Pit Bull que participava de brigas de cães é resgatado e mostra seu coração puro

Apesar de muito machucado por fora e precisar de cirurgias, cão não tem nada de violento, é muito carinhoso e adora dar beijos e abraços

por Andrezza Oestreicher — publicado 18 jul 2016 - 9:55

Louie é um cão da raça Pit Bull extremamente doce e carinho que adora dar beijos e abraços. Muita gente nem imagina, mas ele era um cão de rinha, briga de cães.

O cão, 2 anos de idade, além de participar desses combates, estava vivendo em péssimas condições. Ele foi resgatado quando as autoridades invadiram um lugar que organizava brigas de cães. A situação era tão ruim que o cão foi encontrado comendo garrafas quebradas.

Cão foi encontrado em péssimas condições. (Foto: Reprodução / Friends to the Forlorn Pitbull Rescue)

Cão foi encontrado em péssimas condições. (Foto: Reprodução / Friends to the Forlorn Pitbull Rescue)

Louie e outros 11 cães estavam sozinhos. Eles tinham sido deixados para trás após o proprietário do local onde estavam ter sido expulso do lugar.

“Muita gente pensa que os cães de briga que participam dessas rinhas, que são ilegais, sãos grandes e monstruosos. Mas, não é assim. Você pode ver pelo próprio Louie”, disse Jason Flatt, fundador do Friends to the Forlorn Pitbull Rescue, grupo de salvamento de Pit Bulls.

Jason, que vive em Dallas, nos Estados Unidos, ficou sabendo sobre Louie ao visitar o Macon-Bibb Animal Welfare Department, um abrigo animal localizado na Geórgia, Estados Unidos. Ele tinha ido até lá para buscar um filhote de cachorro de cinco meses que estava extremante magro, pesando apenas 4 kg, chamado Lulu.

Apesar da vida de rinhas, o cão é extremamente amoroso e carinhoso. (Foto: Reprodução / Friends to the Forlorn Pitbull Rescue)

Apesar da vida de rinhas, o cão é extremamente amoroso e carinhoso. (Foto: Reprodução / Friends to the Forlorn Pitbull Rescue)

Ao deixar o abrigo levando Lulu, Jason pediu para levar também um dos 12 cães resgatados do antigo ringue de luta. Ele quis levar o cão que mais estivesse precisando de ajuda. E assim ele foi apresentado a Louie e o levou para sua instituição.

O cão estava com os joelhos em ruínas e tinha um cotovelo quebrado de uma mordida, tudo por causa das brigas que participou, por isso era considerado o pior de todos os casos.

Apesar de bastante quebrado por fora, ele vai precisar de duas cirurgias e muita medicação para ficar 100%, por dentro seu coração estava cheio de amor para dar. O carinhoso animal estará disponível para adoção após os tratamentos.

O sonho do fundador do grupo de salvamento de Pit Bulls é construir um grande abrigo para os animais dessa raça. (Foto: Reprodução / Friends to the Forlorn Pitbull Rescue)

O sonho do fundador do grupo de salvamento de Pit Bulls é construir um grande abrigo para os animais dessa raça. (Foto: Reprodução / Friends to the Forlorn Pitbull Rescue)

O ex-proprietário do Louie foi acusado de briga de cães junto com mais 11 acusações de crueldade contra os animais.

Enquanto Louie se recupera, Jason tenta construir o primeiro abrigo de Pit Bull incondicional dos Estados Unidos. O lugar planejado por ele vai contar com uma piscina, área de lazer interna e externa e para corridas, ambulatórios para atendimentos veterinários e locais para a higienização dos animais.

Uma parte do abrigo será como um santuário e dedicada aos antigos cães de combate que foram apreendidos em rinhas. Jason quer um lugar onde os cães possam ficar o tempo que precisarem. E aqueles que não conseguirem ser adotados, poderão ficar lá para o resto da vida.

O cão irá passar por cirurgias e tratamentos para se recuperar dos machucados causados pelas rinhas. (Foto: Reprodução / Friends to the Forlorn Pitbull Rescue)

O cachorro irá passar por cirurgias e tratamentos para se recuperar dos machucados causados pelas brigas de cães. (Foto: Reprodução / Friends to the Forlorn Pitbull Rescue)

Nós torcemos para que o plano de Jason dê certo. Claramente será um lugar cheio de amor para estes cães que sofrem tanto com preconceito e com as rinhas.

Além da rampinha: Escada em espiral é opção chique e compacta para seu cachorro subir na cama

por Samantha Kelly — publicado 15 jun 2018 - 9:30

Ficamos apaixonadas pela escada em espiral da Sophipet com um ar super sofisticado. Ela é totalmente personalizável, com várias opções de cores e estilos para combinar com diferentes tipos de decoração.

Muitos não sabem, mas rampas e escadinhas dessa forma ajudam bastante os pets a não forçarem as costas com os vários pulos acrobáticos que eles dão quando sobem e descem da cama, sofá e afins.

Ela chega até 100 cm de altura para as camas mais altas e possui apenas 45 cm de raio,

 » Read more about: Além da rampinha: Escada em espiral é opção chique e compacta para seu cachorro subir na cama  »

Operários indianos constroem estrada em cima de cachorro que dormia na rua

por Samantha Kelly — publicado 15 jun 2018 - 7:02

O incidente é tão absurdo que é difícil acreditar como alguém pode ser tão insensível em relação a vida do próximo.

Operários em uma estrada de Agra, na Índia, não se deram o trabalho de mover um cachorro que dormia no local enquanto eles recapeavam a rua e seguiram com o dia como se não houvesse ninguém ali. Sim, eles construíram a rua em cima do cachorro e ele morreu após ter sido esmagado pelo rolo compressor enquanto os trabalhadores nivelavam a rua.

 » Read more about: Operários indianos constroem estrada em cima de cachorro que dormia na rua  »

Hotelzinho para cachorro compartilha a loucura quando a piscina é liberada para seus hóspedes caninos

por Samantha Kelly — publicado 14 jun 2018 - 8:20

O hotelzinho canino Happy Tails Camp em Norfolk, no estado norte-americano de Virginia, compartilhou o momento exato quanto seus hóspedes caninos foram liberados para cair na piscina.

Para quem acha que já foi em uma pool party bacana, sem dúvida não incluiu no currículo essa experiência incrível.

 

 » Read more about: Hotelzinho para cachorro compartilha a loucura quando a piscina é liberada para seus hóspedes caninos  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Além da rampinha: Escada em espiral é opção chique e compacta para seu cachorro subir na cama

por Samantha Kelly — publicado 15 jun 2018 - 9:30

Ficamos apaixonadas pela escada em espiral da Sophipet com um ar super sofisticado. Ela é totalmente personalizável, com várias opções de cores e estilos para combinar com diferentes tipos de decoração.

Muitos não sabem, mas rampas e escadinhas dessa forma ajudam bastante os pets a não forçarem as costas com os vários pulos acrobáticos que eles dão quando sobem e descem da cama, sofá e afins.

Ela chega até 100 cm de altura para as camas mais altas e possui apenas 45 cm de raio, o que salva bastante espaço. Dá até para adicionar uma proteção na escada para evitar acidentes.

Elas são feitas com excelente qualidade e o preço, apesar de ser salgado (começa em US $ 420 e, para a opção mais cara, você precisa desembolsar mais de US $ 1.500), ainda são uma ótima ideia e opção para quem pode pagar.

Queremos opções mais acessíveis para ontem!

 

Operários indianos constroem estrada em cima de cachorro que dormia na rua

por Samantha Kelly — publicado 15 jun 2018 - 7:02

O incidente é tão absurdo que é difícil acreditar como alguém pode ser tão insensível em relação a vida do próximo.

Operários em uma estrada de Agra, na Índia, não se deram o trabalho de mover um cachorro que dormia no local enquanto eles recapeavam a rua e seguiram com o dia como se não houvesse ninguém ali. Sim, eles construíram a rua em cima do cachorro e ele morreu após ter sido esmagado pelo rolo compressor enquanto os trabalhadores nivelavam a rua.

Transeuntes ainda podiam ver metade do corpo do cão preso ao asfalto e a brutalidade do acontecido provocou uma série de protestos por parte da população, levando com que polícia local abrisse um caso contra a empresa contratada.

De acordo com uma entrevista publicada pelo India Today, um oficial de polícia envolvido na investigação explicou que o animal estava dormindo quando foi esmagado pelo rolo compressor. Os trabalhadores declararam que eles informaram o engenheiro responsável pelo projeto sobre o ocorrido, porém ainda assim ele ordenou que a estrada fosse construída em cima do animal e assim eles fizeram.

 

Foto: Reprodução