ONG pede ajuda para alimentar 700 cães que vivem em zona de guerra na Ucrânia

Os cachorros foram acolhidos das ruas de Donetsk e dependem de doações para sobreviver.

por Karina Sakita — publicado 23 out 2015 - 6:00

Por causa da guerra civil, milhares de pessoas estão deixando suas casas e saindo da Ucrânia. Mas o conflito não está afetando apenas os humanos. Muitas famílias não conseguiram levar seus cachorros, que acabaram ficando para trás.

Felizmente, existe uma esperança para esses cães. Um abrigo já acolheu 700 cachorros abandonados, que sobrevivem graças ao trabalho dos voluntários e de doações.

 

Os cães contam com a ajuda de voluntários. (Foto: Reprodução / Facebook)

Os cães contam com a ajuda de voluntários. (Foto: Reprodução / Facebook)

 

Para ajudar tantos cães necessitados que vivem em zona de guerra, a ONG Harmony Fund pede doações financeiras para poder levar comida e oferecer tratamento veterinário para todos.

Para fazer sua contribuição, acesse o link: http://harmonyfund.org/donate2/donate-ukraines-combat-zone-animals

 

Veja como os cachorros vivem neste abrigo na Ucrânia:

 

HOW DO YOU FEED 700 DOGS? WITH LOTS OF LOVE!HOW DO YOU FEED 700 DOGS? WITH LOTS OF LOVE!How do you feed 700 dogs in a war zone? Well, impossible missions are our specialty. Watch this quick video shot in Donetsk, Ukraine. The Harmony Fund flies under the banner, “Love the Underdog” and for the past three years we have provided aid to partners in the Ukraine during times of need. But this is different. This is war. If you believe in this mission to help the animals in the combat zone, please consider making a donation and share this video. The dogs will gratefully gobble your contribution! GIVE HERE: http://harmonyfund.org/donate2/donate-ukraines-combat-zone-animals

Posted by The Great Animal Rescue Chase & Harmony Fund on Segunda, 9 de março de 2015

 

Tradução:

Na zona de guerra da Ucrânia, existe um lugar de paz.
Um lugar para os cães da guerra.
Este abrigo cuida dos refugiados de quatro patas.
Nas ruas, os cachorros tinham medo de latir. Mas agora eles se sentem seguros e está na hora de comer.
Uma mistura de mantimentos e aveia recebidos através de doações.
Todos cachorros ganham um pote de comida.
Ferimentos causados por estilhaços são curados na enfermaria.
Os idosos e doentes são alimentados com comida mais pastosa.
Esses cachorros não têm nenhum outro lugar para ir.
O abastecimento de comida é perigosamente baixo, mas nós acreditamos em você.
A Harmony Fund é uma ONG conhecida, cuja base fica nos Estados Unidos.
Nós amamos os desfavorecidos.
Aqui é Donetsk, este centro de resgate está contando com a nossa ajuda.
Obrigada por ajudar a comprar comida.
Suas doações serão comidas com gratidão.

Tosadora japonesa aperfeiçoa o visual bolinha e transforma poodle em ovelha

por Samantha Kelly — publicado 22 jun 2018 - 12:34

Sesame é um Poodle japonês que ganhou fama por causa de seu corte bolinha impecável que faria qualquer fashionista sentir inveja. O motivo de tanta comoção é o fato do penteado ter transformado o garotinho canino em uma ovelha.

Infelizmente Yoriko Hamachiyo, a tosadora responsável por essa obra prima da pelagem canina, não compartilhou um vídeo dos bastidores do corte.

Será que o Poodle, uma das raças caninas com penteados mais clássicos de todas,

 » Read more about: Tosadora japonesa aperfeiçoa o visual bolinha e transforma poodle em ovelha  »

Cães são peça chave na investigação do caso de Vitória Gabrielly

por Samantha Kelly — publicado 21 jun 2018 - 9:52

O auxílio canino no caso da morte de Vitória Gabrielly tem sido fundamental. Ate agora, tanto um pet quanto uma equipe de cães especializados, foram peças chaves na investigação do crime.

Em um primeiro momento, enquanto a polícia ainda tentava encontrá-la e havia a esperança da menina ainda estar viva, a pista da localização exata do paradeiro de Vitória veio de um catador de latinhas que estava passeando com seu cachorro.

O pet ficou intrigado com o cheiro forte que vinha da mata e começou a latir sem parar.

 » Read more about: Cães são peça chave na investigação do caso de Vitória Gabrielly  »

Além da rampinha: Escada em espiral é opção chique e compacta para seu cachorro subir na cama

por Samantha Kelly — publicado 15 jun 2018 - 9:30

Ficamos apaixonadas pela escada em espiral da Sophipet com um ar super sofisticado. Ela é totalmente personalizável, com várias opções de cores e estilos para combinar com diferentes tipos de decoração.

Muitos não sabem, mas rampas e escadinhas dessa forma ajudam bastante os pets a não forçarem as costas com os vários pulos acrobáticos que eles dão quando sobem e descem da cama, sofá e afins.

Ela chega até 100 cm de altura para as camas mais altas e possui apenas 45 cm de raio,

 » Read more about: Além da rampinha: Escada em espiral é opção chique e compacta para seu cachorro subir na cama  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Tosadora japonesa aperfeiçoa o visual bolinha e transforma poodle em ovelha

por Samantha Kelly — publicado 22 jun 2018 - 12:34

Sesame é um Poodle japonês que ganhou fama por causa de seu corte bolinha impecável que faria qualquer fashionista sentir inveja. O motivo de tanta comoção é o fato do penteado ter transformado o garotinho canino em uma ovelha.

Infelizmente Yoriko Hamachiyo, a tosadora responsável por essa obra prima da pelagem canina, não compartilhou um vídeo dos bastidores do corte.

Será que o Poodle, uma das raças caninas com penteados mais clássicos de todas, ganhará mais um modelo? Se depender de nós, votamos sim mil vezes.

Sério, o resultado é tão incrível que as fotos parecem montagem, mas não são.

 

Cães são peça chave na investigação do caso de Vitória Gabrielly

por Samantha Kelly — publicado 21 jun 2018 - 9:52

O auxílio canino no caso da morte de Vitória Gabrielly tem sido fundamental. Ate agora, tanto um pet quanto uma equipe de cães especializados, foram peças chaves na investigação do crime.

Em um primeiro momento, enquanto a polícia ainda tentava encontrá-la e havia a esperança da menina ainda estar viva, a pista da localização exata do paradeiro de Vitória veio de um catador de latinhas que estava passeando com seu cachorro.

O pet ficou intrigado com o cheiro forte que vinha da mata e começou a latir sem parar. Foi graças a reação estranha do cachorro que o tutor foi verificar se havia de fato algo errado. Foi então que ele acabou se deparando com o corpo da menina, que se encontrava no mesmo local há 4 dias.

Após a confirmação da morte e localização do corpo, a próxima fase da investigação contou com a ajuda de Bazuka, Adaga e Duke, cães farejadores do grupo GBR. Através de odores de suspeitos fornecidos pela polícia, os cães vasculharam a área delimitada e verificaram se os cheiros poderiam ser encontrados no local.

Apesar da equipe envolvida não poder contar muito sobre o resultado para não atrapalhar o trabalho investigativo, o treinador dos cães afirma que os animais confirmaram a presença de alguns dos odores no local.

 

Foto: Reprodução/Record