TAM e o transporte de PETS. Leia sobre o caso da nossa leitora Simone Coulaud

por Samantha Kelly — publicado 7 jan 2013 - 17:09

Foto: Reprodução/Facebook

 

Leiam o caso da nossa leitora Simone Coulaud  sobre a conduta da empresa TAM quanto a viagem de seu pet. Infelizmente, a TAM só confirma o pet no vôo 12 horas antes do embarque, o que torna quase impossível o planejamento de uma viagem. É uma falta de respeito com o cliente e dá a impressão que eles não queriam estar prestando este serviço.

Além de ser caro e burocrático o envio de pets no Brasil, ainda somos sujeitos a um péssimo serviço e por diversas vezes, escutamos casos de irresponsabilidade de empresas de transporte com nossos animais.

 

Em férias no Rio de Janeiro, fiz reserva a cerca de 20 dias para que meu cachorro retornasse comigo pela Tam, amanhã 07/01/13. Preocupada com o bem estar do animal optei por retornar na segunda de manhã, para não ter que pegar um voo com conexão no domingo. Hoje, com menos de 24 horas para o voo (o que me impossibilita de fazê-lo em outra companhia) a Tam simplesmente me ligou avisando que a reserva do animal estava cancelada, sem sequer apresentar uma razão para isso. O que faço com meu amado cão, e quem me conhece sabe disso, abandono nas ruas do Rio? Tam, a empresa que não respeita os animais!

 

Fomos diretamente no site da TAM (Você pode também acessar diretamente o conteúdo AQUI) e separamos para você as informações sobre o procedimento de envio de pets:

 

O transporte de animais vivos em geral, e o de cães e gatos em particular, requer, além do atendimento a quesitos exigidos pelos órgãos reguladores, atenção às normas de segurança de voo e, principalmente, cuidados especiais ao longo da viagem dos mesmos, visando preservar sua integridade física, saúde e segurança.
Não é permitido sedar os animais antes dos voos, conforme o oficio 154/02 do Ministério da Agricultura e Abastecimento de 06 de setembro de 2002 (Anexo4).

A solicitação de transporte somente poderá ser analisada se efetuada a com no mínimo 24 horas de antecedência da decolagem do voo e deve ser feita através da nossa Central de Vendas, telefone 4002-5700 (tarifação local) ou 0800-5705700 para cidades que ainda não possuam o serviço 4002.

Importante: O embarque de animais não é confirmado de imediato e existe uma limitação de animais por voo dependendo da aeronave, portanto, após a solicitação do serviço em nossa Central de Vendas, o passageiro deve aguardar o contato da TAM, sendo que o serviço pode não ser confirmado após a análise do voo.

São aceitos animais considerados domésticos para embarque em cabine e o peso do animal mais o kennel não pode ultrapassar 10kg e, as dimensões do kennel são de até 36cm de comprimento X 33cm de largura X 25cm de altura, acima destas medidas deve ser transportado no porão.

Para embarque em cabine o kennel deve ser acomodado embaixo da poltrona do assento da frente ou embaixo das pernas do cliente. Não será permitida a acomodação em assentos de saída de emergência e/ou na parede divisória de classes. O animal deverá estar sempre dentro do kennel e impreterivelmente sob controle do cliente.

Já no caso do embarque do animal no porão da aeronave, este deve estar acondicionado em um kennel, onde consiga dar uma volta completa em torno de si. O peso do animal mais o kennel não pode ultrapassar 40kg, pois acima deste peso deve ser transportado como carga. Deve ser obedecida as seguintes dimensões 94 x 64 x 61.

Para o caso dos animais a serviço, treinados para o acompanhamento de pessoas com deficiência visual ou auditiva. Não há necessidade de uso de kennel ou focinheira. Não se cobra pelo transporte deste animal.

São aceitos somente animais domésticos. Demais tipos de animais deverão ser despachados como carga, mediante a apresentação da documentação e permissão necessária.

O animal deverá estar acondicionado em um kennel que preencha todos os requisitos solicitados pela empresa. Sendo de responsabilidade do dono do animal.

Para mais informações e detalhes sobre documentação e cobrança de taxas clique aqui.

Atenção: A TAM não transporta nenhum animal em estado de prenhez ou que tenha tido trabalho de parto nas últimas 48 horas. Para situações em que o animal esteja no cio, o mesmo poderá ser transportado mediante material absorvente (jornal, serragem) dentro do kennel.

(Informações retiradas no dia 07/01/2013)

Peter Dinklage faz apelo para fãs de Game of Thrones pensarem bem antes adquirir Huskies por causa da série

por Samantha Kelly — publicado 16 ago 2017 - 15:42

Como noticiamos aqui, o sucesso de Game of Thrones tem influenciado muitos fãs a comprarem cães da raça Husky Siberiano apenas por causa da similaridade com os lobos.

Sem um compromisso sério, os cães têm sido abandonados e os números são alarmantes. Só nos Estados Unidos, o abandono de Huskies chegou a dobrar nos últimos 3 anos. O problema também se estenderia ao Reino Unido, com um aumento alarmante de 700% no abandono entre os anos de 2011 e 1014.

 » Read more about: Peter Dinklage faz apelo para fãs de Game of Thrones pensarem bem antes adquirir Huskies por causa da série  »

Juíza solta cachorro durante julgamento para descobrir quem é o tutor em disputa e a reação do pet não deixa dúvidas

por Samantha Kelly — publicado 16 ago 2017 - 14:39

De um lado da disputa que decidiria o destino do cãozinho Baby Boy, uma mulher insistia que havia comprado o cachorro legalmente de alguém que o vendeu na rua. Do outro lado um indivíduo que garantia que era o dono do pet antes da venda e que ele teria sido vendido sem a sua autorização.

Para resolver de uma vez por todas a disputa, a juíza Judy, uma verdadeira celebridade nos Estados Unidos, resolveu deixar que o próprio pet dissesse,

 » Read more about: Juíza solta cachorro durante julgamento para descobrir quem é o tutor em disputa e a reação do pet não deixa dúvidas  »

Cachorros resgatados juntos das ruas encontram um lar e não vão precisar se separar

por Andrezza Oestreicher — publicado 16 ago 2017 - 9:16

Os cachorros Hansel e Gretel viviam juntos pelas ruas e foram resgatados também juntos. No local eles sempre ficavam pertinho um do outro e, apesar de cada um ter a sua caminha, eles só dormiam bem juntinhos e aconchegados.

Sempre vistos juntos pelas ruas, os cães, que são provavelmente irmãos, foram resgatados por Rick Tunison, o gerente de um canil em Youngstown, Ohio, nos Estados Unidos. Eles já estavam nas ruas há bastante tempo e foram difíceis de resgatar.

 » Read more about: Cachorros resgatados juntos das ruas encontram um lar e não vão precisar se separar  »

deixe seu comentário:
Siga o Portal do Dog
Últimas notícias

Peter Dinklage faz apelo para fãs de Game of Thrones pensarem bem antes adquirir Huskies por causa da série

por Samantha Kelly — publicado 16 ago 2017 - 15:42

Como noticiamos aqui, o sucesso de Game of Thrones tem influenciado muitos fãs a comprarem cães da raça Husky Siberiano apenas por causa da similaridade com os lobos.

Sem um compromisso sério, os cães têm sido abandonados e os números são alarmantes. Só nos Estados Unidos, o abandono de Huskies chegou a dobrar nos últimos 3 anos. O problema também se estenderia ao Reino Unido, com um aumento alarmante de 700% no abandono entre os anos de 2011 e 1014.

Em uma parceria com a PETA com o intuito de conscientizar e pedir cautela para o público, o ator Peter Dinklage, que interpreta o querido personagem Tyrion Lannister, fez o seguinte apelo:

Por favor, para muitos e incríveis os fãs de Game of Thrones, nós entendemos que devido a enorme popularidade dos lobos, muitas pessoas estão comprando Huskies. Não só isso prejudica os muitos cães a espera de um lar que se encontram em abrigos, como os abrigos estão relatando que os cães da raça estão sendo abandonados como acontece quando se compra por impulso, sem um entendimento sobre  as necessidades do cachorro.

Por favor, por favor, se você quer adicionar um cachorro a sua família, garanta que você está preparado para essa responsabilidade enorme e lembre-se de sempre, SEMPRE, adotar de um abrigo.

Foto: Divulgação

Juíza solta cachorro durante julgamento para descobrir quem é o tutor em disputa e a reação do pet não deixa dúvidas

por Samantha Kelly — publicado 16 ago 2017 - 14:39

De um lado da disputa que decidiria o destino do cãozinho Baby Boy, uma mulher insistia que havia comprado o cachorro legalmente de alguém que o vendeu na rua. Do outro lado um indivíduo que garantia que era o dono do pet antes da venda e que ele teria sido vendido sem a sua autorização.

Para resolver de uma vez por todas a disputa, a juíza Judy, uma verdadeira celebridade nos Estados Unidos, resolveu deixar que o próprio pet dissesse, da sua própria maneira, quem era o seu tutor de fato.

Para isso, ela surpreendeu e pediu que trouxessem o cachorro. Quem ele demonstrasse intimidade e carinho seria realmente sua família.

A resposta do cãozinho não decepcionou e deixou claro com quem ele gostaria de ir.