Mulher cega sofre preconceito em Santa Catarina por levar seu cão-guia para a praia

Banhistas se sentiram incomodados com a presença do animal na praia e chamaram a polícia para que a mulher e seu cão-guia fossem retirados do local

por Andrezza Oestreicher — publicado 28 fev 2017 - 18:02

O cão-guia é bastante procurado para dar um suporte para pessoas cegas. Com estes animais, o deficiente visual acaba tendo um pouco mais de liberdade no seu dia a dia, sem depender da ajuda de outra pessoa, pois o cão-guia é capaz de auxiliar da forma correta.

Porém, apesar de a permanência de cão-guia em locais públicos ou privados ser amparada por lei, parece que ainda existe muita gente que não entende que o cão-guia é um cão de serviço e está ali para ajudar uma pessoa que tem certas limitações e necessidades especiais.

Foi exatamente por uma situação de puro preconceito e falta de sensibilidade que a professora primária Olga Souza passou ao decidir aproveitar suas férias nas belas praias de Balneário Camboriú.

Em um dia de sol, a mulher, de 57 anos, foi se refrescar no mar e, como é deficiente visual, levou seu cão-guia Darwin para acompanhá-la até a água. Foi neste momento que uma banhista resolveu chamar a polícia, mesmo após Olga explicar a sua situação.

“O guarda me disse que uma pessoa fez a denúncia por se sentir ofendida moral e fisicamente porque tinha um cachorro perto dela na praia. Até agora eu nunca tinha enfrentado a polícia militar, mas essa mulher foi às últimas e decidiu acioná-los”, disse Olga.

A permanência de cão-guia em locais públicos ou privados ser amparada por lei, mas nem todas as pessoas ainda sabem disso.(Foto: Reprodução / Arquivo pessoal / Extra)

Segundo o comandante do 12° Batalhão da PM, o coronel Evaldo Hoffmann, oficiais foram enviados até o local para evitar uma possível confusão, já que o número de banhistas que estavam se sentindo incomodados com a presença do cão-guia na praia era grande.

A professora primária, que já nasceu cega e trabalha na inclusão de crianças com deficiência no ensino regular em Porto Alegre, afirmou que já está com o seu segundo cão-guia e nunca tinha passado por uma situação como essa.

“Não posso trocar a minha deficiência como troco de roupa. Eu sou uma pessoa como todas as outras, tenho que ter o meu lazer também. Foi bastante incômodo. Se fosse uma pessoa com seu primeiro cão-guia talvez ficasse nervosa, mas eu fui levando na medida do possível”, contou Olga, que passou 12 anos com o seu primeiro cão de serviço.

Apesar de ter explicado a todos no local que a permanência de seu cão-guia em locais públicos ou privados é amparada por lei, os banhistas incomodados continuaram a querer que ela retirasse o seu animal da praia.

O problema só foi resolvido depois que Olga pediu ajuda para técnicos do curso de treinadores e instrutores de cães-guias do IFC e eles entraram em contato com a PM.

De acordo com coronel Evaldo Hoffmann, o que aconteceu na praia foi um mal-entendido por falta de informações dos policiais sobre a legislação e afirmou que pretende incluir palestras sobre esse assunto nos cursos de instrução para os policiais.

 

Fonte: Extra e A Notícia

Cachorro recebe ajuda dos bombeiros após ser resgatado desacordado de incêndio

por Andrezza Oestreicher — publicado 21 maio 2018 - 19:16

Para nós, amantes de cachorro, é sempre muito bom ver como os bombeiros do mundo todo se mostram dispostos a salvar todas as vidas que precisam de ajuda, incluindo a dos animais de estimação.

No começo deste mês de maio, bombeiros se esforçaram bastante e deram o seu melhor para salvar um cachorrinho de um incêndio em uma casa que ficava localizada na cidade de Punta Arenas, no Chile.

Após retirarem às pressas o pequeno cachorro da casa que estava pegando fogo,

 » Read more about: Cachorro recebe ajuda dos bombeiros após ser resgatado desacordado de incêndio  »

Cadelinha que vivia nas ruas e estava desnutrida é resgatada e passa por incrível transformação

por Andrezza Oestreicher — publicado 21 maio 2018 - 17:59

Infelizmente, o problema da falta de controle populacional de animais que vivem nas ruas é muito grave em muitas cidades pelo mundo todo. Não é em todos os lugares que o governo se preocupa com isso e se compromete em melhorar a situação dos animais de rua.

Bali, a bela e turística ilha localizada na Indonésia, também sofre com esse problema. É muito comum, durante passeios pela província, encontrar cachorros abandonados, alguns deles até mesmo já nascidos nas ruas.

 » Read more about: Cadelinha que vivia nas ruas e estava desnutrida é resgatada e passa por incrível transformação  »

Tutora de dois cachorros, Thalita Rebouças afirma se sentir uma mãe

por Andrezza Oestreicher — publicado 21 maio 2018 - 9:31

Antes de ter um cachorrinho, nós não temos noção do tamanho do amor que eles podem nos dar e também despertar em nossos corações. E é justamente por isso que muitos tutores se sentem pais e tratam seus pets como verdadeiros filhos, pois é um amor incondicional.

É exatamente assim que a jornalista, escritora e, agora também, apresentadora Thalita Rebouças se sente com seus dois fofos e amados cachorros de estimação, Lindão e Babete.

 » Read more about: Tutora de dois cachorros, Thalita Rebouças afirma se sentir uma mãe  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Cachorro recebe ajuda dos bombeiros após ser resgatado desacordado de incêndio

por Andrezza Oestreicher — publicado 21 maio 2018 - 19:16

Para nós, amantes de cachorro, é sempre muito bom ver como os bombeiros do mundo todo se mostram dispostos a salvar todas as vidas que precisam de ajuda, incluindo a dos animais de estimação.

No começo deste mês de maio, bombeiros se esforçaram bastante e deram o seu melhor para salvar um cachorrinho de um incêndio em uma casa que ficava localizada na cidade de Punta Arenas, no Chile.

Após retirarem às pressas o pequeno cachorro da casa que estava pegando fogo, uma equipe de emergência dos bombeiros imediatamente começou a fazer massagem cardíaca no animal, que chegou do lado de fora da casa desacordado.

Bomberos reaniman a perro en incencio

¡Héroes! ¡Bomberos y carabineros logran reanimar a perro tras incendio en Punta Arenas! 👏🏼👏🏼👏🏼 bit.ly/2Iby6fq

Posted by 24horas.cl on Friday, May 11, 2018

Apesar da situação do animal, os bombeiros não desistiram de salvá-lo. Enquanto os homens tentavam reanimar o cachorro, a tutora estava logo ao lado, bastante desesperada e chorando muito com outro peludo nos braços.

Graças ao esforço e à persistência dos bombeiros, o cãozinho acordou. Em seguida, a equipe de emergência colocou uma máscara de oxigênio no cachorro e o entregaram para a sua família.

Parabéns a esta equipe de bombeiros que não desistiram dessa vida e conseguiram salvar o cachorrinho.

Fonte: G1

Cadelinha que vivia nas ruas e estava desnutrida é resgatada e passa por incrível transformação

por Andrezza Oestreicher — publicado 21 maio 2018 - 17:59

Infelizmente, o problema da falta de controle populacional de animais que vivem nas ruas é muito grave em muitas cidades pelo mundo todo. Não é em todos os lugares que o governo se preocupa com isso e se compromete em melhorar a situação dos animais de rua.

Bali, a bela e turística ilha localizada na Indonésia, também sofre com esse problema. É muito comum, durante passeios pela província, encontrar cachorros abandonados, alguns deles até mesmo já nascidos nas ruas.

A cadela foi encontrada em uma situação terrível. (Foto: Reprodução / Bored Panda)

A própria população, abrigos e ONGs é que fazem o trabalho de tentar ajudar como podem esses animais que vivem nas ruas. Rico Soegiarto é uma dessas pessoas que fez a sua parte e mudou completamente a vida de um cãozinho de rua.

Um dia, quando estava voltando do trabalho para casa, Rico viu uma cadela que estava vagando pelas ruas em uma situação terrível. Ela quase não tinha pelos em seu corpo, estava extremamente magra, com ossos a mostra e bastante machucada.

Rico resgatou a cadela e deu todo o cuidado que ela precisava. (Foto: Reprodução / Bored Panda)

Apesar do estado da cadela, Rico percebeu que seus olhos ainda brilhavam cheios de esperança e viu que não poderia deixar o animal ali, ele precisava de uma chance e de uma nova vida. “Eu não sei o que era especial sobre ela. É sobre coração e sentimento”, disse o homem.

Rico levou o animal para casa, lhe deu banho, alimentou, levou ao veterinário e deu todo o cuidado e amor que ela precisava. A cadela, que é da raça Husky Siberiano, melhorou e passou por uma transformação incrível.

Rico acabou adotando a cadela, que é apaixonada por seu tutor. (Foto: Reprodução / Bored Panda)

Dez meses após ser resgatada por Rico, saudável, forte e com seus pelos de volta, a cadela é um animal completamente diferente e muito apaixonado por seu salvador.

Rico não só salvou como adotou a cadelinha, que recebeu o nome de Hope (Esperança). De acordo com o tutor, a cadelinha é adora ganhar carinhos e biscoitos e é bastante sociável.

Após todo o cuidado, Hope é hoje um animal muito saudável, sociável e lindo. (Foto: Reprodução / Bored Panda)

Que essa história de resgate, cuidado e adoção inspire cada vez mais pessoas. Nós sempre amamos contar casos assim de amor e esperança para os nossos leitores.

Fonte: Bored Panda / Gerda Lukošiūtė