos para os tutores. Em muitos outros, os cães não retornam e a família fica sem saber o que de fato aconteceu.

E existe também o caso da cadelinha Abby,

 » Read more about: Após 10 anos desaparecida, cadela volta para a casa de sua família  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Tatá Werneck filma noivo ajudando cãozinho a nadar e não perde a piada

por Andrezza Oestreicher — publicado 20 fev 2018 - 15:31

Tutora de 13 gatos resgatados das ruas e sete cachorros que foram adotados de abrigos, animais que cuida com a ajuda do noivo, o ator Rafael Vitti, na casa onde eles moram, Tatá Werneck sempre costuma publicar vídeos e imagens de seus pets nas redes sociais.

Um dos vídeos mostra Rafael Vitti com o cachorro Nino na piscina. O ator fica muito surpreso e feliz ao perceber que o cãozinho, que é deficiente físico e não tem uma das patinhas dianteiras, consegue nadar direitinho.

Ao ver a reação do noivo, Tatá não se segura e, claro, que faz uma piadinha. “@rafaavitti feliz acreditando que estava ensinando Nino a nadar. Mal sabe que Nino já sabia nadar antes de conhecer Rafa. Não vamos contar. Deixa ele ficar feliz.”, escreve ela junto com o vídeo publicado no seu perfil do Instagram.

Muito bom ver quando um casal divide o amor pelos animais.

Cachorro deixado trancado em casa enquanto tutores viajavam é resgatado pela polícia

por Andrezza Oestreicher — publicado 20 fev 2018 - 9:21

Antes de levar um cachorrinho para casa é importante saber que, além de todos os cuidados que devemos ter com ele, um animal também pode significar ter que abrir mão de algumas coisas, como viagens, por exemplo.

Porém, parece que nem todos os tutores param para pensar nisso e nem se programam em relação ao animal quando surge um passeio. É isso o que mostra o caso do cachorro que ficou trancado por dias sozinho em casa, no município de Euclides da Cunha, na Bahia, enquanto seus tutores estavam viajando.

O cãozinho foi encontrado com muita fome e sede e bastante debilitado. (Foto: Reprodução / G1 / Polícia Militar da Bahia)

De acordo com informações passadas pelos vizinhos da residência, que denunciaram o caso para agentes da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe)/ Nordeste, o cachorro passou três dias seguidos latindo sem parar. Ainda de acordo com os vizinhos, o animal estava esse tempo todo trancado sozinho em casa enquanto os seus tutores estariam fazendo uma viagem.

Após a denúncia, o animal foi rapidamente resgatado. Segundo informações divulgadas pela Polícia Militar, o cachorro foi encontrado bastante debilitado. Ele estava com muita fome e sede e estava com tanta fraqueza que não conseguia nem caminhar.

Ainda de acordo com informações, o cãozinho foi imediatamente encaminhado para uma clínica veterinária do município, onde recebeu atendimento de emergência, passou por exames e ficou internado para se recuperar.

Sobre os tutores do animal ainda não se sabe do seu paradeiro e nem se eles realmente saíram apenas para viajar. O que se sabe é que os tutores podem vir a responder por maus-tratos.

Fonte: G1