Primeiro hospital público para bicho já ‘pede socorro’

por Fabio Sakita — publicado 9 set 2012 - 12:39

Soterrado pelo excesso de demanda, o primeiro hospital veterinário totalmente gratuito de São Paulo, no Tatuapé, zona leste, já deixa casos graves sem tratamento adequado, segundo proprietários de animais que acorreram ao serviço.

Inaugurado há dois meses e uma semana, o hospital foi implantado pela Prefeitura de São Paulo, a partir de convênio com a Anclivepa-SP (Associação Nacional de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais). Por mês, a prefeitura repassa R$ 600 mil para o hospital.

Luciana Aparecida Albino, 34, reclama: “Marcaram para esta quinta-feira a cirurgia para a extração do tumor de meu cachorro. Mas o médico não foi. Tão jovem o serviço, e já está parecendo o SUS”.

Ainda único hospital veterinário público de São Paulo (segundo o vereador Roberto Tripoli, do PV, a ideia é criar um em cada região da cidade), o do Tatuapé avisa logo na entrada: “Serviço gratuito, destinado prioritariamente a animais de abrigos e à população de baixa renda cadastrada em programas como o Bolsa Família”.

Para serem atendidos, 30 novos animais por dia, fora os casos de emergência, os acompanhantes humanos deles têm de ser aprovados no teste de pobreza, conduzido por assistente social.

O que seria uma forma de restringir a demanda -quem pode pagar que se dirija a veterinários privados- dá origem a um desfile dantesco de dores caninas e felinas.

“Já esperávamos que a procura fosse grande. Mas ninguém poderia imaginar que se materializaria aqui uma tamanha concentração de sofrimento”, disse à Folha o veterinário Renato Tartalia, 48, diretor do hospital.

“É que, se os donos são pobres, os animais são pobres ao quadrado”, teoriza a balconista Daniela Pedras, 32, dona de seis cães e três gatos.

Em vez de ração, são animais que comem restos de comida humana e sofrem, por isso, de dor de dente e gengivite, como humanos. Sem tratamento, os tumores já chegam supurados (ou quase). E os cachorros morrem de cinomose, apesar de haver vacina eficaz. Mas custa R$ 50, e os donos não têm.

Calcula-se que São Paulo abrigue algo como 4 milhões de cães e gatos, para uma população humana de 11,5 milhões de habitantes.

Não se sabe, porém, qual percentual desses animais vive “abaixo da linha de pobreza” ou em situação de risco.

Agora, pela primeira vez, com o hospital, aquilo que era um problema da vida privada ganha visibilidade.

“O que estamos vendo é uma catástrofe, que afeta tanto a vida de animais, quanto a de seus donos, que sofrem por eles”, diz o doutor Tartalia. “É preciso investir mais.”

Por mês, a meta é realizar 180 cirurgias e mil consultas. “Este hospital é o primeiro. Seria injusto, agora que ele existe para cuidar dos animais, responsabilizá-lo por todas as dores do mundo”, defende a protetora Solange dos Anjos Moura Leite, 56.
 
Fonte

Cães de terapia ajudam crianças com autismo em consultas odontológicas no Chile

por Andrezza Oestreicher — publicado 25 maio 2018 - 9:38

Se para muitas pessoas fazer uma visita ao dentista pode ser bem estressante, para quem tem necessidades especiais, como autismo, Síndrome de Down, entre outras, pode ser ainda mais complicado.

Pensando em ajudar pacientes crianças com necessidades especiais a lidar com a ansiedade e as dificuldades de comunicação que podem acontecer durante as consultas odontológicas, consultórios no Chile estão contando com o auxílio de cães de terapia.

 » Read more about: Cães de terapia ajudam crianças com autismo em consultas odontológicas no Chile  »

Policial ajuda cachorro de morador de rua na Flórida

por Andrezza Oestreicher — publicado 24 maio 2018 - 18:25

Os casos de maus-tratos e violência contra animais, infelizmente, ainda são muitos, mas quando ficamos sabendo de pessoas que fizeram o que estava ao seu alcance para ajudar um animal, nossos corações ficam cheios de amor e esperança e ficamos muito felizes em dividir casos assim com nossos leitores.

Na Flórida, Estados Unidos, um policial viu um homem sem-teto pedindo dinheiro para as pessoas que passavam próximo a ele e foi averiguar o que estava acontecendo.

 » Read more about: Policial ajuda cachorro de morador de rua na Flórida  »

Chris Hemsworth faz apresentação com música da cunhada em casa, mas é interrompido por cachorro

por Andrezza Oestreicher — publicado 24 maio 2018 - 17:41

Chris Hemsworth, conhecido por interpretar o deus da Mitologia Nórdica Thor nos filmes da Marvel, é ótimo ator e parece ser também um papai maravilhoso e divertido para seus filhos e cachorro.

Em um vídeo publicado por Chris em suas redes sociais, ele aparece fazendo a alegria de seus filhos e de outras crianças enquanto tenta fazer uma apresentação da música “Wrecking Ball”, de sua cunhada Miley Cyrus, que é noiva de seu irmão Liam Hemsworth.

 » Read more about: Chris Hemsworth faz apresentação com música da cunhada em casa, mas é interrompido por cachorro  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Cães de terapia ajudam crianças com autismo em consultas odontológicas no Chile

por Andrezza Oestreicher — publicado 25 maio 2018 - 9:38

Se para muitas pessoas fazer uma visita ao dentista pode ser bem estressante, para quem tem necessidades especiais, como autismo, Síndrome de Down, entre outras, pode ser ainda mais complicado.

Pensando em ajudar pacientes crianças com necessidades especiais a lidar com a ansiedade e as dificuldades de comunicação que podem acontecer durante as consultas odontológicas, consultórios no Chile estão contando com o auxílio de cães de terapia.

Zucca Relajada en su pega en el dentista @hospitalsoterodelrio

Posted by Junto a ti Perros de asistencia on Saturday, April 21, 2018

No começo, alguns dentistas ficaram não ficaram tão à vontade com a ideia, pois apesar de ótimas companhias, não é tão fácil pensar que cachorro combina com um lugar que precisa ser tão limpo quanto um consultório odontológico, ainda mais durante procedimentos delicados.

Porém, a outra opção que os dentistas tinham para tratar pacientes com necessidades especiais era a anestesia geral, que afeta todo o corpo, pode ser perigosa e não é indicado seu uso para qualquer procedimento, apenas quando for realmente necessário.

Os cães de terapia surgiram como uma ótima forma de ajudar crianças a receberem atendimento sem que elas precisem ser sedadas e nem receber mais medicamentos do que o essencial.

Conteniendo y acompañando en el dentista de la @uandes

Posted by Junto a ti Perros de asistencia on Friday, May 11, 2018

Dessa forma, cães de terapia que fazem parte de uma organização sem fins lucrativos chamada “Junto A Ti”, em Santiago, no Chile, e que trabalham para ajudar pessoas com autismo a se sentirem mais seguras e calmas durante consultas, estão auxiliando os pacientes também em suas visitas ao dentista.

De acordo com os dentistas que estão aceitando essa ajuda canina, os animais realmente estão deixando os pacientes bem mais tranquilos, de forma que eles permitem que sejam realizados diversos procedimentos, como exames de rotina e até cirurgias, sem a necessidade de medicamentos extras ou sedativos.

Posted by Junto a ti Perros de asistencia on Wednesday, April 11, 2018

Raul Valera, diretor da organização, está recebendo um retorno bastante positivo dos pais dos pacientes em relação à ajuda dos cães de terapia para as crianças. A mãe de um paciente contou que graças ao cachorro, seu filho conseguiu fazer uma cirurgia sem o uso de anestesia geral. “Ele deixou os dentistas trabalharem. Ele nem gritou”, disse Maria Fernanda Carreira mãe do paciente, que disse ainda que nunca tinha visto o filho tão relaxado.

Os cães de terapia conseguem trazer benefícios para diversos grupos de pessoas e de formas que nem imaginamos, aqui eles ajudam crianças com necessidades especiais a cuidarem de sua saúde bucal sem o uso de sedativos fortes e anestesias gerais.

Fonte: The Animal Rescue Site

Policial ajuda cachorro de morador de rua na Flórida

por Andrezza Oestreicher — publicado 24 maio 2018 - 18:25

Os casos de maus-tratos e violência contra animais, infelizmente, ainda são muitos, mas quando ficamos sabendo de pessoas que fizeram o que estava ao seu alcance para ajudar um animal, nossos corações ficam cheios de amor e esperança e ficamos muito felizes em dividir casos assim com nossos leitores.

Na Flórida, Estados Unidos, um policial viu um homem sem-teto pedindo dinheiro para as pessoas que passavam próximo a ele e foi averiguar o que estava acontecendo.

O homem pedia dinheiro dizendo que seu cachorro estava precisando de tratamento médico.

Ao invés de simplesmente mandar o homem parar de pedir dinheiro e ir para outro local ou até mesmo de prendê-lo, o policial, que se chama Bart Wester e é do Departamento de Polícia de Tampa, levou o cachorro do morador de rua ao Vets4Pets, um hospital veterinário que ajuda animais de estimação em programas de resgate.

We want to share the act of kindness made today by Master Police Officer Bart Wester* of the Tampa Police Department. A…

Posted by Vets4Pets Charitable Clinic on Thursday, May 17, 2018

Além de levar o animal até o hospital, o Vets4Pets informou, através de sua página no Facebook, que o policial também pagou a conta médica do cãozinho.

Vets4Pets afirmou ainda que essa atitude do policial Bart Wester não foi um ato isolado e que ele “faz coisas especiais como essa o tempo todo”.

O policial não respondeu pessoalmente, mas o seu departamento de polícia publicou uma mensagem no Facebook: “O policial Wester aprecia todas as palavras gentis e tem grande orgulho em proteger e servir todos os nossos habitantes – incluindo os de quatro patas”.

Parabéns, policial Bart Wester! Desejamos que a sua atitude toque o coração e inspire muitas outras pessoas a ajudar animais necessitados.

Fonte: Fox Nnews