Supermercado europeu Carrefour é pego vendendo carne de cachorro na China

Mesmo após prometer que iria parar de vender produtos de carne de cachorro, investigação encontra esses itens à venda em duas filiais chinesas da rede Carrefour

por Andrezza Oestreicher — publicado 14 jun 2017 - 18:00

Muito se luta pelo fim do consumo de carne de cachorro, mas parece que ainda vai ser difícil acabar com esse tipo de crueldade animal de forma definitiva.

É isso o que pensamos após a rede europeia de supermercados Carrefour ser pega vendendo carne de cachorro em pelo menos duas de suas lojas chinesas, e isso mesmo depois de ter feito promessas de que iria parar de vender esses produtos.

Em 2012, a rede Carrefour, que possui mais de 10 mil lojas em toda a Europa, foi informada pela primeira vez sobre toda a crueldade, a criminalidade e os riscos para a saúde associados à carne de cachorro. Na época, a cadeia de supermercados prometeu, através de um e-mail, deixaria de lucrar com a crueldade da Indústria de carne de cachorro.

Apesar de o Carrefour ter dado todas as garantias, uma investigação feita em 2016 acompanhada pela organização Animals Asia descobriu que duas filiais da rede localizadas na cidade chinesa de Xuzhou ainda tinham produtos de carne de cachorro à venda.

Investigação encontrou produtos de carne de cachorro em duas filiais chinesas da rede de supermercados Carrefour. (Foto: Reprodução / The Dogington Post / Animals Asia)

Foram enviados e-mails para a sede da Carrefour na França, todos sem respostas. Já em maio de 2017, em nova visita às filiais, a empresa de consultoria Ya Dong afirmou que produtos de carne de cachorro continuam a ser vendidos nos locais.

Jill Robinson, fundadora e CEO da Animals Asia afirmou que é decepcionante que mesmo depois de todas as informações dadas, uma empresa tão grande como o Carrefour continue a vender produtos de carne de cachorro.

“É extremamente decepcionante para os amantes de animais em todo o mundo que o Carrefour esteja colocando os lucros na frente do bem-estar dos cachorros da China. Nossas investigações sobre a indústria, que compartilhamos com o Carrefour, revelam a ilegalidade, a crueldade e as preocupações de segurança pública em todas as etapas da cadeia de fornecimento de carne de cachorro. No entanto, eles continuam a vender produtos de carne de cachorro”, afirmou Jill.

“É comum para o Ocidente criticar o comércio chinês de carne de gato e cão, mas aqui é um supermercado europeu que está se beneficiando abertamente disso. Demos ao Carrefour todas as oportunidades para acabar com sua associação com a indústria cruel da carne de cachorro, mas eles continuaram a lucrar com essa crueldade. Sem dúvida, será um choque para muitos dos clientes da Carrefour na Europa que a empresa tenha expressado tão pouco respeito pelas preocupações com a crueldade animal”, completou Jill Robinson bastante indignada.

Os produtos foram encontrados expostos de forma normal nas prateleiras. (Foto: Reprodução / The Dogington Post / Animals Asia)

Além da questão do bem-estar animal, o consumo de carne de cachorro também é uma questão de saúde pública, visto que entre os cachorros abatidos para o consumo de sua carne estão cães de rua e que a maioria destes animais não recebem vacinas ou exames de saúde antes de ser abatidos. A preocupação fica ainda maior por não se saber a forma como eles são abatidos e com a possibilidade de que alguns deles sejam até envenenados.

Segundo a diretora de bem-estar de gato e cão da Animals Asia, Irene Feng, a última coisa que os ativistas de proteção animal da China precisam é de uma cadeia de supermercados moderna e internacional que ache normal o consumo de carne de cachorro e apoie uma indústria cheia de crueldade e ilegalidade.

Para Irene, além de passar uma mensagem errada sobre a crueldade por trás dessa indústria, o fato de o Carrefour vender carne de cachorro também é bastante prejudicial para o crescente movimento contra o consumo de carne de cachorro na China. “Do ponto de vista ético e comercial, a decisão do Carrefour não faz sentido e esperamos que eles pensem novamente”, afirmou Irene.

A Animals Asia criou uma petição on-line solicitando ao Carrefour que pare de vender produtos de carne de cachorro. Para assinar basta acessar: https://www.animalsasia.org/carrefourdogmeat

Fonte: The Dogington Post

Turistas estão sendo enganados e comendo carne de cachorro sem saber em Bali

por Andrezza Oestreicher — publicado 26 jun 2017 - 9:23

Bali, a ilha mais desenvolvida da Indonésia, é um destino que atrai todos os tipos de turistas, desde aqueles que gostam de viagens de luxo quanto os que gostam mais de fazer mochilão.

Apesar de bastante divulgado e visitado, é preciso ter bastante cuidado ao visitar esse destino, pois uma investigação revelou que diversos turistas estão sendo enganados e estão comendo carne de cachorro pensando ser frango.

Uma organização de proteção animal chamada Animals Australia conduziu recentemente uma investigação para averiguar essa questão e descobriu que todos os dias cachorros são mortos,

 » Read more about: Turistas estão sendo enganados e comendo carne de cachorro sem saber em Bali  »

Entregador para no meio de sua rota para brincar e tirar fotos com cachorros

por Andrezza Oestreicher — publicado 24 jun 2017 - 18:18

Muitas pessoas acreditam que cachorros adoram correr atrás de entregadores, principalmente carteiros, e de que esses trabalhadores morrem de medo dos cães. Porém, um entregador da empresa UPS (United Parcel Service) está mostrando que isso tudo não passa de lenda.

Doniel Kidd é um entregador que nunca teve problemas com cachorros na hora de fazer as entregas das encomendas. Pelo contrário, ele sempre faz amigos caninos por onde passa.

O amor de Doniel por esses animais e a amizade que todos têm com ele foi flagrado por Staci Burns,

 » Read more about: Entregador para no meio de sua rota para brincar e tirar fotos com cachorros  »

Homem irrita Pit Bull que está preso na coleira e recebe o troco

por Andrezza Oestreicher — publicado 24 jun 2017 - 9:26

Muito se fala que algumas raças em específico são agressivas e violentas e, com isso, o preconceito contra elas também é muito grande.

Antes de colocar a culpa de certas situações em um cachorro falando que ele é violento e agressivo, é necessário entender o que foi que aconteceu de fato, e até como aquele animal vive e foi criado.

 

Um vídeo que está circulando na internet mostra um homem que foi atacado por um Pit Bull onde o animal não teve culpa e estava apenas respondendo ao que ele recebeu primeiro.

 » Read more about: Homem irrita Pit Bull que está preso na coleira e recebe o troco  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Turistas estão sendo enganados e comendo carne de cachorro sem saber em Bali

por Andrezza Oestreicher — publicado 26 jun 2017 - 9:23

Bali, a ilha mais desenvolvida da Indonésia, é um destino que atrai todos os tipos de turistas, desde aqueles que gostam de viagens de luxo quanto os que gostam mais de fazer mochilão.

Apesar de bastante divulgado e visitado, é preciso ter bastante cuidado ao visitar esse destino, pois uma investigação revelou que diversos turistas estão sendo enganados e estão comendo carne de cachorro pensando ser frango.

Vendedores ambulantes e restaurantes estão vendendo carne de cachorro para turistas como se fosse frango. (Foto: Reprodução / Independent UK / Animals Australia)

Uma organização de proteção animal chamada Animals Australia conduziu recentemente uma investigação para averiguar essa questão e descobriu que todos os dias cachorros são mortos, muitas vezes brutalmente, para serem vendidos como carne aos turistas.

Tanto cães de rua como cachorros de estimação são levados pelos responsáveis por esse comércio ilegal. Eles são colocados ainda vivos em caixas de bambu ou sacos plásticos de arroz, com suas bocas a patas amarradas, enquanto esperam, desesperados, o momento do abate.

De acordo com a organização, os animais chegam a ficar nessas condições por dias, sem água e comida, e são abatidos na frente de todos os outros cachorros.

Infelizmente, esse comércio ilegal em Bali está crescendo a cada ano e já chega a matar mais cães do que o festival de carne de cachorro de Yulin, China.

Muitos turistas estão sendo enganados em Bali. (Foto: Reprodução / Independent UK / Animals Australia)

De acordo com a investigação, os vendedores de rua são os mais propensos a vender carne de cachorro como se fosse frango, porém 70 restaurantes em Bali também foram pegos vendendo carne de cachorro.

A carne é vendida como “sate”, palavra usada pelos vendedores. Os turistas entendem aquilo como frango e ninguém explica que a carne é, na verdade, de cachorro.

A principal indicação que um estabelecimento vende carne de cachorro é quando ele apresenta as RW.

Ainda de acordo com a organização, a indústria da carne de cachorro em Bali é completamente desregulada e alguns chegam a ser envenenados para serem abatidos. Além disso, os animais são capturados e mantidos de forma bastante brutal.

Os cães são capturados e abatidos de forma covarde e brutal. (Foto: Reprodução / Independent UK / Animals Australia)

Além da crueldade animal, o consumo da carne de cachorro pode trazer graves consequências para os humanos, principalmente por não sabermos os venenos que são usados nestes animais.

Algumas pessoas e organizações estão lutando contra a crueldade animal e o comércio de carne de cachorro em Bali, entre elas uma associação chamada Balinese Animal Welfare Association, porém é preciso a ajuda de todos e muita atenção dos turistas para que essa situação acabe.

Fonte: Independent UK

Entregador para no meio de sua rota para brincar e tirar fotos com cachorros

por Andrezza Oestreicher — publicado 24 jun 2017 - 18:18

Muitas pessoas acreditam que cachorros adoram correr atrás de entregadores, principalmente carteiros, e de que esses trabalhadores morrem de medo dos cães. Porém, um entregador da empresa UPS (United Parcel Service) está mostrando que isso tudo não passa de lenda.

Doniel Kidd é um entregador que nunca teve problemas com cachorros na hora de fazer as entregas das encomendas. Pelo contrário, ele sempre faz amigos caninos por onde passa.

Entregador brincou com os cães e ainda bateu fotos com eles. (Foto: Reprodução / Daily Mail UK / Facebook Staci Speer Burns)

O amor de Doniel por esses animais e a amizade que todos têm com ele foi flagrado por Staci Burns, uma mulher que mora Atenas, na Louisiana, bem em uma área que faz parte da rota do entregador.

Sabendo dessa amizade entre seus cachorros, Reba, Buster e Jade, e Doniel, a mulher resolveu observar e filmar a interação entre eles.

O entregador simplesmente foi até a calçada de sua casa, sentou no chão junto com os cães e começou a bater fotos com eles. Um dos cachorros veio de longe para ficar pertinho do homem e ainda lhe deu beijos.

O homem ainda ganhou beijos de um dos cachorros. (Foto: Reprodução / Daily Mail UK / Facebook Staci Speer Burns)

Publicado por Staci em suas redes sociais, o vídeo teve mais de um milhão de visualizações e mais de 14 mil compartilhamentos em poucos dias.

De acordo com a mulher, que chamou Doniel de “o melhor homem da UPS no planeta”, o entregador tem muitos amigos cachorros em sua rota e sempre tira um tempinho para brincar com ele.

Definitivamente, Doniel é sim o melhor entregador do mundo.

(Vídeo: Reprodução / Daily Mail UK)

Definitivamente, Doniel é sim o melhor entregador do mundo.

Fonte: Daily Mail UK / Huffpost